Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020
Pai Eterno, Virgem Maria e outros seres místicos no Zodíaco

Com base, sobretudo, no livro «El Palmar de Troya, mensages sobrenaturales» da difusora Mariana Argentina, que relata visões místicas e factos reais da vida de Clemente Domínguez e Gómez e do grupo de católicos ligados às aparições marianas e crísticas de El Palmar de Troya, aldeia do município de Utrera, situada a uns 43 quilómetros a sudeste da cidade de Sevilha, identificamos áreas do Zodíaco que correspondem a certas entidades e fenómenos místicos.

18º-20º DE CARNEIRO:

ORAÇÃO EM VOZ ALTA

A passagem do Sol, de um planeta ou de um nodo da Lua na área 18º-20º do signo de Carneiro é condição necessária mas não suficiente para destacar a importância da oração em voz alta a Deus no contexto de uma revelação a videntes místicos.

 

Em 26 de Janeiro de 1972, com Marte em 19º 43´/ 20º 23´ de Carneiro, Sol em 5º 7´/ 6º 8´ de Aquário, Jesus aparece em Palmar de Troya a Clemente Domínguez e diz a este: «Hoje, a norma é: acção, acção, mas não se recorre à oração. Acção sem oração, trabalho perdido. Oração, meus filhos, oração não só mental mas vocal. Há muitos inimigos da oração vocal, protestando que é uma rotina de orações atrás de orações, sem valor. Mas não se dão conta que Eu mesmo ensinei o Pai Nosso e disse: «Quando orardes, orai assim»; em 25 de Março de 1985, com Mercúrio em 18º 39´/18º 34´ de Carneiro, Vénus em 19º 44´/ 19º 16´de Carneiro, Júpiter em 9º 43´/ 9º 54´ de Aquário, a Virgem diz a Jelena em Medjugorge: «Muitas vezes as orações em voz alta afastam Jesus porque, quando os homens querem vencer com as suas próprias forças, não há lugar para Deus. As orações em voz alta são boas quando vêm do coração».

 

ÁREA 20º-22º DE TOURO:

ANJOS

 

A passagem do Sol, de um planeta ou de um nodo da Lua na área 20º-22º  do signo de Touro é condição necessária mas não suficiente para suscitar a visão ou aparição de anjos.

 

Em 9 de Agosto de 1970, com Saturno em 22º 0´/ 22º 3´ de Touro, Nodo Norte da Lua em 2º 54´de Peixes, em Palmar de Troya, o vidente Clemente Domínguez vê o Pai Eterno descer numa imensa nuvem, rodeado de anjos, e beija-Lhe os pés e após receber uma mensagem celestial Clemente vê o céu abrir-se e contempla várias moradas da Glória que não consegue explicar, de tão belas que são; em 22 de Março de 1987, com Marte em 20º 6´/ 20º 46´ de Touro, Mercúrio em 3º 37´/ 4º 24´ de Peixes, a Virgem aparece cercada de 5 pequenos anjos a Mirjana em Medjugorge e confia-lhe uma mensagem.

 

 

ÁREA 11º-13º DO SIGNO DE GÉMEOS:

OS «MILAGRES DO SOL» EM FÁTIMA EM 1917 E EM ALFÂNDEGA DA FÉ EM 1946

 

A passagem do Sol, de um planeta ou de um nodo da Lua na área 11º-13º do signo de Gémeos é condição necessária mas não suficiente para suscitar um «milagre do sol», isto é, um fenómeno solar insólito que pode ser de natureza mística ou ovniológica.

 

Em 13 de Outubro de 1917, com Júpiter em 11º 16´/ 11º 3´ de Gémeos,  dezenas de milhar de pessoas concentradas na Cova da Iria, Fátima, Portugal, vêem o sol rodopiar, mudar de côr e acercar-se «perigosamente» da Terra durante uma das aparições da Virgem Maria a três pastorinhos; em 11 de Outubro de 1946, com Nodo Norte da Lua em 13º 12´/ 13º 5´ de Gémeos, milhares de pessoas, convocadas pela jovem vidente Amélia da Natividade Rodrigues, vêem em Vilar Chão, Alfândega da Fé, Portugal, o Sol, tendo no centro um disco azulado, esverdeado ou prateado, rodar para a direita e para a esquerda e irradiar distintas colorações sem ferir a vista.

 

ÁREA 21º-25º DE CARANGUEJO:

INFERNO, DEMÓNIO

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em  21º-25º do signo de Caranguejo é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou descrição do Inferno e do Demónio.

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´ de Caranguejo, a Virgem mostra aos pastorinhos a visão do Inferno com corpos humanos a arder e demónios de aspecto horrível; em 16 de Setembro de 1954, com Júpiter em 24º 19´/ 24º 29´ de Caranguejo,  a suposta Virgem, em aparição, declara ao vidente Carlos Alberto, em Asseiceira, que o inferno não existe e não são precisos os sacramentos da confissão e da comunhão e que «as almas vão para o planeta»; em 18 de Junho de 1972, com Marte em 23º 14´/ 23º 52´ de Caranguejo, os três videntes da Virgem na herdade de Mimbral, a 12 quilómetros de Sevilha, são atacados pelo Diabo e contorcem-se e gritam e os outros católicos presentes rezam, invocam São Miguel Arcanjo e atiram-lhes água benta; em 6 de Novembro de 1981, com Nodo Norte da Lua em 25º 25´/ 25º 23´  de Caranguejo, durante a aparição Marija e outros videntes de Medugorje têm uma visão terrível do inferno e a Virgem diz-lhes «Não tenhais medo. Eu mostrei-vos o inferno para verdes o estado dos que lá estão»; em 14 e 16 de Fevereiro de 1982, com Nodo Norte da Lua em 21º 56´/ 21º 53´ de Caranguejo, a Virgem Maria assegura, em aparições aos jovens videntes de Bósnia-Herzegovina, a existência de Satanás e do inferno.

 

14º-16º DO SIGNO DE LEÃO:

CÉU ABERTO

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em  14º-16º  do signo de Leão é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, do Paraíso aberto em místicos.

 

Em 9 de Agosto de 1970, com Marte em 13º 56´/ 14º 34´ de Leão, Júpiter em 29º 7´/ 29º 14´ de Balança, em Palmar de Troya, o vidente Clemente Domínguez vê o Pai Eterno descer numa imensa nuvem, rodeado de anjos, e beija-Lhe os pés e após receber uma mensagem celestial Clemente vê o céu abrir-se e contempla várias moradas da Glória que não consegue explicar, de tão belas que são; em 31 de Outubro de 1976, com Saturno em 16º 10´/ 16º 13´ de Leão, o padre Clemente Domínguez celebra missa tridentina num hotel em Barcelona e vê o Céu aberto e formando uma só coisa vê o Altar e o Calvário e dialoga com Jesus Cristo estando presente o Pai Celestial, a Santíssima Virgem e uma multidão de anjos e santos, Jesus põe a Santa Cruz sobre o ombro direito do padre Clemente e com um dardo de fogo trespassa o coração do vidente;

 

 

ÁREA 27º-28º DO SIGNO DE LEÃO:

OBJECTO REDONDO MÍSTICO, MATERIALIZAÇÃO DE HÓSTIA, CÍRCULOS EM TORNO DO SOL

 

A passagem do Sol, de um planeta ou de um nodo da Lua na área 27º-28º do signo de Leão é condição necessária mas não suficiente para suscitar um objecto redondo envolto em misticismo, seja um «milagre do sol», isto é, um fenómeno solar insólito que pode ser de natureza mística ou ovniológica, ou a materialização de uma hóstia.

 

Em  18 de Julho de 1962, com Úrano em 28º 39´/ 28º 43´ de Leão, uma hóstia branca, presumivelmente dada por um anjo invisível, materializa-se na língua de Conchita, uma das seis meninas videntes católicas da localidade de San Sebastián de Garabandal, na Cantábria, Espanha, ante numerosas pessoas; em 7 de Novembro de 1998, com Nodo Norte da Lua em 28º 2´ / 27º 55´ de Leão, centenas de portugueses e espanhóis, entre eles o autor deste blog, observam, cerca das 16 horas e 30 minutos, o sol a aumentar e encolher de tamanho emitindo círculos concêntricos sobre o campo na finca «El Higuerón», da vidente Carmen López, perto de Matarredonda (Marinaleda), província de Sevilha, lugar onde ocorrem fenómenos místicos.

 

ÁREA 9º-11º DE VIRGEM:

SÃO JOSÉ

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 9º-11º do signo de Virgem é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou locução de São José.

 

Em 19 de Março de 1970, com Nodo Sul da Lua em 11º 50´/ 11º 51´  de Virgem, São José, com o Menino Jesus ao colo, manifesta-se, supostamente, ao vidente Clemente Domínguez em Palmar de Troya; em 1 de Agosto de 1973, com Vénus em 8º 20´ /9º 33´ de Virgem, Clemente Domínguez, recebe, no santuário de São José da Montanha, Barcelona, uma mensagem de São José.

 

 

ÁREA 4º-5º DO SIGNO DE BALANÇA:

SÃO PIO DE PIETRELCINA

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 4º-5º do signo de Balança  é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou locução de São Pio de Pietrelcina, o frade italiano estigmatizado.

 

Em 30 de Setembro de 1969, com Mercúrio em 5º 23´/ 4º 18´ de Balança, Clemente Domínguez e Rosário Arenillas vêem, ao escurecer, as figuras de Jesus e do padre Pio de Pietrelcina a caminhar perto do lentisco em El Palmar de Troya; em 11 de Junho de 1970, com Úrano em 4º 39´de Balança, o padre Pio de Pietrelcina aparece a Clemente Domínguez em Sevilha e repreende-o com um «não deis o triunfo a Satanás, não percais a vida eterna»;

 

ÁREA 27º-29º DO SIGNO DE BALANÇA:

DEUS PAI

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 27º-29º  do signo de Balança  é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou locução do Pai Eterno.

 

 

Em 9 de Agosto de 1970, com Júpiter em 29º 7´/ 29º 14´ de Balança, o sevilhano Clemente Domínguez vê o Pai Eterno descer numa imensa nuvem, rodeado de anjos, e abraça os fiéis presentes, em El Palmar de Troya; em 11 de Março de 1974, com Úrano em 27º 9´/ 27º 7´ de Balança, aparece a Santíssima Trindade em El Palmar de Troya e o Pai Eterno dá mensagem a Clemente.

 

ÁREA 0º-2º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

SANTO ROSÁRIO PENITENCIAL

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 0º-2º do signo de Sagitário   é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou locução de entidade celeste recomendando rezar o santo rosário de 50 pai nossos, 50 avé marias e 50 glórias.

 

Em 1 de Março de 1969, com Marte em 1º 40´/ 2º 6´ de Sagitário,  o espírito do padre Pio aparece à vidente María Marin e ensina o seu grupo de oração a rezar o Rosário de 50 Pai-Nossos, 50 Avé-Marías, 50 Glórias, 50 Avé-Maria Puríssima, sem pecado concebida; em 3 de Fevereiro de 1970, com Neptuno em 0º 20´/0º 19´ de Sagitário, Jesús diz, em visão, a Clemente Domínguez que é necessário rezar o Rosário de 50 Pai-Nossos; em 19 de Abril de 1970, com Neptuno em 0º 20´/0º 19´ de Sagitário,  a Virgem Maria aparece a Clemente Dominguez e Gómez e pede que rezem o Rosário do padre Pio de 50 Pai-Nossos, 50 Avé-Marías, 50 Glórias, 50 Avé-Maria Puríssima, sem pecado concebida, prometendo que «os que rezarem este Rosário diariamente terão, além do mais, uma boa morte, serão salvos da condenação, passando à Vida Celestial ao deixar este mundo», e dizendo «concederei paz nos lares, nas nações, onde se reze diariamente este rosário dirigido à Trindade Augusta e a Mim, vossa querida Mãe».

 

 

ÁREA 3º-4º DE AQUÁRIO:

ESTIGMATIZAÇÃO MÍSTICA

 

A passagem do Sol, de um planeta ou de um nodo da Lua na área 3º-4º do signo de Aquário é condição necessária mas não suficiente para causar  estigmatização de um vidente de Palmar de Troya.

 

Em 3 de Março de 1972, com  Nodo Norte da Lua em 4º 38´/ 4º 31´ de Aquário, rodeado de 20 pessoas em El Palmar de Troya, o vidente Clemente Domínguez y Gómez vê uma hóstia consagrada no ar, dela sai um ponto luminoso que atinge o seu corpo e abre no peito deste uma chaga de cinco centímetros de largura, da qual jorra abundante sangue; em 14 de Março de 1973, com Júpiter em 3º 46´/ 3º 57´ de Aquário, às 20.45 horas, na presença de dezenas de pessoas que rezam a céu aberto, em Palmar de Troya, o vidente Clemente Dominguez cai para trás, retorcendo-se de dor, ao ser fulminado, no lado direito do peito por raios emitidos por uma entidade que parece ser Jesus Cristo, ficando com um estigma sangrento de nove centímetros de comprimento e dois centímetros de largura.

ÁREA 15º-17º DE AQUÁRIO:

ROSÁRIO DE 50 PAI-NOSSOS

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 15º-17º de Aquário  é condição necessária mas insuficiente para destacar o Santo Rosário Penitencial.

 

Em 1 de Março de 1969, com Mercúrio em 14º 7´/ 15º 21´ de Aquário, o padre Pio aparece à vidente María Marin e ensina o seu grupo de oração a rezar o Rosário de 50 Pai-Nossos, 50 Avé-Marías, 50 Glórias, 50 Avé-Maria Puríssima, sem pecado concebida; em 3 de Fevereiro de 1970, com Vénus em 15º 56´/ 17º 20´ de Aquário, Jesús diz, em visão, a Clemente Domínguez que é necessário rezar o Rosário de 50 Pai-Nossos.

 

ÁREA 2º-4º DO SIGNO DE PEIXES:

ANJOS

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 2º-4º  do signo de Peixes  é condição necessária mas insuficiente para suscitar a visão ou  aparição de anjos.

 

Em 9 de Agosto de 1970, com Nodo Norte da Lua em 2º 54´de Peixes, Saturno em 22º 0´/ 22º 3´ de Touro,  em Palmar de Troya, o vidente Clemente Domínguez vê o Pai Eterno descer numa imensa nuvem, rodeado de anjos, e beija-Lhe os pés e após receber uma mensagem celestial Clemente vê o céu abrir-se e contempla várias moradas da Glória que não consegue explicar, de tão belas que são; em 22 de Março de 1987, Mercúrio em 3º 37´/ 4º 24´ de Peixes,  Marte em 20º 6´/ 20º 46´ de Touro,  a Virgem aparece cercada de 5 pequenos anjos a Mirjana em Medjugorge e confia-lhe uma mensagem.

 

ÁREA 28º-29º DO SIGNO DE PEIXES:

APARIÇÃO DA VIRGEM A PASTORINHOS

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 28º-29º  do signo de Peixes  é condição necessária mas insuficiente para provocar aparição da Virgem Maria a pastorinhos.

 

Em 13 de Maio de 1917, com Quiron em 28º 51´/ 28º 53´ de Peixes, Lúcia, de 10 anos, e os seus dois primos, Jacinta e Francisco Marto, de 7 e 8 anos  tocam as ovelhas, em direcção à estrada na Cova da Iria, Fátima, eclode um segundo relâmpago, e, dois passos adiante, vêem em cima duma carrasqueira, que teria um metro de altura, aproximadamente, uma Senhora vestida de branco, nos pés meias brancas, saia branca dourada, casaco branco, manto branco, que trazia pela cabeça, não dourado e a saia  toda dourada, a atravessar, um cordão de ouro e umas arrecadas muito pequeninas com as mãos erguidas e, quando falava, alargava os braços e mãos abertas, dizendo  "Não tenhais medo...O meu lugar é o céu.. Venho cá para te dizer que venhas cá, todos os meses, até fazer seis meses, e, no fim de seis meses, te direi o que quero...Quereis oferecer-vos a Deus para suportar todos os sofrimentos que Ele quiser enviar-vos, em acto de reparação pelos pecados com que Ele é ofendido e de súplica pela conversão dos pecadores?» e após os pastorinhos, a quem garante que irão para o céu, dizerem sim a Virgem diz:« Ides, pois, ter muito que sofrer, mas a graça de Deus será o vosso conforto» e desaparece.

 

Em 30 de Março de 1968, com Quirón em 29º 52´/ 29º 56´ de Peixes,  a Virgem Maria aparece sobre um lentisco a quatro meninas, Rafaela, Ana, Josefa e Ana, na herdade de la Alcaparrosa, a um quilómetro e meio da aldeia de El Palmar de Troya, município de Utrera, a uns 43 quilómetros a sudeste de Sevilha.

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:57
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Maio de 2019
Mística Alexandrina Costa e Astrologia Histórica

 

Alexandrina Maria da Costa (30 de Março de 1904, Balasar, distrito do Porto-13 de Outubro de 1955, Balasar) foi uma mística católica, entrevada, que teve visões de Jesus Cristo e da Virgem Maria e que misticamente desposou Jesus (para os ateus e agnósticos: imagina que desposou) e viveu a paixão de Cristo e desceu ao inferno (interpretação do ateu: alucinações). Procuro aqui estabelecer apenas correlações entre esses fenómenos e graus do Zodíaco sem tomar partido, fenomenologicamente. A base factual desta investigação é o livro «Alexandrina» de Humberto Pasquale, Edições Salesianas, Porto,  5ª edição,1985).

 

GRAU 19º-21º DO SIGNO DE CARANGUEJO

JARDIM MÍSTICO,  INFERNO

 

A área 19º-21º do signo de Caranguejo (área 109º-111º de longitude eclíptica) liga-se à visão mística de um jardim celeste, em Alexandrina Costa,  em que Jesus é jardineiro.  Liga-se também à visão do inferno e sensação de estar imerso nele.

 

Em 16 de Novembro de 1944, com Nodo Norte da Lua em 19º 52´/ 19º 43´de Caranguejo, Alexandrina Costa vê um jardim em si mesma e nele Jesus a enlevar-Se entre as flores (sacrifícios de Alexandrina, almas santificadas) que são obra sua.

 

Em 11 de Fevereiro de 1955, com Júpiter em 21º 41´/ 21º 35´ do signo de Caranguejo, Alexandrina Costa vê de novo o símbolo do jardim e Jesus Cristo que lhe diz «Olha, repara no jardineiro Divino, estou a regar as flores do teu jardim, em terreno por Mim cultivado.»

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´ do signo de Caranguejo, a Senhora de Fátima aparece, na Cova da Iria,  aos pastorinhos Jacinta, Lúcia e Francisco Marto e mostra-lhes a visão do inferno com milhões de almas a arder no fogo atormentadas por demónios monstruosos.

 

Em 13 de Agosto de 1945, com Saturno em 19º 3´/ 19º 10´  do signo de Caranguejo, a mística Alexandrina Costa escreve «Sinto-me como se estivesse condenada ao inferno. A minha alma sente aqueles horrorosos suplícios. São os olhos da alma que vêem os demónios atormentadores».

 

Em 6 de Setembro de 1945, com Saturno em 21º 39´/ 21º 45´  de Caranguejo, Alexandrina Costa escreve «O inferno, ai o que é o inferno, o que lá se sofre!». 

 

ÁREA 13º-15º DO SIGNO DE VIRGEM:

SATANÁS

 

A área 13º-15º do signo de Virgem conexiona-se com visões ou possessões de Satanás, o Diabo.

 

Em 7 de Outubro de 1937, com Vénus em 14º 24´/ 15º 37´ do signo de Virgem, Alexandrina Costa, entrevada, sofre possessão momentânea por Satanás, tentando despedaçar-se contra os ferros da cama, morder-se, a ponto de que nem quatro pessoas a conseguem dominar.

 

Em 27 de Setembro de 1944, com Júpiter em 13º 15´/ 13º 27´ do signo de Virgem, Alexandrina Costa escreve "O demónio aparece-me em diversas ocasiões do dia e da noite, ora em forma de homem preso à cintura, ora em forma de leão preso ao pescoço, tentando assaltos tremendos, mas sem nunca conseguir tocar a minha pessoa".

 

ÁREA 3º-4º DO SIGNO DE BALANÇA:

O PARAÍSO CELESTE

 

A área 3º-4º do signo de Balança conexiona-se, nos estados de alma de Alexandrina, com o Paraíso cristão, o Céu de Jesus e do Espírito Santo. 

 

Em 30 de Março de 1945, com Neptuno em 4º 58´/ 4º 56´  do signo de Balança, Alexandrina Costa, no meio de intensas dores místicas, tem a impressão de que a abóbada do Céu desce sobre ela e grita "Que belo!  Que belo! Que luz!  Que luz!".

 

Em 27 de Setembro de 1946, com Sol em 3º 16´/ 4º 15´ do signo de Balança,  Alexandrina Costa escreve "A minha alma gozou um pouco a vida do céu, o gozo da alma na posse do seu Deus. E tive a visão de uma mansão de almas que gozavam a mesma vida divina, todas embebidas no amor de Jesus".

 

ÁREA 15º-16º DO SIGNO DE BALANÇA:

 ALMA VÍTIMA PELOS PECADOS DO MUNDO

 

A área 15º-16º do signo de Balança (graus 195 e 196 de longitude eclíptica para os astrónomos que não gostam de falar em signos ou arcos do céu de 30º cada) conexiona-se com a ideia de alma vítima no catolicismo e na vivência mística de Alexandrina.

 

Em 4 de Julho de 1940, com Nodo Norte da Lua em 16º 4´/ 15º 52´do signo de Balança, Alexandrina Costa oferece-se a Jesus para ser vítima, junto com outras almas do mundo, em união com Nossa Senhora para obter a paz para Portugal e Jesus aceita a oferta e diz-lhe que «Portugal será salvo».

 

Em 10 de Março de 1950, com Neptuno em 16º 42´/ 16º 41´ do signo de Balança, Jesus mostra misticamente a Alexandrina Costa a necessidade de multiplicar as almas vítimas no mundo.

 

ÁREA 0º-3º DO SIGNO DE ESCORPIÃO:

PURGATÓRIO

 

A área 0º-3º do signo de Escorpião indica o Purgatório, lugar de expiação dos pecados cometidos na vida terrena.

 

Em 31 de Outubro de 1943, com Mercúrio em 0º 2´/ 1º 42´do signo de Escorpião, Alexandrina Costa sofre, misticamente, as penas das almas do Purgatório. 

 

Em 21 de Julho de 1982, com Júpiter em 1º 14´/ 1º 18´ do signo de Escorpião, a Virgem Maria diz aos videntes de Medjugorge que «No purgatório há muitas almas, há mesmo pessoas consagradas a Deus, padres e religiosas, rezai mem sua intenção pelo menos sete Pai Nosso, Avé Maria, Glória e o Credo, eu recomendo-vos, há muitas almas que estão no purgatório há muito tempo, porque ninguém reza por elas».

 

Em 4 de Novembro de 1982, com Mercúrio em 1º 34´/ 3º 13´ do signo de Escorpião, a Virgem Maria, em aparição em Medjugorge, diz aos videntes sobre a visão que uma pessoa teve em Mostar «Foi uma visão verdadeira. Eram almas do purgatório da sua família. É preciso rezar por elas.»

 

ÁREA 7º-8º DO SIGNO DE ESCORPIÃO:

CONSAGRAÇÃO DO MUNDO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

 

A área 7º-8º do signo de Escorpião articula-se com a ideia de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria.

 

Em 20 de Março de 1939, com Nodo Norte da Lua em 9º 0´/ 8º 53´ do signo de Escorpião,  Jesus diz a Alexandrina Costa, a respeito do novo papa católico romano, que »é este Papa que consagrará o mundo ao Coração de Minha Mãe»

 

Em 16 de Junho de 1939, com Nodo Norte da Lua em 7º  37´/ 7º 32´ do signo de Escorpião, Marte em 4º 25´/ 4º 30´ do signo de Aquário, Alexandrina Costa sente que Jesus lhe pede para que inste com o papa de Roma para que faça a Consagração do Mundo ao Coração Imaculado de Maria.

 

Em 31 de Outubro de 1942, com Sol em 6º 55´/ 7º 56´do signo de Escorpião, em cerimónia pública, o Papa Pio XII consagra o mundo ao Imaculado Coração de Maria atendente aos pedidos que a mística Alexandrina Costa lhe fez de Portugal, no momento crítico da II Guerra Mundial em que as tropas alemãs de Rommel avançavam sobre o Canal de Suez e a União Soviética de Estaline era invadida pelos exércitos de Hitler.

 

ÁREA 1º-4º DO SIGNO DE AQUÁRIO:

CONSAGRAÇÃO DO MUNDO AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

 

A área 1º-4º do signo de Aquário conexiona-se com a ideia de consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria.

 

Em 16 de Junho de 1939, com Marte em 4º 25´/ 4º 30´ do signo de Aquário, Alexandrina Costa sente que Jesus lhe pede para que inste com o papa de Roma para que faça a Consagração do Mundo ao Coração Imaculado de Maria.

 

Em 5 de Abril de 1941, com Marte em 1º 44' / 2º 26´ de Aquário,  Jesus pede com insistência à entrevada Alexandrina Costa a consagração do Mundo ao Coração de Maria.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 20:11
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
Áreas 21º-24º de Caranguejo e 9º-11º de Capricórnio: o inferno da teologia católica

As áreas 21º-24º do signo de Caranguejo e 9º-11º do signo de Capricórnio exprimem, entre outros, o inferno de que fala a teologia católica com as almas a arder torturadas por demónios horríveis.

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´de Caranguejo, Nodo Norte da Lua em 10º 43´/ 10º 44´ de Capricórnio, a Virgem Maria mostra aos três pastorinhos a visão do inferno «para onde vão as almas dos pecadores» em 16 de Setembro de 1954, com Júpiter em 24º 19´/ 24º 29´ de Caranguejo, Marte em 9º 21´/ 9º 51´ de Capricórnio, Nodo Norte da Lua em 11º 56´/ 11º 50´ de Capricórnio, a Virgem, em aparição, declara ao vidente Carlos Alberto, em Asseiceira, que o inferno não existe e não são precisos os sacramentos da confissão e da comunhão e que «as almas vão para o planeta»; em 14 e 16 de Fevereiro de 1982, com Nodo Norte da Lua em 21º 56´/ 21º 53´ de Caranguejo, a Virgem Maria assegura, em aparições aos jovens videntes de Bósnia-Herzegovina, a existência de Satanás e do inferno; em 7 de Outubro de 2000, com Nodo Norte  da Lua em 20º 53´ / 20º 51´ de Caranguejo, a mimha amiga C. sonha que eu a levava a assistir a uma missa satânica onde estava o retrato da Virgem de Palmar, ela entrava, olhava para trás e via um rapaz vestido de negro, que era o diabo.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:35
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Pai Eterno, Virgem Maria ...

Mística Alexandrina Costa...

Áreas 21º-24º de Carangu...

arquivos

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds