Sábado, 2 de Maio de 2020
Historiadores e Astrónomos desconhecem o ciclo de Júpiter na História Mundial

 

Heidegger faleceu em 26 de Maio de 1976, aos 86 anos de idade. Pode reconhecer-se nele a qualidade de um filósofo: uma inteligência reflexiva, analítica, superior ao comum dos mortais. Mas quase todos os filósofos e, por maioria de razão, os professores de filosofia sofrem de uma lacuna, uma deficiência: a falta de inteligência holística, a inteligência que capta o universo como um todo em que todas as partes interagem e que, intuitivamente, se apercebe de que as posições dos planetas, do Sol e dos nodos da Lua determinam todos os fenómenos biofísicos, socio-políticos, tecnológicos e culturais, de cada sociedade, de cada classe ou grupo social e de cada indivíduo.

 

Heidegger, tal como Descartes, Locke, Hume, Kant, Hegel, Frege, Russel, Wittgenstein, Sartre, Popper, Kuhn, Rawls, e tantos outros não possuía esse grau de inteligência holística. Se a tivesse poderia inverter a história da filosofia e fazê-la sair do túnel do "racionalismo estreito" e castrador. E fá-la-ia resplandecer restaurando o grande conceito do Renascimento e da Antiguidade Clássica de que «o microcosmos é o espelho do macrocosmos, o que está em baixo é como o que está em cima, a ordem inferior obedece à ordem superior». E Heidegger tinha dados para operar esse regresso à visão holística do cosmos?

 

Seguramente, tinha. Bastava que considerasse com atenção o ciclo de cerca de 12 anos de Júpiter a percorrer os 12 signos - arcos do céu de 0º a 30º cada um: Carneiro de 0º a 30º, Touro de 30º a 60º, Gémeos de 60º a 90º., etc. - e de doze em doze anos notar as repetições de tendências histórico-políticas e económicas que se podem associar a repetição do trânsito de Júpiter.

 

JÚPITER NO SIGNO DE CARNEIRO:

VIRAGENS GOVERNAMENTAIS DIREITISTAS EM  PORTUGAL, BRASIL E ARGENTINA

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Carneiro - de 0º a 30º de longitude eclíptica - associa-se a viragens à direita, neoliberal, católica ou fascista, pelo menos em Portugal, Brasil e Argentina.

 

Em 26 de Abril de 1928, com  Júpiter em  21º 12´/ 21º 27´ do signo de Carneiro, Oliveira Salazar, do Centro Católico, é nomeado ministro das Finanças do 4º governo da Ditadura Militar de direita em Portugal. 

 

De 31 de Março a 11 de Abril de 1964, com Júpiter em 27º 5´/ 29º 56´ do signo de Carneiro,  um golpe militar de direita triunfa no Brasil, desencadeado  em Minas Gerais, pelos generais Olímpio Mourão Filho e Carlos Luís Guedes, comandantes da IV Região Militar e da IV Infantaria Divisória,  cujas tropas marcham para Brasília e Rio de Janeiro (31 de Março) ocorrendo a fuga do presidente da república João Goulart para Porto Alegre (1 de Abril) com pedido de asilo ao Uruguai após não aceitar a proposta do governador Leonel Brizola para resistir (4 de Abril) e a eleição pelo Congresso Nacional do general Humberto de Alencar Castello Branco, presidente da República do Brasil, fascizante(11 de Abril).

 

Em 24  de Março de 1976, com Júpiter em 29º 27´/ 29º 40´ do signo de Carneiro,  um golpe militar de direita derruba o governo corrupto de Maria Estela Perón, colocando o poder nas mãos de uma Junta Militar chefiada pelo general Jorge Rafael Videla, pelo almirante Emilio Eduardo Massera e pelo brigadeiro Orlando Ramón Agosti que inaugura uma era de terror fascista que durará até 1983 com a desaparição de entre 7000 a 30 000 pessoas, muitas delas esquerdistas atirados ao mar desde aviões em voo. 

 

JÚPITER NO SIGNO DE TOURO:

REVOLUÇÃO NA RÚSSIA, COM OU SEM DESTITUIÇÃO OU MORTE DO CHEFE DE ESTADO OU DA OPOSIÇÃO

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Touro - de 30º a 60º de longitude eclíptica - associa-se a revolução popular ou palaciana na Rússia, com ou sem destituição ou morte do chefe de Estado ou do chefe da oposição.

 

De 8 de Março a 16 de Abril de 1917, com Júpiter em  4º 11´/ 12º 56´ de Touro, a revolução democrática triunfa na Rússia, com o início das manifestações de rua em Petrogrado, ou São Petersburgo (8 de Março) demissão do último governo czarista do príncipe Golitsyn (12 de Março), é criado o Soviete de Petrogrado (13 de Março) o czar Nicolau II abdica do poder (15 de Março), Lenine chega de comboio a São Petersburgo, recusa a aliança com os socialistas e apela à revolução proletária (16 de Abril).

 

Em 20 de Agosto de 1940, com Júpiter em 15º 17´/ 15º 20´ do signo de Touro, Ramon Mercader, um assassino de 27 anos ao serviço de Estaline, entra como amigo na casa do bairro de Coyocan, cidade do México, onde vive, com seguranças, Leon Trotsky, líder da IV Internacional, oposição de esquerda ao regime burocrático estalinista da URSS, e fere mortalmente na cabeça o velho Trotsky com golpes de uma picareta que traz escondida no sobretudo.

 

Em 5 de Março de 1953, com Júpiter em 16º  19´ / 16º 29´ do signo de Touro , morre, envenenado dias antes com vinho por Kruchev e Beria, Iosif Stalin, marechal do Exército Vermelho e primeiro secretário do Partido Comunista da URSS e a figura mais poderosa do Estado soviético, encerrando-se uma era de terror, de detenções e execuções arbitrárias na Rússia e repúblicas subordinadas.

 

Em 14 de Outubro de 1964com Júpiter em 24º 44´/ 24º 38´ do signo de Touro, em um golpe palaciano, Mikhail Suslov e outros membros em sessão plenária do Comité Central do Partido Comunista da União Soviética acusam Nikita Kruschev, secretário geral do CC, de má gestão da economia, em particular da incapacidade de as quintas colectivas abastecer o país com alimentos baratos e abundantes, e conseguem destitui-lo das suas responsabilidades no partido e no Estado substituindo-o por Leonid  Brejnev.

 

Em 26 de Março de 2000, com Júpiter em 7º 50´/ 8º 3´ do signo de Touro, Vladimir Putin, presidente interino escolhido por Ieltsin que renunciou ao cargo em 31 de Dezembro de 1999, é eleito presidente da Federação Russa.

 

JÚPITER NO SIGNO DE GÉMEOS:

ASCENSÃO DO COMUNISMO BOLCHEVIQUE AVANÇO DA  DIREITA EM PORTUGAL 

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Gémeos  - de 60º a 90º de longitude eclíptica - associa-se a vitórias ou reforço do poder do comunismo leninista na Rússia e ascensão da direita em Portugal

 

De 16 de Julho de 1917 a 5 de Julho de 1918, com Júpiter em 3º 13´/ 11º 31´/ 1º 28´/ 29º 3´do signo de Gémeos, promovendo a insurreição proletária e repartindo a terra entre os camponeses pobres os bolcheviques apoderam-se das rédeas do Estado na Rússia, com o  desfile armado dos marinheiros de Kronstad exigindo «Todo o poder aos Conselhos (Sovietes)  de Operários e Soldados» , tiroteios, invasão pelas tropas governamentais da sede do Partido Bolchevique que apoiou as greves (16 a 18 de Julho) ataque da Divisão Selvagem do general Krymov derrotado pela resistência dos operários de Petrogrado (7 a 12 de Setembro), a guarda vermelha bolchevique ocupa as pontes, as centrais eléctricas, as estações de Petrogrado e Kerenski chefe do governo foge (7 de Novembro) tomada do palácio de Inverno pelos bolcheviques e aprrovação no II Congresso Pan-Russo dos decretos sobre a paz e sobre a partilha da terra com Lenine à frente do novo governo (8 de Novembro), sublevação em Moscovo dos socialistas revolucionários contra o governo ditatorial bolchevique, derrotada (6-8 de Julho).

 

De 5 de Dezembro de 1917 a 9 de Maio de 1917, com Júpiter em 5º 39´/ 1º 28´/  15º 2´  do signo de Gémeos,  Sidónio Pais e a direita católica e latifundiária assumenm as alavancas de Estado da República, com a revolta armada de  parte do exército chefiada pelo conservador major Sidónio Pais e grupos de civis em que participam militantes de esquerda revolucionária da UON derrubando  pela insurreição armada o governo do PRP de Afonso Costa que, impopularmente, mantém Portugal no teatro da guerra mundial e é responsável pela carestia de vida(5 a 8 de Dezembro)  a eclosão e fracasso de uma revolta no quartel de marinheiros em Lisboa, ( 7 e 8 de Janeiro) iniciada  com a recusa de estes na tarde do dia 7, entregarem as suas munições a um camião do governo conservador do presidente Sidónio Pais que, entretanto, colocara tropas fiéis no Parque Eduardo VII, em Monsanto e no castelo de S.Jorge, seguindo-se a entrada de um batalhão de Sapadores no quartel de marinheiros, na madrugada de 8, com a rendição de 123 praças da Marinha e três sargentos, a revolta anti sidonista da guarnição do cruzador «Vasco da Gama», em reparação, que faz rebocar este até defronte do Terreiro do Paço onde é posto fora de combate devido aos disparos da artilharia do castelo de S.Jorge orientada pessoalmente por Sidónio Pais (8 de Janeiro) a imposição da censura à imprensa pelo governo de Sidónio Pais (13 de Abril) as eleições legislativas a que não concorrem os partidos republicanos ganhas pelos sidonistas (28 de Abril) a investidura de Sidónio como presidente da República Nova (9 de Maio).

 

JÚPITER NO SIGNO DE CARANGUEJO:

REVOLUÇÃO OU CRISE POLÍTICA GRAVE NA ALEMANHA E TRIUNFOS DA DIREITA EM PORTUGAL

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Caranguejo - de 90º a 120º de longitude eclíptica - associa-se a revolução popular ou palaciana ou grave crise político-social na Alemanha e a vitórias da direita em Portugal.

 

De 3 de Novembro de 1918 a 15 de Janeiro de 1919, com Júpiter de 15º 50´a 8º 57´ do signo de Caranguejo, dá-sefim da 1ª guerra mundial e da monarquia na Alemanha, a eclosão e a derrota da revolução  comunista espartaquista,  com graves motins na frota alemã em Kiel (3 de Novembro), a proclamação da república na Baviera e a eclosão da revolução em Berlim com a demissão do príncipe Max de chefe do governo, a abdicação do kaiser Guilherme II e a entrega do poder a um Conselho de Delegados do Povo (9 de Novembro), a assinatura do armistício que põe fim à 1ª Guerra Mundial (11 de Novembro),  a ocupação de Colónia pelas tropas dos Aliados (6 de Dezembro), a revolta armada do grupo marxista Spartacus em Berlim (5 a 11 de Janeiro) e o assassinato dos líderes do Spartacus Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht pelos militares direitistas (15 de Janeiro).

 

Em 14 de Setembro de 1930, com Júpiter em 15º 58´ /16º 7´  do signo de Caranguejo, a crise política agrava.se na Alemanha com as eleições ao parlamento federal em que o Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) continua a ser a força mais votada elegendo 147 deputados em um total de 577,   o Partido Nazi sobe de 12 para 107 deputados e o Partido Comunista sobe de 54 para 77 deputados. O governo manter-se-á nas mãos do chanceler Heinrich Brüning, do centro Católico, que governa por processos ditatoriais.

 

De 18 de Outubro a 7 de Dezembro de 1989, com Júpiter em 10º 40´ / 10º 53´ / 8º 21´ do signo de Caranguejo,  ocorre uma revolução na Alemanha com o desmoronamento do comunismo no Leste do país, a demissão do chefe de Estado  comunista da República Democrática Alemã  Erich Honnecker (18 de Outubro) incapaz de travar os protestos populares a favor da democratização como a que sucedia na URSS, a substituição de  Honnecker por Egon Krenz que ante a pressão do fluxo de milhares de alemães para a Hungria desde Maio e após a demissão de  uma série de ministros da RDA e  uma proposta de abertura das fronteiras com a Alemanha Ocidental (8 de Novembro) permite que milhares de pessoas comecem a derrubar o muro de Berlim que separa as duas Alemanhas e acedam ao mundo livre do Ocidente capitalista ( 9 e 10 de Novembro) demitindo-se um mês após a queda do muro (7 de Dezembro).

 

Em 8 de Dezembro de 1977, com Júpiter 3º 4´ / 2º 56´ do signo de Caranguejo, o governo minoritário do PS chefiado por Mário Soares é derrubado no parlamento português ao ser rejeitada a moção de confiança ao 1º governo constitucional por 159 votos contra (PSD, CDS, PCP, UDP e deputados independentes Carmelinda Pereira, Aires Rodrigues, Brás Pinto, Vital Rodrigues) e 100 votos a favor (PS).

 

De 24 a 28 de Julho de 1978, com Júpiter em 20º 52´/ 21º 58´ do signo de Caranguejo,  a direita e o presidente Eanes afastam o PS da governação, com a demissão dos 3 ministros do CDS (direita) que integram o governo do PS, chefiado por Mário Soares (24 de Julho) e o presidente Eanes comunica exonerar o 1º ministro (27 de Julho) por desaparecer a maioria parlamentar PS (103 deputados)- CDS (42 deputados)  publicando o decreto nº 75/ 78 no dia seguinte (28 de Julho).

 

De 16 de Dezembro de 2001 a 17 de Março de 2002, com Júpiter em 12º 46´/ 5º 37´/ 6º 13´ do signo de Caranguejo, a  direita (PSD, CDS) consegue expulsar o PS da governação, com a demissão do 1º ministro socialista António Guterres no dia em que  o PS é derrotado pelo PSD ao perder 14 câmaras municipais, entre elas Lisboa, Porto, Coimbra, Sintra, Faro, Portalegre, Famalicão e Setúbal nas eleições às autarquias locais (16 de Dezembro) e o triunfo em eleições legislativas (17 de Março) da coligação das direitas (PSD, 40, 25% de votos, 105 deputados eleitos + CDS, 8,72%, 14 deputados eleitos) com maioria absoluta (119 deputados em um total de 230) sobre o PS de Ferro Rodrigues (37,79 % de votos, 96 deputados eleitos) e a CDU (6,94% de votos, 12 deputados eleitos).

 

JÚPITER NO SIGNO DE LEÃO: 

OFENSIVA MILITAR NORTE-AMERICANA OU ISRAELISTA, VITÓRIA CONSERVADORA NO REINO UNIDO

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Leão - de 120º a  150º de longitude eclíptica - associa-se a guerras de conquista desencadeadas pelos EUA e por Israel e a triunfos do Partido Conservador nas eleições gerais parlamentares no Reino Unido.

 

Em 6 de Junho de 1944, com Júpiter em 21º 8´/ 21º 16´ do signo de Leão, 18 000 paraquedistas britânicos e norte-americanos são largados na Normandia, destruindo as linhas de comunicação alemãs, e facilitando o desembarque de soldados americanos, britânicos e canadianos, com mais de 76 tanques anfíbios, nas praias «Utah», «Gold», «Sword» e «Juno», de tal modo que 155 000 soldados aliados desembarcam na Normandia, noroeste da França,  neste primeiro dia da Operação Overlord.

 

De 5 a 10 de Junho de 1967, com Júpiter em 2º 9´/ 3º 15´ do signo de Leão,  Israel lança um ataque preventivo, designado Guerra dos Seis Dias, em que conquista o Sinai, a Margem Ocidental do Jordão, a Faixa de Gaza e a parte antiga de Jerusalém, mais de 350 000 árabes fogem para a Jordânia.

 

De 17 de Janeiro a 3 de Março de 1991,  com Júpiter em 10º 10´/ 4º 40` do signo de Leão, decorre a guerra do Golfo em que  tropas de uma coligação internacional liderada pelos EUA atacam o Iraque de Saddam Hussein despojando-o do Kuwait que Saddam ocupara cinco meses e meio antes, guerra com mais de  100 mil ataques áreos e surtidas, com pelo menos 88 500 toneladas de bombas lançadas pelo ar, destruindo  a infraestrutura militar do Iraque, a batalha de Wadi Al-Batinem em que tropas americanas e britânicas enfrentam militares iraquianos dentro do Iraque (15-20 de Fevereiro), culminando na invasão terrestre pelos EUA (24-27 de Fevereiro) e no cessar-fogo formal (3 de Março).

 

De  19 de Março a 1 de Maio de 2003,  com Júpiter em 8º 28´/ 8º 4´/ 9º 15´ do signo de Leão, os Estados Unidos, com 143 000 soldados, o  Reino Unido com 45 000 militares,  a Austrália com 2 000 e a Polônia apenas 194 soldados (a maioria forças especiais) invadem o Iraque e derrubam a ditadura de Sadam Hussein com o falso pretexto de que esta possuiria armas químicas.

 

Em 27 de Outubro de 1931, com Júpiter em 19º 43´/ 19º 51´do signo de Leão,  o Partido Conservador do primeiro-ministro Stanley Baldwin vence as eleições parlamentares no Reino Unido elegendo 521 deputados (60, 5% de votos) em um total de 615, ao passo que o Partido Trabalhista elege 52 deputados (30,6% de votos).

 

Em 3 de Maio de 1979, com Júpiter em 1º 11´/ 1º 17´do signo de Leão, o Partido Conservador liderado por Margaret Thatcher vence as eleições parlamentares no Reino Unido, elegendo 339 deputados (43,9% de votos) em um total de 635, derrotando o Partido Trabalhista do primeiro-ministro James Callaghan que elege 296 deputados (36,9% de votos).

 

Em 7 de Maio de 2015, com Júpiter em 13º 48´/ 13º 53´ do signo de Leão, o Partido Conservador do primeiro-ministro David Cameron vence as eleições parlamentares no Reino Unido elegendo 330 deputados (36,9 % de votos) em um total de 650, e o Partido Trabalhista elege 232 deputados (30,4%  de votos).

 

JÚPITER NO SIGNO DE BALANÇA:

GENERAL CHARLES DE GAULLE EM FRANÇA,  REPUBLICANISMO DE ESQUERDA EM PORTUGAL

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Balança - de 180º a 210º de longitude eclíptica - associa-se a períodos de ascensão política do general Charles de Gaulle em França e a triunfos do republicanismo de esquerda e do socialismo reformista em Portugal. 

 

De 27 de Agosto de 1945 a 20 de Janeiro de 1946, com Júpiter em 0º 21´/ 26º 40´ do signo de Balança,  o general de Gaulle chefia o governo provisório de França, com a visita a Chicago e Otawwa em que de Gaulle, apesar de o presidente Truman rejeitar a sua ideia de desmembrar o Reich alemão consegue que os Aliados reconheçam a França como o quarto grande vencedor que será cosignatária dos armistícios e terá uma zona de ocupação na Alemanha (27 a 29 de Agosto), a condenação por de Gaulle da ação da CGT vinculada ao PCF (3 de Setembro) a eleição da primeira Assembleia Nacional Constituinte francesa com 586 deputados e maioria de comunistas (159 incluindo aparentados) e socialistas (146 incluindo aparentados) em 21 de Outubro, a nacionalização do Banco de França e dos 4 bancos de depósito (1 de Janeiro) e a demissão de de Gaule de chefe do governo (20 de Janeiro).

 

De 13 de Maio a 4 de Setembro de 1958, com Júpiter em 23º 44´/ 21º 45´/ 29º 34´do signo de Balança, dá-se o regresso de de Gaule à chefia do governo em França, com a eclosão de um golpe de direita na Argélia em que os pés negros, paridários do colonialismo francês, assaltam a sede do governo francês e se constitui um Comité de Salvação Nacional em Argel formado por Sid Cara, Jacques Soustelle, general Raoul Salan, general Jacques Massu, Leon Delbeque (13 de Maio), o apelo do general Salan, em Argel, ao general  de Gaule, retirado da política há 12 anos (15 de Maio), investidura de de Gaulle como chefe do governo francês pela Assembleia Nacional (1 de Junho) votação de plenos poderes a de Gaule (2 de Junho) a apresentação por de Gaule da Constituição da V República Francesa na Oraça de República em Paris (4 de Setembro).

 

Em 4 e 5 de Outubro de 1910, com Júpiter em 21º 38´/ 22º 3´ do signo de Balança, a  República triunfa em Portugal, com a ocupação, na madrugada de 4, do regimento de Infantaria 6, em Lisboa, por dezenas de civis dirigidos pelo comissário naval Machado Santos, presidente da Carbonária, a adesão do quartel de Artilharia 1, o acampamento das forças republicanas na Rotunda onde são alvo de bombardeamento pelas forças monárquicas o dia inteiro e a revolta republicana dos marinheiros dos cruzadores S. Rafael e Adamastor, no dia 4, e a rendição dos monárquicos e proclamação da República na câmara municipal de Lisboa no dia 5

 

Em 19 e 20 de Outubro de 1921, com Júpiter em 4º 57´/ 5º 21´ de Balança, eclode em Lisboa um golpe militar radical da GNR contra o governo conservador do primeiro-ministro António Granjo, este refugia-se em casa de Cunha Leal e, sendo ambos detidos pelos revoltosos, são conduzidos ao Arsenal da Marinha onde Granjo é abatido a tiro por exaltados em que prepondera o cabo Abel Olímpio e Cunha Leal gravemente ferido, já na madrugada de 20, a camioneta da morte, vai buscar a casa o almirante Machado Santos que é assassinado tal como o comandante Freitas da Silva.

 

De 4 da 7 e Dezembro de 1980, com Júpiter em 6º 28´/ 6º 36´ de Balança, duas derrotas da direita ocorrem em Portugal, com a deflagração de uma bomba a bordo de um Cessna que acabara de levantar voo do aeroporto da Portela e cai sobre uma casa, em Camarate, matando as sete pessoas que nele viajam, entre as quais o primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro, do PSD, o ministro da Defesa Adelino Amaro da Costa, do CDS, e o chefe de gabinete António Patrício Gouveia, no dia 4, e a reeleição como presidente da República Portuguesa do general Ramalho Eanes, com 56, 44% de votos, apoiado no PS, PCP e PCTP/MRPP, derrotando o candidato das direitas agrupadas na Aliança Democrática general Soares Carneiro, que obtém 40, 23% de votos, no dia 7.  

 

Em 20 de Fevereiro de 2005, com Júpiter em 18º 21´/ 18º 18´de Balança, o PS, liderado por José Sócrates, vence pela primeira vez com maioria absoluta eleições legislativas em Portugal, elegendo 121 deputados num total de 230, com 45, 03% de votos, vibrando uma pesada derrota no PSD de Santana Lopes que elege 75 deputados com 28, 77% de votos e no CDS de Paulo Portas, que elege 12 deputados com 7,24% de votos, e derrotando também a CDU-PCP, com 14 deputados eleitos e 7,54% de votos e o BE com 8 deputados eleitos e 6, 35% de votos; 

 

JÚPITER NO SIGNO DE SAGITÁRIO:

VITÓRIAS ELEITORAIS DA ESQUERDA SOCIALISTA E DAS FRENTES POPULARES, VITÓRIAS  

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Sagitário - de 240º a 270º de longitude eclíptica - associa-se a períodos de triunfos eleitorais socialistas, de centro-esquerda, ou de frentes populares englobando republicanos de esquerda, socialistas e comunistas  em Portugal, Espanha, França e a triunfos eleitorais da direita conservadora no Reino Unido. Porquê esta dualidade que não permite que a esquerda vença no mundo inteiro com Júpiter neste signo?  Porque a polaridade Yang-Yin, luz e sombra, esquerda-direita tem de existir em simultâneo em cada ano no mundo. 

 

De 13 de Fevereiro  a 20 de Dezembro de 1936, com Júpiter em 19º 39´/ 24º 26´/ 14º 35´ / 29º 42´ do signo de Sagitário, as esquerdas derrotam as direitas em Espanha e em França, com a agressão na cabeça com um pedaço de vidro ao chefe do governo, o socialista Leon Blum, perpetrada pelos «Cavaleiros da Távola do Rei» (Camelots du Roi) no boulevard Saint-Germain em Paris e a ilegalização da da Federação Nacional de Estudantes da Ação Francesa, da Federação dos Cavaleiros da Távola do Rei  e Liga de Ação Francesa, organizações de extrema-direita (13 de Fevereiro) a vitória da Frente Popular na 1ª volta das eleições legislativas na República Espanola graças ao voto dos anarco-sindicalistas da CNT na esquerda burguesa (16 de Fevereiro), a tomada de posse do republicano Manuel Azaña como chefe do governo espanhol (19 de Fevereiro) e a subsequente queima de igrejas, capelas e conventos,  a ocupação de terras na Extremadura espanola por proletários agrícolas (25 de Março),  triunfo moderado das esquerdas nas eleições legislativas em França (26 de Abril e 3 de Maio) sendo o partido socialista (SFIO) o mais votado com 149 deputados eleitos e 27 aparentados, obtendo os radicais, de centro, 111 lugares e os comunistas 72,  a paralisação da França pelas greves da classe operária (11 de Maio a 14 de Junho) sem violências, o assassinato do líder da direita espanola José Calvo Sotelo (13 de Julho) e o levantamento do exército com os generais Franco, Mola, Cabanelas, Queipo de Llano contra o governo da República Espanhola (17-22 de Julho) fracassado em Madrid, Barcelona, Bilbao, Valencia e outras cidades, tomada de San Sebastian pelos sublevados de Mola (13 de Setembro), Franco chefe supremo da revolta fascista (1 de Outubro), início da batalha de Madrid com a ocupação do Cerro de Los Angeles pelas tropas de Varela (5 de Novembro), a morte do líder anarquista Buenaventura Durrutí em Madrid e o fuzilamento na prisão de Alicante de José Antonio Primo de Rivera, líder da Falange das JONS (20 de Novembro), início da batalha de Madrid com a ocupação do a renúncia de Franco a atacar directamente Madrid em Leganés (23 de Novembro) cerco do exército reublicano vasco a Villareal (30 de Novembro).

 

Em 6 de Outubro de 2019, com Júpiter em 18º 54´ /19º 3´ do signo de Sagitário, o PS do primeiro-ministro António Costa vence as eleições legislativas ao eleger 108 deptados (36, 34%) em um total de 230, derrotando o PSD de Rui Rio que elege 79 deputados (27, 76 % de votos), menos 10 que em 2015,  ficando o Bloco de Esquerda, principal apoio tático do PS, com 19 deputados (9,52% de votos).

 

Em 14 de Novembro de 1935, com Júpiter em 1º 4´/ 1º 18´ do signo de Sagitário, o Partido Conservador do primeiro-ministro Stanley Baldwin vence as eleições parlamentares no Reino Unido, elegendo 432 deputados (53,7% de votos) em um total de 615, deixando em segundo lugar o Partido Trabalhista com 154 deputados eleitos (37,9% de votos).

 

Em 9 de Junho de 1983, com Júpiter em 4º 33`/ 4º 25´ do signo de Sagitário, o Partido Conservador da primeira-ministra Margaret Thatcher  vence as eleições parlamentares no Reino Unido elegendo 397 deputados (42,4 % de votos) em um total de 650, ao passo que o Partido Trabalhista elege 209 deputados (27,6% de votos).

 

 

JÚPITER NO SIGNO DE CAPRICÓRNIO:

REPRESSÃO SOBRE A EXTREMA- ESQUERDA E A ESQUERDA MODERADA

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Capricórnio - de 270º a 300º de longitude eclíptica - associa-se a repressão sobre a extrema-esquerda e sobre alguma esquerda moderada.

 

De 12 de Março a 5 de Abril de 1794, com Júpiter em 1º 22´/ 3º 22´ do signo de Capricórnio, Robespierre, governante jacobino, da esquerda pequeno-burguesa autoritária, elimina a extrema-esquerda e parte de esquerda moderada, com a prisão de Hébert e alguns deputados sans-coulottes de exrema-esquerda (12 de Março) e execução destes (24 de Março) e a execução de Danton, Desmoulins e 18 outros companheiros "indulgentes", moderados, que defendiam o fim do Terror (5 de Abril).

 

Em 25 de Março de 1949, com Júpiter em 27º 30´/ 27º 40´ do signo de Capricórnio,  uma brigada da PIDE de Salazar chefiada por Jaime Gomes da Silva irrompe, de madrugada, numa casa clandestina do PCP em Casal de Santo António, no Luso, concelho da Mealhada e prende os três membros do secretariado do partido que aí se escondem, Álvaro Cunhal, Militão Ribeiro e Sofia Ferreira. A denúncia de actividades suspeitas nessa casa partiu de José Feio, autarca de Águeda.

 

Em 22 de Abril de 2008, com Júpiter em 21º 53´/ 21º 56´do signo de Capricórnio, morre aos 81 anos de idade, de cancro, Francisco Martins Rodrigues, revolucionário marxista, fundador do Comité Marxista-Leninista Português em 1964 e promotor do grupo «Política Operária» de extrema esquerda.

 

Em 20 de Fevereiro de 2020, com Júpiter em 17º 38´ / 17º 50´ do signo de Capricórnio,, falece Pedro da Rocha Baptista, de 71 anos, dirigente estudantil no Porto entre 1968 e 1971, cofundador do jornal “Grito do Povo”  e da OCMLP, oposição de extrema-esquerda maoísta ao Estado Novo, preso político em 1973 e deportado para Angola, regressando a 1 de Maio de 1974. Era Comissário Geral da Exposição “1820. Revolução Liberal do Porto”, da autoria de José Manuel Lopes Cordeiro.

 

JÚPITER  NO SIGNO DE AQUÁRIO:

DESGOSTOS PARA A FAMÍLIA FRANCO BAHAMONDE, DESAIRE PARA A ESQUERDA RADICAL SOCIALISTA PORTUGUESA

 

A presença de Júpiter, um ano em cada doze, no arco de 30º que constitui o signo zodiacal de Aquário - de 300º a 330º de longitude eclíptica - associa-se a desaires da família galega Franco Bahamonde e a desaires dos radicais socialistas portugueses.

 

Em 28 de Outubro de 1938, com Júpiter em 22º 31´/ 22º 33´ do signo de Aquário, Ramón Franco Bahamonde (2 de Fevereiro de 1896), famoso héroi aviador que pilotou o hidrovião  Dornier Do J “Wal” na travessia  do Atlântico  conhecida  como o "Voo do Plus Ultra”. irmão do caudilho Francisco Franco, ex deputado da Esquerra Republicana de Catalunya no parlamento espanhol em 1931, morre ao despenhar-se no mar pilotando o seu hidrovião de fabricação italiana, saído de Pollensa, com 1000 quilos de bombas para atacar posições do Exército Popular Republicano.

 

Em 23 de Dezembro de 1961, com Júpiter em 8º 30´/ 8º 43´ do signo de Aquário,  nas colinas de El Pardo, Madrid, ao disparar a sua magnífica espingarda de caça Purdey, presente do presidente Eisenhower, o canhão da arma rebenta e fere gravente o generalíssimo Franco na mão esquerda, sendo de imediato operado da fractura aberta do segundo metacarpian e do dedo indicador no Hospital do Exército do Ar pelo tenente coronel Garaizabal.

 

Em 20 de Dezembro de 1973, com Júpiter em 11º 53´/ 12º 5´ do signo de Aquário, uma explosão de uma bomba colocada pela ETA no subsolo da rua Claudio Coello em Madrid, perto da embaixada norte-americana, faz voar em pedaços o automóvel Dodge em que viaja o almirante Luis Carrero Blanco, primeiro-ministro de Espanha, matando este, o inspector que o escoltava e o motorista, o que causa um desgosto grande no chefe de Estado, general Franco,  de 81 anos, um dia depois de Carrero receber o secretário de Estado norte-americano Henry Kissinger, possível mandante do homicídio.

 

De 23 de Janeiro a 9 de Fevereiro de 1914, com Júpiter em 0º 19´ / 4º 33´ do signo de Aquário,  desmorona-se o governo radical socialista do PRP de Afonso Costa, apoiado em maioria absoluta no parlamento,  dando lugar a um governo de apaziguamento da direita monárquica e da esquerda operária, com o final da greve dos ferroviáios (23 de Janeiro) uma manifestação de rua antiafonsista em Lisboa (26 de Janeiro) e a substituição do governo afonsista por um governo extrapartidário chefiado por Bernardino Machado (9 de Fevereiro).

 

De 26 de Janeiro a 16 de Fevereiro de 1986, com Júpiter de 23º 53´a 29º 7´ do signo de Aquário,  o frentismo de esquerda PRD-PCP representado pelo candidato  Salgado Zenha é derrotado com 20,88 % de votos contra 46,31% de votos de Freitas do Amaral e 25, 43% de Mário Soares (PS) na 1ª volta da eleição a presidente da república portuguesa (26 de Janeiro) sendo o PCP obrigado a virar à direita votando em Mário Soares de modo a elege-lo presidente à 2ª volta (16 de Fevereiro)  com 51,18% de votos contra Freitas do Amaral com 48, 82% de votos.

 

Em 27 de Setembro de 2009, com Júpiter em 17º 36´/ 17º 33´ do signo de Aquário, o PS do primeiro ministro José Sócrates vence de novo as eleições legislativas mas, desta vez com 36,55% de votos e perdendo a maioria absoluta de deputados, elegendo 99 destes ao passo que em 2005 elegera  121  . O PSD de Manuela Ferreira Leite é o segundo partido com 29,11% e 81 deputados eleitos. A surpresa é o CDS/PP de Paulo Portas ascender a terceiro partido parlamentar com 10, 43 % de votos e 21 deputados eleitos  e o BE de Catarina Martins ascender a quarto partido com 9,82 % de votos e 16 deputados eleitos.

 

Filósofos, historiadores, astrónomos e professores de filosofia, de história e astrofísica que acreditam no livre-arbítrio e que não concebem que a movimentação dos planetas e do Sol no Zodíaco é a causa dos nossos actos e de todos os acontecimentos biofísicos, tecnológicos e políticos no planeta Terra são inteligências medíocres, anticientíficas, pseudoracionalistas. Mas é esta gente obscurantista,  quem domina a esfera da cultura, das universidades, dos telejornais, das editoras de manuais de história, filosofia, sociologia, dos foruns, das revistas filosóficas e científicas, dos programas de ensino, da imprensa escrita semanal ou quotidiana. São anti racionalistas!  O verdadeiro racionalismo - ratio é a relação matemática entre duas ordens de entidades - é o que mede a posição dos planetas em cada facto histórico-social e biofísico, mostrando que há uma razão universal, que o real é racional.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA, DIALÉTICA E EQUÍVOCOS DOS FILÓSOFOS», inovador em relação a todos os outros dicionários, repleto de transcrições literais de textos dos filósofos. É de longe o melhor dicionário a nível mundial sobre a dialética como ciência da unidade e da luta de contrários e as suas leis. Aproveita, a edição está a esgotar-se. Contém 520 páginas, custa só 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS.

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 26 de Abril de 2020
Áreas do Zodíaco regidas por Júpiter ignoradas na Astrologia Tradicional

 

 A teoria das regências planetárias da astrologia tradicional está basicamente errada. Diz-se, sem qualquer apoio experimental, testável, que a Lua rege o signo de Caranguejo, o Sol rege o signo de Leão, Mercúrio rege o signo de Virgem, Vénus o signo de Balança, Marte e Plutão o signo de Escorpião, etc. Quase nada disto é verdade. Só por indução, a partir de factos históricos, é possível estabelecer correlações constantes, a que chamamos regências entre um planeta e uma dada área do Zodíaco.

 

Os fenómenos da astronáutica centrados no planeta Júpiter ocorrem sempre com a exaltação de certas pequenas  áreas do Zodíaco, de diferentes signos, áreas que podemos presumir ser regidas por Júpiter. E isto é astrologia histórica, de base empírica, historicista, oposta à velha astrologia tradicional que não investiga fora dos seus dogmas, no terreno da experiência.

 

Assim presumimos que Júpiter rege as áreas 9º-12º  do signo de Caranguejo, 9º-17º do signo de Virgem, 10º-12º do signo de Sagitário, 20º-24º do signo de Sagitário, 9º-13º do signo de Capricórnio, 28º-29º do signo de Aquário e 9º-10º do signo de Peixes.

 

ÁREA 9º-12º DO SIGNO DE CARANGUEJO:

ÁREA VINCULADA A JÚPITER 

 

Em datas de lançamento de sonda rumo a Júpiter ou entrada em órbita de este há um planeta na área 9º-12º do signo de Caranguejo.

 

Em 18 de Outubro de 1989, com Júpiter em 10º 40´/ 10º 43´ de Caranguejo, Vénus em 10º 22´/ 18º 28´ de Sagitário, a Sonda Galileu parte  para o espaço a bordo do vaivém Atlantis, rumo a Júpiter, para maravilhar os cientistas com com belas fotografias, dar-lhes novidades científicas.

 

Em 8 de Fevereiro de 1992, com Nodo Sul da Lua em 9º 5´/ 9º 0´ de Caranguejo,  Nodo Norte da Lua em 9º 5´/ 9º 0´ de Capricórnio, a sonda Ulyses passa pelo polo norte de Júpiter a uma distância de 451 000 km em uma manobra de gravidade assistida necessária para que a Ulysses obtivesse uma órbita altamente inclinada  ao redor do Sol, aumentando sua inclinação com a eclíptica para 80,2°.

 

Em 21 de Setembro de 2003 com Saturno em 12º 8´/ 12º 11´de Caranguejo, Mercúrio em 12º 14´/ 12º 25´ de Virgem, a sonda Galileu é destruída durante um impacto controlado com Júpiter , após ter orbitado desde Dezembro de 1995 este planeta colhendo múltiplas informações.

 

Em 5 de Julho de 2016, com Mercúrio em 10º 48´/ 12º 58´ de Caranguejo, Júpiter em 17º 38´/  17º 46´ de Virgem, Saturno em 10º 57`/ 10º 54´ de Sagitário, a sonda Juno entra em uma órbita polar em torno de Júpiter para estudar a composição, campo gravitacional, campo magnético e magnetosfera polar polar do planeta.

 

ÁREA 9º-17º DO SIGNO DE VIRGEM:

SOBREVOOS DE JÚPITER

Cinco sobrevoos importantes de Júpiter por sondas espaciais ocorreram com um planeta ou Nodo da Lua na área 9º-17º do signo de Virgem.

 

Em 5 de Março de 1979, com Saturno em 10º 17´/ 12´ de Virgem, a sonda norte-americana Voyager 1 sobrevoa Júpiter a 278 000 quilómetros de distância.

 

Em 10 de Julho de 1979, com Nôdo Norte da Lua em 9º 40´/ 9º 35´ de Virgem, a sonda norte-americana Voyager 2 sobrevoa Júpiter a 650 000 quilómetros de distância e estuda os seus principais satélites.

 

Em 21 de Setembro de 2003 com Mercúrio em 12º 14´/ 12º 25´ de Virgem, Saturno em 12º 8´/ 12º 11´de Caranguejo, a sonda Galileu é destruída durante um impacto controlado com Júpiter , após ter orbitado desde Dezembro de 1995 este planeta colhendo múltiplas informações.

 

Em 4 de Setembro de 2006,  com Mercúrio em 13º 59´/ 15º 52´ de Virgem, o Long Range Reconnaissance Imager (LORRI) da sonda New Horizons, não tripulada, a caminho de Platão ,tira as suas primeiras fotos de Júpiter em um sobrevoo feito para uma assistência gravitacional.

 

Em 28 de Fevereiro de 2007, com Nodo Sul da Lua em 16º 10´/ 16º 9´de Virgem, Mercúrio em 29º 11´/ 28º 19´ de Aquário,  a sonda New Horizons, não tripulada, faz sua aproximação máxima a Júpiter;

 

ÁREA 10º-12º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

REGÊNCIA DE JÚPITER 

A passagem do Sol ou de um planeta em 10º-12º do signo de Sagitário vincula-se a actos da astronáutica centrados no planeta Júpiter.

 

Em 4 de Dezembro de 1973, com  Sol em 11º 41´/ 12º 42´ de Sagitário, a sonda norte-americana Pioneer 10 sobrevoa Júpiter a 131 400 quilómetros de distância e transmite uma série de fotos para a Terra.

 

Em 3 de Dezembro de 1974, com Sol em 10º 25´/ 11º 26´ de Sagitário, Vénus em 16º 58´/ 18º 13´ de Sagitário, Júpiter em 9º 26´/ 32´ de Peixes, a sonda norte-americana Pioneer 11 sobrevoa Júpiter a 42 560 quilómetros.

 

Em 18 de Outubro de 1989, com Vénus em 10º 22´/ 18º 28´ de Sagitário, a Sonda Galileu parte  para o espaço a bordo do vaivém Atlantis, rumo a Júpiter, para maravilhar os cientistas com com belas fotografias, dar-lhes novidades científicas.

 

Em 5 de Julho de 2016,  com Saturno em 10º 57`/ 10º 54´ de Sagitário, Mercúrio em 10º 48´/ 12º 58´ de Caranguejo, Júpiter em 17º 38´/  17º 46´ de Virgem, a sonda Juno entra em uma órbita polar em torno de Júpiter para estudar a composição, campo gravitacional, campo magnético e magnetosfera polar polar do planeta.

 

AS ÁREAS 20º-24º DO SIGNO DE SAGITÁRIO E 9º-13º DO SIGNO DE CAPRICÓRNIO:

REGÊNCIA DE JÚPITER

 

Júpiter rege, presumivelmente, as áreas 20º-24º do signo de Sagitário e 9º-13º do signo de Capricórnio.

 

Em 1 de Fevereiro de 1958, com Saturno em 22º 39´/ 22º 44´de Sagitário, um foguetão Júpiter C coloca em órbita o Explorer I, primeiro satélite artificial dos EUA.

 

Em 8 de Fevereiro de 1992, com Nodo Sul da Lua em 9º 5´/ 9º 0´ de Caranguejo,  Nodo Norte da Lua em 9º 5´/ 9º 0´ de Capricórnio, Nodo Sul da Lua em 9º 5´/ 9º 0´ de Caranguejo,   a sonda Ulyses passa pelo polo norte de Júpiter a uma distância de 451 000 km em uma manobra de gravidade assistida necessária para que a Ulysses obtivesse uma órbita altamente inclinada  ao redor do Sol, aumentando sua inclinação com a eclíptica para 80,2°.

 

Em 7 de Dezembro de 1995, com  Júpiter em 23º 47´/ 24º 1´de Sagitário, Vénus em 11º 43´/ 12º 58´ de Capricórnio, a sonda norte-americana Galileu sobrevoa Júpiter e faz descer uma sonda de 335 quilos que estuda durante 57 minutos a atmosfera do planeta antes de ser destruída pela pressão sofrida.

 

Em 2 de Fevereiro de 2020, com Marte em 20º 5´/ 20º 46´de Sagitário, Júpiter em 13º 53´/ 14º 6´de Capricórnio, noticia-se que a sonda Juno orbitando Júpiter captou o que parece ser a imagem de um golfinho na superfície do planeta.

 

ÁREA 28º-29º DO SIGNO DE AQUÁRIO:

SONDA PRÓXIMA DE JÚPITER

A área 28º-29º do signo de Aquário vincula-se a datas de feitos cosmonáuticos visando Júpiter e ainda à eleição do socialista Mário Soares presidente da república portuguesa em Fevereiro de 1986 o que faz pensar que Portugal e o PS português sejam regidos por Júpiter.

 

Em 28 de Fevereiro de 2007, com Mercúrio em 29º 11´/ 28º 19´ de Aquário,  Nodo Sul da Lua em 16º 10´/ 16º 9´de Virgem, a sonda New Horizons, não tripulada, faz sua aproximação máxima a Júpiter.

 

Em 2 de Fevereiro de 2020, com Mercúrio em 27º 37´/ 29º 14´ de Aquário, noticia-se que a sonda Juno, orbitando Júpiter, captou o que parece ser a imagem de um golfinho na superfície do planeta.

 

Em 16 de Fevereiro de 1986, com Júpiter em 28º 53´/ 29º 7´ de Aquário, Mário Soares, apoiado pelo PS e por toda a esquerda é eleito presidente da república portuguesa à segunda volta com 51,18% de votos. 

 

ÁREA  9º-10º  DO SIGNO DE PEIXES: 

APROXIMAÇÃO DE SONDA A JÚPITER

A área 9º-10º do signo de Peixes vincula-se a sobrevoos de Júpiter. 

 

Em 3 de Dezembro de 1974,com Júpiter em 9º 26´/ 32´ de Peixes, Sol em 10º 25´/ 11º 26´ de Sagitário, Vénus em 16º 58´/ 18º 13´ de Sagitário, a sonda norte-americana Pioneer 11 sobrevoa Júpiter a 42 560 quilómetros.

 

Em 10 de Julho de 1979, com Nôdo Sul da Lua em 9º 40´/ 9º 35´ de Peixes, a sonda norte-americana Voyager 2 sobrevoa Júpiter a 650 000 quilómetros de distância e estuda os seus principais satélites.

 

Quer os astrólogos tradicionais, instalados nos seus consultórios, cuja preguiça de investigar além dos dogmas que decoraram é proverbial, quer os editores de ciência e informação - jornais «Expresso», «Sol», «Jornal I», revistas «Sábado», «Visão», direções de informação da RTP; TVI, grandes editoras de livros, etc. - censuram ferreamente, ao serviço das universidades onde a mentira e os interesses reinam, as nossas descobertas de história social astronómica (astrologia histórica).

 

Miguel Sousa Tavares, Miguel Esteves Cardoso, Ricardo Costa, José António Saraiva, José Pacheco Pereira, Paulo Portas, José Miguel Júdice, Miguel Reale, José Carlos Vasconcelos, Clara Ferreira Alves, Pedro Mexia, Carlos Fiolhais, Boaventura Sousa Santos, António José Fernandes, Teresa de Sousa, Pedro Galvão, Gonçalo M.Tavares, José Tolentino de Mendonça, Maria Filomena Mónica, António Barreto, Pedro Santos Guerreiro, Nuno Tiago Pintp e tantos outros colunistas e escritores e os académicos em geral são cúmplices ou agentes do fascismo epistémico reinante na sociedade portuguesa: todos omitem falar das leis planetário-sociais já descobertas e divulgadas neste blog e em livros que circulam no mercado português.

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:09
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
Breves reflexões de Setembro e Outubro de 2019

 

A UNIVERSIDADE PORTUGUESA NÃO É NEUTRA, ESTÁ AO SERVIÇO DA ALTA BURGUESIA E DO PRESTÍGIO IMERECIDO DE ALGUNS CATEDRÁTICOS. Nas universidades portuguesas e europeias não se põe em causa a vacinação, que o professor Tissot, investigador francês  classificou de inoculação da fase crónica da doença. Também não é permitido investigar história social por parâmetros astronómicos (astrologia histórica). No entanto os factos histórico-astronómicos gritam contra o dogmatismo erróneo dos catedráticos: em 25 de Abril de 1983, com Júpiter em 9º do signo de Sagitário, o PS de Mário Soares vence as eleições legislativas em Portugal; em 1 de Outubro de 1995, com Júpiter em 10º do signo de Sagitário, o PS de António Guterres  vence as eleições legislativas em Portugal; em 6 de Outubro de 2019, com Júpiter em 18º-19º do signo de Sagitário, o PS de António Costa vence as eleições legislativas em Portugal.

 

Ignorando estes factos, a universidade e a sociedade em geral vivem sob  um subreptício fascismo epistémico. Os catedráticos e mestres de filosofia, história, sociologia, medicina? Um bando de «aristocratas» arrogantes, que temem ser postos em causa e censuram as teorias e teóricos que se lhes opõem! Os colunistas da televisão e dos jornais como Miguel Sousa Tavares, José Pacheco Pereira, José Manuel Fernandes, José Miguel Júdice, Paulo Portas, João Miguel Tavares, José António Saraiva, Boaventura Sousa Santos e os astrólogos de presença televisiva como Paulo Cardoso, Luís Resina, Cristina Candeias, Helena Avelar? Ignorantes de história astronómica e social e cúmplices do fascismo epistémico! 

 

UMA MAIORIA DE IMIGRANTES NO CONCELHO DE ODEMIRA (MAIS DE 50% DA POPULAÇÃO JÁ ) RETIRA IDENTIDADE AO ALENTEJO? Segundo um amigo meu, do Bloco de Esquerda, sim, retira. Há israelitas, franceses, alemães e outros que compram casa em Odemira e aí se instalam vivendo das suas reformas ou de investimentos. Depois há os outros, os proletários. Os imigrantes da Tailândia são muito pacíficos, trabalham nas estufas de framboesas, mirtilos, morangos, explorados pelos angariadores que podem meter ao bolso 3 euros de cada 6 euros que o imigrante ganharia, supostamente à hora. «O problema é com os indianos. Vieram trabalhar sem trazer as mulheres, estão longos meses em Odemira e juntam-se à noite em grandes grupos que vão observar e incomodar as mulheres que saem a fazer compras em supermercados.»

 

O governo socialista de António Costa, o PAN, o PEV, o PCP , o BE, o Livre, o MAS, o PCTP-MRPP e outros e os partidos da direita PSD e CDS atacam a classe operária portuguesa com a política de portas abertas à imigração. Esta é, no essencial, a invasão da Europa pelo islamismo. Do CDS ao Bloco de Esquerda e ao PCP todos estes partidos, em especial o PS e o PSD são diferentes rostos da Élite Mundial dos Illuminati, a alta Maçonaria que promove a destruição dos Estados nacionais através da emigração, da ideologia de género, do federalismo, da dívida pública ao FMI ou a consórcios de bancos internacionais. Resta um partido não controlado, de momento, pelos Illuminati: o Chega, de André Ventura que diz umas verdades que todos silenciam. Portugal está em risco de afundamento: a luta é entre os patriotas e os partidos de direita, centro e esquerda agentes do imperialismo estrangeiro, de George Soros e do Clube de Bilderberg.

 

OSCILO ENTRE O EROTISMO E O OROTISMO. Viver só é uma fonte de erotismo alimentado pela imaginação. Então peco e, logo a seguir, oro a Deus, em penitência e louvor. Do erotismo ( de Eros, o deus do Amor, da Atração Sexual) transito ao «orotismo» ( De orar, oração, que é um erotismo espiritualizado, sublimado). Há o erótico e o orótico...e ambos parecem ter a ver com a visão: óptica.

 

SINCRONISMO ONTOFONÉTICO. De 11 a 13 de Outubro de 2019, as ideias de ALEX, ASAS, ANJO, PEDRA e BAFOMET estão em destaque: no dia 11, a banda «ANJOS» (evoca: ASAS) dá um concerto no festival Patrimónios do Sul, na cidade de Beja, um incêndio florestal arrasa 3000 hectares junto a Los ANGELES (em português: ANJOS) e causa 2 mortos, morre o primeiro cosmonauta russo, ALEXEI Leonov (30 de Maio de 1934); no dia 12, passam 144 anos sobre o nascimento na Inglaterra do aristocrata ALEISTER (evoca: ALEX) CROWLEY ( CROW significa CORVO e evoca ASAS), um adorador de Lúcifer sob várias formas entre elas a do Bode com seios de mulher e ASAS NEGRAS chamado BAFOMET, o cantor João PEDRO Pais (evoca: PEDRA) dá um concerto na cidade de Beja; no dia 13, a SAUDADE, Associação de Salvaguarda do Património Imaterial da Portuguesia, com sede em Vila Nova da Barquinha, junto ao Rio Tejo, realiza a consagração da PEDRA Fundamental e formaliza a Escritura Notarial de Fundação, evocando, subliminarmente ou não,a data de 13 de Outubro de 1307, em que os templários franceses, adoradores do BAFOMET, o demónio andrógino de ASAS NEGRAS, e banqueiros da Europa medieval, foram presos à ordem dos senescais do rei Filipe o Belo de França.

 

SANTA RITA DE CÁSSIA E ATENTADOS EM MANCHESTER. As entidades espirituais não podem alterar as conexões da Ordem Cósmica estabelecidas nos astros, creio. Em 22 de Maio de 2017, dia de Santa Rita de Cássia no calendário da igreja católica, em Manchester, um terrorista suicida detona uma bomba no pavilhão Manchester Arena depois de um concerto da cantora Ariana Grande, provocando a morte de 22 pessoas, entre elas várias crianças. Em 11 de Outubro de 2019, digo a Rita «Supostamente, serias protegida por Santa Rita de Cássia» e no Centro Comercial Arndale, em Manchester, um homem apunhala 4 pessoas e é neutralizado por um disparo de pistola eléctrica da polícia. Santa Rita de Cássia é adversa a Manchester?

 

O ABORTO VOLUNTÁRIO É UM SACRIFÍCIO OFERECIDO AO SANGUINÁRIO DEUS MOLOCH, CUJA ESTÁTUA TINHA UMA CAVIDADE ONDE UMA FOGUEIRA ARDIA E SE LANÇAVAM VIVAS CRIANÇAS. Por isso, combatamos a reclamação feminino-fascista de liberdade para abortar.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. É o melhor dicionário nesta área, existente no mercado, segundo muitas opiniões de docentes de filosofia.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 23 de Junho de 2019
Rui Agostinho, astrónomo, não concebe o determinismo de Júpiter sobre eleições em Portugal

22 de Junho de 2019. Viajo em um mini autocarro da câmara municipal de Beja num passeio organizado pela criativa Maria Paula Santos, directora da biblioteca municipal de Beja, até à herdade dos Xistos, um turismo rural na freguesia da Trindade, ao sul da cidade de Beja para assistir à conferência do professor Rui Agostinho, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço. O conferencista é simpático, culto, com um ponteiro a laser aponta a estrela polar, a constelação do Cisne e da Ursa Maior e outras e facilita observações de Júpiter e Saturno com o telescópio. Cerca das 24 horas, na sessão de perguntas, lanço o desafio em voz alta: «Doutor, os astrónomos dizem que a astrologia histórica é falsa, que os astros não determinam as ações humanas. »

 

«No entanto, constatei que 4 vitórias do PSD em legislativas nacionais se deram com Júpiter no signo da Virgem, isto é, entre 150º a 180º da circunferência da eclíptica: em 2 de Dezembro de 1979, Júpiter em 9º do signo de Virgem, vitória da AD; em 5 de Outubro de 1980, Júpiter em 25º do signo de Virgem, vitória da AD; em 6 de Outubro de 1991, com Júpiter em 4º-5º do signo de Virgem, vitória do PSD; em 4 de Outubro de 2015, com Júpiter em 11º do signo de Virgem, vitória do PSD. E o PS venceu a 25 de Abril de 1983, com Júpiter em 9º do signo de Sagitário, e em 1 de Outubro de 1995, com Júpiter em 10º do signo de Sagitário, praticamente em conjunção com a estrela Antares da constelação de Escorpião. Isto prova que há regularidades, leis planetário-zodiacais.»

 

Rui Agostinho não sabe refutar estes dados e rodeia o problema: «Só há 4 forças no universo, nada mais». E fala, fala, desviando-se falaciosamente do tema concreto. E o meu amigo professor José Valente, da ESDG, na tentativa de defender o astrónomo da universidade de Lisboa, faz uma intervenção demagógica que em nada refuta o que expus: «Queiroz mas tu há anos falhaste uma aposta desportiva e perdeste uma tosta.» E colhe risos de apoio entre o público ingénuo... Como se uma aposta circunstancial invalidasse o determinismo planetário! Ganhei a batalha, expus a verdade que eles, os racionalitas coxos, instalados nas cátedras universitárias, tal como há séculos os membros do Tribunal da Santa Inquisição, não querem que se dê a conhecer. Os académicos vivem com receio de serem destronados por perfilharem teses erradas. Por isso impedem o debate livre e estabelecem uma censura absoluta nos grandes midia (televisão, rádio, imprensa escrita, auditórios da universidade, editoras principais de livros,etc.). É a nova Santa Inquisição, laica. É o fascismo epistémico, "científico".

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:44
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Abril de 2015
Pequenas reflexões de Abril de 2015

 

 

 

Aqui seguem algumas breves e desprestensiosas reflexões ao sabor destes dias de sol, vento e chuva ocasional de Abril de 2015

 

A REGRA QUATRO TRÊS NO CASAMENTO- Sou adepto da seguinte tática de sobrevivência de um casamento ou união de amor livre: durante 4 dias, os dois cônjugues estão completamente separados, em casas ou cidades diferentes, e nem se telefonam, ignoram-se (salvo situação excepcional); nos restantes 3 dias da semana, vivem juntos, a paixão recrudesce, os lençóis voam, os sutiãs ficam espalhados no chão do quarto... Assim de segunda a quinta inclusive, ignoras a tua mulher; e de sexta a domingo, inclusive, dás-lhe todo o amor e paixão carnal do mundo. E assim o casamento se revitaliza, rejuvenesce e se compara a excelentes refeições à moda alentejana que se saboreia com prazer: gaspacho, açorda de alho, açorda de favas, ovos mexidos com espargos e silarcas, etc.

 

CASAR É COMPRAR AMOR. Tudo se compra: o corpo, o prazer, os alimentos do estômago, as horas de internet, a gasolina do carro, o carro, o curso universitário, a amizade social consolidada através de festas e ofertas de garrafas e outros presentes, a estabilidade profissional através de acções que dão créditos, etc. O sistema mercantilista impera universalmente. Até se tenta comprar os deuses com esmolas e promessas...

 

O RIDÍCULO- É ridículo um homem da minha idade, acima dos 50, fazer-se a mulheres de 20 a 30 anos de idade? É... Mas é mais ridículo ainda um homem da minha idade fazer-se a uma mulher de 45-50 anos de idade... No primeiro caso, é um «velho» e uma novinha em folha... No segundo caso , é um «velho» e ... (desculpem, senhoras, eu não queria ofender, não digo...). Devemos ser nós mesmos e não seguir o preconceito da maioria que dita aquilo que «é ridículo» e aquilo que não é.

 

O AMOR COMEÇA POR UMA APARÊNCIA FÍSICA - Vestes-te de mulher, atrais os homens e verificas, de imediato, o grau de homossexualidade existente em quase todos eles. E ris-te do grande espectáculo do amor homem-mulher, mulher-mulher ou homem-homem: o amor não existe, reduz-se a tesão, a excitação sexual. Os sentidos cobrem completamente, com o seu incêndio de sensações, a racionalidade. E troças disto tudo, da moral católica e conservadora, da moral gay, de todas as morais excepto da que dá liberdade máxima a cada um dentro do respeito pelos outros. Mas não troças dos deuses, que estão acima da moral social...Com estes é preciso ser cuidadoso: ou nos amam e atendem ou não nos amam mas são obrigados a atender-nos por força das palavras mágicas da sincronicidade.

 

TALVEZ NÓS NÃO AMEMOS A DEUS mas estejamos tão dependentes de Ele/Ela que não possamos deixar de O/A amar. Afinal o amor não é uma dependência da beleza, do sorriso, da atenção, da presença da outra pessoa? Amar alguém em concreto é ser prisioneiro, escravo até, desse alguém. 

 

HÁ HORAS DE SOLIDÃO INTENSA- Sou, naturalmente, optimista. Mas hoje é um desses dias com algum desencanto face à vida - são luxos a que me posso dar, afinal os deuses são-me, genericamente, favoráveis. Bato no fundo e subo à superfície. Fui até ver bolas de cristal e toquei a taça tibetana no interior da casa. Estarei a deslocar-me do cristianismo e do ecletismo gnóstico para o budismo? É certo que oro à Virgem mas também oro a Vénus e hoje à deusa indiana Shakti, o sagrado feminino, a esposa de Shiva, o asceta. Em certo sentido, a vida é um vazio enorme e nós amamos pessoas porque o amor é o preenchimento desse vazio. Se não amarmos secamos, como uma árvore sem água

 

O LIVRE-ARBÍTRIO É UMA IMPERFEIÇÃO - O facto de os homens disporem de livre arbítrio, possibilidade de escolher racionalmente entre o bem e o mal, é uma imperfeição, ao contrário do que sustenta a esmagadora maioria dos filósofos e teólogos. Os homens deviam estar programados para só agirem correctamente no sentido do Bem. Que deus é esse que fez o homem dotando-o de livre arbítrio? Não é, certamente, o deus supremo, o Perfeito, o Absolutamente Bom, porque o livre-arbítrio é uma fonte do mal. Se o meu automóvel tivesse livre-arbítrio, desobedecer-me-ia quando giro o volante para a direita ou quando travo e causaria acidentes. E a responsabilidade seria do fabricante do automóvel.

 

HÁ ALGUMA AMIZADE SÓLIDA BASEADA NO FACEBOOK?- Pode haver verdadeira amizade entre duas ou mais pessoas que só se conheceram e contactam no facebook e nunca se viram e falaram ao vivo? Mais: alguém é amigo de alguém? 

 

A UNIVERSIDADE FALSA E AMORDAÇADA- A universidade portuguesa, e nela reflectida a universidade mundial, - burguesa conservadora, liberal e socialista, comunista leninista ou teocrática - vive sob o signo da falsidade e da mordaça: conhece, desde há anos, a minha tese de que Júpiter no signo de Virgem (150º a 180º da eclíptica) favorece as direitas em Portugal - a implantação do Estado Novo deu-se em 11 de Abril de 1933, com Jupiter em 14º do signo de Virgem - e de que no signo oposto, Júpiter no signo de Peixes (330º a 360º da eclíptica), favorece o triunfo das esquerdas em Portugal- a revolução que derrubou o Estado Novo fascista, de 1933, iniciou-se em 25 de Abril de 1974, com Júpiter em 10º de Peixes.

 

Mas isto não é permitido expor nem discutir na universidade e na sua esfera de influência - os congressos de filosofia, de história, de sociologia, os fóruns televisivos, as colunas de opinião nos jornais e revistas, as entrevistas a «pensadores» nos media. Veja-se a mordaça que os docentes Olivier Feron e José Caselas colocaram à possibilidade de eu apresentar uma tese sobre astrologia histórica nas jornadas de investigação do grupo Krisis na universidade de Évora em Junho de 2012! É o fascismo epistémico em marcha...Eles não pensam e querem impedir os outros de pensar, de se informarem. Esta gente merece perder os títulos universitários que ostenta porque é ética e intelectualmente medíocre.

 

RECUSA VACINAR-TE ! RECUSA SERES INFECTADO/A POR VÌRUS E TOXINAS. Em final de Novembro de 2014, a Itália suspendeu o uso de dois lotes de uma vacina contra a gripe, feitas pela empresa suíça Novartis, após quatro pessoas morrerem logo depois de receber a vacina. Eles - Paulo  Macedo e os anteriores ministros da Saúde em Portugal, Francisco George, director geral de Saúde, os médicos intelectualmente obtusos e fanáticos da vacinação e os vampiros das multinacionais das vacinas - não podem impor-te isso nem impedir que te matricules nas escolas sem boletim de vacinas. Tu és livre! O corpo é teu! Defende-te - eles não são teus amigos, não passam de cínicos opressores do povo em nome da «ciência» e das suas contas bancárias.

 

VASCO GONÇALVES FEZ MAIS PELA LIBERDADE E A DEMOCRACIA EM PORTUGAL EM 1974-1975, DO QUE MÁRIO SOARES, O AMIGO DA CIA. Mário Soares é apresentado como o «pai da democracia portuguesa» pela imprensa burguesa mas isso é uma mentira grande: os pais da democracia foram Álvaro Cunhal e o PCP e a ala esquerda do Movimento das Forças Armadas consubstanciada em Vasco Gonçalves, o 1º ministro que legislou a favor dos trabalhadores, e Otelo Saraiva de Carvalho, e ainda grupos trotskistas, anarquistas, «marxistas-leninistas» e guevaristas da extrema-esquerda. Está provada a ligação, em 1975-1976, entre Soares e a embaixada dos EUA em Lisboa, e a CIA do embaixador Frank Carlucci, que pôs o ELP e o MDLP, movimentos de extrema direita, a lançar todos os dias bombas assassinas contra sedes do PCP, do MDP, da FEC(m-l), da UDP, da LCI, de cooperativas e associações não partidárias de esquerda e contra casas ou carros de militantes de esquerda, a partir de Julho de 1975 até meados de 1977. E se classificarmos o PCP e a extrema-esquerda de «totalitários» diremos que foram os «totalitários de esquerda» que destruiram o totalitarismo de direita neosalazarista e criaram espaço para que os «não totalitários», a burguesia liberal, centrista e socialista, se tornassem donos da democracia portuguesa.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:07
link do post | comentar | favorito (2)

Domingo, 25 de Maio de 2014
Entrevista ao Diário do Alentejo sobre Astrologia Histórico-Social

 

Eis uma entrevista do autor deste blog ao «Diário do Alentejo» a propósito do lançamento do seu livro «Álvaro Cunhal e Antifascismo na Astrologia Histórica»

 

 

http://da.ambaal.pt/noticias/?id=4491



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:23
link do post | comentar | favorito

Domingo, 11 de Novembro de 2012
Fim do mundo em 21 de Dezembro de 2012? Que se pode saber mediante a Astrologia Histórico-Social?

Ocorrerá o fim do mundo, uma catástrofe que destruirá o planeta Terra ou grande parte dele, em 21 de Dezembro de 2012, como dizem os que se apoiam numa antiga profecia maia? Não sei, mas presumo que não.

 

Apenas posso formular, a partir da posição dos planetas nesse dia, hipóteses com base nos factos históricos, certo que estou do determinismo planetário-zodiacal sobre os humanos e toda a vida na Terra.  Deixarei, apenas factos, sem me atrever a formular uma previsão.

 

Nesse dia 21 de Dezembro de 2012, Úrano estará em 4º 38´/ 4º 39´ de Carneiro, Saturno estará em 8º  de Escorpião, o Sol estará em 29º do signo de Sagitário e 0º do signo de Capricórnio, Marte estará em 26º do signo de Capricórnio, Plutão estará em 8º 56´/ 8º 58´ de Capricórnio - o mesmo ponto do Zodíaco em que esteve em 20-23 de Fevereiro de 2012 e (retrógrado) em 30-31 de Maio e 1 de Junho de 2012, datas que convém investigar. Não esquecer que um signo é um arco de 30º da circunferência celeste e que todos os signos estão em simultâneo no céu a cada instante, 5 ou 6 na metade visível do céu e os restantes na metade invisível, abaixo da linha do horizonte.  

 

PONTO 4º 37´/ 4º 40´ DE QUALQUER SIGNO:

 

LISBOA, PORTUGAL

 

Em 21 de Dezembro de 2012, Úrano estará em 4º 39´/ 4º 40´ do signo de Carneiro. Aliás em quase todo o mês de Dezembro Úrano estará neste ponto ou, quase estacionário, na sua vizinhança mais próxima: em 1 de Dezembro, Úrano estará em 4º 41´/4º 40´ de Carneiro, em 13 de Dezembro estará em 4º 37´ de Carneiro, e em 24 de Dezembro, mover-se-á em 4º 40´ de Carneiro.Isso sugere, pela teoria dos graus minutos numericamente homólogos entre si de todos os signos, que descobri cerca de 2002, e publiquei em 2008 no livro "Os acidentes em Lisboa na astronomia-astrologia, Astrology and accidents in USA», que Portugal, vinculado ao ponto 4º 37´/ 4º 40´ de qualquer signo zodiacal,  deverá estar no «olho do furacão» da influência planetária nesse mês e, quiçá, no dia 21 de Dezembro.

 

 

 Em 23 de Abril de 1909, com Júpiter em 4º 39´/ 4º 37´ de Virgem, cerca das 17 horas e 40 minutos, um abalo de terra abala toda a região do vale inferior do rio Tejo, afectando Lisboa, Évora, Coimbra, Tavira e destruindo por completo a vila de Benavente e parcialmente Salvaterra de Magos, Samora Correia e Santo Estevão, com um saldo de 46 mortos e 75 feridos nesta zona ribatejana; em 25 e 26 de Novembro de 1967, com Júpiter em 4º 40´/ 4º 45´ de Virgem, chuvas torrenciais em Lisboa e arredores causam inundações diluvianas e 457 mortos confirmados além de numerosos desaparecidos e casas destruídas; em 25 de Abril de 1974, com Plutão em 4º 42´/ 4º 41´ de Balança, um golpe militar não sangrento dirigido pelo movimento dos capitães (MFA) derruba a ditadura direitista de Marcelo Caetano e instaura as liberdades democráticas em Portugal abafadas desde 1926, registando-se 4 mortos e dezenas de feridos na Rua António Maria Cardoso, em Lisboa, devido a rajadas de agentes da DGS, polícia política fascizante, entrincheirados na sua sede; em 25 e 26 de Novembro de 1975, com Úrano em 4º 36´/ 4º 46´ de Escorpião, a extrema-esquerda revolucionária incarnada nos páraquedistas de Tancos, extintos pelo VI Governo, desencadeia um golpe militar em Portugal ocupando as bases de Tancos, Monte Real , Montijo, Ota e o Estado Maior da Força Aérea e outras unidades revolucionárias sublevam-se, no dia 25, os comandos da Amadora de Jaime Neves, interpretando a “contra-revolução “liberal e legalista e contando com a passividade de Otelo Saraiva de Carvalho, comandante de Copcon, assaltam no dia 26 o Regimento da Polícia Militar e desarticulam o golpe, havendo 8 mortos nos confrontos, o triunfo da democracia parlamentarista e a derrota da esquerda extraparlamentar.

 

  

 

SATURNO EM 8º DE ESCORPIÃO:

BEIRUTE, LÍBANO

 

 

Em 21 de Dezembro de 2012, Saturno estará em 8º  37´/ 8º 42´ de Escorpião.

 

Em 12 de Novembro de 1983, com Saturno em 8º 39´/ 8º  46´ de Escorpião, termina o prazo dado a Yasser Arafat para deixar Beirute, onde com as suas forças da Organização de Libertação da Palestina continua cercado, numa semana que termina com 381 mortos e mais de 800 feridos.

 

ÁREA 29º DE SAGITÁRIO E 0º-1º DE CAPRICÓRNIO:

COSTA, SCOTT, ESCÓCIA, ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA DO NORTE

 

 

 

Em 21 de Dezembro de 2012, o Sol estará em 29º do signo de Sagitário e 0º do signo de Capricórnio. Esta posição sugere entes e femómenos de nome COSTA e nomes de ressonâncias parónimas como SCOTT ou ESCÓCIA. E ainda EUA.

 

Em 9 de Janeiro de 1913, com Marte em 28º 50´/ 29º 35´ de Sagitário, toma posse o primeiro governo do Partido Republicano Português, agora chamado Partido Democrático, chefiado por Afonso COSTA.

 

Em 21 de Dezembro de 1940, com Sol de 28º 59´ de Sagitário a 0º 0´ de Capricórnio, morre o escritor norte-americano SCOTT Fitzgerald.

 

Em 21 de Dezembro de 1984, com Sol de 28º 59´ de Sagitário a 0º 0´ de Capricórnio, Gorbachev anuncia em Edimburg, EsCÓCIA, a morte do ministro da defesa da URSS, marechal Dmitri Ustinov, de 76 anos de idade.

 

Em 21 de Dezembro de 1988, com Sol de 29º 18´ de Sagitário a 0º 19´ de Capricórnio, um Boeing 747 da Pan Am despenha-se sobre Lockerbie, na EsCÓCIA, por atentado à bomba levado a cabo por um líbio, morrendo 258 passageiros e 17 habitantes da aldeia.

 

Em 15 de Dezembro de 1975, com Mercúrio em 1º 18´/ 2º 52´ de Capricórnio, 4 operários químicos morrem e 79 outras pessoas resultam feridas quando um vagão tanque, cheio de cloro líquido, explode junto das cataratas do Niagara, nos EUA;

 

Em 11 de Setembro de 2001, com Marte em 1º 10´/ 1º 41´ de Capricórnio,  num atentado múltiplo executado supostamente pela Al-Qaeda, manipulado pela cúpula da CIA e pela Administração Bush para lançar depois uma cruzada dos EUA no Médio Oriente, dois aviões de passageiros sequestrados por pilotos islâmicos esmagam-se contra as Torres Gémeas do World Trade Center de Nova Iorque que, cerca de uma hora depois ruem, graças a bombas montadas no interior, morrendo 2 749 pessoas, um outro avião sequestrado esmaga-se num campo em Shanksville, Pensylvania, morrendo 40 pessoas, e um míssil atravessa uma parede do Pentágono, perecendo 148 pessoas.

 

 

 

ÁREA 25º-27º DO SIGNO DE CAPRICÓRNIO:

 

AS INUNDAÇÕES DA GRANDE LISBOA EM 1967, ACIDENTES OU CRIMES NOTÁVEIS EM SANTO TIRSO, EXPLOSÃO EM OFICINA DE PIROTECNIA, QUEDA DE AVIÃO EM PORTUGAL

 

 

Em 21 de Dezembro de 2012, Marte estará em 26º 4´/ 26º 51´ do signo de Capricórnio. Vejamos algumas efemérides sobre a passagem de Marte e de outros planeta nesta área do Zodíaco que nos poderão sugerir o que irá suceder.

 

 

Em 24 de Outubro de 1922, com Marte em 25º 19´/ 26º 0´ de Capricórnio, o parlamento irlandês aprova uma Constituição para o Estado Livre da Irlanda.

 

Em 25 e 26 de Novembro de 1967, com Marte em 24º 44´/ 26º 16´ de Capricórnio, chuvas diluvianas geradoras do transbordo de rios e ribeiras assolam o concelho de Loures e outros da área da Grande Lisboa, em particular  lugares como Bairro Espírito Santo, Silvado, Pombais, Arroja, Póvoa de Santo Adrião, Olival de Basto, Senhor Roubado, Urmeira, Bairro de Santa Maria, Pontinha, Serra da Luz, Famões, Bairro da Barrosa Odivelas, causando um total de 457 mortes humanas confirmadas e um número indefinido de desaparecidos, devendo o número de mortos elevar-se a cerca de 700.

 

Em 2 de Outubro de 1986, com Marte em 26º 17´/ 26º 48´ de Capricórnio, um homem de uniforme militar dispara três tiros de pistola contra Rajiv Gandhi e o presidente da república da Índia, que escapam ilesos, à saída de um templo hindu onde haviam ido prestar homenagem à memória do Mahatma Gandhi.

 

Em 8 de Fevereiro de 1990, com Mercúrio em 24º 46´/ 26º 0´ de Capricórnio, Plutão em 17º 46´ de Escorpião, Marte em 6º 48´/ 7º 31´ de Capricórnio, pelas 4.00 da madrugada, José Reis, guarda-costas do Tirsense, é assassinado à facada por um gang da droga composto por 3 homens e duas mulheres que assaltam o seu automóvel junto a uma discoteca na estrada de Santo Tirso, e o presidente do Brasil, Color de Mello, chega a Lisboa no início de uma visita oficial a Portugal; em 18 de Março de 1994, com Urano em 25º 33´/ 25º 35´ de Capricórnio, Júpiter em 14º 11´/ 14º 8´ de Escorpião, às 7.30 horas, produz-se uma série de choques em cadeia de 48 veículos na auto estrada Porto-Braga, A3, junto à saída para Santo Tirso, devido ao nevoeiro; em 17 de Janeiro de 1997, com Sol em 26º 54´/ 27º 58´ de Capricórnio, Vénus em 8º 29´/ 9º 44´ de Capricórnio, um indivíduo encapuzado e armado assalta a estação dos Correios de Caldas da Saúde, em Santo Tirso, levando o dinheiro de uma das caixas.

 

Em 16 de Janeiro de 2002, com Vénus em 26º 2´/ 27º 17´ de Capricórnio, uma explosão numa pirotecnia em Oleiros, Ponte da Barca, causa 1 morto e 1 ferido; em 31 de Janeiro de 2005, com Vénus em 26º 40´/ 27º 56´ de Capricórnio, uma explosão na pirotecnia Viana & Filhos no lugar de Monte, em Antas, Esposende, mata o operário Jorge Viana Alves.

 

Em 8 de Fevereiro de 1989, com Mercúrio em 26º 16´/ 26º 36´ de Capricórnio, um avião norte-americano da “ Independent Air Corporation”, voo 1851, despenha-se na ilha de Santa Maria, quando se fazia à pista, causando a morte dos 138 passageiros, quase todos italianos, e sete tripulantes que seguiam a bordo;em 4 de Dezembro de 1989 , com Vénus em 25º 50´/ 26º 33´ de Capricórnio,  um avião da FAP, procedente da Base Aérea de Beja, despenha-se num olival, perto de Vila Viçosa, morrendo o piloto, o tenente-coronel Joaquim Augusto dos Santos Soares.

 

 

  

OS FILÓSOFOS CONTEMPORÂNEOS E OS ASTROFÍSICOS NÃO POSSUEM RACIONALIDADE HOLÍSTICA

 

Os filósofos, em geral, e também os astrofísicos,  são, no plano da cosmologia holística, verdadeiros cretinos. Vergonha para Descartes, Kant, Nietzsche, Hume, Conte, Marx, Bakunine, Moore, Husserl, Einstein, Heisenberg, Russel,  Wittgenstein, Heidegger, Popper, Carl Sagan, Hawkins, Foucault, Derrida, Deleuze, José Gil, Nelson Goodman, Thomas Nagel, Zizeck, Simon Blackburn, Peter Singer e tantos outros que nunca souberam descobrir o determinismo astral-zodiacal e desprezaram, atacaram ou atacam, em graus diferentes, com a arrogância dos néscios, o princípio da predestinação astrológica!  Honra a Siger de Brabant, a Fernando Pessoa, a Paul Feyerabend, que possuíam a intuição holística de que o macrocosmos zodiacal comanda o microcosmos terrestre!

 

Por sua vez, a multidão dos professores de filosofia e história, de inteligência limitada e quase nenhum espírito de contestar as autoridades (Popper, Blackburn, Heidegger, Carl Sagan, Ferdinand Braudel, etc), atreve-se a atacar este tipo de  análise histórico-astronómica que elaboro, este tipo de estudo científico, este modo de fazer astrologia que não é senão cruzar dados histórico-sociais com dados astronómicos .

 

Os catedráticos de filosofia, história, sociologia, antropologia, jornalismo, astrofísica, geografia e comunicação social e outros são apenas veículos da ideologia da classe dominante, seja esta capitalista, teocrática ou «comunista»: a classe dominante não permite, nas suas universidades, jornais, revistas, programas televisivos, o estudo e a difusão da astrologia histórica, recheada de dezenas de milhar de dados precisos, como ciência exacta, porque isso demonstraria que tudo está escrito nas estrelas, mas autoriza e promove os astrólogos tradicionais, místicos ou comerciais, para iludir o público e satisfazer, falaciosamente, o desejo de este conhecer o destino.

 

Por isso reina o fascismo epistémico anti astrologia nas universidades e no ensino secundário: «Não investigarás história mediante a astronomia, proibirás a difusão da ideia de que os astros e o Zodíaco comandam as vidas dos homens, as revoluções e contra-revoluções, os acidentes de comboio, avião, centrais nucleares, etc, de astrologia só poderás falar como uma crença mística antiga ou como uma corrente de psicologia fundada nos meses do ano em que se nasce». Aventureiros anticientíficos doutorados, intelectuais de uma deficiente racionalidade, mandam nas esferas da cultura oficial, do ensino, da comunicação social neste país e no planeta!

 

Não sou um astrólogo tradicional. Rejeito a teoria das 12 casas do horóscopo. Rompi com esta astrologia «qualitativa», «aristocrática», que despreza a riqueza de dados do mundo empírico e é, em grande parte, retórica fantasista, charlatanismo. Faço ciência indutiva. É certo que reconheço a dificuldade em coordenar todos os ciclos planetários de modo a prever, com exactidão, muitos acontecimentos mas, a posteriori, detecta-se quase sempre os factores planetário-zodiacais que provocaram tal queda de avião em França, tal queda de governo em Portugal ou tal acidente de comboios na Holanda. A Astrologia Histórico-Social, jóia da coroa da ontologia e das ciências empíricas, está em construção.

 

PS- Se é professor ou estudante de filosofia, história, astrologia ou demais ciências, porque não começa a compreender os movimentos planetários e a astrologia histórico-social e libertar-se da crucial ignorância a que o votaram nessa matéria? Adquira na nossa loja online www.astrologyandaccidents.com as nossas obras «Álvaro Cunhal e Antifascismo na Astrologia Histórica», recentemente lançada, «Os acidentes em Lisboa na Astronomia-Astrologia» e outras que lhe fornecem conhecimentos que em nenhum outro lado pode encontrar. É tempo de ser culto e profundo! Pense por si, sem receio dos clichés dominantes.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:52
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Historiadores e Astrónomo...

Áreas do Zodíaco regidas ...

Breves reflexões de Setem...

Rui Agostinho, astrónomo,...

Pequenas reflexões de Ab...

Entrevista ao Diário do A...

Fim do mundo em 21 de Dez...

arquivos

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds