Domingo, 27 de Janeiro de 2019
Área 20º-25º de Caranguejo: a morte ronda os Papados de Roma e El Palmar de Troya

 

Uma das áreas zodiacais que, habitada por planetas ou Nodo da Lua, produz, em conjugação com outras, a morte de papas romanos ou tradicionalistas anti romanos é a área 20º-25º do signo de Caranguejo.

 

Em 3 de Junho de 1963, com Nodo Norte da Lua em 21º 11´/ 21º 4´ do signo de Caranguejo, morre o papa João XXIII, impulsionador do Concílio Vaticano II; em 6 de Agosto de 1978, com Júpiter em 23º 44´/ 23º 57´ do signo de Caranguejo, morre o papa Paulo VI; em 2 de Abril de 2005, com Saturno em 20º 30´/ 20º 31´ do signo de Caranguejo, morre o papa João Paulo II.

 

Em 25 de Março de 1991, com Nodo Sul da Lua em 25º 38´/ 25º 37´ do signo de Caranguejo, morre aos 85 anos de idade, o arcebispo francês Marcel Lefebvre que fundou em Ecône, Suíça, com a sua Fraternidade Sacerdotal São Pio X, um seminário impulsionador do sacerdócio tradicional, de sotaina negra, e da contestação ao Concílio Vaticano II, seminário adversário da política de unidade com a maçonaria, o islamismo, o judaísmo e outras religiões, e defensor da missa tridentina, em latim.

 

Em 21 de Março de 2005com Saturno em 20º 24´ do signo de Caranguejo, morre com 58 anos de idade, ao celebrar missa na basílica de El Palmar de Troya, Utrera, Espanha, Clemente Domínguez y Gómez, papa Gregório XVII, cego e estigmatizado da pequena igreja católica tradicionalista palmariana, que se considera herdeira de Paulo VI e do papado romano de muitos séculos e canonizou Francisco Franco, José António Primo de Rivera e os místicos  portugueses padre Francisco Rodrigues da Cruz (morte em 1 de Outubro de 1948) e Alexandrina Maria da Costa (morte em 13 de Outubro de 1955).

 

Em 15 de Julho de 2011, com Sol em 22º 12´/23º 9´do signo de Caranguejo, falece em Utrera, Sevilha, aos 76 anos, Manuel Alonso Corral, advogado, papa Pedro II da pequena igreja católica tradicionalista palmariana, que se considera herdeira de Paulo VI e do apóstolo Pedro e celebra a missa tridentina simplificada.

 

Próximas datas em que um Nodo da Lua ou um planeta transitam a área 20º-25º do signo de Caranguejo são: de 3 de Março a 3 de Maio de 2019 (Nodo Norte da Lua); de 11 a 17 de Junho de 2019 (Sol); de 16 a 25 de Junho de 2019 (Marte); de 17 a 22 de Junho de 2019 (Mercúrio); de 19 a 24 de Julho de 2019 (Vénus).

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:48
link do post | comentar | favorito

Sábado, 20 de Janeiro de 2018
David Icke denuncia a vacinação, a Igreja Católica e as "esquerdas" em Portugal calam-se

 

David Icke (Leicester, Reino Unido, 29 de Abril de 1952) escritor e orador britânico, que se dedicou, desde 1990, a pesquisar sobre a elite que domina o mundo, ex repórter, ex apresentador de programa de desporto, e ex porta-voz do Partido Verde da Inglaterra e do País de Gales, desmascara a vacinação como um dos processos de ataque da elite reptiliana que governa o mundo contra a população em geral. Mas a Igreja Católica Romana e as demais igrejas oficiais nada dizem sobre o assunto, pois estão em conluio com as autoridades executoras da vontade das multinacionais farmacêuticas e dos seus patrões illuminati...

 

David Icke escreve:

«Eis aqui um extracto do meu livro Infinite Love is the Only Truth - Everything Else Is Ilusion:

 

«O processo de fabricação das vacinas inclui o uso de macacos, embriões de frangos e fetos humanos, além de desinfectantes e estabilizadores como a estreptomicina, o cloreto de sódio, o hidróxido de sódio, o alumínio, o clorohidrato, o sorbitol a gelatina hidrolisada, o formaldeído e um derivado do mercúrio chamado timerosal. A vacina contra a difteria, a tosse convulsa e o tétano contém os seguintes componentes:

 

Hidróxido de sódio: Entre outras coisas, pode queimar os orgãos internos, provocar cegueira e dano pulmonar e tecidular; a sua ingestão pode ser catastrófica. Encontra-se nos produtos de limpeza de fornos, casas de banho e retretes.

Formaldeído: É uma neurotoxina que pode provocar cancro. Também pode provocar insónia, tosse, cefaleia, náuseas, hemorragias nasais e erupções cutãneas. Usa-se, de forma oportuna, para embalsamar cadáveres.

Ácido clorídrico: Pode destruir tecidos por contacto directo e encontra-se nos produtos de limpeza do alumínio e dos antioxidantes.

Alumínio: Produto tóxico e cancerígeno.

Timerosal: Um derivado do mercúrio e conservante sumamente perigoso. está composto por glicol anticoagulante e rtanol, ácido tiosalicílico, hidróxido de sódio e cloreto de etilmercúrio. Estas substâncias químicas são letais e podem provocar cancro ademais de dano cerebral e hepático.

 Fosfatos: Afogam todas as formas de vida aquática e encontram-se nos detergentes da máquina de lavar, e máquina de lavar louça e nos produtos de limpeza.

 

 «Este monte de lixo venenoso ataca o sistema imunológico que supostamente  deveria proteger e, mesmo assim, os pais estadunidenses estão sendo levados a julgamento por não permitirem administrar semelhantes produtos letais aos seus filhos. Advertem as pessoas dos potenciais efeitos que poderia ter o facto de que os seus filhos estarem em contacto com crianças que não se vacinaram e deste modo aterrorizam-nas com o fim de que aceitem esta tirania. Sem embargo, se se vacinaram, porque deveria ser isso um problema? Oh, sim, mas é. Simplesmente não querem que o saibamos. Para começar, o mercúrio é um dos primeiros suspeitos de provocar autismo nas crianças. Entre 1989 e finais de 1990 aumentou o número de vacinas infectadas de mercúrio e também o número de meninos com autismo.»

 

(David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 819-820; o bold é colocado por nós).

 

David Icke é mais amigo da humanidade do que o papa Francisco, os padres e os líderes de outras religiões em geral: ele alerta-nos contra o veneno das vacinas. O papa, os padres e os líderes das várias religiões não. Ignoram o assunto, mandam-nos rezar e perdoar - enquanto os industriais e cientistas maldosos difundem ou inoculam o veneno nas crianças. Mas não se pode perdoar a criminosos: há que travá-los na sua ação. Papa, bispos, padres, pastores evangélicos, rabinos,  imãs, Dalai Lama, estão todos em conluio com os governos agentes das indústrias químicas e farmacêuticas. As escolas não podem, não devem  exigir aos alunos a entrega do boletim de vacinas no acto da matrícula ou renovação de matrícula: fazê-lo é um acto de fascismo médico.

 

David Icke é mais amigo da humanidade do que a grande maioria da classe médica, do que Sobrinho Simões, José Fragata, Eduardo Barroso, Francisco George, Graça Freitas, e doutorados ou dirigentes portugueses na área da «saúde pública» que advogam ou praticam a vacinação, os transplantes de coração e outros procedimentos anti humanos que servem os satanistas.

 

NENHUM PARTIDO EM PORTUGAL DENUNCIA A VACINAÇÃO, NENHUM É CONTRA ELA. São, pois, desde o CDS ao BE, passando pelo PEV, PAN, PSD, PS e PCP, todos eles lacaios das multinacionais de farmácia e dos illuminati que usam as vacinas para destruir a saúde da população e obter altos lucros à custa dos orçamentos dos Estados. Apesar de se intitularem de esquerda ou independentes das oligarquias, o PS, o PCP, o BE, o PAN, o PEV são incapazes de enfrentar o fascismo médico na comunicação social, na legislação que o parlamento produz, nas escolas e empresas, etc.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 20:18
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Janeiro de 2018
A Igreja Católica Romana e o genoicídio dos Índios da América

 

A igreja católica romana e depois as igrejas protestantes conduziram um genoicídio sistemático sobre os povos indígenas da América do Sul, Central e do Norte.

 

Escreve Juan Bereslavsky, o filósofo guia dos cátaros do século XXI:

 

«Os métodos mais comuns de repressão "cultural" foram: a infecção por varíola e os internatos católico-romanos (Roman catholic residencial schools).»

«Em 1860, por decreto secreto do papa, os cardeais deram a benção aos cientistas para que desenvolvessem uma tecnologia capaz de contagiar, de maneira geral, as populações indígenas com doenças mortais. Os "conquistadores" provocavam o contágio através de lenços, mantas e outros artigos infectados que eram entregues aos índios. Logo, a varíola foi introduzida abertamente nas escolas, e ao terceiro dia de infecção, a maioria das crianças marchava atormentada para o outro mundo, aos destinos de luz hiperbóreos. Todo o corpo se cobria de abcessos; assim a criança morria em uma terrível agonia. As injeções massivas de varíola foram armas biológicas que destruiram 90% da população índia

«Em finais do século XIX criou-se uma polícia militar (guarda armada). Uma das suas tarefas era despojar os pais índios dos seus filhos. De acordo com a legislação federal canadiana, o menino pele-vermelha, depois de cumpridos os sete anos, devia ser enviado a um acampamento de regime especial ( residência escolar). O pai e a mãe deviam dar por escrito o consentimento de que, em seguida, o destino do menino seria confiado ao director da escola (um sacerdote romano). mediante este escrito renunciavam aos seus direitos de paternidade e entregavam a criança, deixando-a a disposição do jesuíta-torturador, sem possibilidade alguma de voltar a ter potestade sobre os seus filhos.»

«Em 1886 terminou a construção da primeira via ferroviária para o oeste do Canadá e também foi o momento em que se declarou ilegal a espiritualidade dos índios. Foram proibidas as línguas indígenas

«Em 1925, uma vez mais sob a pressão da Igreja Católica Romana, foi emitida uma "lei de canadização (canadisation) e cristianização dos índios", ainda mais cruel que a anterior. Confirmou-se a ilegalidade da sua religião e idiomas (idiomas que tinham as marcas da civilização hiperbórea que tinha existido nesta terra durante milhares de anos!). Paralelamente puseram-se em funcionamento centros de esterilização massiva de crianças, como sucursais de aquelas selvagens escolas residenciais.»

 

(Juan de San Grial, América, el proyecto de una civilzación divina,  Associaciò per l´estudi de la cultura càtar, 2016, pp.121-122; o negrito é colocado por nós).

 

Os católicos que conservam a suficiente racionalidade não têm outro caminho senão afastar-se de uma igreja diabólica que se intitula católica romana dirigida pelo cardeal Bergoglio - papa Francisco, a quem os poderosos de Portugal e a imprensa subserviente dão grande distinção - que, como cardeal de Buenos Aires entregou à ditadura militar argentina (1976-1983) dois sacerdotes antifascistas, posteriormente assassinados pelo regime de Videla. Uma igreja de clérigos, padres, bispos, papas assassinos, pedófilos, sodomitas, sádicos que fariam inveja à Gestapo e às SS de Hitler, igreja que hoje veste a máscara de "democrata" e "humanista" por estar desmascarada pela imprensa livre e por uma juventude que não aceita o sacrifício da cruz a favor dos poderosos.

 

 

  www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:37
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Agosto de 2017
Breves reflexões de Agosto de 2017

Eis algumas breves reflexões neste Agosto de 2017 marcado por grandes incêndios florestais e seca intensa em Portugal.

 

O PAPA DA CÁTEDRA DA IGREJA GRANDE DE PEDRO EM PORTUGAL E O INCÊNDIO DE PEDROGÃO GRANDE. Em 13 de Maio de 2017, o papa Francisco canonizou os pastorinhos Jacinta e Francisco em Fátima ante uma imensa multidão de católicos. Nesse mesmo dia, o Benfica sagrou-se campeão nacional de futebol  e Salvador Sobral ganhou o Festival da Canção da Eurovisão e muita gente pensou que «a vinda do papa romano a Fátima deu boa sorte a Portugal».

 

Mas como deu boa sorte se o futebol televisionado e vivido nos estádios é uma das armas de Lúcifer, do ponto de vista cátaro, para desviar as pessoas da oração ao Altíssimo e multiplicar os rancores entre claques distintas?

E como deu boa sorte ao país se, para o cristianismo cátaro oposto a Roma, Salvador Sobral não passa de um ídolo barato, um cantor não cristão que afasta massas da fé em Cristo com os seus temas musicais? Um mês e cinco dias depois do papa, o GRANDE representante da igreja de PEDRO sair de Portugal, eclodiu em 17 de Junho de 2017 o terrível incêndio de PEDROGÂO GRANDE (sugere: a GRANDE cátedra de PEDRO no Vaticano) que matou 64 pessoas e feriu centenas de outras. Não haverá uma misteriosa ligação entre estes factos foneticamente similares? E como interpretar o facto de a data de 17 de Junho distar exactamente meio ano de 17 de Dezembro, dia de aniversário de Jorge Bergoglio, o papa Francisco? Será que a vinda deste idolatrado personagem vestido de branco, promotor do deus Elhoim que preside à degenerada igreja católica, trouxe sorte a Portugal, no plano espiritual e social?

Ou trouxe o azar dos incêndios florestais que simbolizam o Inferno cujas portas se abrem, supostamente, para os adeptos da nova teologia «católica» de amar as coisas deste mundo e abandonar a vida de sacrifício, oração e jejum que marcaram as igrejas em séculos passados?

 

SINCRONISMOS ONTOFONÉTICOS- Em 16 e 17 de Agosto de 2017, as ideias de JOANA, BAR e REPÚBLICA CHECA estão em foco: no dia 16, saúdo casualmente JOANA Reis, de Ferreira do Alentejo, junto à biblioteca municipal de Beja; no dia 17, no interior da biblioteca municipal de Beja, quando converso com o professor Luciano Caetano da Rosa, intelectual de grande cultura que, apesar de admirar Álvaro Cunhal, já não crê no marxismo-leninismo, conversa essa sobre a invasão da CHECOSLOVÁQUIA pelas tropas do Pacto de Varsóvia em 21 de Agosto de 1968, surge JOANA, que vive há 6 anos na REPÚBLICA CHECA onde conclui a sua formação como MÉDICA e falamos, David Coelho, campeão nacional de BARistas (empregados de BAR), é entrevistado na RTP3, uma furgoneta tripulada por dois terroristas islâmicos atropela a multidão que circula nas Ramblas, na cidade de BARcelona (evoca: BAR) matando 13 pessoas e ferindo mais de 100 pessoas

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limp@gmail.com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 12:05
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Março de 2017
Breves reflexões de Fevereiro e Março de 2017

 

 Aqui vão algumas breves e despretensiosas reflexões neste inverno de 2017.

 

AMO-TE.. e tu nem sabes que me estou a referir a ti. Ou saberás? A intuição das mulheres!...

 

A BELEZA DO ALENTEJO. O Alentejo é tão lindo, tão rico em beleza de pormenores - os troncos rugosos das oliveiras centenárias, o verde dos montados, etc - que só podemos desfrutar, agradecer à Deusa Gea ou Cibele, à Mãe Terra, tanta beleza. E agradecer ao deus do Céu, Zeus ou Apolo, ou ao Supremo Arquitecto do Universo. A alegria é inevitável. Não há aqui a fealdade inerente às grandes cidades, sem embargo de estas serem necessárias à democracia e ao progresso material...Estamos no Paraíso Terrestre e pergunto onde estão Eva e Lilith, a segunda mulher de Adão...

 

TODO O TEU SENTIDO RELIGIOSO DE BUSCARES DEUS É UMA DEFESA DO EGO. Tens medo de morrer de repente seja por doença, acidente ou agressão física, medo de seres assaltada/o, violada/o, medo de perderes o casamento ou a família que te tranquilizam e apoiam, medo de perder o emprego, as riquezas materiais, o prestígio social, os amigos. Nem sabes se Cristo ou Buda existiram mas oras porque isso disciplina, traça uma linha para a tua vida. E quem sou eu para te criticar?

 

AS RELIGIÕES QUE COLOCAM O SACRIFÍCIO HUMANO OU ANIMAL NO CENTRO DO SEU CULTO suscitam o masoquismo, o sadismo e o fascismo e qualquer outro totalitarismo. A religião tradicional dos astecas recorreu ao sacrifício de rapazes e raparigas, apunhalando-os ritualmente, arrancando-lhes o coração para aplacar os deuses, em particular Quetzcoatl, a serpente emplumada. Qual o sentido do sacrifício de Cristo na cruz? É a mortificação dos escravos, dos doentes, dos desesperados, a sua domesticação pelas classes ricas e opressoras. Não admira que os Templários, precursores da Maçonaria iluminista e deísta, pisassem a cruz e cuspissem nela.

 

O MAIOR INIMIGO DAS MULHERES. O grande inimigo das mulheres é o islamismo, uma religião que prega o assassínio dos «infiéis» (cristãos, judeus, budistas, agnósticos, ateus) e coloca a mulher ao nível do cão e do burro na sujeição ao marido, ao pai e a outros elementos masculinos. A imigração de milhões de «refugiados» de países árabes para a Europa é um erro da esquerda e da direita moderada porque infiltra a sharia ou lei islâmica, que impõe matar os homossexuais, cortar a mão a ladrões e bater ou escravizar as mulheres, na sociedade europeia. O Islão é, para muitos, o novo nazismo que invade gradualmente a Europa, com permissão da elite global que não sofre com isto.

 

NADA HÁ MAIS ESTÚPIDO DO QUE O ECUMENISMO DOS ENCONTROS INTER-RELIGIOSOS COMO O ORGANIZADO POR JOÃO PAULO II EM 27 DE OUTUBRO DE 1986 E PROSSEGUIDOS PELO PAPA FRANCISCO. Rezar em comum com as mais altas autoridades do Islão ao Deus único? Que estupidez! Não existe Deus único, são deuses diferentes.

O Alcorão diz em 4:34 «Alá fez os homens superiores às mulheres porque Alá preferiu alguns a outros, e porque os homens gastam a sua riqueza para mantê-las. Portanto, as mulheres virtuosas são obedientes, e elas devem guardar as suas partes escondidas do mesmo modo que Alá as guarda. Com respeito às mulheres que você receie que se irão  rebelar, chame a atenção delas primeiro, e depois mande-as para uma cama separada, e então bata nelas. Mas se elas forem obedientes depois disso, então não faça mais nada; certamente, Alá é exaltado e grande!» Alah permite pois bater nas mulheres! É este o Deus cristão? Os teólogos do Vaticano não têm qualidade, dançam ao sabor do pragmatismo oportunista.

 

AO LIMITAR A IMIGRAÇÃO ISLÂMICA PARA OS EUA, TRUMP ESTÁ A OPOR-SE AO ISLAMOFASCISMO QUE, NOS PAÍSES ISLÂMICOS, EXPULSA, TORTURA E MATA CRISTÃOS E JUDEUS. Trump faz o que está certo, ao contrário do que dizem os pseudo humanistas do centro e da esquerda, do «abrir fronteiras a todos» e o povo pobre que pague a pressão económica e política dos «refugiados».

 

A HOLANDA ENFRENTA O ISLAMOFASCISMO TURCO DE ERDOGAN. Há uma etnia dominante na Europa, tipo caucasiano? Há. Se deixar de haver, a Europa deixa de ser o berço da democracia parlamentar e da melhor situação possível para as mulheres, oprimidas por séculos de patriarcado. Islão é submissão da mulher. Acautela-te, Europa!

 

 

O TRAVESTISMO É UM ACTO METAFÍSICO DE HUMILDADE. Quando um homem se traveste no carnaval é por uma de três razões: o auto-erotismo, o prazer, de criar em si uma imagem fisica de mulher e apaixonar-se por si mesmo ao espelho; o heterossexualismo exibicionista, visando atrair o segmento fetichista do sexo feminino; o homossexualismo. Nos três casos, há uma humilhação, maior ou menor, que a opinião pública impõe ao travestido: «Olha, gostava de ser mulher, não é maricas mas tende», «Olha é um gay disfarçado», «Olha é desavergonhado», etc.

 

O significado metafísico do travestismo é a adoração ao Deus-Deusa, ao Adão Kadmon, metade homem e metade mulher, da raça Hiperbórea que precedeu a raça humana. Tenho muita honra em partilhar este sacerdócio no carnaval e não só e em buscar as mulheres sacerdotisas que se dispõem a este acto superiormente belo em que ambos os sexos se fundem na unidade primitiva. Se nunca vos travestirdes não entrareis no reino dos Céus - esta é a regra.

 

A IGREJA CATÓLICA ROMANA É CRIAÇÃO DO PATRIARCADO, DE HOMENS PARA DOMINAR, SUBJUGAR AS MULHERES E O PROLETARIADO EXPLORADO, OS POBRES. Uma das provas é o facto de as muilheres não poderem aceder ao sacerdócio, ao bispado ou ao papado. Ora Jesus tinha um lado feminino e promoveu Maria Madalena, a líder feminina da sua seita essènia. Afirmar que Deus é masculino, exclusivamente, é blafesmar.

 

SOMOS FELIZES EM BEJA. Um colega diz-me: «Em Beja, vive-se calmamente. Melhor que em Lisboa e que no litoral algarvio, onde o stress é maior e os alunos mais difíceis de controlar. Mas o que é ser feliz?» Lembro-lhe o que disse Ramana Maharshi: "A felicidade não é algo que se tenha que adquirir. Você é sempre a felicidade. Esse desejo nasce da sensação de estar incompleto. Para quem existe essa sensação de estar incompleto? Investigue." Se tens saúde e emprego agradável, és feliz. Não queiras mais.

 

BONS EFEITOS DO JEJUM- Há dias, fui acometido de breve dor nos rins talvez devido a excesso de prótidos, ingestão insuficiente de água ou excesso de café. Começo a jejuar, sem comer nem beber nada (jejum seco, mobilizador da linfa, sem criar acetonúria)  e as dores desaparecem: os rins excretam os sais que os perturbam, os orgãos digestivos descansam, o corpo elimina as toxinas. O meu jejum durou 26 horas. Recomendo a toda a gente - menos às crianças em crescimento - JEJUNS BREVES DE ENTRE 12 A 24 HORAS, de preferência sem comer nem beber nada. E ao sair do jejum comer pouco. Exemplo: uma sopa de vegetais e uma maçã. Se todos jejuassem à sua medida, muitas doenças se evitariam ou curariam. A indústria farmacêutica não gosta de falar nas virtudes do jejum porque isso lhe diminuiria os lucros. É assim o capitalismo...

 

O FEMISMO DE  VALERIE SOLANAS. A militante femista radical Valerie Solanas escreveu no «Manifesto da Scum», sigla - Scum quer dizer «Escumalha»- de Society for Cutting-Up Men (Associação para destroçar os Homens) QUE O HOMEM MASCULINO É UMA ABERRAÇÃO:

 

«O homem é um acidente biológico. O gene Y (masculino) é um gene X (feminino) incompleto, quer dizer, é um conjunto imperfeito de cromossomas. Por outras palavras, o homem é uma fêmea incompleta, um aborto com pernas, falhado na fase do gene. Ser homem é ser deficiente, emocionalmente limitado; a masculinidade é uma doença e os homens são seres emocionalmente estropiados.»

«O homem é um ser egocêntrico, fechado em si próprio, incapaz de desenvolver afinidades, de se identificar com os outros, de amar, de sentir amizade, afeição ou ternura. É uma célula completamente isolada incapaz de se relacionar.» (Valerie Solanas, Manifesto da Scum, página 7, Fenda; o destaque a negrito é posto por mim).


«A inabilidade para se relacionar com os outros, ou com as coisas, torna a vida do homem tão falha de sentido e tão insípida (o princípio fundamental do pensamento masculino é que a vida é absurda) que ele inventou a filosofia e a religião. Sem nada dentro de si, olha para o exterior, não apenas para orientação e controle, mas também para salvalção e sentido para a vida. Na impossibilidade de ser feliz nesta terra, criou o Céu.» (Manifesto da Scum, pag 19)

«O segredo mais profundo de todos os homens é o medo de se vir a descobrir que ele não é uma mulher, mas sim um homem, um ser sub-humano.» (ibid, pag 27).

 

Em regra, os que atacam Valerie Solanas invocam a sua vida pessoal para desqualificar as suas ideias femistas: foi prostituta, lésbica e disparou um tiro contra o artista Andy Wharol. Mas a discussão não deve limitar-se a psicanalisar Valerie. Se fosse assim, não estudaríamos as ideias de Freud em si mesmas (o super ego, o id, o recalcamento, etc) mas andaríamos a pesquisar se Freud teve relações adúlteras, se abusou de alguma paciente, etc. A questão é filosófica e põe-se assim: é ou não má a natureza do ser masculino? Foi ou não a masculinidade a geradora do nazismo, do estalinismo, da guerra, de todas as guerras?

 

SINCRONISMOS -Em 22, 23 e 24 de Fevereiro de 2017, a ideia de SETE está em foco: no dia 22, a NASA divulga descoberta de SETE novos planetas parecidos com a Terra, a quarenta anos luz desta, em umas órbitas parecidas com as do sistema solar, três dos quais podem ter vida, até mesmo água em estado gasoso; no dia 23, faço uma compra por SETE euros; no dia 24, falo com uma senhora fiel da Igreja Adventista do SÉTIMO Dia.

 

SINCRONISMOS FONÉTICOS - Em 6 de Março de 2017, a ideia de ROSA está em destaque: cumprimento Jorge ROSÁRIO (evoca: ROSA) junto ao Museu Regional de Beja, passo junto da ourivesaria ROSA Damásio, o telejornal da TVI emite uma notícia sobre a corrupção do procurador Orlando Figueira pelo angolano Manuel Vicente, notícia cujo texto é de Cláudia ROSENbuch (evoca: ROSA), um telejornal informa que ROSA Sousa viu ser adiada por duas vezes em 2017 uma cirurgia aos ouvidos no hospital de Famalicão, recebo um contacto via web da Rua da ROSA, em Lisboa.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:25
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 13 de Dezembro de 2016
Um ataque contra a Filosofia: a uniformização das matrizes dos testes de filosofia

Depois de terem restaurado há uns 10 anos o exame nacional de Filosofia no ensino secundário em Portugal, os sectários da filosofia analítica anglo-norte-americana, corrente que pretende transformar-se na filosofia universal dominante, dão agora mais um passo no sentido da eliminação da liberdade pedagógica dos professores de filosofia: através do Ministério da Educação vêm agora impor, consta, a uniformização das matrizes dos testes de filosofia na mesma escola.. tendo em vista o sacrossanto exame nacional que de filosófico tem muito pouco (é quase só decorar umas teses de Descartes, Popper e Kuhn e despejar). A uniformização visa todas as disciplinas e, se bem que possa ser inócua na matemática, não o é na filosofia, disciplina da liberdade individual por excelência.

 

Cada professor deixa de ter autonomia absoluta em construir os testes escritos para as turmas que leciona. Agora terá de reunir com o grupo e submeter-se à vontade da maioria dos professores deste nesta delicada matéria que é a elaboração dos seus testes, frutos de um ensino personalizado. Filosofia é antes de mais dissidência, originalidade e criatividade de cada professor e de cada aluno. Os grupos de filosofia existem mas deixam a cada professor, se funcionam bem, a liberdade de escolher os textos que quiser dentro das amplas balizas do programa. O consenso à força, minucioso, policial, limitador, que agora se quer impor visa, objetivamente, destruir os dissidentes, os que levam os alunos a pensar mais longe de forma criativa, os que sabem mais. Uniformizar em filosofia as matrizes dos testes é instalar a ditadura dos medíocres, dos que seguem à risca manuais escolares impregnados de filosofia analítica. Não dou testes com perguntas de escolha múltipla a que se responde com uma cruz: se o meu grupo aprovar que tenho de dar testes com esse tipo de perguntas, sou obrigado a distorcer o meu método de ensino?

 

Alerta, professor de filosofia em Portugal! Não deixes que os inimigos da liberdade de pensar, com mestrados e doutoramentos em filosofia, instalados na Sociedade Portuguesa de Filosofia, em lobbies editoriais, etc., te cerceiem a liberdade de ensinar. Nós ensinamos filosofia, não somos máquinas de preparar alunos para um exame que nem sequer abarca a totalidade dos temas que damos nas aulas, exame que ademais é facultativo e que não passa de um policiamento do ensino livre.

 

Nada disto nos espanta. A estratégia dos iluminati, esse grupo de 13 famílias multimilionárias (Rockfeller, Rotschild, etc) e seus agentes que aspiram ao governo mundial único, o novo fascismo bonapartista, à religião mundial única, provavelmente o catolicismo ecuménico do jesuíta papa Francisco unido ao islamismo, que aspiram à economia mundial única, o supercapitalismo, exige a filosofia única, abolindo a dissidência.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:39
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 8 de Dezembro de 2016
Breves reflexões de Dezembro de 2016

 

 

 

Eis algumas breves e banais reflexões nos dias outonais que correm neste Dezembro de 2016.

 

O PAPEL DO SEXO E A IMPERFEIÇÃO HUMANA. Quem pratica actos sexuais está incompleto. O desejo sexual é um truque da natureza para criar uma imensa rede de organismos vivos ligados uns aos outros pelo amor e a repulsa. É ridículo que se tenha de viver um par de anos ou a vida inteira com uma pessoa só porque estamos acorrentados a ela pelo desejo sexual e a sua expressão formal: o contrato de casamento. O sexo dá prazer como a comida dá prazer: mas tal como não amamos a comida também não amamos as pessoas com quem fazemos sexo - julgamos que amamos mas não é verdade, utilizamo-las para os nossos fins de prazer, estabilidade emocional, segurança. O sexo não nos torna livres, a não ser quando possuímos alguém de quem verdadeiramente «gostamos», de resto é fonte de ciúmes e de receios de perder a/o amada/o, etc.

 

POR MUITO QUE AMES UMA PESSOA ELA NUNCA TE AMARÁ COMO TU A AMAS. Em regra, os que se sentem muito amados desprezam, em diferentes graus, aqueles que os amam. Os casos de fusão quase absoluta de dois seres são raros. Hoje a descrença no amor generalizou-se.

 

OI MIÚDA, EU NÃO TE AMO, OS MEUS OLHOS É QUE AMAM O TEU ROSTO E AS MINHAS HORMONAS AMAM A CURVA DOS TEUS SEIOS- Amor? É tudo físico. Até o espírito é um espelho embaciado do corpo físico

 

 

TANTO DÁ VIVER COM UMA MULHER BONITA COMO COM UMA MULHER FISICAMENTE FEIA. O problema é que quem, dentro de nós homens, faz habitualmente a escolha é o instinto estético-sexual e não a razão. E uma mulher bela por fora, nos seios e no rosto, mas feia por dentro, de mau carácter, não é melhor que a inversa, bela na alma mas feia na aparência corporal..

 

A LÂMPADA PARTIDA. UM SINAL? Constantemente, o cosmos ou a divina providência ou o anjo da guarda ou o daimón (espírito interno, em grego) enviam-nos sinais a que, raramente, prestamos atenção. Ontem, 5 de Dezembro de 2016, QUEBREI, involuntariamente, a LÂMPADA de um candeeiro móvel de sala, ao derrubar este. Lâmpada sugere LUZ, e por extensão, ESTÁDIO DA LUZ onde o BENFICA defronta hoje a equipa do Nápoles em futebol. Quererá isso dizer que o Benfica vai ter obscurecida a sua LUZ e não vai além de um empate com os italianos? Ou será BEJA, a antiga BAJU, a lembrar ABAJUR, - objecto em forma de cúpula ou cone ou ciindro que protege da LUZ directa das lâmpadas - que vai ter um acidente ou incidente notável?

 

A FAMÍLIA E O SEU DUPLO ASPECTO. A família é, em muitos casos, uma proteção biológica e económica de cada um: nasceste e a mãe deu-te leite do seio, o pai comprou comida para ti e pagou-te os estudos, as viagens, o alojamento numa terra distante, etc. Mas a família cobra: tens de seguir certos princípios religiosos e éticos, não podes tomar atitudes dissonantes como por exemplo, assumires um comportamento de lésbica, gay ou de heterossexual fetichista/crossdresser porque isso, dizem eles, é «imoral», «contra o espírito da família»... Assim, a família é o Estado em ponto pequeno visando formatar e coartar a liberdade do indivíduo. Nessa medida, que se lixe a família!

 

SER PROFESSOR. O professor David diz-me: «Muita gente ignora o fardo pesado que é ser professor nos tempos de hoje, em que parece caminhar-se para um estado de entropia social (desordem) e grande parte da energia do professor nas aulas é gasta a mandar calar alunos, a mudá-los de lugar ou até expulsá-los da sala por perturbarem a aula. Ser professor? 160 alunos, 6 turmas. Conheço uma colega que tem 200 alunos. Como é possível ter tempo para corrigir adequadamente os testes e fazer outras leituras necessárias à formação de cada um? » Penso: o professor é hoje, salvo os raros casos dos que ganham dinheiro com explicações extra-escolares, um proletário intelectual, um operário do intelecto. E quanta gente se dá conta disto?

 

CRISTIANO RONALDO, UM ALIADO DO ANTI CRISTO. Em 12 de Dezembro de 2016, Cristiano Ronaldo recebe a 4ª bola de ouro da sua carreira da revista France Football. É obsceno: as televisões transformam-no num super-herói porque tem habilidade superior para enfiar a bola numa baliza em jogo. É um milionário, um gigante com pés de barro. Vive à custa de milhões de espectadores muito mais pobres que ele. É tão admirado como o foi Hitler pelos alemães na década de 30 do século XX. Ou como é hoje admirado pelos católicos e outros o papa Francisco. Mas que bem traz Cristiano ao mundo? Nenhum. Faz umas ofertas filantrópicas.. para descontar nos impostos. O Anti Cristo ou Maytreia é descrito como uma figura que aparecerá nos céus graças a projeções holográficas e que induzirá em erro os povos. Cristiano, qual semideus, é a deificação do homem, não de todos os homens mas da minoria iluminati que serve eficazmente. É, pois, um aliado do «super herói» anti Cristo de que as profecias falam. Não ter heróis, não ser fanatizado pelos líderes deste mundo, é essencial para se saber guiar bem.

 

A SIMPATIA DO PAPA FRANCISCO. Os media portugueses e outros dão grande destaque ao papa Francisco da igreja católica romana. Porquê? Porque o papa não inquieta os poderosos deste mundo, aliás é um deles. É apenas um actor que protege as missas satânicas que há dentro do Vaticano e os negócios sujos do Banco do Vaticano (Instituto para as Obras Religiosas). Precisar da proteção do papa é como precisar da proteção de Hitler, Salazar, Franco ou Stalin: um «paizinho» protector, um símbolo do Estado omnipotente. O papa é o contrário de Jesus Cristo, porque este era «hippie» e não tinha Vaticano nem colégio de cardeais. O papa é um truque dos iluminati, dos jesuítas. Ter esperança em que o papa é «de esquerda» e vai tornar a igreja mais liberal, reconhecendo o casamento dos gays e lésbicas, o aborto voluntário,etc,  é reconhecer à igreja romana uma autoridade que ela não deve ter sobre os povos do mundo.

 

SE CONTEMPLAS E ADMIRAS O PAPA, EM TODO O SEU FAUSTO E AUTORIDADE, NÃO PODES CONTEMPLAR CRISTO. Porque o papa, um homem corruptível, astuto, eleito por um grupo de poderosos cardeais, é um corpo estranho, escuro, que se interpõe entre ti e o Sol, que é Cristo, e não te deixa ver o Sol. O papa, o Vaticano são o eclipse de Jesus Cristo, o anarquista pacífico, o filho de Deus.

 

A INCRÍVEL BEJA. 16 de Dezembro de 2016. São cerca de 17.50 e estou dentro do café Luís da Rocha, no centro de Beja, à espera de uma tosta. De súbito, um coro de vozes de cante alentejano soa vindo da Rua Capitão Francisco de Sousa, no exterior do café. Levanto-me e venho para a rua. Um silêncio religioso, hierático, estabelece-se entre o público: o cante é sagrado, é a voz do Deus Alentejo, e é entoado por 3 filas de 7 rapazes cada uma, de entre 15 a 18 anos de idade, muitos... deles alunos do liceu, vários deles membros de «Os discípulos».

É sempre o mesmo! Beja é assim: saltamos, num instante, do ambiente profano de um café para o ambiente de religião panteísta a céu aberto do cante! Que bom! Os nossos adolescentes conservam a tradição do cante, esta não morrerá! Aprendam com os ceifeiros de Cuba, com o grupo coral de Aldeia Nova e outros! Quando se canta assim, com um alto e um ponto a fazer a diferença e em seguida o coro de vozes ficamos presos ao chão, nós, os bejenses de raíz ou importados de outras regiões.

 

A tosta que espere na mesa, eu estou magicamente imerso no cante, comovido, maravilhado. É noite, está frio, mas o meu cachecol é tricolor, com as cores da bandeira da II República Espanhola de 1931-39 (Que viva Durruti!). Os cantores vão-se embora, batemos palmas, depois passa a Andreia, uma universitária bonita de olhos azuis celestes e pergunto: «Andreia, estuda cá em Beja?» Ela responde: «Sim, em Artes, e trabalho 5 horas por dia no call center da PT». Está um frio de gelar e vou para casa e digo:«Meu bom Jesus, obrigado por estes momentos incrivelmente belos que me dás!».

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

  

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:38
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 9 de Março de 2016
Notas pessoais, filosóficas ou não, de Março de 2016

 

 

Eis algumas notas de vida pessoal com reflexões avulsas que só interessarão a uma parte dos leitores deste blog.

 

NÃO HÁ O «FAZER AMOR»-O amor não se faz: sente-se, como contemplação estética de outrém ou como comunhão espiritual com outrém. Aquilo que se «faz» com uma parceira ou um parceiro é troca física de carícias, manipulação do corpo da/o outra/o de modo a atingir o orgasmo e isso não é fazer amor, mas fazer actos sexuais que são, sobretudo,amor-próprio

 

O AMOR É, DE CERTO MODO, UMA EXPLORAÇÃO DE ALGUÉM. Não «exploração» no sentido de descobrir ou percorrer o corpo ou a alma do ser amado. Exploração no sentido de apropriação do que não é nosso, da beleza, do corpo, da personalidade da outra pessoa, no sentido de extração de mais valia: amo-te mas quero que me sejas fiel, que me beijes e acaricies e ajudes na lida da casa, no prestígio social (estar casado dá estatuto) ou no aumento da conta bancária. Estou a desfrutar-te e a explorar-te subtilmente.

 

O VERDADEIRO AMOR É NÃO GOSTARES DE MIM MAS VIVERES COMIGO E EU TER DESEJO SEXUAL DE TI. E assim continuarmos pelos anos fora, deitando fora essas baboseiras do «amo-te muito». Eu amo o teu corpo - a ti não sei se amo porque és invisível. Onde está a tua alma? Mas sou-te leal e apoio-te sempre.

 

O QUE MAIS ME ATRAI NA MULHER? O rosto e os seios.

 

AMO-TE TANTO QUE O AMOR DESAPARECEU. O ser e o nada remetem um para o outro.

 

O DUPLO CARÁCTER DO CASAMENTO. Para as feministas, defensoras da mais radical liberdade individual, o casamento é uma capitulação da mulher face ao homem que, assim, a aprisiona e submete ao seu capricho (os homens são porcos, só pensam em sexo físico). Para os noivos apaixonados, o casamento é o alicerce de uma relação de «amor eterno» e não carece de ser alvo de ironia ou desmontagem - mas Saturno ou Cronos, senhor do tempo, acaba por enrugar a relação entre os cônjugues e introduzi-la no deserto da monotonia.

 

AS MULHERES BELAS SÃO COMO OS CASTELOS ALTANEIROS. Inconquistáveis. Podes conquistar-lhes o corpo mas nunca a alma, a não ser temporariamente, no momento do riso, do beijo ou do orgasmo. Elas são superiores a nós, homens, em engenho e arte de sedução. O Don Juan, o mais feminino dos homens, é capaz de conquistar muitas mas no final sai derrotado. As mulheres só se deixam conquistar por homens com algo de feminino na alma - e um orgão sexual masculino, claro.

 

QUANDO FORES VELHA E FEIA DEIXAREI DE AMAR-TE. Mas isso nunca acontecerá porque te escolhi, mulher, dezenas de anos mais nova que eu. Assim o amor não falhará porque o amor é sempre o amor da forma bela e da harmonia de carácter

 

É TÃO BOM TER UM CORPO JOVEM DE MULHER NA NOSSA CAMA. E quando não se tem? Há uma sensação de privação estética e orgástica. Mas isso não significa que valha a pena arrastar qualquer mulher para a cama. Afinal o acto sexual é anti higiénico e só pode levar-se a cabo mediante uma alta emoção estética, um encantamento. É por isso que rejeito sexo com mulheres da minha idade ou até 10-15 anos mais novas. A carne deve ser o mais espiritual possível e para isso o adequado é uma jovem de 25 a 30 anos de idade. Rejeito também comer carne: é um caldo de purinas e cadaverinas. Rejeito, na minha vida pessoal, qualquer acto homossexual entre homens, é repulsivo biologicamente - mas defendo os gays e as lésbicas, o direito a serem como são, felizes ou em busca da felicidade. Só gosto da mulher que me habita interiormente. E de algumas mulheres exteriores fisicamente. E hoje, às 7 horas da manhã, havia uma circunferência luminosa projectada na parede do meu quarto pela luz solar vinda da janela de um outro quarto..sinal de quê?

 

DOIS DIAS E MEIO NO PORTO POR CAUSA DO MEU FILME NO FANTASPORTO. À 1.40 da madrugada, de sexta feira, 4 de Março de 2016, chego ao Porto, após 8 horas de viagem desde Beja por autoestrada - eu guio a 80-90 km por hora, poupo o carro antigo e paro em locais diversos para comer algo, tomar café e descontrair. Na sexta de tarde, pelas 16 horas e pico entro no cineteatro Rivoli onde decorre, desde 26 de Fevereiro, o Festival Internacional de Cinema do Porto denominado Fantasporto. Um grande festival com mais de uma centena de filmes a ser exibidos ora no grande auditório ora no pequeno auditório.

 

A minha curta-metragem de 11 minutos «Adão Andrógino no Alentejo» feita com a magnífica equipa da Videoplanos ( Frederico e Nelson) é exibida cerca das 18 horas em competição com outras 10 curtas metragens portuguesas selecionadas: «O que é feito dos dias na cave», de Rafael Almeida ; «Quarto em Lisboa» de Francisco Carvalho ( vencedor; inclui a actriz conhecida Custódia Galego); «Cinestesias» de Luís Miranda; «A peça» de Bruno Canas; «Nature experiences» de Martin Dale; «São João» de Maria Nery; «Motorphobia», de Isabel Pina e Ricardo Figueira; «Senhor Jaime» de Cláudio Sá; «Esta noite vi dois marcianos de smoking» de Filipe Canêdo e «Palhaços» de Pedro Crispim. Fui chamado ao palco, frisei que nasci no Porto e sou mais de Beja onde vivo e trabalho há 28 anos. Ser selecionado já é uma vitória, um reconhecimento de qualidade.

 

No final da exibição, Josep C, fotógrafo do festival, intelectual catalão, do bairro de Graciá em Barcelona vem ter comigo e diz-me: «O teu filme encantou-me quando começas a cantar uma canção a Buenaventura Durruti, o grande líder anarquista espanhol, morto em 19 de Novembro de 1936, em Madrid. Durruti é venerado na Catalunha pelas esquerdas revolucionárias. Em Portugal ninguém o conhece». E falamos do Partido Obrero de Unificación Marxista (POUM), de que fui simpatizante, esmagado em Junho-Agosto de 1937 pelos estalinistas que assassinaram Andreu Nin, o líder poumista. Josep narra que na comemoração dos 60 anos da fundação do POUM, portanto em 1995, na sede do Parti Socialista de Catalunya, em Barcelona, um velho militante do POUM octogenário emocionou-se ao evocar um camarada e morreu de ataque cardíaco. Enfim, se há vidas anteriores eu creio que posso ter combatido nas fileiras da 83ª Brigada Mista do Exército Popular da República Espanhola , criada no sector Este da frente de Teruel, em 1937, com base nos batalhões anarquistas da antiga Coluna de Ferro saída de Valencia...

 

Janto em casa de um irmão, no Porto, e, já na madrugada de domingo, saio com o irmão e um primo e respetivas consortes para a zona dos Clérigos, na baixa do Porto, onde há centenas de bares abertos e milhares de pessoas a divertir-se, apesar do frio da noite. Entramos na «Galeria de Paris» e depois no grande bar «Destilaria», na Rua Cândido Reis, com dois grandes espelhos em duas paredes uma em frente da outra. Muito agradável estar ali. Ao fim de semana, o Porto supera Beja para quem precisa de música entre a multidão. Mas tudo é relativo. Ser jovem, audaz e optimista é que é bom. Os jovens é que beijam bem, não usam placas dentárias...Almoço com a filha, neste domingo, uma querida que põe reticências às incursões cinematográficas do pai, e volto a Beja às 16,30 horas, guiando, orando e cantando fados. Só nesta madrugada de 7 de Março entro em casa. Para levantar às 7.30 horas da manhã e voltar às aulas. Tudo correu bem 

 

OS MACHOS LATINOS- Há pouco eu disse a uma amiga: os machos latinos sao apenas mulheres musculadas viradas do avesso. Mantenho esta tese.

 

GOSTAVA DE VIVER MARITALMENTE COM DUAS MULHERES JOVENS E BELAS (20-25 ANOS) NA MESMA CASA.  Seria amor a três. Assim, o ciúme diminuiria. Seria possível um diálogo não asfixiante, a constituição de alianças táticas no plano afectivo. Seria a Trindade: a Mãe, a Filha e o Santo Espírito. E Deus proibe isto? Afinal amar duas mulheres ao mesmo tempo, uma em presença da outra, não é trair, nem cometer adultério. É sinceridade, generosidade no amor. A fidelidade exclusiva a uma parece ser demasiado egoísta. Somos gnósticos, não católicos romanos. Não cremos no papa Francisco mas sim nos Eóns do Pleroma, no Deus da Luz. A única lei divina é a Lei do Amor: ama como quiseres desde que não oprimas os seres a quem amas e lhes permitas devolver-te livremente o amor e ser feliz.

 

VIVER COM UMA «MIÚDA» DE 20 A 27 ANOS DE IDADE FAZ BEM. Porque ela está no auge da beleza física e esta corresponde, muitas vezes, a maior beleza espiritual. Porque não tem «pneus» nem teve muitos homens a conhecer-lhe o corpo. Porque não tem filhos. Porque acredita, moderadamente, no amor romântico, o amor de toda a vida. Porque ainda tem os pulmões pouco poluídos do fumo do tabaco. Porque é gentil e ardente a fazer amor. Porque usa sutiã que lhe realça os seios firmes. Porque a mãe dela critica; «Ai filha foste juntar te com um homem que podia ser teu pai, pela idade»

 

DEUS AMA MAIS AS PROSTITUTAS E OS TRAVESTIS DO QUE AS MULHERES CASADAS E OS HOMENS NÃO TRAVESTIS. Porque as prostitutas e os travestis correm riscos e são perseguidos por grupos violentos e homófobos ao passo que as mulheres casadas e os homens vestidos no masculino, como eu, estamos tranquilos no redil da normalidade dos costumes sociais felizes.

 

O PROBLEMA É O CORPO. Estive sentado na esplanada do «Luís da Rocha». Uma senhora de uns 70 anos, magra, muito enrugada senta-se na mesa ao lado. Era certamente bela, aos 20 ou 22 anos, as idades da B., da K., da M., etc. E penso: «O problema é o corpo, no amor conjugal. Um corpo de mulher jovem é sempre preferível ao de uma mulher velha. Isto é incontornável. Coitada ou coitado de quem transporta as marcas do envelhecimento visível e real. Já não pode amar como os jovens. Não me venham dizer que a idade não conta.»

 

NÓS, OS VIVOS, SOMOS UM BANDO DE REFUGIADOS que atravessamos o continente da existência para escapar à morte.

 

PARA QUE EXISTE A BELEZA? Para suportar a dureza, a crueldade sem limites da existência. A beleza é o véu de Maya, a deusa da ilusão das formas, como diria Nietzsche. A beleza do bebé e da criança dão alento e recompensa a quem cuida deles. A beleza da mulher jovem atrai os homens, leva-os a lutar por conquistá-la com um comportamento adequado, automóveis, jantares, bailes, idas ao cinema - onde a vida flui e palpita. A beleza é aliada da vida mas a desigualdade existe: há mulheres muito belas e há mulheres feias (as muito velhas em especial). As mulheres maquilham-se porque sabem que isso acrescenta beleza ao seu ser exterior.

 

UMA SIMPLES FOTO PODE DISSIPAR UMA PAIXÃO. Gostamos das mulheres por causa da sua beleza física, revestida de simpatia e graciosidade. Mas uma simples foto delas, desfavorável - sobretudo quando não conhecemos ao vivo essa mulher por quem nos apaixonamos idealmente - pode destruir a paixão. Porque esta obedece a estritos cânones de beleza

 

BEJA VERSUS LISBOA- Em Beja, há uma calma e uma qualidade ecológica superior a Lisboa. Encontro na rua a S. que me diz: «Agora trabalho em Lisboa. Não tem nada a ver com Beja. Nunca acontece nada em Beja, há um controlo social grande, as pessoas olham-nos como se estivessem a cobrar-nos algo. Em Lisboa, somos livres, ninguém nos conhece. Podemos ir aqui e ali, ter aventuras amorosas, ninguém nos vai pedir satisfações.» E não será verdade?

 

SUICÍDIO - 15 de Março de 2015. Em final de período, os alunos do 11º pedem-me um tema livre para discutir na aula inteira. Escolhem: o suicídio. O Miguel acha que suicidar-se é uma cobardia. Pergunto: e os samurais japoneses que, por se sentirem desonrados, espetam uma espada no seu próprio ventre, são cobardes? Falamos do suicídio por amor: «é uma estupidez» dizem os alunos, significa que «a pessoa se fechou obsessivamente no afeto a uma só pessoa». A Claire diz: «Bom é não estar preso amorosamente a ninguém e viver a adrenalina de se interessar, no momento, por esta ou por aquela pessoa»....Fora da escola, alguém me diz que num estabelecimento de ensino X, um aluno fala em suicidar-se por ter tido notas baixas e não se sentir bem tratado por alguém docente. Preocupante. Os adolescentes escolares são a nossa razão de ser enquanto professores. Temos de falar, sem culpar ninguém.

 

NICOLAU BREYNER E O AZAR DE CORAÇÃO EM SERPA-Em 13 de Março de 2016, discuti com uma mulher que amo, originária do concelho de SERPA, e ficamos um pouco «azedados» de CORAÇÂO (eu não, porque tenho sentimentos firmes de amor terno e eterno, já não sou adolescente). Em 14 de Março de 2016, o célebre ator Nicolau Breyner, originário de SERPA, morreu de ataque de CORAÇÂO. Fui eu ou ela quem matou telepaticamente Nicolau Breyner? Ou fomos ambos? Se não tivessemos discutido - ela uma SERPENSE - teria Nicolau (SERPENSE) morrido no dia seguinte?.

 

BEBER ALHO FERVIDO EM LEITE CURA. Uma amiga enviou-me a seguinte mensagem: «Venho informa-lo de um argumento para a sua tese de que os medicamentos não prestam. Como sabe, tenho estado doente e receitaram-me um xarope e um spray, que apenas me fizeram ficar pior. No entanto, soube de uma receita que é ferver alho em leite e beber tudo, incluindo o alho. Apenas bebi 3 vezes e melhorei quase que instantaneamente. O que acha?».

 

O que acho? Penso, de acordo com Ivan Ilich e outros, que a medicina oficial alopática é uma indústria do lucro, que mantém artificialmente a multiplicidade de doenças em toda a humanidade ao não proibir o consumo de carne, alcool, tabaco, açúcar refinado, fármacos iatrogénicos, vacinas, pão branco e cereais refinados.

 

ACREDITAR QUE UM VÍRUS ATENUADO OU UMA TOXINA INJECTADA NO CORPO ATRAVÉS DA VACINA ENSINA O CORPO A DEFENDER-SE CONTRA UMA DOENÇA É UMA ENORME INGENUIDADE... OU UMA ENORME ESTUPIDEZ. Um tóxico (vacina) introduzido no corpo só acrescenta mais toxicidade ao sangue e envenenamento lento aos orgãos internos. Mas a medicina oficial que temos, herdeira das «poções mágicas» de feiticeiros, acredita na imbecil doutrina da vacinação. Não vacines os teus filhos. Muita gente nos EUA se está a revoltar contra a vacinação que o Estado quer tornar obrigatória ou semi obrigatória.. Luta! O corpo é teu! Ninguém tem direito de o infectar com a picada mórbida da linfa de animais doentes.

 

SINCRONISMO CAVACO SILVA-PERDA DE RELÓGIO. Em 9 de Novembro de 1995, o candidato presidencial Aníbal CAVACO SILVA visitou a sua sede de candidatura na cidade de Beja. Eu passei no local com minha filha mais nova e peguei nela ao colo para ver, de entre a multidão, o político em causa. Ao chegar a casa, notei que PERDERA O RELÓGIO que tinha no pulso. Voltei ao local de onde a pequena multidão se evaporara e, perguntando, consegui que alguém me devolvesse o RELÓGIO.  

Em  9 de Março de 2016, CAVACO SILVA foi substituído por Marcelo Rebelo de Sousa como presidente da República Portuguesa. Horas depois fui à pastelaria O RELÓGIO, na vila da Vidigueira, ver na TV o jogo de futebol Zenit-Benfica e a PULSEIRA METÀLICA DO MEU RELÓGIO DE PULSO quebrou.

 

Que significa este sincronismo entre destaques de CAVACO SILVA e PERDA OU DANO DO RELÓGIO que levo no pulso esquerdo? Que Cavaco Silva «é» um relógio, um autómato? Que acelera ou atrasa a marcha do tempo?

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito (1)

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Área 20º-25º de Caranguej...

David Icke denuncia a vac...

A Igreja Católica Romana ...

Breves reflexões de Agost...

Breves reflexões de Fever...

Um ataque contra a Filoso...

Breves reflexões de Dezem...

Notas pessoais, filosófic...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds