Segunda-feira, 6 de Maio de 2019
Mística Alexandrina Costa e Astrologia Histórica

 

Alexandrina Maria da Costa (30 de Março de 1904, Balasar, distrito do Porto-13 de Outubro de 1955, Balasar) foi uma mística católica, entrevada, que teve visões de Jesus Cristo e da Virgem Maria e que misticamente desposou Jesus (para os ateus e agnósticos: imagina que desposou) e viveu a paixão de Cristo e desceu ao inferno (interpretação do ateu: alucinações). Procuro aqui estabelecer apenas correlações entre esses fenómenos e graus do Zodíaco sem tomar partido, fenomenologicamente. A base factual desta investigação é o livro «Alexandrina» de Humberto Pasquale, Edições Salesianas, Porto,  5ª edição,1985).

 

GRAU 19º-21º DO SIGNO DE CARANGUEJO

JARDIM MÍSTICO,  INFERNO

 

A área 19º-21º do signo de Caranguejo (área 109º-111º de longitude eclíptica) liga-se à visão mística de um jardim celeste, em Alexandrina Costa,  em que Jesus é jardineiro.  Liga-se também à visão do inferno e sensação de estar imerso nele.

 

Em 16 de Novembro de 1944, com Nodo Norte da Lua em 19º 52´/ 19º 43´de Caranguejo, Alexandrina Costa vê um jardim em si mesma e nele Jesus a enlevar-Se entre as flores (sacrifícios de Alexandrina, almas santificadas) que são obra sua.

 

Em 11 de Fevereiro de 1955, com Júpiter em 21º 41´/ 21º 35´ do signo de Caranguejo, Alexandrina Costa vê de novo o símbolo do jardim e Jesus Cristo que lhe diz «Olha, repara no jardineiro Divino, estou a regar as flores do teu jardim, em terreno por Mim cultivado.»

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´ do signo de Caranguejo, a Senhora de Fátima aparece, na Cova da Iria,  aos pastorinhos Jacinta, Lúcia e Francisco Marto e mostra-lhes a visão do inferno com milhões de almas a arder no fogo atormentadas por demónios monstruosos.

 

Em 13 de Agosto de 1945, com Saturno em 19º 3´/ 19º 10´  do signo de Caranguejo, a mística Alexandrina Costa escreve «Sinto-me como se estivesse condenada ao inferno. A minha alma sente aqueles horrorosos suplícios. São os olhos da alma que vêem os demónios atormentadores».

 

Em 6 de Setembro de 1945, com Saturno em 21º 39´/ 21º 45´  de Caranguejo, Alexandrina Costa escreve «O inferno, ai o que é o inferno, o que lá se sofre!». 

 

ÁREA 13º-15º DO SIGNO DE VIRGEM:

SATANÁS

 

A área 13º-15º do signo de Virgem conexiona-se com visões ou possessões de Satanás, o Diabo.

 

Em 7 de Outubro de 1937, com Vénus em 14º 24´/ 15º 37´ do signo de Virgem, Alexandrina Costa, entrevada, sofre possessão momentânea por Satanás, tentando despedaçar-se contra os ferros da cama, morder-se, a ponto de que nem quatro pessoas a conseguem dominar.

 

Em 27 de Setembro de 1944, com Júpiter em 13º 15´/ 13º 27´ do signo de Virgem, Alexandrina Costa escreve "O demónio aparece-me em diversas ocasiões do dia e da noite, ora em forma de homem preso à cintura, ora em forma de leão preso ao pescoço, tentando assaltos tremendos, mas sem nunca conseguir tocar a minha pessoa".

 

ÁREA 3º-4º DO SIGNO DE BALANÇA:

O PARAÍSO CELESTE

 

A área 3º-4º do signo de Balança conexiona-se, nos estados de alma de Alexandrina, com o Paraíso cristão, o Céu de Jesus e do Espírito Santo. 

 

Em 30 de Março de 1945, com Neptuno em 4º 58´/ 4º 56´  do signo de Balança, Alexandrina Costa, no meio de intensas dores místicas, tem a impressão de que a abóbada do Céu desce sobre ela e grita "Que belo!  Que belo! Que luz!  Que luz!".

 

Em 27 de Setembro de 1946, com Sol em 3º 16´/ 4º 15´ do signo de Balança,  Alexandrina Costa escreve "A minha alma gozou um pouco a vida do céu, o gozo da alma na posse do seu Deus. E tive a visão de uma mansão de almas que gozavam a mesma vida divina, todas embebidas no amor de Jesus".

 

ÁREA 15º-16º DO SIGNO DE BALANÇA:

 ALMA VÍTIMA PELOS PECADOS DO MUNDO

 

A área 15º-16º do signo de Balança (graus 195 e 196 de longitude eclíptica para os astrónomos que não gostam de falar em signos ou arcos do céu de 30º cada) conexiona-se com a ideia de alma vítima no catolicismo e na vivência mística de Alexandrina.

 

Em 4 de Julho de 1940, com Nodo Norte da Lua em 16º 4´/ 15º 52´do signo de Balança, Alexandrina Costa oferece-se a Jesus para ser vítima, junto com outras almas do mundo, em união com Nossa Senhora para obter a paz para Portugal e Jesus aceita a oferta e diz-lhe que «Portugal será salvo».

 

Em 10 de Março de 1950, com Neptuno em 16º 42´/ 16º 41´ do signo de Balança, Jesus mostra misticamente a Alexandrina Costa a necessidade de multiplicar as almas vítimas no mundo.

 

ÁREA 0º-3º DO SIGNO DE ESCORPIÃO:

PURGATÓRIO

 

A área 0º-3º do signo de Escorpião indica o Purgatório, lugar de expiação dos pecados cometidos na vida terrena.

 

Em 31 de Outubro de 1943, com Mercúrio em 0º 2´/ 1º 42´do signo de Escorpião, Alexandrina Costa sofre, misticamente, as penas das almas do Purgatório. 

 

Em 21 de Julho de 1982, com Júpiter em 1º 14´/ 1º 18´ do signo de Escorpião, a Virgem Maria diz aos videntes de Medjugorge que «No purgatório há muitas almas, há mesmo pessoas consagradas a Deus, padres e religiosas, rezai mem sua intenção pelo menos sete Pai Nosso, Avé Maria, Glória e o Credo, eu recomendo-vos, há muitas almas que estão no purgatório há muito tempo, porque ninguém reza por elas».

 

Em 4 de Novembro de 1982, com Mercúrio em 1º 34´/ 3º 13´ do signo de Escorpião, a Virgem Maria, em aparição em Medjugorge, diz aos videntes sobre a visão que uma pessoa teve em Mostar «Foi uma visão verdadeira. Eram almas do purgatório da sua família. É preciso rezar por elas.»

 

ÁREA 7º-8º DO SIGNO DE ESCORPIÃO:

CONSAGRAÇÃO DO MUNDO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

 

A área 7º-8º do signo de Escorpião articula-se com a ideia de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria.

 

Em 20 de Março de 1939, com Nodo Norte da Lua em 9º 0´/ 8º 53´ do signo de Escorpião,  Jesus diz a Alexandrina Costa, a respeito do novo papa católico romano, que »é este Papa que consagrará o mundo ao Coração de Minha Mãe»

 

Em 16 de Junho de 1939, com Nodo Norte da Lua em 7º  37´/ 7º 32´ do signo de Escorpião, Marte em 4º 25´/ 4º 30´ do signo de Aquário, Alexandrina Costa sente que Jesus lhe pede para que inste com o papa de Roma para que faça a Consagração do Mundo ao Coração Imaculado de Maria.

 

Em 31 de Outubro de 1942, com Sol em 6º 55´/ 7º 56´do signo de Escorpião, em cerimónia pública, o Papa Pio XII consagra o mundo ao Imaculado Coração de Maria atendente aos pedidos que a mística Alexandrina Costa lhe fez de Portugal, no momento crítico da II Guerra Mundial em que as tropas alemãs de Rommel avançavam sobre o Canal de Suez e a União Soviética de Estaline era invadida pelos exércitos de Hitler.

 

ÁREA 1º-4º DO SIGNO DE AQUÁRIO:

CONSAGRAÇÃO DO MUNDO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

 

A área 1º-4º do signo de Aquário conexiona-se com a ideia de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria.

 

Em 16 de Junho de 1939, com Marte em 4º 25´/ 4º 30´ do signo de Aquário, Alexandrina Costa sente que Jesus lhe pede para que inste com o papa de Roma para que faça a Consagração do Mundo ao Coração Imaculado de Maria.

 

Em 5 de Abril de 1941, com Marte em 1º 44' / 2º 26´ de Aquário,  Jesus pede com insistência à entrevada Alexandrina Costa a consagração do Mundo ao Coração de Maria.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 20:11
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Mística Alexandrina Costa...

arquivos

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds