Quinta-feira, 31 de Dezembro de 2020
Área 21º-25º de Caranguejo, 0º-5º de Capricórnio: Diabo e Inferno

 

O Demónio e o Inferno são referenciados na nossa investigação astronómica de factos históricos - astrologia histórica, distinta da infértil astrologia tradicional - como tendo conexão com certas pequenas áreas do Zodíaco.

 

ÁREAS 21º-25º DE CARANGUEJO

I

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em  21º-25º do signo de Caranguejo é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou descrição do Inferno e do Demónio.

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´ de Caranguejo, a Virgem mostra aos pastorinhos a visão do Inferno com corpos humanos a arder e demónios de aspecto horrível; em 16 de Setembro de 1954, com Júpiter em 24º 19´/ 24º 29´ de Caranguejo,  a suposta Virgem, em aparição, declara ao vidente Carlos Alberto, em Asseiceira, que o inferno não existe e não são precisos os sacramentos da confissão e da comunhão e que «as almas vão para o planeta»; em 18 de Junho de 1972, com Marte em 23º 14´/ 23º 52´ de Caranguejo, os três videntes da Virgem na herdade de Mimbral, a 12 quilómetros de Sevilha, são atacados pelo Diabo e contorcem-se e gritam e os outros católicos presentes rezam, invocam São Miguel Arcanjo e atiram-lhes água benta; em 6 de Novembro de 1981, com Nodo Norte da Lua em 25º 25´/ 25º 23´  de Caranguejo, durante a aparição Marija e outros videntes de Medugorje têm uma visão terrível do inferno e a Virgem diz-lhes «Não tenhais medo. Eu mostrei-vos o inferno para verdes o estado dos que lá estão»; em 14 e 16 de Fevereiro de 1982, com Nodo Norte da Lua em 21º 56´/ 21º 53´ de Caranguejo, a Virgem Maria assegura, em aparições aos jovens videntes de Bósnia-Herzegovina, a existência de Satanás e do inferno.

 

ÁREA 0º-5º DO SIGNO DE CAPRICÓRNIO

 

A passagem de um planeta, do planetóide Quiron, do Sol ou de um Nodo da Lua em 0º-5º  do signo de Capricórnio é condição necessária mas insuficiente para provocar visão, aparição ou descrição do Inferno e do Demónio.

 

Em 7 de Outubro de 1937, com Marte em 4º 28´/ 5º 9´ de Capricórnio, Vénus em 14º 24´/ 15º 37´ de Virgem, a mística Alexandrina da Costa é possuída pelo demónio ante o seu diretor espiritual, o padre jesuíta Mariano Pinho, torturada de dores e tenta despedaçar-se contra os ferros da cama que nem quatro pessoas a conseguem segurar e interrogada em latim pelo sacerdote responde «Sou Satanás e odeio-te!»; 

 

De 2 a 3 de Dezembro de 1954, com Nodo Norte da Lua em 5º 46´/ 5º 47´ de Capricórnio,  entre as 21.30 horas e as 4.30 horas, Maria Simma, vidente austríaca, sente fortes queimaduras provocadas pelo diabo e ouve este gritar «Viremos buscar-te em breve, cretina!» horroriza-se por não conseguir rezar a Deus e experimenta grande medo do inferno até que tudo passa.

 

Em 16 de Dezembro de 1964, com Mercúrio de 0º 44´de Capricórnio a 29º 30´ de Sagitário, Nodo Norte da Lua em 23º 0´/ 23º 1´ de Gémeos, Úrano em 14º 50´/ 14º 51´ de Virgem,  Maria Simma pega em duas folhas de papel e dois envelopes e quando se dispõe a escrever a recomendação da reza do rosário pela conversão dos pecadores, ouve um silvo estridente e sente o demónio a seu lado arrancar-lhe as folhas e deixar uma marca de queimadura sobre elas no canto da mesa.

 

Em 18 de Junho de 1972, com Júpiter em 4º 19´/ 4º 12´ de Capricórnio, Mercúrio em 11º 47´/ 13º 40´ de Caranguejo, Marte em 23º 14´/ 23º 52´ de Caranguejo, os três videntes da Virgem na herdade de Mimbral, a 12 quilómetros de Sevilha, são atacados pelo Diabo e contorcem-se e gritam e os outros católicos presentes rezam, invocam São Miguel Arcanjo e atiram-lhes água benta;

 

Em 6 de Novembro de 1981, com Vénus em 0º 29´/ 1º 31´ de Capricórnio, Nodo Norte da Lua em 25º 25´/ 25º 23´  de Caranguejo,  durante a aparição mística na Bósnia, Marija e outros videntes de Medugorje têm uma visão terrível do inferno e a Virgem diz-lhes «Não tenhais medo. Eu mostrei-vos o inferno para verdes o estado dos que lá estão».

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», inovador em relação a todos os outros dicionários, repleto de transcrições literais de textos dos filósofos. Aproveita, a edição já esgotou nas livrarias excepto na livraria Modo de Ler, Praça Guilherme Gomes Fernandes, na cidade do Porto. Contém 520 páginas, custa só 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos). Este blog é de serviço público, colhes aqui um saber que não encontras em nenhum outro, um saber que as televisões e as universidades, conservadoras e ignorantes, procuram abafar. Deves ajudar a manter este blog.

 

This blog requires thousands of hours of research and reflection and produces knowledge that you won't find anywhere else on the internet. In order for us to continue producing it please make a donation to our bank account with the IBAN PT50 0269 0178 0020 4264 5789 0

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Copyright to Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 14:55
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28


posts recentes

Equívocos no manual «Prep...

Intersubjectivismo é rela...

Um ciclo de 10 anos e um ...

Júpiter em 21º-24º de Aqu...

Carl Sagan: um astrónomo ...

Seísmos en España y areas...

O ângulo de 90º entre doi...

9º-11º de Touro: queda de...

O absurdo dos inspectores...

15 de Janeiro de 2021, Ma...

arquivos

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds