Quinta-feira, 30 de Setembro de 2021
Schopenhauer: a filosofia universitária corrompida

 

Arthur Schopenhauer é um dos filósofos que põe em causa as cátedras universitárias e muitos medíocres professores de filosofia que nelas imperam rodeados de auréolas de prestígio forjadas por métodos de propaganda falaciosa eficazes entre a massa estudantil:

 

«A enorme fama de Aristóteles, por exemplo, que depois se propagaria provavelmente como nenhuma outra, só começou duzentos anos depois da sua morte. Epicuro, cujo nome hoje em dia é conhecido do grande número, viveu em Atenas até à sua morte completamente ignorado (Sén. Ep 79). Bruno e Espinoza adquiriram importância e estima sómente dois séculos após a sua morte. Até David Hume, que escrevia de modo tão simples e tão popular, contava já 50 anos quando se começou a considerá-lo, se bem que tinha editado a sua obra tempos antes. Kant não foi célebre antes de ultrapassar os 60 anos.»

«Com os filósofos académicos dos nossos dias as coisas vão sem dúvida mais depressa. Não têm tempo a perder: é suficiente que um professor qualquer proclame, ante os colegas da universidade mais próxima, que a doutrina do seu companheiro constitui a culminação da sabedoria humana, finalmente conseguida. Em seguida converter-se-á num grande filósofo, passando a ocupar sem mais preâmbulos o lugar que lhe corresponde na história da filosofia, quer dizer, naquela que um terceiro colega está preparando para a próxima exposição. Este, sem se perturbar minimamente, acrescenta os valiosos nomes dos seus colegas, bem remunerados, e na cúspide da celebridade, aos imortais nomes dos mártires da verdade de todos os séculos.» (Arthur Schopenhauer, Sobre la Filosofía de la Universidad, págs. 62-63)

 

São as universidades, com toda a clareza, o centro deste jogo que os interesses jogam com a filosofia. Só por elas se pôde deixar de lado os trabalhos de Kant e puderam estes ser arrinconados, apesar de ter inaugurado uma nova época em todo o mundo, pelas patranhas de um Fichte, que em seguida os colegas da sua ralé voltaram a pôr a um canto. Isto jamais teria podido ocorrer ante um público verdadeiramente filosófico, quer dizer, ante um público que busque a filosofia em virtude dela mesma, sem albergar nenhuma outra intenção. Ante esse público, sempre extraordinariamente reduzido, formado pelas mentes que verdadeiramente pensam, que se acham sinceramente impressionadas pela natureza enigmática da nossa existência. Só por causa das universidades foi possível todo o escândalo filosófico de estes últimos cinquenta anos, porque nelas se encontra um público de estudantes que aceita credulamente tudo o que o senhor professor lhe apetece dizer.”(ibid, pag. 109)

in «Dicionário de Filosofia e Ontologia», de Francisco Queiroz, pags 496-497

Encontram-se à venda na livraria «Modo de Ler», Praça Guilherme Gomes Fernandes, centro da cidade do Porto, as nossas 0bras:

Dicionário de Filosofia e Ontologia, Dialética e Equívocos dos Filósofos, de Francisco Limpo Queiroz,

Astrologia Histórica, a nova teoria dos graus e minutos homólogos,de Francisco Limpo Queiroz,

Astrología y guerra civil de España de 1936-1939, de Francisco Limpo Queiroz



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:27
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11

16
17
18
19

21
23
24
26
27

28
29
30


posts recentes

Joe Biden ofrece 5 millon...

Astrologia e aparições da...

Kalergi, autor do plano d...

Libertarianism is not a c...

Salvador Freixedo: as lei...

São Tomás: o entendimento...

São Tomás:Deus conhece o ...

Breves reflexões de Novem...

Terremotos en España los ...

Lua em Capricórnio em 30 ...

arquivos

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds