Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
David Icke: a Virgem Maria é Semiramis, a deusa El da Trindade-Serpente

 

Sobre os illuminati, os donos multimilionários do planeta que manejam os cordelinhos da política, das religiões, da comunicação social e da economia mundial, escreve David Icke:

 

«As famílias da elite, não mais de treze na ponta da pirâmide, criaram e manipulam este sistema de controlo através de uma rede de sociedades secretas. Esta rede e as linhagens que serve deram-se a conhecer com o nome de Illuminati, os "Iluminados". Os Illuminati são uma organização dentro de todas as organizações importantes. É como um cancro. Todas as principais sociedades secretas fornecem recrutas cuidadosamente selecionados aos Illuminati  e estes são os que encontramos ocupando cargos de poder em todo o mundo. Infestam todas as bandeiras, credos e países. A maioria dos maçons nunca avançam além dos três níveis inferiores de grau, os conhecidos Graus Azuis. Nada sabem acerca dos verdadeiros objectivos para que se usa a sua organização.»(...)

«As linhagens dos Illuminati estão todos geneticamente ligados mediante um ADN híbrido, uma fusão genetica derivada do cruzamento de uma raça reptiliana com a humanidade e a raça extraterrestre nórdica

(David Icke, Hijos de la matrix, como una raza interdimensional controla el mundo desde hace miles de años,  Ediciones Obelisco, Barcelona, pág. 27; o bold é colocado por nós).

 

 A religião cristã é segundo Icke, criação dos reptilianos. Note-se que na Edda ou jardim do Éden descrito na Bíblia já havia a Serpente. Escreve Icke:

«O culto à serpente descrito na Edda pode associar-se ao cristianismo, ao satanismo, ao nazismo, à maçonaria, a Hollywood, à morte da princesa Diana e inclusive aos verdadeiros escritores das obras de Skakespeare.»(...)

«A trindade serpente de El, Odín e Balder, mãe-pai-filho, reproduziu-se em muitas variantes. (...)

«A combinação mãe-filho cristã é Maria (outro nome de El) e Jesus Cristo (Tammuz ou Balder). O cristianismo, criado pela Igreja romana, é outra versão da antiga religião de culto à serpente mãe-filho.» (...)

«Não é surpreendente, dadas as suas origens na Babilónia, que a Igreja romana destacasse tanto a importância de "María", a figura da deusa, e a sua versão de El ou rainha Semiramis. El também se chamava "Maria" ou "Mãe Maio" e daí a origem do Primeiro de Maio, um dos dias mais importantes do culto à serpente/Illuminati. O credo do comunismo fundado pelos Illuminati tem o seu dia de celebrações e paradas militares no 1º de Maio pela mesma razão (...). Na noite de 30 de Abril, os satanistas realizam o ritual de Walpurguispara a deusa de Walpurgisnacht ou "Véspera de 1º de Maio". Era uma deidade tão popular na Alemanha como a rainha Maio, Walburga, que foi adoptada pelo cristianismo com o nome de "Santa" Walburga, inventando uma história fictícia para o justificar. Morgana (Morgyn la Faye), nas lendas do rei Artur, é outra versão de El»...

(David Icke, La Hijos de la matrix, como una raza interdimensional controla el mundo desde hace miles de años, ,Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 251-253; o bold é colocado por nós).

 

AS CATEDRAIS GÓTICAS E EL, A VIRGEM NEGRA REPTILIANA

 

E Icke continua, revelando como um culto de contornos infernais a El, aquilo que parece ser um culto sagrado luminoso da Virgem Maria, que os cátaros do século XXI classificam como Lucimaría, uma mistura de Lúcifer e Maria:

 

«A sociedade secreta dos cavaleiros templários financiou e desenhou as famosas catedrais góticas que se converteram em santuários da deusa serpente. (...) As grandes catedrais estão situadas em antigos rituais pagãos. Notre-Dame ("Nossa Senhora") em Paris foi erigida num lugar de adoração à deusa Artemísia/ Diana-El. A linhagem reptiliana dos merovíngios adorava esta deusa em esta mesma localização e a Notre Dame está cheia de gárgulas reptilianas. (...) A catedral de Chartres, como Notre Dame, era um centro de adoração da "Virgem Negra" ou El, a rainha dragão. Até finais do século XVIII, os peregrinos que acudiam a Chartres participaram em um ritual "cristão" que prestava homenagem a El ou à Virgem Negra. Depois de rezar desciam através de um corredor da ala norte a uma antiga cripta subterrânea debaixo da igreja. Ali apresentavam os seus respeitos a "Notre Dame de Sous-Terra" (Nossa Senhora do Inferno) uma negra estátua de ébano de uma mulher sentada sujeitando um menino sobre os joelhos. Novamente se tratava de El e Balder e o seu culto à serpente mãe-filho. O menino sempre estava colocado na perna esquerda porque o satanismo se faz chamar "o caminho da mão esquerda". Na cabeça da Virgem Negra de Chartres havia, como sempre, uma coroa e no pedestal há uma inscrição romana que diz " a Virgem que dará à luz". A coroa é um símbolo das linhagens reptilianas e usa-se para indicar um posto alto no satanismo."

(David Icke, La Hijos de la matrix, como una raza interdimensional controla el mundo desde hace miles de años, ,Ediciones Obelisco, Barcelona, pp 256-257; o bold é colocado por nós).

 

Note-se que o olho saudável de Hórus, deus egípcio, reptiliano, é o esquerdo, estando o direito fechado e invisual, como a figura de Jesus Cristo exibida no filme "A paixão de Cristo" de Mel Gibson, cineasta veículo dos illuminati.

 

A REDE DE BASES SUBTERRÂNEAS DOS REPTILIANOS E A GUERRA DOS DEUSES

 

A base subterrânea de Dulce, uma pequena cidade de 1 000 habitantes situada na reserva dos Apaches Jicarilla, no Novo México, construída pelo exército dos EUA, alberga seres reptilianos, metamórficos, que mudam da forma humana para uma forma de monstros, e é lugar de escravatura e assassinatos de humanos .

 

«Alain Walton diz que Thomas Castello, o director de segurança de Dulce, descreveu como os cinzentos, os "reptilóides" e os "homens-traça" alados colaboravam com os níveis mais baixos do sistema subterrâneo, que incluem Dulce e Los Álamos. O mando da pirâmide, diz, parece que são os homens-traça, os reptilóides, os cinzentos e os híbridos e humanos estão abaixo deles. Castello também afirma que um dos reptilianos lhe explicou que a superfície da Terra era o habitat original deles antes que os eliminassem em uma guerra - a guerra dos deuses - em tempos muito antigos. Escaparam para lugares subterrâneos, para outras estrelas e planetas, e inclusive para a quarta e quinta dimensão, segundo disseram a Castello. Isto concorda com os relatos de Credo Mutwa e muitas pessoas abduzidas que explicaram que os reptilianos evoluiram neste planeta e foram vencidos por outros grupos extraterrestres, especialmente os nórdicos".

(David Icke, La Hijos de la matrix, como una raza interdimensional controla el mundo desde hace miles de años, ,Ediciones Obelisco, Barcelona, pág. 383; o bold é colocado por nós).

 

SERES ALTOS, LOIROS, DE PELE COR DE PÉROLA, COM O SÍMBOLO DOS CAVALEIROS DE MALTA, DENTRO DE UMA MONTANHA NO PÓLO NORTE

 

A tese dos intraterrestres ou habitantes do interior da Terra (oca) que podem ter origem extraterrestre é perfeitamente verosímil. Uma mulher norte-americana narrou a Icke a experiência de seu pai, funcionário do Serviço Militar dos EUA na Turquia, que chegou a casa muito perturbado após ouvir o relato de um piloto:

«O piloto informou que estava voando perto do polo norte quando de repente os seus motores se detiveram e todos os sistemas elétricos se apagaram. O avião desceu então de um modo suave até ao solo e, para sua surpresa, o cume da montanga abriu-se e o avião se adentrou no seu interior. (...) Saiu do avião perguntando-se que diabo estava ocorrendo e encontrou-se com pessoas altas, de cabelo loiro, a pele cor de pérola e os olhos azulados que pareciam de algum modo estar eletricamente carregados: como se fossem olhos de laser. (Nos antigos relatos de deuses e "filhos dos deuses" pode encontrar-se esta mesma descrição dos olhos). Todos estes seres da montanha vestiam túnicas compridas de cor branca com um medalhão da cruz de Malta em uma corrente: o símbolo dos cavaleiros de Malta e facilmente visível na simbologia da realeza britânica. Também é um símbolo de Lemuria-Mu» (...)

 

«A memória do piloto era confusa pelo que havia passado depois do seu primeiro encontro com os "olhos azuis" na montanha de James Bond, mas recordou ter caninhado para uma sala e ver um grupo de estes seres sentados à volta de uma mesa de conferências. Finalmente levaram-no de volta ao seu avião e à medida que ascendia da montanha foram-se pondo em marcha de novo os motores e os circuitos electrónicos.» (...)

«Muitas pessoas abduzidas falam de experiências amorosas com seres altos e loiros que afirmavam vir das Pleiades, como sucede com algumas experiências reptilianas, e é importante destacar aqui, e ao longo de todo o livro, que não estou a sugerir em nenhum momento que todos estes "nórdicos" ou "reptilianos" tenham um plano malévolo para a humanidade. Só o têm algumas das suas fações.» 

 

 (David Icke, La Hijos de la matrix, como una raza interdimensional controla el mundo desde hace miles de años, ,Ediciones Obelisco, Barcelona, pág. 145-147; o bold é colocado por nós).

 

A tese de Icke de que nem todas as raças extraterrestres ou reptilianas são más opõe-se à tese de Juan Bereslavski, líder dos cátaros do século XXI, que sustenta que os capitães e tripulantes dos OVNI são maus, raptores e assassinos de seres humanos e fabricantes de humanóides.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 14:47
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

A confusão de transformis...

O mistério do grau 2 do s...

Le croissant de lune en f...

A Lua em Crescente na fin...

Croácia, a vencedora do M...

Máximo Ferreira: astrónom...

O melhor horóscopo para o...

Breves reflexões de Julho...

Marte em quadratura ao Sa...

A tese errónea de Osho qu...

arquivos

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds