Quarta-feira, 2 de Abril de 2014
Acuso Gil, Pacheco, Boaventura, Lourenço, Barreto, Pulido, Fiolhais, as televisões e a universidade

 

Acuso José Gil, José Pacheco Pereira, Boaventura Sousa Santos, Eduardo Lourenço, António Barreto, Vasco Pulido Valente, Marcelo Rebelo de Sousa, Francisco Pinto Balsemão, Alexandre Franco de Sá, Manuel Vilaverde Cabral, Fátima Campos Ferreira, Desidério Murcho, António Pedro Mesquista, António Manzarra, Viriato Soromenho Marques, José Mattoso, João Medina, Miguel Gonçalves, Carlos Fiolhais, as televisões e a universidade portuguesa, brasileira e mundial em geral de serem ignorantes àcerca do determinismo planetário na vida política e social e de transmitirem, através da indiferença ou da apologia contrária, a ideia de que «não há ciência astrológica  e não é sério fazer pesquisas nesse domínio».

 

Acuso-os de serem cúmplices ou mentores do grande silêncio (fascista) que os grandes media e as grandes editoras lançam sobre a astrologia histórico-social, confundindo-a com a astrologia comercial e «mística».

 

Acuso-os de ignorarem e, mesmo depois de informados, não se pronunciarem sobre factos objectivos como a regularidade ou lei de Júpiter em Virgem, uma vez em cada 12 anos, gerar um triunfo da direita liberal ou conservadora em Portugal como atestam os seguintes exemplos: em 27 de Setembro de 1968, com Júpiter em 20º do signo de Virgem, Marcelo Caetano, líder da ala reformista da direita fascista portuguesa assume o cargo de primeiro-ministro dada a invalidez física de Oliveira Salazar;  em 2 de Dezembro de 1979, com Júpiter em 9º do signo de Virgem, a Aliança Democrática de Sá Carneiro e Freitas do Amaral vence as eleições legislativas em Portugal;  em 5 de Outubro de 1980, com Júpiter em 25º de Virgem, a Aliança Democrática do primeiro-ministro Sá Carneiro e o PSD insular vencem, de novo, as eleições legislativas em Portugal; em 6 de Outubro de 1991, com Júpiter em 4º-5º do signo de Virgem, o PSD, do primeiro-ministro Cavaco Silva, vence com maioria absoluta - 135 deputados eleitos num total de 230 - as eleições legislativas em Portugal,

 

Acuso-os  de ignorarem e, mesmo depois de informados, não se pronunciarem sobre factos objectivos como a regularidade ou lei de Júpiter no signo de  Peixes (arco de 30º, de 300º a 330º da eclíptica) uma vez em cada 12 anos, gerar um triunfo da esquerda liberal ou socialista ou comunista em Portugal como atestam os seguintes exemplos: de 24 de Agosto a 28 Setembro de 1820, com Júpiter em 20º-16º do signo de Peixes, a revolução liberal triunfa em Portugal, com a sublevação de grupos de militares, inspirados pelo Sinédrio, organização maçónica; de 7 de Julho de 1832 a 28 de Janeiro de 1833, com Júpiter em 28º-18º- 27º do signo de Peixes, ocorre a instalação do exército liberal de D. Pedro IV no Porto e defesa persistente da cidade contra o exército absolutista de D.Miguel, com o desembarque na praia de Labruge, em Matosinhos (7-8 de Julho) e a entrada do exército liberal de 7500 homens de D. Pedro na cidade do Porto onde se fortifica (9 de Julho), o assalto geral  dos miguelistas ao Porto repelido pelos liberais com 2.000 mortos para cada lado (29 de Setembro); em 25 de Abril de 1974, com Júpiter em 10º de Peixes, um levantamento militar do movimento dos capitães (MFA) derruba a ditadura fascista de Américo Tomás e Marcelo Caetamo e abre portas à revolução social.

 

Acuso a burguesia portuguesa, os seus agentes políticos e culturais (PSD, PS. CDS, jornalistas, directores de informação, professores de filosofia e história, etc) de impedir o povo de conhecer as regularidades astronómico-sociais que permitem a previsão de múltiplos acontecimentos porque  dá jeito a essa burguesia manter a população na obscuridade. Acuso os mestrados e doutoramentos conferidos nas universidades, burguesas ou «populares», de constituirem fraudes parciais na medida em que rejeitam a causalidade zodiacal dos factos históricos. Acuso os partidos de esquerda não burguesa (em Portugal: o PCP, o BE, o MRPP, o POUS, etc) de participarem no mesmo «complot» que visa silenciar a verdade sobre a modelação da história social e política pelos movimentos planetários.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

 

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 00:23
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Julho de 2013
O grau 12º de Carneiro e o grau 1 de Caranguejo determinaram as demissões de Vítor Gaspar e Paulo Portas em 1 e 2 de Julho de 2013?

 

 

 

As demissões de Vítor Gaspar e Paulo Portas estavam predestinadas? Tudo indica que sim. Por que razão não fomos capazes de as prever para as datas de 1 e 2 de Julho de 2013? Porque a demissão de um ministro, como qualquer outro facto relevante, como por exemplo, o desmoronamento de um prédio de apartamentos ou um acidente de avião mortal, acontece no dia X do ano Y em resultado de vários ciclos planetários simultâneos e só conhecemos um ou dois ciclos para esse dia X.

 

 

Em 4  de Abril de 2013, com Júpiter em 12º 21´/ 12º 31´ de Gémeos, Miguel Relvas demite-se do cargo de ministro adjunto dos Assuntos Parlamentares do governo PSD-CDS, na sequência de uma queixa contra a sua licenciatura ultra-rápida, falsificada; em 1 de Julho de 2013, com Úrano em 12º 24´/ 12º 25´ de Carneiro, Vítor Gaspar demite-se do cargo de ministro das Finanças do governo PSD-CDS, na sequência do falhanço das suas previsõs económicas e da greve de professores às avaliações dos alunos que impôs cedências orçamentais ao governo; em 2 de Julho de 2013, com Úrano em 12º 25´/ 12º 26´ de Carneiro, Paulo Portas demite-se de ministro dos Negócios Estrangeiros e quase faz cair a coligação governamental PSD-CDS.

 

Seremos capazes de prever futuras demissões de ministros? Infalivelmente, não.  Mas podemos indicar datas em que um planeta em movimento lento ocupa o ponto 12º 25´ de qualquer signo, aumentando a probabilidade de demissão de um ministro: de 1 a 3 de Agosto de 2013, Úrano em 12º 25´ de Carneiro; em 23 de Agosto de 2013, Júpiter em 12º 23´/ 12º 34´  de Caranguejo; em 22 de Outubro de 2013, Saturno em 12º 23´/ 12º 30´ de Escorpião; em  30 de Janeiro de 2014, Júpiter em 12º 26´/ 12º 20´ de Caranguejo; em 4 e 5 de Fevereiro de 2014, Plutão em 12º 25´ de Capricórnio; em 1 de Abril de 2014, Úrano em 12º 23´/ 12º 27´ de Carneiro...

 

 

GRAU 12º DE CARNEIRO: AS DEMISSÕES DE SÓCRATES, EM MARÇO DE 2011, E DE GASPAR E PORTAS, EM JULHO DE 2013

 

A passagem de um planeta lento no grau 12 do signo de Carneiro - arco do céu de 0º a 30º de longitude eclíptica - é uma das causas da queda de Sócrates em 2011 e das demissões de Gaspar e Portas em 2013.

 

 

Em 23 de Março de 2011, com Júpiter em 12º 55' / 13º 10´ de Carneiro, o primeiro ministro José Sócrates, do PS, apresenta o seu pedido de demissão do cargo ao presidente Cavaco Silva; em 1 e 2 de Julho de 2013, com Úrano em 12º 24´/ 12º 26´ de Carneiro, os ministros Vítor Gaspar e Paulo Portas demitem-se do governo PSD-CDS de Passos Coelho.

 

Que os que atacam a astrologia histórica - as néscias mentes «analíticas» e «anti-místicas» que pontificam nas universidades e nos mass media - neguem estes dados e a relação de concausalidade que estabelecemos!

 

outros tipo de raciocínio indutivo, aparentemente não astrológico, fundado em sincronismos, que pode ser submetido à prova da experiência: em 4 de Abril de 2013, três dias depois do início do prazo de pagamento da primeira prestação do Imposto Municipal sobre Imóveis, Miguel Relvas demite-se de ministro; em 1 de Julho de 2013, no primeiro dia do prazo de pagamento da segunda  prestação do Imposto Municipal sobre Imóveis, Vítor Gaspar demite-se... 

 

A ÁREA 0º-4º DE CARANGUEJO PESOU NA DEMISSÕES DE VÍTOR GASPAR E PAULO PORTAS

 

Note-se que a passagem de um planeta na área 0º-4º do signo de Caranguejo veiculou alguma influência nas demissões de Vítor Gaspar e Paulo Portas:

 

Em 14 e 15 de Maio de 1915, com Saturno em 0º 14´/ 0º 28´ de Caranguejo, uma insurreição armada, em Lisboa e Porto, promovida pela Carbonária de António Maria da Silva e o Partido Democrático de Afonso Costa e Sá Cardoso derruba o governo conservador do general Pimenta de Castro e restaura a República como "regime da massa popular a mandar na rua ", havendo mais de 100 mortes.

 

Em 25 de Abril de 1974, com Saturno em 0º 32´/ 0º 37´ de Caranguejo, o movimento dos capitães derruba, mediante um golpe militar, a ditadura colonial-fascista de Marcelo Caetano e Américo Tomás, em Portugal.

 

Em 8 de Dezembro de 1977, com Júpiter em 3º 4´/ 2º 56´ de Caranguejo, a moção de confiança ao 1º governo constitucional, do PS, chefiado por MárioSoares, é rejeitada por maioria de votos (PSD, PCP, CDS, UDP, ex PS) no parlamento e o governo cai.

 

Em 20 de Dezembro de 1982, com Nodo Norte da Lua em 4º 15´ de Caranguejo, Pinto Balsemão demite-se do cargo de primeiro-ministro e faz cair o governo da Aliança Democrática (PSD, CDS, PPM).

 

Em 1 e 2 de Julho de 2013, com Júpiter em 1º 7´/ 1º 35´ de Caranguejo, desmorona-se o governo PSD-CDS de Passos Coelho, com a demissão de Vítor Gaspar  de ministro das Finanças, no dia 1, e a demissão de Paulo Portas de ministro  dos Negócios Estrangeiros, no dia 2. 

 

Júpiter entrou no signo de Caranguejo - arco do céu de 90º a 120º de longitude eclíptica - no dia 26 de Junho de 2013 e a situação política mudou bruscamente em Portugal. Por que razão os media «credíveis» («Expresso», «Sol», «Visão», «Jornal de Letras», RTP, TVI, SIC, etc) não difundem nunca este tipo de análise histórico-astronómica (astrologia histórico-social) ? Porque a formação universitária de jornalistas, analistas e cronistas, e dos respectivos patrões, carece de um pensamento holístico e científico: nem pensam em grande, sinteticamente, nem pensam no detalhe, analiticamente, falta-lhes precisão e raciocínio concreto. Porque há um tabu: não te atreverás a decifrar o destino nos astros.

 

Os ataques da universidade e dos media à astrologia histórico-social são absolutamente anti científicos, derivam da pura ignorância e do medo de «perder» o livre-arbítrio e a «dignidade humana». Revelam a estupidez e o espírito fascista e inquisitorial dos catedráticos de história, filosofia, sociologia, antropologia, física, astrofísica, biologia. A universidade é uma igreja laica, os catedráticos são os seus bispos que perseguem as heresias e os herejes. O dinheiro e o prestígio pessoal alimentam o «clero» universitário, que não busca a verdade mas, acima de tudo, a preservação dos privilégios.

 

José Pacheco Pereira, António Barreto, José António Saraiva, Marcelo Rebelo de Sousa, Guilherme Valente, Carlos Fiolhais, Fátima Campos Ferreira, Clara Ferreira Alves, Francisco Pinto Balsemão, Miguel Sousa Tavares, José Mattoso, João Medina, Boaventura Sousa Santos, José Gil, João Branquinho, Vasco Pulido Valente, Manuel Vilaverde Cabral, Maria Filomena Mónica, Ricardo Santos, Olivier Feron, Desidério Murcho e muitos outros são, além de ignorantes ou inimigos declarados da astrologia histórica, cúmplices do grande silêncio fascista que é imposto a toda sociedade sobre a investigação da história social e política por parâmetros astronómicos.

 

Nota de 8 de Agosto de 2013: Em 7 de Agosto de 2013, com Úrano em 12º 22´/ 12º 20´ de Carneiro, Joaquim Pais Jorge demitiu-se de secretário de Estado do Tesouro. No  texto acima, havíamos apontado o período 1-3 de Agosto de 2013, com Úrano em 12º 25´de Carneiro,  como um dos que gerariam, potencialmente, demissões no governo PSD-CDS. Um desvio de 4 dias...

 

PS- Se é professor ou estudante de filosofia, história, astrologia ou demais ciências, porque não começa a compreender os movimentos planetários e a astrologia histórico-social e libertar-se da crucial ignorância a que o votaram nessa matéria? Adquira na nossa loja online www.astrologyandaccidents.com as nossas obras «Álvaro Cunhal e Antifascismo na Astrologia Histórica», recentemente lançada, «Os acidentes em Lisboa na Astronomia-Astrologia» e outras que lhe fornecem conhecimentos que em nenhum outro lado pode encontrar. É tempo de ser culto e profundo! Pense por si, sem receio dos clichés dominantes.

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 08:56
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Novembro de 2012
O ciclo de Júpiter em Gémeos determinará a eleição do presidente dos EUA em 6 de Novembro de 2012?

 

Júpiter ocupa o signo de Gémeos (arco de 60º a 90º da eclíptica ou trajectória aparente do Sol) um ano em cada doze. Pode a posição de Júpiter, amanhã dia 6 de Novembro de 2012, em 14º do signo de Gémeos, determinar, por si só, a vitória de um dos candidatos, o democrata Barack Obama e o republicano Mitt Romney?  Creio que não.

 

Como sempre, na Astrologia Histórico-Social, que investigo baseio-me nos exemplos histórico-astronómicos. Isto nada tem de místico e de irracional. Místicos obscurantistas são os pretensos «racionalistas» que negam o determinismo zodiacal, absoluto em todos os acontecimentos geofísicos, biológicos, políticos e sociais: eles não se baseiam em dados empíricos mas na sua fé cega no acaso, no indeterminismo. Parto de dados concretos e opero sobre eles. E isso deixa embaraçados os meus opositores teóricos, inclusive os astrólogos tradicionais - Paulo Cardoso, Flávia Monsaraz, Luís Resina, Helena Avelar, Cristina Candeias, Vera Xavier, Liz Greene, Stephen Arroyo, todos eles anti historicistas no sentido preciso do termo, astrólogos de segunda categoria que o sistema ( a televisão, as revistas de «horóscopos», as editoras de «esoterismo» fácil) promove.

 

Em 7 de Novembro de 2000, com Júpiter em 8º do signo de Gémeos, realiza-se a eleição do colégio presidencial que elegerá George Bush como presidente dos EUA, ao cabo de contagens de votos supostamente fraudulentas que derrotarão Al Gore, o candidato democrata.

 

Este exemplo é claramente insuficiente para induzir a repetição do resultado de Novembro de 2000 mas numa coisa parece imitar: no carácter renhido da contenda, com empate técnico em várias sondagens entre os dois candidatos.

 

Decerto, Júpiter não é despiciendo na modelação dos resultados. No signo de Capricórnio, elegeu pelo menos dois presidentes progressistas nos EUA:

 

A) Em 8 de Novembro de 1960, com Júpiter em 2º do signo de Capricórnio, John Fitzgerald Kennedy, candidato democrata, que viria a enfrentar o lobby das petrolíferas texanas, é eleito presidente dos EUA.

 

B) Em 4 de Novembro de 2008, com Júpiter em 17º do signo de Capricórnio, Barack Obama, candidato democrata, é eleito presidente dos EUA.

 

 

Como é evidente, os politólogos e os filósofos do sistema (Nuno Rogeiro, Pacheco Pereira, António Barreto, Manuel Vilaverde Cabral, Maria de Lurdes Rodrigues, Ângelo Correia, Adriano Moreira, Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa Pinto, Ricardo Costa, Fátima Campos Ferreira, José Gil, Manuel Maria Carrilho, Eduardo Lourenço, Miguel Reale, Viriato Soromenho Marques, Porfírio Silva, Vítor Guerreiro, João Branquinho, José Barata Moura, António Pedro Mesquita, etc) não entendem nada disto. São incapazes de olhar as estrelas, o firmamento, numa óptica científica, de fonte geradora dos comportamentos humanos, animais, vegetais e mecânicos. Carecem de racionalidade holística. Não têm a grandeza e a solidez de pensamento dos universitários do Renascimento, de Galileu e Kepler, que praticavam astrologia, ligavam o Zodíaco à Terra. E a televisão, essa inimiga do pensamento superior, ao qual silencia,  permite-lhes divulgar as suas interpretações sociológicas que são de qualidade muito inferior ao saber histórico-astronómico das leis que descobrimos.

 

PS- Se é professor ou estudante de filosofia, história, astrologia ou demais ciências, porque não começa a compreender os movimentos planetários e a astrologia histórico-social e libertar-se da crucial ignorância a que o votaram nessa matéria? Adquira na nossa loja online www.astrologyandaccidents.com as nossas obras «Álvaro Cunhal e Antifascismo na Astrologia Histórica», recentemente lançada, «Os acidentes em Lisboa na Astronomia-Astrologia» e outras que lhe fornecem conhecimentos que em nenhum outro lado pode encontrar. É tempo de ser culto e profundo! Pense por si, sem receio dos clichés dominantes.

 

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:35
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Acuso Gil, Pacheco, Boave...

O grau 12º de Carneiro e...

O ciclo de Júpiter em Gém...

arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds