Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2021
Júpiter em 21º-24º de Aquário em Março Abril de 2021: queda do governo de António Costa?

 

A passagem de Júpiter  em 21º-24º do signo de Aquário entre 21 de Março e 10 de Abril de 2021, conjugada com a presença até 4 de Abril de Mercúrio no signo de Peixes e o Nodo Norte da Lua em 13º-12º do signo de Gémeos, fará cair o governo de António Costa?

 

Não podemos garantir que assim sucederá mas há semelhanças com anteriores demissões de governos socialistas.

 

Em 16 de Dezembro de 2001, com Úrano em 21º do signo de Aquário, Marte em 5º do signo de Peixes e Nodo Norte da Lua em 27º do signo de Gémeos, António Guterres demite-se de 1º ministro no dia em que o PS sofre uma significativa derrota em eleições autárquicas.

 

Em 23 de Março de 2011, com Vénus em 24º-26º do signo de Aquário, Marte em 22º do signo de Peixes, Nodo Sul da Lua em 27º do signo de Gémeos, José Sócrates anuncia a demissão do cargo de 1º ministro depois de o seu governo PS ter colocado o país na bancarrota.

 

NOTA- Compra o nosso livro «Astrologia Histórica» já esgotado nas livrarias. Preço: 24 euros. Os professores de filosofia são incompletos, ignorantes numa matéria fundamental, a do determinismo versus livre-arbítrio, se não dominarem a astrologia histórico-social.

 

This blog requires thousands of hours of research and reflection and produces knowledge that you won't find anywhere else on the internet. In order for us to continue producing it please make a donation to our bank account with the IBAN PT50 0269 0178 0020 4264 5789 0

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Copyright to Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:19
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Mike a 30 de Março de 2021 às 14:40
Curioso que no Domingo, 28 de Março, o Presidente promulgou os apoios sociais que Costa queriam que fossem rejeitados. Isto criou um pequeno abalo no sistema, com constitucionalistas a dizerem que o que Marcelo fez é uma violação da Constituição, e o Governo agora a fazer um bocado de marcha atrás na ameaça de mandar para o Constitucional. Costa já rejeitou uma crise política pois demitir-se por causa disto serio o cúmulo do ridículo. Mas não deixa de ser curioso o sinal que isto poder dar para o futuro., especialmente para as eleições locais que, segundo Costa, serão em Setembro, mais propriamente a 26 de Setembro.


De Francisco Limpo Queiroz a 31 de Março de 2021 às 08:15
O Mike está sempre atento. Agradeço o comentário. Realmente há uma crise política surda entre o presidente e o governo minoritário de António Costa. Marcelo já se sente mais livre neste segundo mandato e talvez facilite uma outra "solução" de governo.


De Mike a 31 de Março de 2021 às 20:20
António Costa mandou os apoios sociais para o Constitucional. Não estava à espera disto, para ser honesto. Penso que é um erro, pois ele pode ter a lei ao seu lado e até pode ser inconstitucional, mas o facto é que os apoios são poucos, muito burocráticos - eu sei de alguns casos - e às vezes nem chegam a tempo. Visto de fora, isto parece sombrio. De facto, podemos estar perante uma nova fase de Marcelo em que ele é mais confrontacional com o Governo. A história diz-nos que todos os Presidentes no seu segundo mandato puxam a brasa para a sua sardinha: Eanes com o seu PRD, Soares com as suas Presidências abertas contra Cavaco, Sampaio com a dissolução que deu a maioria ao PS e Cavaco com o violento discurso contra Sócrates que levou à sua queda. As eleições locais vão ser cruciais para perceber se Costa tem futuro ou se vai de vela.


De Francisco Limpo Queiroz a 1 de Abril de 2021 às 02:03

Boa análise política do Mike. E alguém me diz que, de momento, não há alternativa ao Costa como primeiro ministro de Portugal.


De Mike a 1 de Abril de 2021 às 11:43
Bem, a história também nos diz que anteriores líderes da oposição, na mesma situação como a de Rio actualmente, eram vistos como frouxos, sem jeito nenhum e não eram considerados como alternativas credíveis. Guterres era visto como fracote e frouxo, Durão Barroso era visto com desajeitado e sem hipóteses e mesmo o Costa foi um fracasso como líder da oposição. Todos chegaram ao cargo de Primeiro-Ministro por causa de erros do governo em funções na época e/ou por também surpresas eleitorais. É aquela velha máxima da política: "Não são as oposições que ganham as eleições, são os governos que as perdem." Não estou a dizer que o mesmo acontecerá com o Rio, mas que existem precedentes, existem. Esperemos pelo veredicto das Autárquicas.


De Francisco Limpo Queiroz a 2 de Abril de 2021 às 11:08
De facto, Mike, os líderes aparentemente fracos ganham estatura se respaldados pelo partido como um todo - veja-se a derrota de Luís Montenegro face a Rui Rio em Janeiro e Fevereiro de 2020, fortalecendo Rio - ou se sustentados por resultados favoráveis em eleições nacionais.


De Mike a 7 de Abril de 2021 às 12:44
Exacto. No entanto, estive a pesquisar o mapa astral do dia das eleições autárquicas, previsivelmente a 26 de Setembro, e tem Júpiter em Aquário, o que daria uma vitória ao PSD/Direitas mas com Saturno também em Aquário, o que, segundo uma pesquisa na Internet, significa que Saturno vai travar a expansão de Júpiter. Não tenho muito jeito ou conhecimentos sobre este tipo de analises, mas isto sugere-me que o PSD/Direita terão ganhos mas será um resultado pouco brilhante e se calhar abaixo das expectativas. Gostaria de ouvir a sua opinião.


De Francisco Limpo Queiroz a 8 de Abril de 2021 às 08:28


Penso que a sua análise está correta, Mike. Saturno em Aquário , de efeito contrário a Júpiter em Aquário, moderará ou talvez mesmo suprimirá uma possível vitória do PSD em eleições autárquicas locais. E o PS vai procurar travar a descida do PCP no poder autárquico contrapondo candidatos «fracos» aos autarcas comunistas de modo a receber o apoio do PCP na votação do OGE e em outras situações.

Transcrevo parte de um artigo sobre Júpiter nas eleições para as autarquias locais que publiquei neste blog em 10 de Junho de 2020:


JÚPITER NO SIGNO DE AQUÁRIO:

VITÓRIAS DO PSD E DO CENTRO-DIREITA



A presença de Júpiter no signo de Aquário, isto é, no arco de 300º a 330º de longitude eclíptica, determina a vitória do PSD ou do centro-direita na sua globalidade em dia de eleições para as autarquias locais em Portugal.



Em 15 de Dezembro de 1985 , com Júpiter em 14º 49´/15º 0´ do signo de Aquário, realizam-se eleições para as autarquias locais em que o grande vencedor das eleições é o Partido Social Democrata, de centro direita, que, conquista 149 das 305 câmaras, número recorde, até então, o PS obtem 79 presidências de Câmara e a Aliança Povo Unido, comunista, é quem mais perde mais câmaras, 8, ficando-se por 47 câmaras.



Em 14 de Dezembro de 1997, com Júpiter em 18º 44´/ 18º 55´ do signo de Aquário, há eleições autárquicas em que o Partido Socialista é o partido mais votado com, cerca de, 38% dos votos, mas, apenas conquista mais uma Câmara em relação a 1993, ficando-se pelas 127 Câmaras, ao passo que o Partido Social Democrata é o grande vencedor das eleições, ao recuperar 11 Câmaras em relação a 1993, igualando o PS, em Câmaras, ficando com 127, a Coligação Democrática Unitária perde 8 Câmaras ficando-se pelas 41.


Em 11 de Outubro de 2009, com Júpiter em 17º 10´ do signo de Aquário, há eleições autárquicas locais em Portugal e o PSD é tangencialmente o maior partido autárquico detendo a presidência de 139 câmaras contra 132 do PS em um total de 308, a CDU baixa em quatro o número de câmaras, ficando com 28. Nas quatro câmaras mais populosas os seus presidentes são reeleitos, todos com maioria absoluta: Lisboa do PS com António Costa (44%), e as restantes do PSD, Sintra com Fernando Seara (42,3%), Porto com Rui Rio (47,5%) e Gaia com Luís Filipe Menezes (62%).


De Mike a 8 de Abril de 2021 às 15:47
Pois. Parece-me que o PSD terá ganhos mas não serão assim muito grandes, tendo em conta a grande distância que tem do PS em termos de câmaras actualmente. Podem, no entanto, ser suficientes para o Rio aguentar-se na liderança do partido. Veremos. Curioso, que a também estou a ter a impressão que o PS está a escolher candidatos "fracos" para tentar salvar o PCP. A escolha do PS para Évora, por exemplo, o actual Presidente de Reguengos de Monsaraz, é uma anedota e parece ser de propósito para ajudar o PCP. Mas não sei se noutros sítios, os eleitores não irão preferir os "fracos" do PS ao invés dos candidatos do PCP tendo em conta o declino brutal dos Comunistas actualmente.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12
13
14
16

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Porquê não se vacinar com...

Schopenhauer: as relações...

O pessimismo de Schopenha...

14º-15º de Carneiro e 26º...

Catarina Martins e Antóni...

Reflexões breves de Abril...

Vénus e Mercúrio em 24º-2...

Breves reflexões de Março...

26º-27º de Peixes, 1 a 3 ...

Argumento do Dr. Carlos B...

arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds