Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
Coronavírus será uma invenção da Organização Mundial de Saúde?

 

Toda a informação sobre a crise do coronavírus é muito suspeita: as empresas farmacêuticas fabricam mais e mais medicamentos contra o suposto vírus, as fábricas de máscaras produzem mais e mais. Rezam assim as notícias: «O surto de coronavírus infetou, até ao momento, mais de 81 mil pessoas em todo o mundo. Desse número, apenas cerca de 30 mil recuperaram da infeção. São já 2.762 os mortos na sequência do Covid-19 a nível global, a maioria na China». 

 

2767 mortes num mundo de 7700 mil milhões de habitantes não é nada. Como se pode falar em pandemia? Claude Bernard disse contra Pasteur: «O micróbio é nada, o terreno é tudo». Não são os vírus os causadores essenciais das doenças mas a sujidade dos humores (sangue, linfa, soros extra e intracelular) causada pela nicotina do tabaco, a ingestão de açúcar, doces, carnes vermelhas, alcool, etc. O coronavírus é prevenido e impedido de agir, se é que existe, pela dietética (frutos, legumes frescos, peixe sem antibióticos, batatas, etc.) pela sauna, pelo exercício físico. A OMS nada ensina sobre isto, vende-nos o «filme» do vírus invasor que magicamente aparece sem explicar as causas. Está ao serviço das grandes indústrias químico farmacêuticas que instigaram as duas guerras mundiais do século XX na luta por regiões de matérias primas.

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 09:28
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020
José Antonio Fortea: um exorcista teoriza sobre o diabo e o inferno

 

José Antonio Fortea, sacerdote católico exorcista, nascido em Barbastro, nordeste de Espanha, em 11 de Outubro de 1968, a terra do padre José María Escrivá de Balaguer, teoriza sobre o demónio e o inferno. Analisemos algumas das suas teses.

 

O TEMOR DO DEMÓNIO NÃO TEM SENTIDO?

 

Em um esforço para apagar ontologicamente o poder do demónio e o correspondente medo que causa nos seres humanos escreveu:

 

«O temor do demónio deve-se aos males que nos possa causar na vida material (doenças, desgraças) ou na vida espiritual (fazer-nos pecar ou condenar-nos). Mas tais males não estão na sua mão. As desgraças e doenças só nos acontecerão se Deus permite, e o pecado e a condenação só se nós queremos. Portanto, o temor do demónio não tem sentido, pois tudo está nas mãos de Deus. O temor do demónio é, portanto, teologicamente infundado, não tem sentido. Com Deus, não há razão para temer o demónio. Portanto, ser crente e temer o demónio supõe uma contradição

(José Antonio Fortea, Suma Daemoniaca, Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas, Paulus Editora, Junho de 2018, pág. 88; o destaque a negrito é posto por nós). 

 

Parece-nos que isto contradiz a 1ª Carta de São Pedro (5-8) em que o apóstolo diz:

 

«Sede sóbrios e vigiai! O Diabo, vosso adversário, anda ao redor de vós, como um leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhe firmes na fé, sabendo que os vossos irmãos, que estão espalhados pelo mundo, sofrem as mesmas aflições».

 

NO INFERNO, SÓ HÁ O FOGO DO REMORSO?

 

E sobre o inferno escreve o padre Fortea:

«Questão 95 -Que penas há no inferno?»

«Existe fogo? Sim, existe o fogo do remorso. Fogo material, não, pois os demónios não estão em nenhum lugar, nem nenhum castigo corporal lhes pode já causar dano. 

«Este remorso que já nada pode apagar, que arde no interior de cada espírito condenado, que atormenta espiritualmente os espíritos, é o fogo que não se apaga (Marcos 9,48), o fogo eterno (Mateus 25,41), a fornalha de fogo (Mateus, 13, 42), o fogo ardente (Hebreus 10, 27) o lago de fogo e enxofre (Apóstolos 19,20), a Geena do fogo (Marcos 5,22), a chama que atormenta (Lucas, 16,25). (...)

«Ao falar da condenação, a Bíblia não apresenta Deus como o torturador. Usa termos impessoais como fogo, trevas, ou lago de enxofre. A condenação, portanto, é o afastamento de Deus e é a tortura que cada espírito aplica a si próprio pela deformação do espírito. Deus não criou os sofrimentos infernais, o inferno é fruto da deformação de cada espírito.»

(José Antonio Fortea, Suma Daemoniaca, Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas, Paulus Editora, Junho de 2018, pág. 111; o destaque a negrito é posto por nós). 

 

Esta descrição suavizadora, quase diria subjectivista do inferno não coincide com o mar de fogo pejado de demónios com formas horríveis e corpos humanos a arder que os pastorinhos terão visto na Cova da Iria em 13 de Julho de 1917 em visão facultada por Nossa Senhora.

 

OS DEMÓNIOS GOZAM A FELICIDADE DE EXISTIR?

 

José Antonio Fortea sustenta que os demónios, na sua fealdade e malícia, dão glória a Deus e gozam da felicidade no seu grau mais baixo que é a sensação de existir:

 

«Os demónios, como se disse, mostram a justiça terrível de Deus, mostram a sua santidade e a sua sabedoria ao criar tal ordem na Criação. Uma ordem tão perfeita que nem o mal pode destruir arquitectura tão divina. Teria sido preferível que não existisse o mal, mas existindo embeleza a catedral disposta pela mente da Santíssima Trindade .A catedral tem as suas altas torres, mas também as suas criptas e lúgubres subterrâneos» (...)

«E, voltando à férrea lógica dos conceitos teológicos, há também que considerar que os demónios não sofrem em todos e em cada um dos momentos. Inclusive, eles gozam do dom da existência. A existência é um dom. E embora sofrendo em muitos momentos, embora vivendo uma vida afastados de Deus, os demónios gozam do grau mais baixo de felicidade, a felicidade de existir. Sofrem em muitos momentos, mas noutros gozam da potência racional do conhecimento. De maneira que, inclusivamente para eles, é preferível existir a não existir.»

(José Antonio Fortea, Suma Daemoniaca, Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas, Paulus Editora, Junho de 2018, pág. 107; o destaque a negrito é posto por nós). 

 

Eis uma questão filosófica a que os suicidas respondem de uma maneira particular: não existir, que implica não sofrer, é pior do que existir sofrendo de forma lancinante?

 

UM CASO QUE PROVA A EFICÁCIA DO EXORCISMO

 

Os filmes sobre exorcismos têm, segundo o padre Fortea, a virtude de mostrar a realidade da possessão diabólica, ainda que em alguns casos não espelhem a verdade toda. Escreve:

 

«Muito diferente foi o caso da possessão de Mount Rainier em 1949, o qual teve um final muito diferente daquele que aparece no filme. Um final tão extraordinário que se optou por não o pôr, já que se considerou que ninguém iria acreditar. A libertação do demónio na última sessão foi assim:

«O demónio que falava através do menino com uma voz horrível cheia de ódio disse: "Não irei sem que seja pronunciada certa palavra mas o menino jamais a dirà (...) Não é suficiente, deve dizer uma grande palavra, refiro-me a uma grande palavra. Nunca direi essa palavra, nunca direi essa palavra."

«O exorcismo prosseguiu e, de repente, o menino falou com uma voz num tom tão autoritário como digno. O possesso disse: "Sou São Miguel e ordeno-te, Satã, que abandones o corpo no nome de Dominus,  imediatamente, agora,agora".

«Dominus em latim significa "Senhor". Ouviu-se um som que descreveram como uma detonação muito forte e que foi ouvida por muitas pessoas no hospital dos Irmãos de Santo Aleixo, em S.Louis; pessoas que não sabiam que se estava a fazer um exorcismo, trabalhadores que inclusive estavam nas oficinas do hospital. Nesse momento o possesso ficou liberto e voltou a si.»

«O menino não se lembrava de nada, mas lembrava-se de uma visão de São Miguel a lutar com Satanás. Curiosamente, nesse mesmo dia, à mesma hora que o demónio saiu, essa mesma visão foi vista no outro lado da cidade, na igreja de São Francisco Xavier, por vários sacerdotes jesuítas, que afirmam ter visto subitamente uma luz intensa que iluminou o altar principal e a abóbada sobre o altar, e na qual se via São Miguel a lutar com Satã».»

 

(José Antonio Fortea, Suma Daemoniaca, Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas, Paulus Editora, Junho de 2018, pp. 241- 242; o destaque a negrito é posto por nós).

 

O ANTICRISTO NÃO É O DEMÓNIO

A distinção entre o Anticristo, a Besta o Dragão/ Serpente nos evangelhos e do Apocalipse de São João  é frisada por José Antonio Fortea:

Questão 87: A besta do Apocalipse é o Diabo?

«Não, o Apocalipse distingue muito bem entre três figuras: o AntiCristo, a Besta e o Dragão (ou Serpente). O Anticristo é um homem, a Besta é um poder político que leva a guerra aos confins do mundo, e o Dragão (ou Serpente) é o Diabo». 

(José Antonio Fortea, Suma Daemoniaca, Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas, Paulus Editora, Junho de 2018, pág. 104 ; o destaque a negrito é posto por nós).

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 03:10
link do post | comentar | favorito

Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Área 8º-11º de Capricórnio: acidentes aéreos em Portugal (Alvor, Açores, etc.)

 

O trânsito de um planeta, Sol ou Nodo da Lua na área 8º-11º do signo de Capricórnio é condição necessária mas insuficiente para gerar um acidente aéreo em Portugal, em especial na zona de Alvor, Portimão.

 

Em 4 de Dezembro de 1980, com Marte em 9º 5´/ 51´ de Capricórnio, um avião CESSNA que acaba de levantar voo do aeroporto da Portela explode e despenha-se sobre uma casa em Camarate, Loures, morrendo os seus 7 ocupantes, entre os quais o primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro e o ministro da Defesa Amaro da Costa, atentado executado por Sinan Lee Rodrigues para impedir que Amaro da Costa denunciasse os militares portugueses que colaboravam com o candidato conservador norte-americano Ronald Reagan no envio secreto de armas para o Irão.

 

Em 8 de Fevereiro de 1989, com  Saturno em 9º 50´/ 9º 56´do signo de Capricórnio, Neptuno em 11º 17´/ 11º 19´ do signo de Capricórnio, um avião norte-americano da “ Independent Air Corporation”, voo 1851, despenha-se na ilha de Santa Maria, quando se fazia à pista, causando a morte dos 138 passageiros, quase todos italianos, e sete tripulantes que seguiam a bordo.

 

Em 18 de Dezembro de 2013,  com  Plutão em 10º 46´ / 10º 48´ de Capricórnio, a queda de um helicóptero em Monchique, Algarve, provocou a morte de um dos tripulantes e ferimentos nos outros dois ocupantes, durante uma operação de vistoria de cabos elétricos.

 

Em 12 de Setembro de 2014, com Plutão em 11º 1´ de Capricórnio, pescadores recolhem, ao largo de Sagres, Vila do Bispo, documentação referente a um piloto e um ultraleve sendo o aparelho encontrado no mar, dois dias depois, ao largo do Porto da Baleeira  e estando o piloto, de 74 anos, desaparecido até hoje.

 

Em 3 de Abril de 2018, com Marte em 9º 8´/ 9º 41´ de Capricórnio, Plutão em 21º 11´/ 21º 12´  de Capricórnio, uma paraquedista inglesa falha a aterragem no aeródromo de Portugal e fica ferida, mas sem gravidade.

 

Em 5 de Abril de 2018, com Marte em 10º 12´/ 10º 46´ de Capricórnio Plutão em 21º 12´ /21º 13´  de Capricórnio, um paraquedista francês, de 55 anos, fica ferido com gravidade, ao embater nas redes no Aeródromo de Portimão.

 

Algumas das próximas passagens de um planeta ou Sol na área 8º-11º do signo de Capricórnio são: de 28 de Fevereiro a 4 de Março de 2020 (Marte); de 25 a 28 de Dezembro de 2020 (Mercúrio); de 29 de Dezembro de 2020 a 2 de Dezembro de 2021 (Sol); de 15 a 18 de Janeiro de 2021 (Vénus).

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 17:21
link do post | comentar | favorito

Área 15º-23º de Leão: acidentes aéreos no Algarve

 

A passagem do Sol ou de um planeta ou do planetóide Quirón na área 15º-23º do signo de Leão é condição necessária mas não bastante para gerar um acidente aéreo no Algarve, sul de Portugal.

 

Em 21 de Dezembro de 1992, com Quiron em 23º 23´/ 23º 22´ de Leão, Nao atravessar um túnel de vento, semelhante a um pequeno tornado invertido, um avião DC-10 da companhia aérea Martinair, voo MP 495, quebra-se e incendeia-se ao aterrar na pista 11 (actual pista 10) do  aeroporto de Faro, morrendo 56 pessoas e resultando 106 feridos no seu interior.

 

Em 14 de Maio de 1993, com Quiron em 17º 50´/ 17º 53´ de Leão, uma aeronave de instrução Epsilon cai ao mar diante da praia de Quarteira, no Algarve, morrendo os dois militares que a tripulavam;  

 

Em 29 de Outubro de 2006, com Saturno em 23º 45´/ 23º 49´ de Leão,   um avião Cesna falha a aterragem e embate com a hélice na pista do aeródromo de Lagos, acabando por estabilizar no meio da estrada 125, resultando gravemente ferido o piloto, de 68 anos.

 

Em 10 Agosto de 2010, com Sol em 17º 17´/ 18º 14´ de Leão, a queda de uma aeronave de publicidade em Portimão causa um ferido ligeiro.

 

Em 5 de Outubro de 2017, com Nodo Norte da Lua em 23º 17´/ 23º 10´ do signo de Leão,  um piloto de nacionalidade inglesa, de 70 anos, morre devido à queda do ultraleve que pilotava, em Quelfes, no concelho de Olhão, distrito de Faro, ao embater  A aeronave  de forma descontrolada no solo, num terreno situado nas traseiras de um restaurante, onde funciona um pequeno clube aéreo.

 

Em 25 de Julho de 2019, com Marte em 14º 37´ / 15º 16´ de Leão, durante uma manobra de abastecimento de água um avião FireBoss de combate a incêndios, proveniente da base Aérea de Beja, cai na Barragem de Beliche, na freguesia de Cachopo, em Tavira.

 

Em 24 de Agosto de 2019, com Mercúrio em 19º 31´/ 21º 28´ de Leão, um jovem de 19 anos instruendo de paraquedismo morre ao tocar violentamente o solo em um salto de paraquedas no aeródromo de Alvor.

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta transitam a área 15º a 23º do signo de Leão são: de 7 a 16 de Agosto de 2020 (Sol); de 12 a 17 de Agosto de 2020 (Mercúrio); de 19 a 25 de Setenbro de 2020 (Vénus). 

 

É surpreendente que nós, que investigamos e produzimos conhecimentos como estes, de vital importância para as sociedades não sejamos convidados por editores a editar, nem a dar conferências em escolas e universidades ou auditórios municipais e nacionais, nem a escrever em jornais e revistas de ciência e filosofia, nem a participar em fóruns televisivos. Isto só prova que há censura nas sociedades democráticas: a cultura oficial está na mão de pequenos intelectuais  pouco honestos que temem perder posições de poder económico e institucional e enfrentar as nossas teses de história astronómico-social de solidez bem fundada. Portugal é um país de vincadas invejas alimentadas pela ascensão dos medíocres a posições de cúpula.

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 00:40
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2020
Plutão em 24º de Capricórnio: novo sismo violento de 20 a 29 de Fevereiro de 2020?

 

O ponto 24º 0´ / 24º 36´ de qualquer signo do Zodíaco (24º 0´/ 24º 36´ de Carneiro, 24º 30´/ 24º 36´de Leão, etc.)  é um dos impulsionadores de grandes sismos no planeta. De 20 de Fevereiro a 17 de Março de 2020, Plutão evoluirá de 24º 0´a 24º 37´do signo de Capricórnio, tornando praticamente inevitável um sismo causador de dezenas de mortes algures no planeta Terra. Mas onde, em que região? 

 

Em 29 de Abril de 1903, com Mercúrio em 24º 7´/ 25º 51´ de Touro, um sismo na Arménia mata 785 pessoas e arrasa várias povoações.

 

Em 28 de Dezembro de 1908, com Plutão em 24º 37´/ 36´ de Gémeos, Sol em 5º 52´/ 6º 53´ de Capricórnio, Mercúrio em 8º 5´/ 9º 41´ de Capricórnio, um sismo em Messina, na Sicília, Itália, causa a morte de 84 000 pessoas.

 

Em 23 de Janeiro de 1909, com Plutão em 24º 10´/ 9´ de Gémeos, Vénus em 8º 46´/ 10º 1´ de Capricórnio, um sismo em Fars, no Irão, provoca 7 000 mortos.

 

Em 23 de Abril de 1909, com Plutão em 24º 10´ /24º 11´ de Gémeos, Úrano em 21º 5´ de Capricórnio, Marte em 8º 44´/ 9º 23´ de Aquário, um sismo abala o vale inferior do Tejo, arrasando todo o casario da vila de Benavente, causando derrocadas em Salvaterra de Magos, Samora Correia e Santo Estevão e a morte de 46 pessoas.

 

Em 1 de Janeiro de 1980, Úrano em 24º 3´/ 6´ de Escorpião, com Nodo Norte da Lua em 0º 28´/ 0º 19´ de Virgem, Júpiter em 10º 12´/ 11´ de Virgem,  um sismo abala as ilhas açorianas da Terceira, Graciosa e São Jorge, causando 53 mortos, mais de 500 feridos e grandes destruições de casas e ruas.

 

Em 26 de Janeiro de 2001, com Saturno em 24º 4´ de Touro, um sismo de magnitude 7,9 na escala de Richter em Gujarat, na Índia, junto à fronteira com o Paquistão, mata 20 000 pessoas e fere outras 35 000.

 

Em 23 de Junho de 2001, com Úrano em 24º 36´/ 24º 35´ de Aquário, um sismo de magnitude 6,5 Richter gera 75 mortos confirmados na região de Arequipa, Camana, Tacna e Chala, no Perú, 64 desaparecidos no tsunami que o acompanha, 560 feridos e 12 000 desalojados, também sentido no sul do Perú e norte do Chile e Bolívia.

 

Em 24 de Janeiro de 2020, com Saturno em 24º 7´/ 24º 14´ de Capricórnio, Vénus em 12º 21´/ 13º 33´ de Peixes, um sismo de 6,8 de magnitude Richter sacode a região de Elazig, no leste da Turquia, causando 41 mortos, 1234 feridos, 401 réplicas e dezenas de derrubes de edifícios, sentindo-se também o sismo no Líbano, em Israel, na Síria e sobretudo no sudeste do Paquistão.

 

A presença de Marte no signo de Capricórnio sugere, primordialmente, o Irão. Mas há outras hipóteses: em 24 e 25 de Fevereiro, Úrano estará em 3º 28´/ 3º 30´do signo de Touro, praticamente a mesma posição que ocupou, retrógrado, em 26 de Novembro de 2019, dia do grande sismo na Albânia.

 

E uma hipótese «mística»: o sismo ocorrer em Portugal e Espanha, países que estão a aprovar a lei da eutanásia, o que desagrada a Deus, Senhor da vida, que pode desencadear o sismo como aviso...

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 17:12
link do post | comentar | favorito

Domingo, 16 de Fevereiro de 2020
Padre Pio, F.C.Porto e Dragão (diálogo com Manuel Gandra)

 

Francisco Limpo Queiroz escreve:

 

«O PADRE PIO DE PIETRELCINA E O FC PORTO. 15 de Fevereiro de 2020. Jantei em Serpa. Vejo toda a segunda parte do Benfica-0-Sp.Braga-1 na televisão, resultado muito útil ao FC Porto. Sobre a mesa de jantar tenho o livro «Padre Pio, o estigmatizado» de Maria Winowska. A minha teoria é que o Padre Pio, nascido a 25 de Maio de 1887 é um protector do FC Porto, clube que venceu a sua primeira Liga de Campeões Europeus de Futebol cem anos depois, em 27 de Maio de 1987. Se Pinto da Costa, em vez de ir para a capela do Senhor da Pedra em Miramar, de noite, sacrificar galinhas (a Satã?) para fortalecer a equipa, erguesse no estádio do Dragão (nome maldito) uma capela dedicada a São Pio de Pietrelcina o FC Porto seria vencedor de muito mais provas.»

 

Manuel Gandra, hermetista, comenta: «Ó Francisco, o dragão foi (e permanece apesar das aparências!) o símbolo de Portugal desde D. João I até ao 5 de Outubro de 1910! O galo de Barcelos foi uma invenção do António Ferro para substituir o símbolo preterido pela República. O Pinto da Costa sabe mais do que aparenta! O dragão português nada tem a ver com S. Jorge. É a Serpente de bronze de Moisés.»

 

Francisco L.Queiroz:  «Caro Manuel Gandra, aprecio muito as suas opiniões/ensinamentos, sem embargo de termos algumas discordâncias. Sigo parcialmente a teoria de David Icke que opõe, na génese de todas as civilizações, a luta entre o Dragão / reptilianos, de origem extraterrestre, e São Miguel Arcanjo/ São Jorge/ deus nórdico Thor, representantes da humanidade sã. Digo parcialmente porque Icke classifica a Virgem Maria de Semiramis, rainha Dragão, o que eu rejeito por completo, como devoto que sou de Ela. Pinto da Costa é, a meu ver, o Mao Ze Dong do FC Porto: nasceu a 28 de Dezembro de 1937, quando o Japão invadia a China, e Mao Ze Dong nasceu em 26 de Dezembro de 1893. Mao Ze Dong morreu a 9 de Setembro de 1976, 140 anos exactos após o desembarque em Lisboa dos irmãos Manuel e José da Silva Passos, deputados portuenses do liberalismo de esquerda, que foram aclamados pela guarda nacional e desencadearam a revolução de Setembro de 1936. O estádio do Dragão, animal de grande sorte na China imperial, é gerido por um JORGE Nuno (São JORGE!) , é paradoxal. Pinto da Costa vincula o FC Porto à China, simbolicamente

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 15 de Fevereiro de 2020
Reflexões breves de Fevereiro de 2020

 

O AMOR ACABA NO MOMENTO EM QUE «SE FAZ AMOR» (LEIA-SE: CÓPULA, SEXO GENITAL, ORAL..). Na verdade, o Amor exige respeito, contemplação da outra pessoa em toda a sua beleza sem a dominar, sem a conspurcar. A dama eleita do trovador medieval, originário da Ocitânia, país dos cátaros, sudeste da França, era idealizada, despertava a paixão espiritual no trovador, este podia olhá-la de longe na janela do seu castelo ou da sua mansão, nunca a podia possuir, levar para a cama. Esse é o verdadeiro Amor, o da Alma Superior, não o falso Amor da Alma Inferior que é apenas libido, desejo de penetração física de um corpo, desejo orgástico. Todo o homem que possui fisicamente uma mulher despreza-a no seu inconsciente porque o senhor nunca ama a sua escrava, usa-a, precisa dela como animal.

 

AS MULHERES QUE NOS AMAM OU NÃO EXISTEM OU NÃO NOS DIZEM NADA PORQUE ESTAMOS DISTANTES NA IDADE OU NA GEOGRAFIA. É assim a longa espera conventual do silêncio que é um «nem sim, nem não». Muitas vezes a perfeição é ficar na essência ideal, no arquétipo feminino, um não se lançar na existência, no mundo das tentações, dos prazeres e das dores. Somos hedonistas (hedoné significa prazer em grego) estamos sempre a querer saborear o amor, a mousse de chocolate ou a sopa quente de tomate à alentejana... Jejuemos, por Deus, jejuemos!

 

LÚCIFER PROMOVE, COM AS ESQUERDAS, A EUTANÁSIA, O ABORTO, A IDEOLOGIA DE GÉNERO E A HOMOSSEXUALIDADE, O PANSEXUALISMO HETERO, BI OU HOMO, A DISSOLUÇÃO DAS NAÇÕES HOMOGENEIZADAS NA NOVA ORDEM MUNDIAL, O ATEÍSMO. E com as direitas Lúcifer promove a liberalização dos despedimentos, o trabalho escravo nos olivais intensivos e superintensivos ou na construção de estradas e casas, o tráfico de armas e de drogas, a instigação de guerras, o branqueamento de capitais, os paraísos fiscais. Há Lúcifer em todo o lado do espectro político.

 

SINCRONIZAÇÃO DO NOME DELGADO. Em 13 e 14 de Fevereiro de 2020, a ideia de DELGADO emerge: no dia 13, passam 55 anos sobre o assassinato do general antifascista Humberto DELGADO por Casimiro Monteiro e outros agentes da PIDE de Salazar numa emboscada em Villanueva del Fresno, Espanha; no dia 14, o juíz de Sevilha do caso desaparição da menina Marta del Castillo há 11 anos decide reabrir a investigação após ouvir a sétima versão do crime de Miguel Carcaño, preso como autor do assassinato, que implicam o irmão de Miguel, Francisco Javier DELGADO, como autor do crime.

 

OS FILÓSOFOS E OS PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS DE FILOSOFIA E ASTRONOMIA SÃO TÃO MEDÍOCRES NO PLANO INTELECTUAL E ESPIRITUAL QUE NEM ESTUDAM A ASTROLOGIA HISTÓRICA E LANÇAM ANÁTEMA SOBRE A IDEIA DE QUE O ZODÍACO COMANDA AS NOSSAS VIDAS INDIVIDUAIS E COLECTIVAS. Se lhes dissermos que devemos considerar a hipótese de Júpiter no signo de Carneiro estimular vitórias das direitas - por exemplo, ascensão de Salazar a ministro das Finanças em 27 de Abril de 1928, com Júpiter em 21º do signo de Carneiro; triunfo do golpe militar das direitas no Brasil em 1 de Abril de 1964, com Júpiter em 27º do signo de Carneiro; triunfo do golpe militar de Videla e generais fascistas na Argentina em 24 de Março de 1976, com Júpiter em 29º do signo de Carneiro - sorriem, com o sorriso dos néscios.

 

OS JOVENS E OS ADULTOS QUE NÃO ACREDITAM EM DEUS/DEUSES E NÃO ORAM SÃO ESPIRITUALMENTE VELHOS, ESCLEROSADOS. A dúvida paralisa o agnóstico e o ateu. A fé é essencial para acender e conservar um espírito jovem. Deus senhor do Paraíso, como inteligência suprema e Amor, adicionado ao determinismo planetário, causa da nossa boa ou má sorte, engendrado por um Demiurgo ou deus inferior e desajeitado são as duas chaves para entender a existência. As universidades e muitas confissões religiosas só nos fornecem uma destas duas chaves.

 

A TRADIÇÃO E A VIDA CALMA DE BEJA, O MAL DA MODERNIDADE NIILISTA. 21 de Fevereiro de 2020. Durante o desfile de carnaval das crianças do infantário encontro um amigo, militar da Força Aérea, a trabalhar desde há uns 2 anos em Lisboa que me diz: «Não há nada como a vida calma e de contactos humanos amigáveis de Beja. Em Lisboa, as pessoas são como ilhas: olham quase sempre para o umbigo (isto é: o telemóvel ligado). Excepto nas classes populares mais baixas, onde há o cultivo de uma certa solidariedade e preocupação com a sorte de amigos e vizinhos, Lisboa é despersonalizante, super individualista. Anseio pedir a reforma logo que faça 55 anos e venho para Beja tocar viola campaniça com amigos». 22 de Fevereiro de 2020, no centro de Beja onde um grupo de 10 jovens brasileiros imigrantes de crença evangélica louvam a Jesus Cristo cantando, encontro um amigo, intelectual, que me diz: «Já não sou de esquerda nem quero nada a ver com estas novas esquerdas niilistas que querem arrasar os valores tradicionais (niilismo, doutrina do nada) e construir tudo de novo: negam Deus ou deuses, a pátria, a educação pela família, a heterossexualidade como comportamento dominante, etc. Até o próprio cardeal Manuel Clemente, um pobre homem sem verticalidade, pressionado por estas esquerdas, recusou ontem receber André Ventura que diz muitas coisas acertadas desde uma direita conservadora não fascista. Filósofos como Derrida, Foucault, Deleuze não sabem o que querem».

 

 

 

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 12:22
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020
Objectivismo estético não é o mesmo que realismo estético

 

A definição de objectivismo estético, definição gnoseológica,  intersecta  parcialmente as de realismo estético e de irrealismo estético, definições ontológicas. É habitual confundir-se objectivismo com realismo mas, se reflectimos, verificamos que não são o mesmo.

 

Objectivismo estético realista é a teoria que sustenta que o belo e o feio existem nos objectos materiais exteriores a nós e são os mesmos para toda ou quase toda a humanidade. Exemplos: a escultura David, de Miguel Ângelo, é bela em si mesma e quase toda a gente sente que é bela.

 

Objectivismo estético irrealista é a teoria que sustenta que o belo e o feio não existem nos objectos e no mundo exterior a nós mas apenas nas nossas mentes que sentem o belo e o feio da mesma maneira. Exemplo: a torre de Belém não é bela nem feia mas quase toda a gente a percepciona como bela.

 

Objectivismo estético fenomenológico é a teoria que sustenta que o belo e o feio existem da mesma forma na interação mental sujeito-objecto que todas as pessoas possuem mas não temos a certeza se o belo está fora de nós ou apenas dentro de cada um de nós. Exemplo: um pôr do sol só é belo aos olhos de toda a gente enquanto é percepcionado ou relembrado.

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:31
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Fevereiro de 2020
A Dialética Marte-Vénus

 

A dialética Marte-Vénus exprime-se na seguinte lei astronómica: Marte ao transitar um determinado grau do Zodíaco ou uma pequena área de 5º-10º produz um efeito inverso ao do trânsito de Vénus nesse grau ou pequena área zodiacal. 

 

MARTE OPÕE-SE A VÉNUS NOS RESULTADOS DESPORTIVOS

 

Em 20 de Dezembro de 2009, com Vénus em 22º-24º do signo de Sagitário, o Benfica vence por 1-0 o Porto em jogo da Liga.

 

Em 8 de Fevereiro de 2020, com Marte em 24º de Sagitário, o Porto vence o Benfica por 3-2 em jogo da Liga. 

 

VÉNUS OPÕE-SE A MARTE NA POLÍTICA

 

Em 25 de Abril de 1976, com Marte em 18º do signo de Caranguejo (grau 108 da eclíptica), o PS de Mário Soares vence as eleições legislativas em Portugal. 

 

Em 19 de Julho de 1987com Vénus em 16º-17º do signo de Caranguejo, o PSD do primeiro ministro Cavaco Silva vence com maioria absoluta de deputados as eleições legislativas em Portugal.

 

As eleições presidenciais de Mário Soares em 1986, com derrota política de Cavaco Silva, e de Cavaco Silva em 2011 manifestam esta dialética Marte-Vénus na área 8º-16º do signo de Sagitário.

 

Em 16 de Fevereiro de 1986, com Marte em 8º do signo de Sagitário (grau 248 de longitude na eclíptica), Mário Soares, apoiado pelo PS, PCP, PRD, UDP e Lurdes Pintasilgo, é eleito presidente da república portuguesa  com 51,18% de votos, na segunda volta, derrotando Freitas do Amaral (48, 82% de votos), candidato apoiado pelo primeiro-ministro Cavaco Silva e pelo PSD e o CDS.

 

Em 23 de Janeiro de 2011, com Vénus em 16º-17º do signo de Sagitário, Cavaco Silva, candidato do PSD e das direitas,  é reeleito presidente da república portuguesa com 52,95% de votos, derrotando o candidato do PS Manuel Alegre (19,76% de votos) e Fernando Nobre (14,10% de votos). 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 09:55
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 7 de Fevereiro de 2020
Teste de filosofia 10º ano (Fevereiro de 2020)

 

Eis um teste de filosofia gizado por quem não perfilha as erróneas tabelas de verdade da lógica proposicional, esse refúgio dos que ainda não pensaram a fundo ontologia e metafísica.

 

Agrupamento de Escolas nº1 de Beja
Escola Secundária Diogo de Gouveia, Beja
TESTE DE FILOSOFIA, 10º ANO TURMA F

3 de Fevereiro de 2020, Professor: Francisco Queiroz


I

«O determinismo biofísico com livre-arbítrio (dito: determinismo moderado) distingue-se do determinismo sem livre-arbítrio (dito: determinismo radical) e do fatalismo. O dualismo estóico de Marco Aurélio inclui a epokê e pode comparar-se ao dualismo do ser humano  em Kant e da sua moral. As essências na teoria de Platão ocupam um lugar diferente das essências na teoria de Aristóteles. Os valores dispõem de hierarquia e polaridade.»

 

1)Explique concretamente este texto.

 

2)Explique concretamente o seguinte texto:

“O ser em Parménides equivale ao mundo do ser em Platão. O princípio do terceiro excluído não é a mesma coisa que o princípio da não contradição.”

 

3)Relacione, justificando:

A ) Cosmologia de Heráclito e racionalidade.

B) Esfera dos valores vitais e sentimentais e esfera dos valores espirituais em Max Scheler. 

C) Multiculturalismo versus Etnocentrismo em duas modalidades.

D) Esfera dos valores do santo e do profano e esfera dos valores sensíveis em Max Scheler.

 

1) O determinismo biofísico com livre arbítrio é a teoria que sustenta que na natureza física as mesmas causas produzem sempre os mesmos efeitos mas o homem dispõe de livre-arbítrio, isto é, o poder de reflectir e escolher racionalmente um caminho. Exemplo: apetece-me comer (determinismo) mas raciocino e delibero  jejuar para emagrecer (livre-arbítrio). O determinismo biofísico sem  livre arbítrio é a teoria que sustenta que na natureza física as mesmas causas produzem sempre os mesmos efeitos e o homem não dispõe de livre-arbítrio, age por instinto, sem reflexão e livre-arbítrio. Esta segunda teoria não exclui o acaso na natureza ou no comportamento humano e nisso se distingue do fatalismo, doutrina diz que tudo o que acontece está predestinado nos astros, na genética ou no pensamento de Deus ou no destino, não havendo livre-arbítrio nem acaso. (VALE TRÊS VALORES).

 

O dualismo estóico de Marco Aurélio divide o ser humano em duas partes: o eu racional, o guia interior, que é a nossa verdadeira essência e que corresponde ao eu numénico ou racional em Kant produtor do imperativo categórico («Age de modo que a tua ação seja como uma lei universal na natureza, sem favorecer especialmente a ti ou a teus amigos ou paridários»; o corpo físico que é algo exterior à essência e é capaz de suportar as maiores dores e tortura desde que controlado pelo eu racional e que em Kant corresponde ao eu empírico ou fenoménico, o eu dos instintos egoístas (comer, beber, favorecer os familiares e amigos em detrimento de outros, etc). A epokê é a suspensão do juízo preconizada por Marco Aurélio para manter a tranquilidade de espírito: «Calma! Dizem-te que o teu filho está doente mas não te dizem que vai morrer. Fica-te pois pelas primeiras impressões e nada lhe acrescentes». (VALE TRÊS VALORES).

 

As essências, na teoria de Platão - exemplo: o Belo, o Bem, o Homem, a Mulher, a Árvore, o triângulo - são modelos perfeitos, imóveis e eternos, arquétipos, invisíveis, situados acima do céu visível. Em Aristóteles, as essências são igualmente imóveis e incriadas mas existem no mundo de baixo: a essência Homem (eidos) está presente em cada um dos homens, a essência Árvore subjaz em todas as árvores, é a sua forma comum. (VALE DOIS VALORES).

 

Os valores, isto é, qualidades éticas, estéticas, filosóficas, económicas, políticas, biofísicas, etc., existentes por toda a parte possuem hierarquia, isto é, escala desde cima a baixo. Exemplo: saúde é mais importante que título universitário e este está acima de ausência de estudos e ser iletrado. Possuem também polaridade, isto é, para cada valor há um ou mais contra-valores: justiça em um pólo injustiça no outro, bondade em um pólo maldade no outro. (VALE UM VALOR)

 

2) O ser em Parménides é o que é, o que dura eternamente, não foi criado nem será extinto, é uno, indivisível, homogéneo, contínuo como uma esfera, invisível, imperceptível aos sentidos e só pode ser apreendido pelo pensamento (ser e pensar é um e o mesmo). Este conceito corresponde ao mundo inteligível de Platão tomado em bloco abstraindo das formas (arquétipos de Bem, Belo, Triângulo, Justo, etc.), excepto da de esfera (VALE DOIS VALORES). O princípio do terceiro excluído sustenta que cada coisa ou qualidade pertence ao grupo A ou ao grupo não A, excluindo a terceira hipótese. Isto é diferente do princípio da não contradição que diz que uma coisa não pode ser ela e o seu contrário ao mesmo tempo e no mesmo aspecto. (VALE UM VALOR).

 

3) A cosmologia de Heráclito estabelece que a substância origem do mundo, o arkê, é o fogo que constitui o caos que depois,orientado por um Logos (Inteligência Cósmica) se transforma em cosmos por processos de arrefecimento em diferentes graus produzido os astros, o planeta Terra, as árvores, os animais, os seres humanos. Este cosmos ao fim de milhares de anos voltará a ser fogo puro, isto é caos, este originará um novo cosmos. Há nisto racionalidade ou seja lógica: a oscilação pendular caos-cosmos, a omnipresença do fogo como essência oculta de homens, animais, mares, céus. (VALE DOIS VALORES)

 

3-B) A esfera dos valores vitais e sentimentais tem como principais valores o nobre e o vulgar. Engloba ainda os pares amor-ódio, sentimento de juventude e sentimento de velhice, alegria e tristeza, sentimento de vitória ou derrota, paixão e ciúme, orgulho versus humildade, desassobro versus vergonha, coragem versus cobardia, etc. A esfera dos valores espirituais engloba, segundo Scheler, os valores éticos (bem e mal) , estéticos, jurídicos (correcto, incorrecto, legal e ilegal) , filosóficos (verdade e erro) e os valores de referência, subordinados aos filosóficos,  que são os científicos (verdade e erro). Cada valor desdobra-se em três níveis. Exemplo para um valor filosófico: valor de coisa, o livro «Metafísica» de Aristóteles; valor de função, ler e meditar a «Metafísica»; valor de estado, sentir-se esclarecido e feliz por adquirir vastas noções filosóficas aristotélicas(VALE DOIS VALORES).

 

3-C) Multiculturalismo é a ideologia que defende que em cada Estado devem coexistir em plano de absoluta igualdade de direitos políticos e sociais as diferentes etnias, a original do território, e as imigrantes, podendo, por hipótese, um imigrante mexicano ser eleito presidente dos EUA e todas as comunidades - estadounidense de raça branca, portuguesa, mexicana, chinesa, indiana, etc. - receberem igual financiamento para celebrarem as suas festas tradicionais e terem aulas para os seus filhos. Etnocentrismo é a ideologia que defende que em cada país há uma etnia dominante, como por exemplo, o povo católico de etnia caucasiana em Portugal. Reveste duas modalidades: etnocentrismo democrático, que concede direitos às etnias imigrantes e a minorias culturais e sexuais; etnocentrismo nazi, racista ou religioso intolerante ou de outro tipo, que esmaga outras etnias, expulsa imigrantes em massa, prende e persegue homossexuais etc. (VALE DOIS VALORES).

 

3-D) A esfera dos valores do santo e do profano engloba os valores de salvação, próprios do crente em Deus, e de desespero ou indiferença religiosa próprios do ateu. Cada valor desdobra-se em três níveis. Exemplo: valor de coisa, um crucifixo; valor de função, beijar ou crucifixo ou contemplá-lo devotamente; valor de estado, sentir-se salvo e protegido por Deus. A esfera dos valores sensíveis é a inferior: contém os valores de prazer e dor física e os valores subordinados de referência . o útil e o inútil. (VALE DOIS VALORES).

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS.

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 

 

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:35
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

19
21
23
24

25
26
28
29
31


posts recentes

Atentados em França e áre...

Teste de filosofia 11º an...

Confusão de Ayer sobre fe...

20º-29º de Balança e 7º-1...

14º-15º de Caranguejo e 3...

20º de Capricórnio: acide...

Área 26º-27º de Escorpião...

Áreas 20º-22º de Sagitári...

Reflexões breves de Outub...

O livro do Apocalipse jus...

arquivos

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds