Sexta-feira, 16 de Março de 2018
As mentiras de Graça Freitas sobre a vacinação

Graças Freitas, directora geral de Saúde em Portugal, anuncia, fanaticamente, na televisão em 15 de Março de 2018 que é imperioso vacinar toda a gente «para que o vírus não circule». Ora as vacinas, de um modo geral, já são caldos de vÍrus.. estes circulam por todo o país com a vacinação. Entretanto noticia-se que há 21 casos de sarampo no norte de Portugal E METADE DESSES CASOS OCORRE EM PESSOAS VACINADAS... «CONTRA O SARAMPO». Convém dizer que o sarampo é uma doença defensiva, uma defesa inteligente do organismo que pretende libertar-se, através da pele, de toxinas acumuladas e que introduzir o vírus do sarampo é, segundo o professor J.Tissot, introduzir a fase crónica do sarampo, a fase surda e oculta da doença, no organismo.

 

Vê-se por estes dados - cerca de 10 doentes que contrairam sarampo tinham sido vacinados - que a vacina não imuniza, não impede o sarampo mas Graça Freitas evita explicar isso, limita-se a fazer a propaganda a favor das multinacionais farmacêuticas que fabricam as vacinas e as vendem aos Estados num negócio rendoso de milhões. Uma propaganda que lembra os métodos de propaganda dos nazis: «Se queres ter saúde, tens de infectar-te com o vírus da vacina, não há métodos alternativos...» Mentira, só mentira da Organização Mundial de Saúde, que serve os illuminati, os poderosos que dirigem a Nova Ordem Mundial. Estes querem enfraquecer a população mundial, reduzi-la e com a injeção da vacina introduzir, em muitos casos, minúsculos microchips no corpo das pessoas para fabricar cidadãos obedientes, controlados mentalmente.

 

Desmentindo Graça Freitas, directora geral da Saúde, e Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, que pressionam no sentido da vacinação obrigatória e atribuem o aparecimento de casos de sarampo a pessoas incompletamente vacinadas, Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, declarou em 16 de Março de 2018: «Há profissionais de saúde infectados que tinham tomado as duas doses da vacina do sarampo..» . Por aqui se vê que vacinar não imuniza, é uma superstição nociva ao organismo, não tem fundamento científico.Os médicos são manipulados, todos somos manipulados pelos mentirosos e irracionais defensores da VACINAÇÃO ou infeção do corpo por vacinas FEITAS DE PUS E VÍRUS DE ANIMAIS DOENTES...

 

Em 17 de Março de 2018, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defende que, apesar de não ser obrigatória, a vacinação é “fundamental”, apelando a que os portugueses façam a vacina contra o sarampo, sobretudo crianças e jovens. É lamentável a falta de racionalidade de Marcelo apelando à infeção de milhões de pessoas, em especial dos jovens, por vírus e toxinas contidas nas vacinas... E o Bloco de Esquerda e o Partido Animais Natureza porque se calam quando deveriam denunciar a vacinação em massa, arma da medicina capitalista que não ensina os trabalhadores a evitar as doenças usando sumos de limão e laranja naturais, suprimindo o açúcar, o sal e as carnes vermelhas, etc.? Marcelo serve objectivamente os illuminati, os altos maçons satanistas que inspiram a vacinação das populações...

 

Não tenhamos ilusões. Os tipos que controlam os programas de saúde a nível mundial, incluindo a vacinação, são gente má, falsa, gananciosa, sem consciência ética socialmente elevada.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

 f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:54
link do post | comentar | favorito

Sábado, 10 de Março de 2018
Do fascismo nacionalista de Salazar ao eurofascismo

Em 30 anos, de 1974 a 2004,  passamos do fascismo nacionalista e católico de Salazar ao eurofascismo anti-nacional da União Europeia.  Não há meio termo. Do 8 oscila-se para o 80. De ano a ano, o federalismo europeu avança, uniformizando tudo. A Alemanha de Hitler, sem campos de extermínio, renasce na Alemanha de Merkel e de Schultz. A UE é já um estado fascista brando que persegue os patriotas anti UE rotulando-os de "extrema-direita", absorve milhões de imigrantes islâmicos para destruir as identidades nacionais da Itália, Suécia, França, etc. e esse fascismo unitário está presente na forma como silencia ou ignora, de Outubro de 2017 ao momento presente, os desejos de independência dos catalães.O PCP mantém uma correcta exigência de saída de Portugal da UE. O BE tem uma posição ambígua a este respeito, fruto da sua visão trotskista original de revolução em permanente expansão a outros países.

 

 

Tanto António Costa como Rui Rio, Durão Barroso, António José Seguro, António Barreto, Ferro Rodrigues, Marcelo Rebelo de Sousa, Paulo Portas, Jorge Sampaio, Manuela Ferreira Leite, Santana Lopes, José Sócrates, Ricardo Salgado e outros são membros do Clube de Bilderberg, um dos tentáculos dos Illuminati que lutam por um governo mundial único, uma ditadura fascista global colorida de "regionalismos". Votar neles é que os Illuminati querem...São políticos marionetas dos banqueiros e das elites político-financeiras transnacionais.

 

Quase todos os  professores de filosofia, de sociologia, de história, de política, os jornalistas e comentadores em geral, de Pacheco Pereira a António José Teixeira, de José Manuel Fernandes a António Vitorino, não denunciam nem discutem o carácter progressivamente fascista da União Europeia, um novo império romano, cuja génese está no tratado de Roma de Março de 1957. Todos são vozes «diferentes» do mesmo Big Brother, do mesmo patrão. A ditadura comunista na China não é, no essencial, muito distinta da ditadura "democrática" da União Europeia: em ambas os opositores são censurados, silenciados e por vezes assassinados a tiro. O MI5, espionagem britânica, e a CIA assassinam cidadãos «perigosos» que denunciam o sistema capitalista global, promotor das guerras do tráfico de drogas, etc.

 

«São os grupos (NOTA NOSSA: dos Illuminati, supremos maçons satanistas globalizadores) os responsáveis da aparição do estado fascista centralizado chamado União Europeia». (David Icke, Hijos de Matrix, pag 483).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 13 de Janeiro de 2018
David Icke: os reptilianos existem e controlam a UE, a ONU, a NATO e a Igreja de Roma

 

 

 

A teoria de que uma pequena parte dos seres de aparência humana são reptilianos, defendida pelo investigador e escritor britânico David Icke (29 de Abril de 1952), tem larga difusão na internet e no mundo editorial dos livros. Consta que Britney Spears namorou o príncipe William da família real inglesa mas desfez o namoro quando, ao vê-lo via Skype, o viu assumir a forma de um réptil horrendo. Uma ex funcionária e ex satanista do palácio real britânico declarou que a rainha Isabel II é reptiliana, come carne humana e o seu rosto fica coberto de escamas em certas ocasiões e que os membros da família real, quando dormem e o seu super-ego está mais frouxo, assumem forma reptiliana.

 

Em Maio de 2016, na cerimónia evocativa do dia D (desembarque dos aliados em 1944) na Normandia, o presidente russo Vladimir Putin viu a rainha Isabel II adquirir uma cor de pele cinza, as suas mãos mudarem para «mãos de lagarto», a face dela alongar-se como um réptil e os dentes brilharem excepcionalmente e afastou-se dela. Uma psiquiatra de renome residente no Perú declarou que viu Barack Obama, Hillary Clinton e David Cameron a transformarem-se em répteis. Por outro lado, Credo Mutwa, um chefe negro zulu da África do Sul, narrou a Icke que viu um reptiliano comer carne humana. David Icke refere que o autor norteamericano Stewart Swerdlow descobriu a verdade das mudanças reptilianas de forma em «humanos» quando passou anos submetido a terríveis programas genéticos e de manipulação mental em Montauk, em Long Island, em Nova Iorque.

 

Icke escreveu, referindo-se a Stewart e aos atlantes classificados como lirianos, gentes de pele branca e caucasianos procedentes da constelação de Lira e a uma raça reptiliana existente em Mu ou Lemuria situada no Oceano Pacífico:

 

«Uma noite, quando Stewart era menino, sequestraram-no (com o consentimento de sua mãe) uns seres que acreditou serem extraterrestres e levaram-no a Montauk. Mais adiante compreendeu que os seus sequestradores eram oficiais do Exército que se faziam passar por extraterrestres, um estratagema habitual que usam para ocultar a pessoa que está levando a cabo a abdução. Obrigaram-no a participar no programa genético e de manipulação mental de Montauk e, segundo diz, muito mais tarde descobriu que ele estava entre o um por cento de pessoas que tinha conseguido sair com vida. Durante os anos que esteve debaixo do mando do Governo e do Exército, Stewart foi compreendendo o plano para o domínio do mundo e descobrindo quem eram os seres extraterrestres que estão por trás de tudo. Esses seres, segundo escreve, são reptilianos. Em Montauk viu seres reptilianos "que pareciam entrar e sair rapidamente da realidade física". Stewart narra esta história no seu livro intitulado Blue Blood, True Blod. Diz que muitos e variados grupos extraterrestres vieram a este planeta e criaram as distintas raças.» (...)

 

«Ao princípio, os reptilianos estavam na fronteira do físico e para funcionar neste mundo necessitavam de um corpo físico que conseguiam misturando genes reptilianos com genes de lirianos. O facto de que necessitem desta genética para sobreviver nesta realidade explica porquê os reptilianos estão tão obcecados com as pessoas louras de olhos azuis. Está aqui um dos motivos pelo qual os Windsor que são sumamente reptilianos, perseguiram a princesa Diana, de cabelo louro e olhos azuis, e se desfizeram dela quando a tiveram. A estirpe dos Windsor tinha-se tornado tão reptiliana por causa de reproduzir-se entre si, que necessitaram de uma grande injeção dos genes de "Diana" para conservar o seu aspecto aparentemente humano. Segundo narra Stewart, os reptilianos residiam na constelação de Draco, desde donde, mediante conquistas como as que experimentamos neste planeta, começaram a expandir-se pela galáxia. (...) Segundo parece, há numerosos visitantes extraterrestres ou de outras dimensões que têm ambições tão boas como perversas a respeito de este planeta. Entre eles, há reptilianos e uma raça de Sírio; grupos da constelação de Orion, entre os que figuram os chamados "grises" que têm grandes olhos negros; outra raça de grises de Zeta Reticuli, uma constelação binária que se encontra a uns quarenta anos luz da Terra, na constelação de Reticulum; um grupo da constelação de Andrómeda e, segundo parece, também há outros nas Pleiades, também chamadas Sete Irmãs; na constelação de Tauro. Sem embargo, os mais malvados são os reptilianos draconianos. Stewart Swerdlow diz que estão programados para crer que são superiores e que, como andróginos, acreditam que são mais "divinos". A sua mente está programada para desejar conquistar tudo, e um exemplo disso são os impérios britânico e romano, que foram obra das linhagens híbridas reptilianos.»(...)

 

(David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 144-146; o bold é colocado por nós).

 

AS IGREJAS CATÓLICA, ORTODOXA, EVANGÉLICAS, JUDAICA, ISLÂMICA AO SERVIÇO DOS REPTILIANOS

 

Os cátaros do século XXI referem que a igreja católica romana e as outras igrejas cristãs adoram um Lucicristo, uma mistura de Lúcifer e de Cristo, e uma Lucimaria, uma mistura de Lúcifer e Virgem Maria. A adoração do Cristo crucificado, vertendo sangue, é do agrado dos reptilianos que adoram a violência sádica do torturador e o sangue humano. Por que razão a igreja católica romana e as outras não denunciam os reptilianos disfarçados de humanos que são multimilionários, bispos, sacerdotes, presidentes ou primeiros ministros, professores catedráticos, cientistas, apresentadores de televisão, actores e atrizes de cinema, etc.? Porque obedecem a entidades reptilianas, a satanistas. Por que razão os governos capitalistas do Ocidente escondem a existência de OVNIS, onde viajam os grises, que raptam pessoas e matam cabeças de gado extraindo-lhes o sangue, enquanto o governo chinês, totalitário, avisa frequentemente o seu povo do aparecimento de objectos voadores não identificados nesta ou naquela localidade?

 

 

Cathleen (Cathy) Ann O´Brien nascida em 1957 nos EUA em Muskegon, no Estado de Michigan, EUA, foi escrava sexual de seu pai, do governo dos EUA, da elite illuminati (Gerald Ford, George W.Bush, Bill Clinton, etc.) e de sacerdotes jesuítas católico romanos. Escreve David Icke sobre Cathy:

 

«Seu pai, Earl O´Brien, era um pedófilo, e uma das primeiras coisas que recorda dele é que não podia respirar por ter o pénis do seu pai na boca.»(...)

«Na história de Cathy aparece de novo a Igreja de Roma e o seu vínculo com os jesuítas. Dada a sua fundamental colaboração com a conspiração mundial, como poderia ser de outro modo? Cathy diz que quando buscou consolo em uma igreja católica romana chamada São Francisco de Sales, em Muskegon, o padre James Thaylen abusou dela. O padre Don, outro sacerdote e pedófilo, ajudou Guy VanderJagt, o amigo de Gerald Ford, a confundir Cathy e abusar dela seguindo os "requisitos" do Projecto Monarca. Posteriormente mandaram-na a uma escola católica romana, uma das muitas em que alojam as crianças manipuladas sob um regime rigoroso com o fim de agravar o seu transtorno de identidade dissociativo. A sua escola era a Escola Secundária Católica de Muskegon e ali a violou em numerosas ocasiões o padre Vesbit, em uma delas durante um ritual satânico na sua capela privada em que participaram outros meninos e meninas. Os reptilianos e os seus híbridos são a força que está por trás do satanismo. Os jesuítas, os cavaleiros de Malta, e a Igreja Romana estão envolvidos em atrocidades relacionadas com a manipulação mental como o Projecto Monarca e MKULTURA

 

(David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 717-720; o bold é colocado por nós).

 

A UNIÃO EUROPEIA SERVE AS FORÇAS REPTILIANAS

 

A Comunidade Económica Europeia, criada em 1956 sob a égide de Jean Monnet, um reptiliano, e mais tarde tarde transformada em União Europeia visa escravizar os povos, suprimir as liberdades individuais, as particularidades nacionais. Isso é patente no apoio que a UE tem dado recentemente ao governo espanhol de Mariano Rajoy, um governo monárquico semifascista,  na repressão aos partidos independentistas na Catalunha: Oriol Junqueras, líder da Esquerra Republicana de Catalunya, continua preso com outros conselheiros da Generalitat, apesar de eleito nas recentes eleições regionais de 21 de Dezembro de 2017 e Carles Puigdemont, virtual presidente da Generalitat, vive exilado na Bélgica.

 

Escreve David Icke:

«O "ponto de vista" de Monnet era o da elite de reptilianos que o supervisavam. A Lei Comum europeia, que eliminou as barreiras comerciais na Europa desde 1992, e os acordos de Maastrich acerca da União Europeia, supuseram mais passos no caminho rumo à ditadura europeia. Quando tiveram aterrorizados suficientemente os habitantes da Europa para que cressem que se não se unissem cairíam no desastre, eliminou-se a palavra «Económica» do título e converteu-se na Comunidade Europeia (um passo). Mais adiante voltou-se a mudar o nome para o de União Europeia (outro passo).Constantemente se deram passos para a centralização do poder político na comunidade e a erosão da capacidade de os países para tomarem decisões (outro passo mais). A isso se seguiu a criação de um Banco Central Europeu e uma moeda europeia única (outro passo mais). O conceito de uma Europa com um governo central administrado por um banco central europeu, uma moeda única, uma administração regional e uma política de trabalho, de transporte, de empresa e de exteriores comum, é exactamente o que planeavam instaurar Hitler e os nazis na Europa. Inclusive deram o nome de "Comunidade Económica Europeia" (Europäische Wirtschaft= gerneinschaft) ao seu plano-»

 (David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 624-625; o bold é colocado por nós).

 

Veja-se como a tenaz do clube de Bilderberg, defensor da Europa Federal, da ditadura dos burocratas e do Banco Central Europeu, se apertou sobre Portugal: Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente «dos afectos» (reptilianos?) participou há anos numa reunião do clube de Bilderberg, tal como o primeiro-ministro António Costa, o novo líder do PSD, Rui Rio, o ex primeiros ministros António Guterres, Pedro Santana Lopes e José Sócrates, o ex presidente da república, Jorge Sampaio, Paulo Portas, ex líder do CDS, etc., etc. Votar nos socialistas ou na direita PSD e CDS, em Portugal, vai dar ao mesmo: ambos servem o federalismo europeu, os senhores reptilianos da globalização, do governo único mundial. Há uma longa a lista de traidores ao povo português, à sua independência e liberdade...

 

ONU, NATO E MECANISMOS DE  «AJUDA INTERNACIONAL AOS PAÍSES POBRES» SERVEM A MINORIA ILLUMINATI

 

A centralização económica, cultural e política que se desenrola no mundo de hoje consolida a ditadura, disfarçada de "democracia pluralista", dos illuminati, com algumas bolsas islâmicas (Irão, Arábia Saudita, Síria, etc.) e comunistas ainda dissonantes (China, Cuba). Icke escreve:

 

«Cada ano se transfere maior quantidade de bens dos países pobres aos ricos do que o inverso, e o objectivo principal da "ajuda internacional" não é ajudar os países em desenvolvimento, mas subornar os políticos corruptos, construir a infraestrutura necessária para as multinacionais e dar ajudas às indústrias dos países ricos, como Bechtel, que desempenham o seu labor como parte do acordo. A dita "ajuda" é uma grande maneira de transferir o dinheiro do contribuinte de um país rico para empresas multinacionais do seu próprio país. Com frequência, o dinheiro que «dá de presente» o país doador destina-se a projectos que utilizam as empresas desse mesmo país doador. Digamos que, por exemplo, o dinheiro sai de estados unidos para um país africano em forma de ajuda e, posteriormentea maior parte volta para empresas estadounidenses. Não existe nenhuma necessidade de que os habitantes de África, Ásia e América Latina sofram terrivelmente e morram de fome; a sua situação não é produto de "desastres naturais", mas de um plano calculado.»

«O frenesim da centralização pode ver-se também no exército, como quando as forças da NATO e das Nações Unidas se apoderam de regiões sumidas na guerra e conflitos, em particular a NATO no Afeganistão, que está fora do seu mandato original para a defesa da Europa e da América do Norte. (...) As operações militares das Nações Unidas tiveram lugar no Líbano, no Sudão, no Burundi, na Costa do Marfim, na Libéria, no Congo, na Etiópia, no Sahara Ocidental, no Haiti, em Timor Oriental, na Geórgia, no Kosovo, em Cipre e em outros lugares. Tudo isto forma parte do "método escalonado" mediante o qual nos pretendem impor um exército mundial que faça cumprir as políticas do governo mundial.»

(David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pág. 650; o bold é colocado por nós).

 

OS CAVALEIROS DE MALTA ORGANIZARAM A FUGA DOS NAZIS PARA OS EUA E OUTROS PAÍSES

Sobre a cooperação entre a igreja católica romana e o fascismo e o nazismo escreve Ike:

«Hitler, Himmler, Goebbels - que recebeu uma educação jesuíta - e a maioria dos nazis mais destacados eram católicos, por isso os nazis da Alemanha cooperaram e colaboraram tanto com o Vaticano, tal e como se tem dito incessantemente desde então. Os cavaleiros de Malta coordenaram a fuga da maioria dos atrozes nazis, cientistas e manipuladores, a muitos dos quais deram os seus passaportes. Junto com outros grupos organizaram as "linhas de ratos", que permitiram que uns 30.000 nazis escapassem para os Estados Unidos, Canadá, Grã Bretanha, América do Sul, e Austrália/ Nova Zelândia. Participaram a família Rockefeller, James Jesus Angleton, importante espião da inteligência estadounidense e membro dos cavaleiros de Malta, e Herbert Walker, o avô do presidente George H. W. Bush e bisavô do presidente George W. Bush. Segundo parece, todos beneficiaram magnificamente. Algumas das pessoas a quem ajudaram a escapar foram  Martin Bormann, o segundo Führer; Joseph Mengele, o "Anjo da Morte" de Auschwitz, que escapou para a América para continuar com as suas atrocidades genéticas e manipuladoras; (...).»

 

(David Icke, La conspiración mundial y como acabar con ella, Ediciones Obelisco, Barcelona, pág. 280; o bold é colocado por nós).

 

 www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:53
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2016
Reflexões acidentais de Janeiro de 2016

 

 Eis algumas notas mais ou menos banais, de Janeiro de 2016, que ressaltam no meu quodiano de reflexões acidentais, de investigações empíricas ou de leituras variadas.  

 

DEUS É MACHO E FÊMEA OU CONTÉM EM SI ESTAS DUAS POTÊNCIAS- «É o que explica o Zohar (livro dos cabalistas): «O primeiro homem era simultaneamente macho e fêmea, diz o Rabi Abba, porque a escritura refere: E disse Elohim «Façamos o homem à nossa imagem e à nossa semelhança (Gén, I, 26). Foi precisamente pelo facto de o homem se assemelhar a Deus que foi criado simultaneamente macho e fêmea e só foi separado ulteriormente (Z, II, 15-a). Disto concluímos que qualquer figura que não represente o macho e a fêmea não se assemelha à figura celeste .»

«Bem longe de evocar os excessos de um erotismo vítima dos desejos de orgia, é contudo um «mistério supremo», o de uma divina estrutura, que está em causa com a sexualidade.»

«Compreendemos agora o papel insubstituível e o valor do casamento, no qual o fim não é senão o da multiplicação na Terra das «imagens de Deus»

 

(René de Tryon Montalembert, Kurt Hruby, A Cabala e a Tradição Judaica, Edições 70, pág. 107).

 

UM HOMEM VESTIDO DE MULHER É UM HOMEM, EM REGRA. E O QUE É UM HOMEM VESTIDO DE HOMEM? Em muitos casos, é um maricas envergonhado.

 

DEVES AMAR MAIS A MÃE DO QUE O PAI. Porque o pai pertence ao sexo opressor, masculino, violento que, todas as semanas, em Portugal e Espanha, mutila e assassina mulheres, esposas, ex esposas, namoradas, filhas. O homem, em geral, é um canalha sexista, violento.

 

A RAZÃO PELA QUAL EU NUNCA PODERIA SER GAY é que acho os homens seres violentos, cruéis, dominados por sentimentos de inferioridade ou de pretensa superioridade, hipócritas,fúteis, opressores das mulheres com quem se casam ou namoram. Sejam eles o papa, manhoso defensor da «superioridade» masculina sobre a mulher, os clérigos, os políticos, os sociólogos, filósofos, os donos dos grandes mass media, os amigos da nossa família, o nosso pai ou o nosso irmão... Rezar devia ser assim: «Mãe Nossa, que estais no Céu, santificado seja o vosso nome...»

 

MUITAS RAPARIGAS NÃO RESPEITAM O PRÓPRIO CORPO, ENTREGANDO-SE AOS RAPAZES DE FORMA PROMÍSCUA E MASCULINA. «Hoje em dia, elas são piores do que eles. Entregam-se ao sexo livre e promíscuo com qualquer um» - dizem adultos de 30, 40, 50 anos de idade. O fenómeno não atinge a totalidade mas talvez 20 a 30 por cento (ou mais?) das nossas adolescentes. Julgam-se livres ao praticar sexo físico com este, um dia, passado uma semana com aquele, e dias depois com outro, mas não se dão conta de que estão a seguir o modelo masculino - o homem vulgar precisa de muitas parceiras, sempre em busca de algo que não sabe definir, tal como o homossexual «bicha» que precisa de tocar centenas de parceiros diferentes ao longo de um ano e marca encontros diários por internet na grande cidade.

 

A tendência natural da mulher é mais ascética do que a do homem. Ela é menos genital do que ele, o «esfomeado». Ela é mais espiritual o que ele: é o mercúrio feminino da alquimia, ao passo que ele é o enxofre, sólido, masculino. Por isso, a revolução feminista não é mais ligas e bodies atrativos para as mulheres atrairem os homens: é a eliminação da submissão da mulher ao homem e das igrejas que proclamam Deus Pai e Masculino e ocultam o carácter feminino de Deus, é a plena autonomia económica, jurídica, política, cultural da mulher. É por isso que o movimento lesbiano é a vanguarda da revolução feminista. Há que estar consciente de que a esquerda masculina, de partidos e parlamentos dominados por homens, é anti revolucionária. O amor da maioria dos homens às mulheres é apenas o desejo de esvaziamento testicular, é pura animalidade.

 


A adolescente livre, feminina, evita entregar levianamente o corpo aos homens e pode até, nalguns casos, nem paticar sexo por muitos anos. Isto é feminismo, é luta de classes.

 

SINCRONISMO ONTOFONÉTICO- Em 24, 25 e 26 de Janeiro de 2016, as ideias de BOLA, TOMÉ e de VINTE SEIS estão em destaque: no dia 24, meto gasolina no valor de VINTE E SEIS euros no depósito do carro em que viajo, em Rosal de la Frontera; no dia 25, uma amiga dá-me o seguinte conselho «Não te fixes na mulher que não te corresponde sentimentalmente e se liga a outro, esquece-a, BOLA para a frente»; no dia 26, Mário Centeno abre a conferência sobre o sistema financeiro na Faculdade de Direito de Lisboa, tendo dedicado parte significativa da intervenção ao Orçamento do Estado deste ano, cujo esboço foi apresentado na semana passada e que prevê um défice orçamental de 2,6% (sugere: VINTE E SEIS) do Produto Interno Bruto (PIB), nessa conferência Jorge TOMÉ, ex presidente do BANIF, desmente o governador do Banco de Portugal na afirmação deste segundo a qual só houve a candidatura do Santander à compra do BANIF , explico em aulas de filosofia a Árvore dos SEFIRÓS (ou: ESFERAS: BOLAS) da Cabala, e faço notar que a soma das quatro esferas do pilar central - Kéther (1), Tipheret (6), Yesod (9) , Malkut (10) - dá VINTE E SEIS, o número gemátrico de Deus (IHVH), quase todos os centros do ensino de São TOMÉ e Príncipe paralisam devido à greve "por tempo indeterminado" convocada pelo sindicato dos professores e educadores (SINPRESTEP).

 

MARCELO REBELO E O REBIS: Na filosofia alquímica, costuma-se dizer que o carácter da matéria e de outras entidades é REBIS, isto é, duplo ou dúplice: o mesmo organismo físico ora vive em estado de saúde, ora em estado de doença; o ser humano enquanto corpo ou é masculino ou feminino; a força muscular pode ser usada no bom ou no mau sentido; segundo a Cabala, há a mão esquerda de Deus, ligada à Justiça, ao Castigo (Guevurah, a quinta Sefiró) , e a mão direita de Deus, fonte da Misericórdia (Chesed, a quarta Sefiró). O apelido REBELO, de Marcelo Rebelo de Sousa, sugere REBIS, dúplice. Ora Marcelo incarnou a DUPLICIDADE na presente campanha eleitoral: sendo de direita, apresentou-se como sendo de centro para captar votos à direita, ao centro e à esquerda

 

NOITE DE LUAR PLENO NO ALENTEJO- 24 de Janeiro de 2016. À 1,47 horas da madrugada, momento exacto da Lua Cheia, em 3º 29´ de Leão, estou a entrar de carro em Vila Nova de São Bento. Paro e entro no café Cruzeiro. Ouço chamarem-me : é o Nuno  com a Andreia e outros jovens locais. Vejo Cláudia, de maquilhagem egípcia, muito bonita e sei que é de Vila Verde de Ficalho. Serão as mulheres de Ficalho as mais belas do Alentejo? Pois Ficalho é terra da Beatriz, uma beleza superior, com a leveza espiritual das Sagitárias.

Avanço pois, de carro para Ficalho e os cafés já estão fechados - não vi o Bora Bora, bar talvez aberto às 2.20 da madrugada. Meto gasolina em Espanha, em Rosal (1,229 euros por litro de gasolina 98). Volto para o Cruzeiro, em Vila Nova. Nuno diz.-me que há festa em Vale de Vargo, com concerto de Ruben Baião. Sigo para lá pela estrada que vai dar a Pias. Estou pouco tempo em Vale de Vargo, o concerto é banal. Sigo para Serpa por uma estrada lindíssima e após o cruzamento a uns 4 km de Vale de Vargo, paro o carro. Os campos estão cheios de luar, vêem-se os sobreiros e as azinheiras, as casas à luz da lua... O lugar é desértico, lindo, saio do carro, dirijo uma invocação à Lua e aos deuses que a habitam.


Que sensação de liberdade! Não tenho sono. Noite incrivelmente linda. Falta-me aquela mulher especial ao meu lado aqui mas recolho-me ao estado de androginia do Adão Kadmon, o antepassado nobre da espécie humana. Antes da herdade Maria da Guarda, a caminho de Serpa, um sinal luminoso vermelho adverte de uma perigosa curva à direita. Ao passar em Baleizão, uma lebre surge a correr assustada na berma da estrada. Chego a Beja às 4 horas e 20 da manhã. Venho dormir. Que noite rica pela prata do luar, transfiguradora da natureza

 

NÃO FORCES NADA. O AMOR É MÁGICO. OU SURGE OU NÃO. A divindade ou o amor por todas as pessoas ou por uma grande maioria de pessoas dignas é maior que o amor por uma pessoa só. Esta é uma realidade de que só nos apercebemos em certos momentos cruciais.

 

O FILME «AMOR IMPOSSÍVEL» DE ANTÓNIO PEDRO VASCONCELOS que, em 29 de Janeiro de 2016, foi exibido em Beja é um filme de acção e intriga rodado em Viseu com as personagens de dois agentes da Polícia Judiciária (Soraia Chaves e Ricardo Pereira) no centro da acção. A tese subliminar do filme é: os homens só amam sensualmente as mulheres, não as amam como um todo corpo-espírito, e alguns são capazes de as matar ou ofender gravemente se se sentem diminuídos como machos donos delas.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:42
link do post | comentar | favorito (1)

Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016
Marte em 10º-11º de Escorpião no dia 24: Marcelo eleito presidente à segunda volta, no dia 14 de Fevereiro?

 

Marte forçará uma segunda volta nas eleições presidenciais de 24 de Janeiro de 2016, dia em que Marte estará em 10º-11º de Escorpião? É uma hipótese plausível se levarmos em conta dois exemplos de resultados eleitorais com Marte na área 10º-16º de Escorpião que deram vitórias à esquerda moderada.

 

Em 1 de Outubro de 1995, com Marte em 16º de Escorpião, o PS de António Guterres vence as eleições legislativas, elegendo 112 deputados num total de 230, com 43,76% de votos, deixando o PSD em segundo lugar, com 88 deputados eleitos, e 34,12% de votos, .

 

Em 14 de Janeiro de 2001, com Marte em 12º-13º de Escorpião, Jorge Sampaio, socialista, é reeleito presidente da República Portuguesa, com 55,55 % de votos, vencendo o candidato da direita, Joaquim Ferreira do Amaral, do PSD, que recolhe 34,68% de votos.

 

Assim mantenho a previsão que fiz: Marcelo Rebelo de Sousa será eleito presidente da República Portuguesa, seja em 24 de Janeiro (Júpiter em 22º de Virgem) ou em 14 de Fevereiro de 2016 (Júpiter em 21º de Virgem) porque Júpiter no signo Virgem (de 150º a 180º de arco celeste) tem dado, sempre, a vitória eleitoral, relativa ou absoluta, às direitas PSD ou PSD-CDS em Portugal.

 

Mas esta última hipótese, de Marcelo ser eleito em 14 de Fevereiro de 2016, contra Sampaio da Nóvoa, parece ser a mais forte. Porque nesse dia, Saturno estará em 15º do signo de Sagitário - um grau nocivo ao PS - e em 19 de Julho de 1987, dia da vitória do PSD de Cavaco com maioria absoluta Saturno estava em ... 15º de Sagitário, posição que só ocupa durante alguns dias uma vez de 29 em 29 anos.

 

E Marte, em 14 de Fevereiro de 2016, estará em 21º do signo de Escorpião, perto da posição em que esteve a 5 de Outubro de 1980, em 24º-25º de Escorpião, dia da segunda vitória eleitoral da AD de Sá Carneiro e Freitas do Amaral em eleições legislativas.

 

Como se vê, na nossa astrologia histórica - oposta à pseudo astrologia dos semiastrólogos que vão à televisão e editam livros de previsões pessoais tipo «previsões para os nativos do Carneiro, do Touro, etc» - induzimos a partir de factos histórico-sociais/astronómicos. Não prevemos à toa, ainda que não sejamos infalíveis.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:31
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2015
Astrologia: Marcelo presidente eleito em 2016, à primeira ou à segunda volta?

 

Marcelo Rebelo de Sousa será, segundo as leis astronómico-históricas que conheço, o próximo presidente da República Portuguesa, eleito em 24 de Janeiro ou em 14 de Fevereiro de 2016. Eis algumas das leis planetárias que apontam nesse sentido, leis da astrologia histórica que investigo e que não deve ser confundida com a astrologia comercial de Paulo Cardoso, Flavia Monsaraz, Luís Resina e outros semi astrólogos sem obra de pesquisa histórica, sem substância científica.

 

JÚPITER EM VIRGEM

TRIUNFOS DA DIREITA PORTUGUESA

Júpiter em Virgem dá sempre a vitória ao candidato de direita. O Estado Novo de Salazar foi institucionalizado em 11 de Abril de 1933, com Júpiter em 14º 35´/ 14º 30´ do signo de Virgem. Marcelo Caetano, tio de Marcelo Rebelo de Sousa, ascendeu a primeiro-ministro da ditadura colonialista portuguesa em 27 de Setembro de 1968, com VirJúpiter em 20º 16´/ 20º 29´do signo de Virgem.

 

Ora em 24 de Janeiro de 2016, dia da eleição ou da primeira volta da eleição presidencial em Portugal, Júpiter estará em 21º do signo de Virgem em conjunção praticamente exacta com a estrela Denebola da constelação de Leão, no grau 20 de Virgem - signos são arcos de 30º do céu e constelações do mesmo nome são grupos de estrelas em arcos de céu variáveis (exemplo: a constelação de Leão ocupa as áreas 13º-30º do signo de Leão e 0º-23º do signo de Virgem).

 

A direita, pois, exultará com a eleição de Marcelo. E se houver segunda volta, Marcelo ganhará na mesma pois em 14 de Fevereiro de 2016 Júpiter estará em 21º de Virgem.

 

 

VÉNUS EM AQUÁRIO: AS TOMADAS DE POSSE DE CAVACO SILVA EM 9 DE MARÇO DE 2006 E 2011

 

Vénus no signo de Aquário - arco de 300 a 330º da eclíptica ou roda do céu que corresponde à trajectória do Sol - costuma, pelos escassos exemplos que temos, associar-se à tomada de posse de um presidente da República Portuguesa conservador, de direita.

 

Em 9 de Março de 2006, com Vénus em 2º 48´/ 3º 59´ do signo de Aquário, Cavaco Silva toma posse como presidente da República Portuguesa.

 

Em 9 de Março de 2006, com Vénus em 8º 9´/ 9º 21´de Aquário, Cavaco Silva toma, de novo, posse como presidente da República Portuguesa.

 

Em 9 de Março de 2016, Vénus estará em 25º 45´/ 26º 49´ de Aquário, o que sugere a tomada de posse presidencial do candidato da direita Marcelo Rebelo de Sousa.

 

COMO PASSAR À SEGUNDA VOLTA OU, EM CASO DE NÃO HAVER SEGUNDA VOLTA, OBTER UM RESULTADO NOTÁVEL NA ÚNICA VOLTA?

 

É simples, aparentemente. Usar a posição de Júpiter. Lançar ou relançar nacionalmente a candidatura nos dias 21 a 23 de Dezembro de 2015, com Júpiter em 22º 47´/ 21º 50´ de Virgem - a mesma posição que em 24 de Janeiro de 2016.

 

E, a haver segunda volta, o candidato que a ela passa devia ter tido grande visibilidade em 1 de Dezembro de 2015, com Júpiter em 21º 0´/ 21º 7´de Virgem, praticamente a posição que terá em 14 de Fevereiro de 2016.  Ora no passado 1 de Dezembro, Maria de Belém esteve em destaque com um almoço em uma câmara de comércio ... Passará ela à segunda volta? Não parece. Mas e se...?

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 01:01
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015
Acidentes no Metropolitano de Lisboa e Graus do Zodíaco

 

Os acidentes no Metropolitano de Lisboa, como o do dia 29 de Julho de 2014, estão predestinados pela movimentação dos planetas na esfera celeste. O Zodíaco é o verdadeiro arquitecto de todos os factos humanos e biofísicos ocorridos na Terra. Esta concepção holística, que a esmagadora maioria dos académicos de hoje não possui, justifica-se com uma ampla investigação de astrologia empírica que até hoje ninguém levou a cabo excepto o autor deste blog. Eis algumas leis astronómicas de acidentes no Metropolitano de Lisboa.

 

ÁREA 21º-23º DO SIGNO DE TOURO:

QUEDA DE UM PASSAGEIRO NA LINHA FÉRREA

 

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 21º-24º do signo de Touro  (para astrónomos: graus 51º-54º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente no Metropolitano de Lisboa, em particular a queda de passageiros na linha de uma estação.

 

Em 9 de Junho de 2000, com Saturno em 24º 7´/ 24º 15´ de Touro,  pelas 18.00 horas, produz-se a irrupção de um buraco no passeio sobre a estação subterrânea em construção do metropolitano no Terreiro do Paço, em Lisboa, que fica inundada de água e lama, sem haver vítimas; em 14 de Setembro de 2005, com Marte em 21º 7´/ 21º 22´ de Touro, às 16.00 horas, na estação de metropolitano do Campo Grande, em Lisboa, um passageiro cai na linha férrea, interrompendo durante 45 minutos, a circulação de comboios nas linhas Verde e Amarela;em 30 de Maio de 2011, com Mercúrio em 22º 33´/ 24º 27´ de Touro, as 13 horas, uma pessoa cai e morre na linha ferroviária, na estação do Campo Pequeno, interrompendo a circulação na linha amarela do Metropolitano de Lisboa entre Odivelas e o Rato, até às 16:45 horas.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 21º-24º do signo de Touro são: 8 a 13 de Abril de 2017 (Marte); 11 a 15 de Maio de 2017 (Sol); 1 a 4 de Junho (de 2017 Mercúrio); 26 a 30 de Junho de 2017 (Vénus).

 

ÁREA 12º-13º DO SIGNO DE CARANGUEJO:

TIROTEIO, QUEDA NA LINHA, INUNDAÇÃO OU DESCARRILAMENTO EM ESTAÇÃO DE METRO

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 12º-13º do signo de Caranguejo (para astrónomos: graus 102-103 de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente no Metropolitano de Lisboa, em particular tiroteios, inundações, a queda de passageiros na linha de uma estação.

 

Em 9 de Junho de 2000, com Saturno em 24º 7´/ 24º 15´ de Touro, Mercúrio em 12º 28´/ 13º 26´ de Caranguejo, pelas 18.00 horas, produz-se a irrupção de um buraco no passeio sobre a  estação subterrânea em construção do metropolitano no Terreiro do Paço, em Lisboa, que fica inundada de água e lama, sem haver vítimas; em 22 de Março de 2001, com Nôdo Norte da Lua em 12º 14´/ 4´ de Caranguejo, dois homens armados assaltam a ourivesaria e relojoaria “ Multijóias” na Rua Eduardo Frazão, junto ao Mercado de Arroios, pelas 15h00, fogem pela Rua Carlos Martel, são encurralados pela PSP na estação de Metropolitano da Alameda onde participam num tiroteio e ferem numa perna, com um tiro de caçadeira, um estudante no 1º ano de Engenharia Civil no Instituto Superior de Engenharia de Lisboa acabando os dois ladrões por ser presos, um deles depois de receber uma bala na bacia; em 27 de Maio de 2004, com  Marte em 12º 26´/ 13º 3´ de Caranguejo, pelas 15.30 horas, um homem injuria e agride um casal na estação de Metro do Marquês de Pombal pelo que é preso pela PSP; em 14 de Junho de 2012, com Mercúrio em 12º 10´/ 13º 52´ de Caranguejo, às 08h00 uma mulher com cerca de 50 anos escorrega na plataforma da estação dos Restauradores, sofrendo um traumatismo craniano, e o socorro à vítima obriga o Metropolitano a encerrar a circulação em toda a Linha Azul, durante uma hora;  em 5 de Julho de 2013, com Sol em 13º 8´/ 14º 6´ de Caranguejo,  às 10.21 horas, na estação dos Olivais, no sentido Aeroporto-São Sebastião da Pedreira, uma pessoa cai à linha no momento em que o metro chega à estação e acaba por morrer, o que faz esvaziar os comboios, evacuar a estação e encerrar circulação na Linha Vermelha do Metro de Lisboa de (Aeroporto - São Sebastião); em 29 de Julho de 2014, com Vénus em 12º 35´ / 13º 48´ de Caranguejo, às 12h38, o descarrilamento de uma composição do Metro de Lisboa que estava a fazer inversão de marcha na estação do aeroporto e não consegue parar a tempo e embate na parede, num dos extremos da Linha Vermelha, provoca ferimentos no maquinista de 42 anos, sendo depois encerrada a Linha Vermelha do Metro de Lisboa entre as estações de Moscavide e aeroporto, abrangendo a estação da Encarnação.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 12º-13º do signo de Caranguejo são: 22 a 25 de Junho de 2017 (Marte); 26 e 27 de Junho de 2017 (Mercúrio); 10 a 12 de Agosto de 2017 (Vénus).

 

ÁREA 20º-22º DO SIGNO DE VIRGEM:

QUEDA DE PASSAGEIROS À LINHA

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 20º-22º do signo de Virgem (para astrónomos: graus 170-172 de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente no Metropolitano de Lisboa, em particular a queda de passageiros na linha de uma estação.

 

Em 11 de Dezembro de 1996, com Marte em 21º 3´/ 21º 29´ de Virgem, às 9.15 horas, um aluimento nas obras da estação do Metro de Olivais Sul, na Rua Cidade de Bissau em Lisboa, soterra sob uma parede de betão, 6 operários que permanecem salvos por uma bolsa de ar existente em outro túnel a 30 metros de profundidade e são resgatados após horas de perfuração, às 19.30 horas, um deles ferido; em 14 de Setembro de 2005, com Sol em 21º 16´/ 22º 15´ de Virgem,  às 16.00 horas, na estação de metropolitano do Campo Grande, em Lisboa, um passageiro cai na linha férrea, interrompendo durante 45 minutos, a circulação de comboio nas linhas Verde e Amarela; em 9 de Dezembro de 2008, com Saturno em 21º 17´/ 21º 20´ de Virgem, uma passageira cai à linha do Metro na zona do Marquês do Pombal no momento em que a composição circula e fica gravemente ferida com o braço esquerdo preso na roda do comboio, sendo a circulação na linha amarela do Metro de Lisboa cortada por uma hora; em 29 de Setembro de 2010, com Mercúrio em 21º 55´/ 23º 37´ de Virgem,  a  Linha Azul do Metropolitano de Lisboa é encerrada nos dois sentidos, com as cancelas bloqueadas por algumas horas, devido à queda mortal à linha de um passageiro na estação do Jardim Zoológico, às 15h42 ficando, na linha Vermelha, o metropolitano apenas a circular entre as estações do Oriente e da Alameda.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 20º-22º do signo de Virgem são: de 20 a 22 de Agosto de 2015 (Mercúrio); de 27 de Outubro a 1 de Novembro de 2015 (Marte); de 30 de Outubro a 2 de Novembro de 2015 (Vénus).

 

 

ÁREA 0º-2º DE ESCORPIÃO:

DESCARRILAMENTO, PASSAGEIRO COLHIDO NO METROPOLITANO DE LISBOA 

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 0-2º do signo de Escorpião (para astrónomos: graus 210º-212º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente no Metropolitano de Lisboa.

 

Em 30 de Janeiro de 1999, com Marte em 1º 24´/ 1º 47´ de Escorpião, um automóvel despista-se ao descer a Avenida da Liberdade em Lisboa, galga a via de peões e acaba por embater nas paredes da entrada da estação de metropolitano dos Restauradores, provocando uma derrocada de pedras para a escadaria de acesso e três feridos, um jovem, com um rasgão no músculo da perna, e duas mulheres, uma com fractura de ombro e outra com um pé esmagado; em 24 de Outubro de 1995, com Sol em 0º 6´/ 1º 5´ de Escorpião, pelas16.30 horas, desmorona-se uma das paredes do túnel nas obras de ampliação da estação de metro do Chiado, matando um trabalhador de 35 anos; em 12 de Novembro de 2004, com Marte em 0º 31´/ 1º 11´ de Escorpião, Nodo Sul da Lua em 2º 9´ / 2º 8´ de Escorpião, uma falha de energia na estação do Rato determina a interrupção da circulação de comboios do Metro de Lisboa entre as estações do Rato e Marquês de Pombal, na linha Amarela; em 14 de Setembro de 2005, com  Vénus em 2º 41´ / 3º 51´ de Escorpião, às 16.00 horas, na estação de metropolitano do Campo Grande, em Lisboa, um passageiro cai na linha férrea, interrompendo durante 45 minutos, a circulação de comboios nas linhas Verde e Amarela; em 12 de Fevereiro de 2014, com Nodo Norte da Lua em 1º 7´/ 0º 55´ de Escorpião, no acesso à Estação do Campo Grande uma composição sem passageiros sai do parque de máquinas e oficinas não consegue obedecer a dois sinais vermelhos, no troço à superfície, devido à chuva, descarrila e apenas se imobilizou à entrada da estação; em 29 de Julho de 2014, com Marte em 1º 32´/ 2º 4´ de Escorpião, às 12h38, o descarrilamento de uma composição do Metro de Lisboa que estava a fazer inversão de marcha na estação do aeroporto e não consegue parar a tempo e embate na parede, num dos extremos da Linha Vermelha, provoca ferimentos no maquinista de 42 anos, que é cuspido, sendo depois encerrada a Linha Vermelha do Metro de Lisboa entre as estações de Moscavide e aeroporto, abrangendo a estação da Encarnação.

 

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 0º-2º  de Escorpião são: 23 a 26 de Outubro de 2015 (Sol); 2 a 4 de Novembro de 2015 (Mercúrio); 5 a 7 de Dezembro de 2015 (Vénus); de 3 a 9 de Janeiro de 2016 (Marte).

 

ÁREA 12º-13º DO SIGNO DE AQUÁRIO:

EXPLOSÕES E QUEDAS DE OPERÁRIOS EM OBRAS DO METROPOLITANO, PERSEGUIÇÕES EM ESTAÇÕES

 

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 12º-13º do signo de Aquário  (para astrónomos: graus 312º-313º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente ou incidente no Metropolitano de Lisboa, envolvendo ou não comboios, como incêndio ou perseguição policial ou queda de estrutura dentro de estação do Metro.

 

Em 2 de Outubro de 1997, com Júpiter em 12º 9´/ 12º 8´ de Aquário, após a 1 hora da madrugada, a PSP captura na Estação de Metro da Rotunda um cabo-verdiano que na Rua dos Anjos assassinara a tiro de pistola, pouco antes, um angolano e ferira um amigo deste; em 19 de Outubro de 1997, com Júpiter em 12º 17´/ 19´ de Aquário, pela 1.00 hora da madrugada, principia um grande incêndio no qual explodem várias garrafas de acetileno e arde um depósito de tintas, no túnel do metropolitano que liga a estação da Alameda à do Areeiro, em Lisboa, ardendo as estações nova e velha, morrendo Sidi Bamba, vigilante da obra de construção, residente no Bairro das Marianas e Ernesto Rosa Pereira, chefe da estação de Metro do Areeiro e, devido às inundações causadas pelas chuvas na véspera, é interrompida a circulação de comboios no Metro entre as estações de Avenida e Campo Grande; em 19 de Março de 1998, com Vénus em 12º 1´/ 12º 57´ de Aquário, cinco operários ficam feridos na sequência da queda de um andaime metálico num túnel com cerca de 30 metros nas obras do Metro da Estação dos Olivais;em 30 de Janeiro de 1999, com Úrano em 12º 35´/ 12º 38´ de Aquário, um automóvel despista-se ao descer a Avenida da Liberdade em Lisboa, galga a via de peões e acaba por embater nas paredes da entrada da estação de metropolitano dos Restauradores, provocando uma derrocada de pedras para a escadaria de acesso e três feridos, um jovem, com um rasgão no músculo da perna, e duas mulheres, uma com fractura de ombro e outra com um pé esmagado; em 16 de Julho de 1999, com  Nodo Sul da Lua em 13º 0´/ 13º 1´ de Aquário, ao ver uma equipa de fiscais, um homem, que não tinha bilhete, salta para a linha do Metro na estação do Parque da Linha Azul(Pontinha- Baixa Chiado) pondo-se a correr pelo túnel no sentido Norte-Sul e escapa à morte, inevitável se tocasse os cabos de alta tensão, porque os fiscais cortam a energia no túnel, havendo interrupção da circulação na Linha Azul entre as 16h15 e as 16h45.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 12º-13º do signo de Aquário são: 1-3 de Fevereiro de 2016 (Sol); 22-24 de Fevereiro de 2016 (Mercúrio); 26-28 de Fevereiro de 2016 (Vénus).

 

ÁREA 0º-1º DO SIGNO DE PEIXES:

CORTE DE ENERGIA ELÉCTRICA, ACIDENTE NO METRO

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 0º-1º do signo de Peixes  (para astrónomos: graus 330º-331º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente ou incidente no Metropolitano de Lisboa, envolvendo ou não comboios, como incêndio ou perseguição policial ou queda de estrutura dentro de estação do Metro.

 

Em 7 de Agosto de 1998, com Nodo Sul da Lua em 1º 29´/ 1º 28´ de Peixes, um corte de energia afecta uma vasta área de Lisboa de tal modo que três das quatro linhas do metropolitano de Lisboa permanecem paradas entre as 14,22 horas e as 16,26 horas, sendo a Linha Vermelha entre as estações Alameda II e Oriente a única a funcionar; em 30 de Maio de 2011, com Neptuno em 0º 56´ de Peixes, as 13 horas, uma pessoa cai e morre na linha, ferroviária, na estação do Campo Pequeno, interrompendo a circulação na linha amarela do Metropolitano de Lisboa entre Odivelas e o Rato, até às 16:45 horas; em 12 de Fevereiro de 2014, com Mercúrio em 1º 3´/ 0º 9´ de Peixes, no acesso à Estação do Campo Grande uma composição sem passageiros sai do parque de máquinas e oficinas não consegue obedecer a dois sinais vermelhos, no troço à superfície, devido à chuva, descarrila e apenas se imobiliza à entrada da estação.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 0º-1º do signo de Peixes são: 19-21 de Fevereiro de 2016 (Sol); 5-6 de Março de 2016 (Mercúrio); 12-14 de Março de 2016 (Vénus).

 

ÁREA 27º-29º DE PEIXES:

INCÊNDIOS E QUEDAS DE OPERÁRIOS EM OBRAS DO METROPOLITANO,

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 27º-29º do signo de Peixes  (para astrónomos: graus 358º-359º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente ou incidente no Metropolitano de Lisboa, envolvendo ou não comboios, como incêndio ou corte de energia eléctrica ou queda de estrutura dentro de estação do Metro.

 

Em 27 de Março de 1989, com Mercúrio em 27º 51´/ 29º 44´ de Peixes, deflagra um incêndio numa carruagem parada na estação de metropolitano dos Anjos, em Lisboa, sem causar feridos; em 19 de Março de 1998, com Sol em 28º 10´/ 29º 10´ de Peixes,  cinco operários ficam feridos na sequência da queda de um andaime metálico num túnel com cerca de 30 metros nas obras do Metro da Estação dos Olivais.em 7 de Agosto de 1998, com Júpiter em 27º 25´/ 27º 21´ de Peixes, um corte de energia afecta uma vasta área de Lisboa de tal modo que três das quatro linhas do metropolitano de Lisboa permanecem paradas entre as 14,22 horas e as 16,26 horas, sendo a Linha Vermelha entre as estações Alameda II e Oriente a única a funcionar; em 29 de Setembro de 2010, com Júpiter em 27º 23´/ 27º 16´ de Peixes, a  Linha Azul do Metropolitano de Lisboa é encerrada nos dois sentidos, com as cancelas bloqueadas por algumas horas, devido à queda mortal à linha de um passageiro na estação do Jardim Zoológico, às 15h42 ficando, na linha Vermelha, o metro apenas a circular entre as estações do Oriente e da Alameda.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 27º-29 º do signo de Peixes são: em 17-20 de Março de 2015 (Sol); em 3-5 de Abril de 2016 (Vénus).

 

 

Ninguém pode refutar estes factos histórico-astronómicos. Isto é ciência, construída a partir de factos empíricos, cilindrando o cepticismo epistemológico de Karl Popper e dos «positivistas lógicos» anti-astrologia. É vergonhoso o silêncio a que a canalha doutorada ou licenciada «intelectual», de direita, centro ou esquerda, que domina os partidos políticos, as universidades, as associações de astrónomos, astrólogos e de professores de filosofia ou história e sociologia, os grandes media de Portugal, vota os nossos escritos científicos nesta área.

 

Escondem a verdade. Todos: José Pacheco Pereira (note-se o papel pseudo independente deste "intelectual" vendido a Pinto Balsemão e à fama fácil), Boaventura Sousa Santos, Miguel Sousa Tavares, José Gil, Eduardo Lourenço, Marcelo Rebelo de Sousa, António Barreto, João Branquinho, Pinto Balsemão, Manuel Vilaverde Cabral, Carlos Fiolhais, António Costa Pinto, Carvalho Rodrigues, Viriato Soromenho Marques, etc, etc. Pobres diabos! Diz o evangelho que Satanás é o pai da mentira. Por aí se vê quem, em termos de entidades invisíveis, domina as esferas da cultura em Portugal.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 17:45
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 22 de Julho de 2014
Júpiter em 7º-13º de Leão: demissão de Cavaco, Portas ou Passos Coelho em Agosto ou Setembro de 2014?

 

A astrologia é ainda, na presente conjuntura, incapaz de prever com exactidão infalível todos os grandes e os pequenos acontecimentos dos anos vindouros. Os factos estão todos predestinados mas não sabemos lê-los na maioria das suas leis e aspectos. No entanto, há regularidades histórico-astronómicas comprovadas que estudamos e trazemos à luz, como a que se consubstancia na seguinte lei: a passagem de um planeta ou Nodo da Lua na área 7º-12º de Leão gera, em regra, demissão ou morte de ministros ou do presidente da República ou revolta popular fracassada em Portugal. .

 

 ÁREA 7º-13º DE LEÃO:

REVOLTAS MILITARES, ATENTADOS A GOVERNANTES DE DIREITA, DEMISSÕES DE GOVERNANTES DE DIREITA

 

A 16 de Julho de 2014, Júpiter entrou no signo de Leão (arco do céu de 120º a 150º ) e isso deverá abrir um período favorável à esquerda moderada portuguesa (PS) e ao sionismo pró-norte-americano, que decorrerá, em princípio, até 11 de Agosto de 2015, dia em que Júpiter passará de 29º de Leão para 0º do signo de Virgem, signo favorável à direita portuguesa. Se houver eleições legislativas em 2015, até Agosto de 2015, o PS, dirigido  pelo agente do clube mundialista e criminoso de Bilderberg António Costa será o presumível vencedor.

 

De 17 de Agosto a 20 de Setembro de 2014, Júpiter estará em 7º-13º do signo de Leão - arco do céu de 120º a 150º da eclíptica - o que deverá gerar um forte protesto de esquerda ou acto revolucionário contra o governo então vigente em Portugal ou, mais provavelmente,  a demissão de um ministro, do primeiro-ministro  ou, quiçá, do presidente da república. O que sucederá, em concreto? A queda parcial do governo, por dissensões internas? Um atentado? Uma invasão de edifícios governamentais? Talvez apenas demissões pacíficas de altos cargos da República.

 

Eis cinco factos histórico-astronómicos em que me fundamento:

 

A) Em 1 de Fevereiro de 1908, com Júpiter em 8º do signo de Leão (ou grau 128 da eclíptica, em longitude), a Carbonária Portuguesa, pelas mãos munidas de carabinas de Alfredo Costa e Manuel Buíça, assassina a tiro, no Terreiro do Paço, em Lisboa, o rei D. Carlos e o príncipe herdeiro Luís Filipe, por sustentarem a ditadura de João Franco que, na sequência do regicídio, cai, subindo ao trono D. Manuel II.

 

B) Em 14 de Dezembro de 1918, com Neptuno em 9º de Leão, o presidente da República Nova, Sidónio Pais, conservador e anti maçon, é assassinado a tiro na estação do Rossio, em Lisboa, pelo republicano José Júlio da Costa, amigo do Grão-Mestre da Maçonaria Magalhães Lima.

 

C) Em 6 de Junho de 1920, com Júpiter em 13º de Leão, António Maria Baptista, chefe do governo, morre, subitamente, de um ataque em pleno conselho de ministros.

 

D) Em 26 de Agosto de 1931, com Júpiter em 8º do signo de Leão, um grupo de oficiais antifascistas apodera-se dos quartéis de Metralhadoras 1 e de Artilharia 3, junta da Penitenciária de Lisboa, e ocupa com os militares revoltosos a zona desde o alto do Parque Eduardo VII ao Largo do Rato, englobando Campolide, mas a artilharia da ditadura militar e as ofensivas da GNR e do regimento de Caçadores 5 abafam a revolta, de tarde.

 

E) Em 4 de Dezembro de 1980, com Nodo Norte da Lua em 13º-12º de Leão, o 1º ministro Sá Carneiro e o ministro da Defesa Amaro da Costa morrem em atentado à bomba no avião CESSNA em que viajavam, sobre Camarate.

 

E aparte, consideremos um sexto facto que não traduz vitória da esquerda mas uma espécie de mudança de regime com o surgimento da primeira maioria absoluta de deputados de um só partido, o PSD, uma maioria de direita:

 

F) Em 19 de Julho de 1987, com Marte em 7º-8º  de Leão, o PSD do 1º ministro Cavaco Silva, de centro-direita, vence com maioria absoluta de deputados as legislativas em Portugal, cilindrando à sua direita o CDS de Adriano Moreira, e à sus esquerda o PRD de Hermínio Martinho, o PS de Vítor Constâncio, a CDU de Cunhal.

 

A previsão feita desta maneira é uma indução: erige uma lei geral a partir de casos empíricos similares. Os actuais doutorados que pontificam nos meios académicos- refiro-me a "pensadores" como Peter Singer, Nigel Warburton, Alan Renault, Slavoj Zizek, José Gil, José Matoso, João Medina, António Barreto, Marcelo Rebelo de Sousa, Maria Filomena Mónica, Maria Carrilho, Boaventura Sousa Santos, Lurdes Rodrigues, José Sócrates, António Costa Pinto, Adriano Moreira, José Pacheco Pereira e tantos outros - destituídos de inteligência holística, não concebem que Júpiter, sempre que passa uma vez, durante umas quatro ou cinco semanas, de doze em doze anos, nos graus 7 a 13º  do signo de Leão (arco 127º a 133º da eclíptica), possa suscitar um influxo de esquerda em Portugal ou um influxo de centro derrotando parte da direita.

 

São demasiado antropocêntricos na sua ignorância do mistério cósmico. Não pensam o mundo, e a vida humana em particular, como um todo cósmico. Falta-lhes a noção da lei dialética do uno: no universo nada está isolado, tudo se relaciona e forma um imenso Uno. Não passam de charlatães.

 

Que tem de inadmissível que os movimentos de um planeta suscitem uma revolução ou contra-revolução no Brasil ou na Argentina ou em Portugal, uma vitória futebolística do Flamengo, dos Estudiantes de la Plata, ou do Sport Lisboa e Benfica? Nada. Só mentes fragmentadas e fragmentárias objectam contra isto. Os grandes media e as universidades estão dominados por charlatães doutorados, muito ciosos dos seus títulos e do seu papel de guardiães da mentira dominante do «indeterminismo» e do «futuro em aberto, sem condicionamentos astrais».  

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

 

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 17:15
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Julho de 2014
Acidentes no concelho de Sines na Astrologia Histórica

 

Tudo o que sucede no concelho de Sines, litoral sul de Portugal, está predestinado, é determinado pela passagem de planetas, Sol ou outro vector astral neste ou naquele grau do Zodíaco. O Zodíaco é o verdadeiro arquitecto de todos os factos humanos e biofísicos ocorridos na Terra. Esta concepção holística, que a esmagadora maioria dos académicos de hoje não possui, justifica-se com uma ampla investigação de astrologia empírica que até hoje ninguém levou a cabo excepto o autor deste blog. Eis algumas leis de acidentes e incidentes notáveis em Sines.

 

17º DE ESCORPIÃO:

ATROPELAMENTO, MORTE NO PORTO DE SINES

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 17º do signo de Escorpião (para astrónomos: grau  227 de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente mortal ou um desastre relevante no concelho de Sines

 

Em 6 de Dezembro de 2012, com Vénus em 17º 17´/ 18º 32´ de Escorpião, um homem de 33 anos, instrutor numa escola de surf é atropelado e golpeado com uma catana por um fabricante de pranchas de surf no parque de estacionamento da praia de São Teotónio em Sines; em 4 de Abril de 2013, com Nodo Norte da Lua em 17º 19´/ 17º 17´ de Escorpião,  um supervisor de operações natural de Aljustrel, que trabalhava para a empresa Labor Sines morre quando no no porto de Sines, a orientar o trabalho do manobrador de grua, cai para o porão de uma altura de 20 a 30 metros.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 17º de Escorpião são: de 10 a 31 de Agosto de 2014 (Mercúrio); em 6 e 7 de Dezembro de 2014 (Vénus); em 9 e 10 de Novembro de 2014 (Sol); em 19 e 20 de Novembro de 2014 (Mercúrio).

 

ÁREA 16º-18º DO SIGNO DE PEIXES:

EXPLOSÃO NO PORTO DE SINES, COLISÃO AUTOMÓVEL

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 16º -18º do signo de Peixes (para astrónomos: graus 346º-348º de longitude eclíptica) é condição necessária mas insuficiente para causar um acidente mortal ou um desastre relevante no concelho de Sines.

 

Em 27 de Junho de 1988, com Nodo Norte da Lua em 16º 59´/ 16º 49´ de Peixes, pelas 15 horas, explode um depósito decombustível do porto de Sines, que continha crude e água salgada, desencadeando um incêndio, morrendo um trabalhador e resultando feridos outros 3; em 18 de Janeiro de 2001, com Vénus em 15º 3´/ 16º 3´ de Peixes, um cadáver de um recém-nascido é encontrado num contentor de lixo no Bairro do Farol, em Sines, onde fora depositado por vontade da mãe, de 19 anos; em 29 de Março de 2001, com Mercúrio em 14º 50´/ 16º 22´ de Peixes, uma colisão entre 3 veículos ligeiros na EN 120/ 1 em S. Torpes, Sines, mata um homem de 47 anos e o filho, de 17, residentes em Porto Covo, e fere outras três pessoas; em 4 de Abril de 2013, com Mercúrio em 16º 50´/ 17º 58´ de Peixes,   um supervisor de operações natural de Aljustrel, que trabalhava para acargueiro de grandes no porto de Sines, a orientar o trabalho do manobrador de grua, cai para o porão de uma altura de 20 a 30 metros e morre.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua na área 16º-18º de Peixes são: de 17 de Julho  a 26 de Agosto de 2014 e de 15 de Fevereiro a 5 de Abril de 2015 (Quiron); de 9 a 11 de Fevereiro de 2015 (Vénus); de 6 a 9 de Março de 2015 (Sol); em 23 e 24 de Março de 2015 (Mercúrio).

 

PONTO 4º 38´/ 4º 49´ DE QUALQUER SIGNO ZODIACAL:

ACIDENTE OU INCIDENTE GRAVE EM SINES

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 4º 38´/ 4º 49´ de qualquer signo zodiacal  é condição necessária mas insuficiente para causar acidente mortal, incidente grave ou cerimónia pública de certo relevo no concelho de Sines.

 

 

Em 27 de Março de 2012, com Úrano em 4º 38´ / 4º 42´ de Carneiro, o 1º ministro Passos Coelho visita o porto de Sines; em 6 de Dezembro de 2012, com Úrano em 4º 38´ de Carneiro,  um homem de 33 anos, instrutor numa escola de surf é atropelado e golpeado com uma catana por um fabricante de pranchas de surf no parque de estacionamento da praia de São Teotónio, em Sines; em 10 de Julho de 2013, com Saturno em 4º 49´ de Escorpião, a Galp inaugura esta quarta-feira, 10, a Enerfuel, primeira fábrica em Portugal que produz biodiesel deprimas classificadas como resíduos ou detritos;em 5 de Janeiro de 2014, com Nodo Norte da Lua em 4º 54´ / 4º 48´ de Escorpião, uma mulher de 57 anos morre após ser colhida por uma onda de mar quando apanhava lapas em rochas, na costa norte de Sines.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua no ponto 4º 38´/ 4º 49´ de qualquer signo são: 3 e 4 de Agosto de 2014 (Marte); 20 e 21 de Setembro de 2014 (Marte); 1 de Novembro de 2014 (Marte); de 6 a 26 de Novembro de 2014 (Neptuno); em 10 e 11 de Dezembro de 2014 (Marte).

 

 

 

PONTO 12º 20´/ 12º 31´ DE QUALQUER SIGNO DO ZODÍACO:

AFOGAMENTO NO MAR DE SINES, QUEDA MORTAL

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 12º 20´/ 12º 31´ de qualquer signo do Zodíaco é condição necessária mas insuficiente para causar afogamento no mar de Sines, queda mortal no porto de Sines e outros incidentes.

 

Em 26 e 27 de Abril de 2001, com Júpiter em 12º 27´/ 12º 51´ de Gémeos, decorre uma greve dos trabalhadores da Refinaria de Sines da Petrogal; em 4 de Abril de 2013, com Júpiter em 12º 21´ / 12º 31´ de Gémeos, um supervisor de operações natural de Aljustrel, que trabalhava para a empresa Labor Sines morre quando no convés de um “cargueiro de grandes dimensões”, no porto de Sines, a orientar o trabalho do manobrador de grua, cai para o porão de uma altura de 20 a 30 metros e morre;  em 8 de Agosto de 2013, com Úrano em 12º 20´/ 12º 19´ de Carneiro, um incêndio florestal deflagra de manhã na Quinta do Pego, perto de Casoto, concelho de Sines. activo com duas frentes, uma em eucaliptal e outra em pinhal; em 10 de Julho de 2013, com Úrano em 12º 30´ de Carneiro, Saturno em 4º 49´ de Escorpião, a Galp inaugura esta quarta-feira, 10, a Enerfuel, primeira fábrica em Portugal que produz biodiesel de matérias-primas classificadas como resíduos ou detritos;em 12 de Abril de 2014, com Júpiter em 12º 30´/ 12º 37´de Caranguejo,  cerca das 16 horas e 45 minutos, um homem, com cerca de 40 anos, morre ao cair ao mar o parapente em que voava, ao largo da costa norte de Sines.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua no ponto 12º 20´/ 12º 31´ de qualquer signo são: em 4 e 5 de Agosto de 2014 (Nodo da Lua); em 17 de Agosto de 2014 (Marte); em 11 e 12 de Setembro de 2014 (Júpiter); de 7 a 13 de Dezembro de 2014 (Plutão); de 23 a 30 de Janeiro de 2015 (Nodo Norte da Lua).

 

Nada disto é estudado nas universidades de Portugal, Brasil, Espanha e do mundo inteiro. Porquê ? Se estas regularidades astronómico-sociais existem, não é obrigação da Gradiva, da Pergaminho, da Porto Editora, da Asa e de todas as editoras portuguesas divulgarem estes dados comprovados?  E o Expresso, o Sol, a Visão, os programas televisivos não deveriam dar visibilidade a esta astrologia empírica infinitamente mais séria do que a semi astrologia dos Paulo Cardoso, Flávia Monsaraz, Luís Resina, Vera Xavier, Luís Ribeiro, Cristina Candeias, etc? E porque o não fazem?

 

É vergonhoso o silêncio a que a canalha doutorada ou licenciada «intelectual», de direita, centro ou esquerda, que domina os partidos políticos, as universidades, os grandes media de Portugal, vota os nossos escritos científicos nesta área. Escondem a verdade. Todos: José Pacheco Pereira (note-se o papel pseudo independente deste "intelectual" vendido a Pinto Balsemão e à fama fácil), Boaventura Sousa Santos, Miguel Sousa Tavares, José Gil, Eduardo Lourenço, Marcelo Rebelo de Sousa, António Barreto, João Branquinho, Pinto Balsemão, Manuel Vilaverde Cabral, Viriato Soromenho Marques, etc, etc. Pobres diabos!  Diz o evangelho que Satanás é o pai da mentira. Por aí se vê quem, em termos de entidades invisíveis, domina as esferas da cultura em Portugal.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:54
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 27 de Junho de 2014
A filosofia universitária: sequestrada pelo fascismo mundialista

 

Desde os anos 90, acompanhando superestruturalmente a globalização capitalista, com a ideologia de um mercado único mundial, a abolição de fronteiras alfandegárias ou mesmo jurídico-políticas, a filosofia universitária mudou: despiu as camisolas das ideologias contrárias, assumiu uma forma lógica abstracta, na tentativa de absorver, numa síntese totalitária, os contrários. Hoje os professores de filosofia são, sobretudo professores de lógica proposicional ou clássica, no ensino secundário.

 

São funcionários do sistema, sem irreverência filosófica, todos muito iguais, ovelhas do mesmo rebanho. Se compararmos os diferentes manuais do 10º e 11º ano de filosofia da Porto Editora, da Leya, da Areal Editores, da Santilhana, etc, vemos que são, no essencial, idênticos, dizem o mesmo e omitem os mesmos autores que hoje são tacitamente proibidos na universidade: Edgar Morin, Ivan Ilich, Paul Feyerabend, René Guenon, Jules Evola, Jean Hanu, Guy Débord, etc.

 

Todos os manuais de filosofia estão de acordo com a objecção de Edmund Gettier à definição clássica de conhecimento como «crença verdadeira justificada». A objeção de Gettier é demasiado infantil, raia a estupidez: Smith tinha uma «crença verdadeira justificada» (diz Gettier; de facto não tinha) em que Jones seria alvo de promoção no emprego mas a expectativa falha e assim se «refutaria» a definição de conhecimento como «crença verdadeira justificada» (ver artigo de 15 de Maio de 2014, neste blog). Os académicos não pensam, contagiam-se uns aos outros com a veneração por raciocínios falaciosos...

 

Nenhum manual de filosofia contesta a vacinação obrigatória. Nenhum professor de filosofia, à excepção do autor deste blog e de um ou outro caso raro, questiona os alunos sobre esta questão. Os professores de filosofia, da universidade ou do secundário, dormem sobre esta e outras questões capitais de direitos humanos e de epistemologia e fazem o papel de reprodutores da ditadura da medicina alopática como no tempo do salazarismo. Não questionam, dão o assunto por entregue à «ciência» sem perceberem que a raíz desta é pura ideologia - só os estúpidos aceitam a tese de que a inoculação de um vírus através da vacina «ensina» o organismo a «defender-se»...

 

Nenhum manual de filosofia, nenhum professor universitário expõe as teses da astrologia histórica que são conhecidas, pelo menos nos países de língua portuguesa, patentes nos livros e artigos do autor deste blog. Não sabem, temem, sentem-se desmascarados na sua ignorância abissal. Censuram, escondem.

 

De Eduardo Lourenço a José Gil, passando por Desidério Murcho, Sofia Miguens, Alexandre Franco de Sá, João Branquinho, Ricardo Santos, Miguel Real, António Pedro Mesquita, José Luís Câmara Leme, Tito Cardoso e Cunha, João Luís Lisboa, Olivier Feron, Carlos João Correia, José Mattoso, João Medina, José Pacheco Pereira, Manuel Maria Carrilho e tantos outros, a mediocridade filosófica anti-astrologia impera: todos ignoram, por exemplo, que a revolução republicana de 5 de Outubro de 1910 se deu com Júpiter em 21º-22º de Balança, que a revolução radical de 19-20 de Outubro de 1921 («noite sangrenta») ocorreu com Júpiter em 4º-5º de Balança, que a greve geral operária e insurreição dos vidreiros da Marinha Grande em  18 de Janeiro de 1934 se deu com Júpiter em 22º de Balança, que a morte de Sá Carneiro e Amaro da Costa e a reeleição presidencial de Eanes com apoio das esquerdas em 4-7 de Dezembro de 1980 ocorreu com Júpiter em 6º-7º de Balança, que a vitória nas legislativas do PS de Sócrates em 20 de Fevereiro de 2005, aconteceu com Júpiter em 18º de Balança, e todos ignoram que tudo isto configura uma lei astronómico-política de Júpiter no signo de Balança (graus 180 a 210 da eclíptica ou contorno solar do Zodíaco).

 

A universidade, onde preponderam a filosofia analítica e o pensamento fragmentário e monolítico, executa a política da maçonaria mundialista encarnada na Comissão Trilateral, no Clube de Bilderberg e em tantos políticos que ocupam cargos de ministros, deputados, líderes de fundações, etc. Um fascismo napoleónico, bonapartista, no dizer de Daniel Estulín, fascismo de aparência democrática (votas nos conservadores ou votas nos socialistas... ambos ligados ao clube de Bilderberg) que suprime os «extremismos» de direita e de esquerda e «normaliza» tudo - veja-se como as editoras de manuais escolares invadem a esfera de ensino de cada professor de filosofia dizendo-lhe que exercícios deve dar aos alunos, que temas, quais as respostas certas, num pensamento robótico que urge desmascarar - está em marcha para criar cidadãos tecnocráticos, robóticos, obedientes à minoria iluminati superpoderosa e criminosa.

 

Os professores de filosofia são, lamentavelmente, meros agentes de propaganda das democracias sequestradas pelos iluminati - os Obama, os François Holande, os António Costa, António José Seguro, os Marcelo Rebelo de Sousa, os Pinto Balsemão, os Paulo Portas, os António Barreto, os Manuel Maria Carrilho, etc. «Coitados» dos professores! Precisam de ganhar a vida e não querem correr riscos...

 

 

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:36
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13

15
16
17
19
20
21

24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

As mentiras de Graça Frei...

Do fascismo nacionalista ...

David Icke: os reptiliano...

Reflexões acidentais de J...

Marte em 10º-11º de Escor...

Astrologia: Marcelo presi...

Acidentes no Metropolitan...

Júpiter em 7º-13º de Leão...

Acidentes no concelho de ...

A filosofia universitária...

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds