Terça-feira, 29 de Outubro de 2019
Divergências de Schopenhauer com Kant

 

Artur Schopenhauer( Danzig, 22 de Fevereiro de 1788 — Frankfurt, 21 de Setembro de 1860) que se considerava um discípulo de Kant, admitiu, tal como este, que o espaço e o tempo são formas a priori da consciência humana. Mas extrinsecou espaço e tempo e matéria, do sujeito, para Schopenhauer incognoscível, ao passo que Kant manteve o espaço, o tempo e a essência dos fenómenos dentro  do espírito do sujeito, como partes sensíveis deste. Schopenhauer escreveu:

 

«Aquele que conhece tudo e não é conhecido por ninguém é o sujeito. Ele é o sustentáculo do mundo, a condição sempreeternamente pressuposta de tudo quanto se manifesta, de todo o objecto. Pois tudo quanto existe está aí só para o sujeito.» (...)

 

«Assim pois o mundo como representação, único aspecto que consideramos aqui, tem duas metades essenciais, necessárias e inseparáveis. Uma é o objecto, cuja forma é o espaço e o tempo, e através da dita forma a pluraridade. Mas a outra metade, o sujeito, não se acha no espaço e no tempo, pois essa metade está inteira e indivisível em cada ser que tem representações; daí que um só de tais sujeitos complete com o objecto o mundo enquanto representação tão cabalmente como qualquer outro dos milhões de sujeitos existentes e, ao desaparecer cada um de tais sujeitos, desaparece também então o mundo enquanto representação. Estas metades são inseparáveis inclusive para o pensamento, pois cada uma delas só tem significado e existência por e para a outra, coexistindo e desaparecendo com ela. Delimitam-se imediatamente e ali onde começa o objecto cessa o sujeito . A comunhão de tais limites mostra-se em que as formas essenciais e e por isso gerais de todo o objecto, que são  espaço, tempo e causalidade, também podem ser encontradas e cabalmente reconhecidas a partir do sujeito, sem conhecimento do próprio objecto, quer dizer, que com a linguagem de Kant as ditas formas se acham a priori na nossa consciência. Ter descoberto isso é um mérito capital  e enorme de Kant.»

 

(Schopenhauer, El mundo como voluntad y representación, Alianza Editorial, pag 116-117 ; o destaque a negrito é posto por nós).

 

Schopenhauer afasta-se de Kant ao considerar que sujeito e objecto são duas metades iguais, correlatas, que se fundem na representação (imagem, ideia, juízo, raciocínio). Mas Kant, que dava dois sentidos diferentes à palavra objecto - o objecto metafísico, real, ou númeno, como Deus, liberdade; o objecto físico, irreal, ou fenómeno como montanha, rio - não pensava que objecto físico (casa, cão, nuvem, corpo humano, etc.) e sujeito estivessem num plano de igualdade e de geração mútua como Schopenhauer fenomenólogo. Kant achava que o objecto fenómeno estava dentro da sensibilidade do sujeito era uma criação desta com as ferramentas do espaço (extensão, formas geométricas) e do tempo (duração, simultaneidade, sucessão).

 

Kant escreveu:

«Assim quando separo da representação de um corpo o que o entendimento pensa dele, como seja substância, força, divisibilidade, etc., e igualmente o que pertence à sensação como seja impenetrabilidade, dureza, cor, etc, algo me resta ainda dessa intuição empírica: a extensão e a figura. Estas pertencem à intuição pura, que se verifica a priori no espírito, mesmo independentemente de um objecto real dos sentidos ou da sensação, como simples forma da sensibilidade». 

(Immanuel Kant, Crítica da Razão Pura, Fundação Calouste Gulbenkian, pág. 62)

 

Este trecho revela o construtivismo idealista de Kant: o objecto, como por exemplo uma pedra, só possui a forma a priori, uma forma fantasmagórica de linhas,  e a dureza, impenetrabilidade, a cor são invenções da nossa subjectividade e está dentro do espaço que é a parte externa da sensibilidade do sujeito (se este morrer o cosmos inteiro que é a sua mente com as galáxias e o sistema solar desaparece). 

 

Ao postular no texto acima que «Mas a outra metade, o sujeito, não se acha no espaço e no tempo, pois essa metade está inteira e indivisível em cada ser que tem representações», Schopenhauer afasta-se do idealismo de Kant, pois este apresenta o espaço e o tempo como componentes essenciais do sujeito, como as formas a priori da sensibilidade dentro das quais se gera o universo inteiro visível e palpável.

 

KANT E FICHTE POSTULAVAM O SUJEITO COMO CRIADOR, CAUSA, DO OBJECTO FÍSICO, SCHOPENHAUER NÃO

 

Schopenhauer esforçou-se por isolar a teoria de Fichte, neo kantiano que apenas divergia de Kant por suprimir o númeno ou objecto metafísico incognoscível, da teoria de Kant. Mas Fichte é mais fiel a Kant do que Schopenhauer. Este, que pretende ter sido o primeiro a colocar como base da filosofia a representação, em vez do dualismo sujeito-objecto, escreveu: 

 

«Costuma cometer-se um grande erro ao acreditar que, como a intuição está mediada pela conhecimento da causalidade, a relação entre sujeito e objecto consiste na de causa e efeito, quando mais precisamente essa relação só tem lugar entre o objecto mediato e o mediatizado, portanto sempre entre dois objectos. Neste falso pressuposto se baseia precisamente a néscia polémica sobre a realidade do mundo exterior, na qual se enfrentam o dogmatismo e o cepticismo, apresentando-se o primeiro umas vezes como idealismo e outras como realismo. O realismo coloca o objecto como causa e o seu efeito no sujeito. O idealismo fichteano converte o  objecto em efeito do  sujeito».

 

(Schopenhauer, El mundo como voluntad y representación, Alianza Editorial, pag 128 ; o destaque a negrito é posto por nós).

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:48
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 28 de Outubro de 2019
Teste de filosofia 11º ano (Outubro de 2019)

 

Agrupamento de Escolas nº1 de Beja

Escola Secundária Diogo de Gouveia , Beja

TESTE DE FILOSOFIA, 11º ANO TURMAS A e D

24 de Outubro de 2019. Professor: Francisco Queiroz

 

“.O espaço não é um conceito empírico extraído de experiências externas…O entendimento faz a síntese do diverso da intuição empírica e é condicionado, ao passo que a razão é incondicionada e produz antinomias» (Kant, Crítica da Razão Pura)

 

1) Explique estes pensamentos de Kant.

 

2) Explique, como e onde, segundo a gnosiologia de Kant, se formam o fenómeno MAÇÂ, e o conceito empírico de MAÇÃ.

3) Exponha os 4 passos gnosiológicos do raciocínio de Descartes, desde a dúvida hiperbólica à existência do mundo exterior.

 

4) Relacione:

A) As três RES em Descartes e os três tipos de ideias em Descartes.

B) Impressões de sensação, impressões de reflexão e ideias em David Hume.

C) Razão, Entendimento e Númenos em Kant.

D) Fenomenologia, cepticismo e metafísica.

 

CORREÇÃO DO TESTE COTADO PARA 20 VALORES

 

1) O espaço não é um conceito empírico, na doutrina de Kant, porque existe antes da experiência, antes da formação dos objectos físicos e do mundo destes. O entendimento, faculdade que pensa os fenómenos,  sintetiza sob a forma de conceitos os múltiplos dados empíricos que até ele ascendem. Exemplo: os milhares de imagens de rosas (fenómenos) são levados às categorias de pluralidade e unidade do entendimento e convertidos em um só conceito abstracto de rosa. O entendimento é condicionado pelos fenómenos da sensibilidade (casa, mar, barco, fogo, etc.), impõe-lhes leis de causa-efeito, realidade, etc. A razão é incondicionada, pois pensa livremente os númenos, objectos metafísicos de duvidosa existência, e produz antinomias tipo «Deus existe, Deus não existe». (VALE TRÊS VALORES).

 

2) Segundo a gnoseologia de Kant, o fenómeno maçã forma-se na sensibilidade, no espaço exterior ao meu corpo físico, do seguinte modo: de «fora» da sensibilidade, os númenos afectam esta fazendo nascer nela um caos de matéria (exemplo: madeira, ferro, areia, etc, em um magma) que as duas formas a priori da sensibilidade, o espaço (com figuras geométricas) e o tempo (com a duração, a sucessão e a simultaneidade) moldam, fazendo nascer um ou mais fenómenos de maçãO entendimento, com as categorias de unidade, pluralidade, necessidade, confere consistência ao objecto/fenómeno maçã. Não existe númeno maçã, esta é fenómeno na sua totalidade. O  conceito de maçã forma-se no entendimento, faculdade que pensa mas não sente, do seguinte modo: a imaginação, situada entre a sensibilidade e o entendimento, transporta desde aquela a este as imagens de maçã e as categorias do entendimento de pluralidade e unidade, realidade, recebem as diversas imagens e transformam-na numa só imagem abstracta, o conceito empírico de maçã. (VALE TRÊS VALORES)

 

   

3) Os quatro passos do raciocínio de Descartes são pautados pelo racionalismo, doutrina que afirma que a verdade procede do raciocínio, das ideias da razão e não dos sentidos:

 

1º Dúvida hiperbólica ou Cepticismo Absoluto( «Uma vez que quando sonho tudo me parece real, como se estivesse acordado, e afinal os sentidos me enganam, duvido da existência do mundo, das verdades da ciência, de Deus e até de mim mesmo »)

 

2º Idealismo solipsista («No meio deste oceano de dúvidas, atinjo uma certeza fundamental: «Penso, logo existo» como mente, ainda que o meu corpo e todo o resto do mundo sejam falsos»)

 

3º Idealismo não solipsista («Se penso tem de haver alguém mais perfeito que eu que me deu a perfeição do pensar, logo Deus existe).

 

4º Realismo crítico («Se Deus existe, não consentirá que eu me engane em tudo o que vejo, sinto e ouço, logo o mundo de matéria, feito só de qualidades primárias, objetivas, isto é, de figuras, tamanhos, números, movimentos, existe fora de mim»). Realismo crítico é a teoria gnosiológica segundo a qual há um mundo de matéria exterior ao espírito humano e este não capta esse mundo como é. Descartes, realista crítico, sustentava que as qualidades secundárias, subjectivas, isto é, as cores, os cheiros, os sons, sabores, o quente e o frio só existem no interior da mente, do organismo do sujeito, pois resultam de movimentos vibratórios. (VALE TRÊS VALORES)

 

4) A) As três res ou substâncias primordiais em Descartes são: a res divina, Deus, espírito criador do universo, fonte das outras duas; a res cogitans ou pensamento humano sobre ciências, filosofia, senso comum, etc; a res extensa, isto é, a matéria, abstracta e indeterminada, constituída por comprimento, largura e altura dos corpos, destituída de cor, som, cheiro. Os três tipos de ideias são: inatas, que a mente humana já traz ao nascer e que são claras e distintas, como as ideias de "corpo", "alma", "triângulo", etc; adventícias, provenientes dos orgãos dos sentidos, ou seja percepções empíricas de formas, cores, sabores, em parte ilusórias  Há vários modos de relacionar umas e outras, por exemplo: a res divina equivale às ideias inatas, insusceptíveis de erro, como Deus; a res cogitans equivale às ideias factícias porque em muitas ciências e lendas entra a imaginação; a res extensa equivale às ideias adventícias porque estão designam figuras, cores, sons, etc.(VALE TRÊS VALORES).

 

4) B) Impressões de sensação são para Hume as percepções empíricas em acto. Exemplo: o mar que estou a ver, o calor que sinto agora, etc. Impressões de reflexão são impressões outrora sensoriais que conservamos na memória. Exemplo: a memória da sensação de frescura ao tomar banho de mar em Agosto. Ideias são cópias menos vivas das impressões, cópias desbotadas que a imaginação e a memória formam a partir de ambos estes tipos de impressões, as de sensação e as de reflexão. (VALE TRÊS VALORES).

 

4) C) A razão é a faculdade das ideias, pensa os númenos ou seres metafísicos incognoscíveis (Deus, mundo como totalidade infinita, alma imortal, etc.), está desligada da sensibilidade. O entendimento é a falculdade dos conceitos e dos juízos, pensa os fenómenos (trovoadas, montanhas, animais, mar, casas, etc.) que existem na sensibilidade e aos quais confere consistência, unidade, realidade, causalidade. (VALE DOIS VALORES)

 

4)D) Fenomenologia, como ontologia, é a teoria que descreve o mundo de matéria exterior ao corpo do sujeito sem garantir que esse mundo seja real, permanecendo na dúvida. Cepticismo é a corrente que afirma ser impossível conhecer a realidade além dos sentidos ou qualquer realidade. A fenomenologia é parcialmente céptica quanto à realidade da matéria. Metafísica é o campo das ideias e supostas realidades que transcendem o mundo físico, a experiência palpável dos sentidos: Deus, reencarnação, multiverso, etc. (VALE TRÊS VALORES)

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

   



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:42
link do post | comentar | favorito

Sábado, 26 de Outubro de 2019
Ortega explica Herbart: synecologia e eidolologia

 

José Ortega e Gasset, (9 de Maio de 1883, Madrid; 18 de Outubro de 1955) o grande filósofo espanhol do século XX, émulo de Heidegger e, a nosso ver, superior a este, expôs em síntese as ideias do filósofo alemão Johann Friedrich Herbart (Oldenburgo, 4 de Maio de 1776 - Goettingen, 11 de Agosto de 1841) o fundador da pedagogia como disciplina acadêmica. A metafísica, segundo Herbart, implicaria ou apresentaria quatro aspectos: metodologia, ontologia, synecologia e eidolologia.

 

Escreve Ortega, resumindo Herbart:

 

c) SYNECOLOGÍA

 

«A metafísica é "um movimento em forma de arco", que partindo da aparência, que é um problema, vai procurar a realidade absoluta, que é um princípio, e achado este torna a explicar aquela. A ontologia conduz aos problemas do mundo aparente: o espaço, o tempo, a matéria, o movimento que Herbart estuda como formas particulares de um problema geral: a continuidade. De aqui o nome de Synecologia.» (...).

«Todo esse mundo que resulta da metafísica é - dizíamos - uma "aparência objectiva", uma imagem firme, científica, mas, ao fim e ao cabo, uma imagem. Do que seja imagem, já o vimos; mas como "toda a aparência alude a um ser", é forçoso achar quem é o Ser em que a aparência surge, quem é o sujeito que imagina. Conclui, pois, a metafísica com a teoria da aparência ou imagem como tal (Eidolologia) que serve de fundamento e trânsito para a psicologia.»

 

d) EIDOLOLOGIA

 

«Toda a imagem apresenta-se como uma dupla referência: de um lado apresenta o imaginado; do outro, declara-se a si mesma como pertencendo a um eu. O mundo da aparência objectiva é um mundo de representações de um eu. Com isto damos com um daqueles temas contradictórios que a experiência iniludivelmente nos coloca. Não posso representar algo sem atribuir ao meu eu, como uma propriedade e parte dele, essa representação. Não obstante o meu eu aparece-me como uma unidade frente às muitas representações que o constituem. (...)»

«O eu é um Real que está em comércio e concorrência com outros Reais: às perturbações com que estes o ameaçam responde com actos de conseração de si mesmo, e estes são a génese das representações, propriamente as sensações, reações elementares da alma. A sua multidão, variedade, as suas idas e vindas, dependem das séries de Reais com quem entre ou deixe de entrar em concorrência».

 

(José Ortega y Gasset, Obras completas, Tomo I, 1902/1915, Penguin Random House e Fundación Ortega y Gasset, Sabadell, Barcelona, 2017, pp. 693-694; o destaque a negrito é posto por nós).

 

Na Grécia Antiga, eidolon (plural: eidola or eidolons) é uma imagem espiritual de uma pessoa viva ou morta, uma sombra ou fantasma com forma humana. Os prisioneiros da caverna descrita na alegoria da caverna de Platão viam na parede de fundo da caverna eidola, sombras da realidade que se desenrolava nas suas costas. No meu «Dicionário de Filosofia e Ontologia» plasmei o conceito de eidologia ( eidos, na teoria de Aristóteles, signifca essência ou forma comum a muitas entidades) como designando a ciência das essências incluída na ontologia:

 

«B) Por sua vez, a metafísica subdivide-se em duas áreas: teologia ou metafísica teológica e eidologia protológica ou teoria das essências principiais, excluindo divindades,»

(Francisco Limpo Queiroz, «Dicionário de Filosofia e Ontologia, Dialética e Equívocos dos Filósofos», Edições Colibri, Lisboa, 2017, pag.127).

 

É óbvio que eidolologia como ciência das imagens e eidologia como ciência das essências se opõem do mesmo modo que a sensação se opõe ao conceito e a doxa (opinião baseada na aparência) se opõe à episteme (ciência demonstrativa, operando sobre essências). A menos que se considere, como no fluxismo sensista, a essência como imagem efémera ab-rogada ou alterada a cada instante.

 

Note-se uma diferença entre a visão de David Hume e a de Johann Friedrich Herbart sobre o eu: para Hume, o eu não existe, há apenas um fluxo de sensações mutáveis a cada momento; para Herbart, como para Ortega, o eu existe em mutação devido à multiplicidade das representações. 

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 13:17
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019
¿Mala suerte del Seis en el título de Felipe VI?

 

FELIPE VI O LA MALA SUERTE DE INCLUIR EL NÚMERO 6 EN EL TÍTULO. Es posible que Felipe VI (SEXTO) de Borbón sea el último rey de España, después del cual emergirán las repúblicas ibéricas. El SEIS o SEXTO generalmente conlleva mala suerte: Jesucristo crucificado, supuestamente murió a la SEXTA hora (15 horas) de un VIERNES o SEXTO DÍA DE LA SEMANA; el rey Alfonso VI de Portugal fue removido por su hermano, Pedro II, del trono, el 22 de noviembre de 1667; el rey Juan VI de Portugal se vio obligado a huir a Brasil en 1807 debido a la invasión del ejército de Napoleón y perdió la colonia de Brasil en 1822; Pinheiro de Azevedo, primer ministro del SEXTO gobierno provisional en el Portugal revolucionario, sufrió un infarto de miocardio en junio de 1976; Sá Carneiro, primer ministro del SEXTO gobierno constitucional, fue asesinado en un atentado aéreo el 4 de diciembre de 1980, en el SEXTO año después del início de la Revolución de los claveles el 25 de abril de 1974; Pablo VI, el papa del aggiornamento de la Iglesia Católica Romana, vio ésta dividirse en tradicionalistas y progresistas y la Logia Masónica P2 infiltrarse en el Vaticano.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Derechos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:53
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
O Corão estipula matar o descrente em Alá

 

O Alcorão (em árabe: القرآن,  derivado de al-Qurʾān, lit. "a recitação") ou Corão (forma considerada errada por alguns linguistas) é o livro sagrado do Islão. O Alcorão seria a palavra íntegra de Deus (Alá)  revelada ao profeta Maomé (Muhammad) ao longo de  de vinte e três anos.Alcorão é, à letra, uma "recitação" .

O Alcorão está organizado em 114 capítulos, denominados suras. Cada sura é subdividido em versículos (ayat). O número de versículos é de 6536.

O Alcorão justifica que os muçulmanos matem os infiéis, os descrentes em Alá, Deus, pois a incredulidade é pior que o acto de assassinar. Lê-se na Sura 2 (o destaque a negrito é nosso):

 

«191.Matai-os onde quer que os encontreis e expulsai-os de onde os tenham expulsado.»

«A oposição (à vossa fé) é mais grave que matar.»

«Não luteis contra eles junto à "Mesquita Inviolável" se eles não o fazem, mas se vos atacam matai-os; esta é a recompensa dos incrédulos».

 

É justo classificar o Islão como uma religião de paz quando preconiza matar os associadores (musharikin), isto é, os cristãos que associam a Deus a Virgem Maria e os Santos e os politeístas que adoram outro Deus ou deuses além de Alá? Diz o Corão no Sura al-Tawba, número 9:

 

«E quando tenham passado os meses invioláveis, matai os associadores onde quer que os acheis. »

«Capturai-os, sitiai-os e estendei-lhes toda a classe de emboscadas; mas se se retractam , estabelecem o salat e entregam o zakat deixa que sigam o seu caminho.»

«Verdadeiramente Alá é Misericordioso e Compassivo». (Sura 9, versículo 5) 

 

O salat é um pilar do Islão, consiste em as cinco orações públicas que cada muçulmano deve realizar diariamente, voltado para Meca. O zakat  é outro pilar do Islão, a esmola, em regra ,5% do valor que iria poupar o muçulmano e que opta por  dar a uma  das categorias beneficiárias desse dinheiro que estão indicadas no Alcorão, como por exemplo, os pobres, os necessitados, os endividados. 

 

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:09
link do post | comentar | favorito

A trasladação dos restos de Franco traslada a revolução à Catalunha?

 

O RETIRAR DAS OSSADAS DE FRANCO DO VALE DOS CAÍDOS PROVOCA A CRISE NA CATALUNHA? Todas as ligações são possíveis - teoria do sincronismo. O ditador Francisco Franco Bahamonde (4 de Dezembro de 1892- 19 de Novembro de 1975) simbolizava a Espanha una, indivisível, sem autonomias regionais, sem democracia liberal. Ao tirar os seus restos mortais da basílica do Vale dos Caídos, o governo do PSOE retira força anímica à direita neofranquista e o desconjuntar do símbolo desta, os restos de Franco, faz desconjuntar Espanha - e a revolução da Catalunha pela independência aí está para provar essa hipótese. Irado, o espírito de Franco abala a monarquia espanhola de Felipe VI com o efeito «perverso» de levar à secessão da Catalunha.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 00:39
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
¿El traslado de los restos de Franco traslada la revolución a Catalunya?

 

¿La retirada de los huesos de Franco del Valle de los Caídos, el 24 de octubre de 2019, causa o agudiza irreversiblemente la crisis en Cataluña? Todos los enlaces son posibles - teoría del sincronismo. El dictador Francisco Franco Bahamonde (4 de diciembre de 1892-19 de noviembre de 1975) simbolizó la España una, indivisible, sin autonomía regional, ni democracia liberal. Al retirar sus restos de la Basílica del Valle de los Caídos, el gobierno del PSOE retira la fuerza anímica de la derecha neo-franquista, y el descoyuntar del símbolo de ésta, los restos de Franco, descoyunta a España, y la revolución de independencia de Cataluña está ahí para demostrar esta hipótesis. La ira del espíritu de Franco sacude la monarquía española de Felipe VI con el efecto "perverso" de conducir a la secesión de Cataluña.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Derechos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:03
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
David Icke: a Nobreza Negra de Veneza e os Illuminati

David Icke, o melhor historiador actual sobre a trama secreta illuminati que comanda o planeta, fala da Nobreza Negra que já na Idade Média e no Renascimento comandava a expansão marítima e territorial europeia e que incluía, certamente, o infante Dom Henrique. Diz, aliás, que as descobertas marítimas foram apenas redescobertas porque os mapas mundi com a configuração dos continentes já existiam desde há milhares de anos desenhados por raças extra e intraterrestres :

 

«Os Iluminati estão relacionados com a Élite Mundial por meio da Nobreza Negra, uma antiga agrupação de indivíduos de «raça pura». As suas sedes acham-se em Itália, especialmente em Veneza e Génova. Tanto João Cabotto (cujo nome verdadeiro era Giovanni Cabotto) como Cristovão Colombo viveram em Génova antes de "descobrir" diversas partes da América e com quatro anos de diferença um do outro. Numerosos investigadores afirmam hoje que outro Giovanni pertencia a uma das famílias da Nobreza Negra. Trata-se de Giovanni Agnelli, que durante muito tempo foi director da empresa Fiat até 1996, e membro destacado do Clube Bilderberg. A família Agnelli exerce uma grande influência em Itália e diz-se, meio a brincar, que a principal responsabilidade de qualquer primeiro ministro italiano é "dar brilho à maçã da porta de Agnelli". Giovanni Agnelli manteve uma relação - a quese deu muita publicidade - com Pamela Churchill, a neta de Winston, até que ela se casou com...Averell Harriman. Ela era uma das principais encarregadas de recolher fundos para Bill Clinton e foi embaixadora de Estados Unidos em Paris. A família Agnelli estava estreitamente relacionada com Mussolini, o ditador fascista, que nomeou senador vitalício o avô de Giovanni. Algumas famílias da Nobreza Negra em Veneza e Roma afirmam ter antepassados que se remontam ao imperador romano Justiniano, o homem que no ano 553 eliminou supostamente dos textos bíblicos toda a referência às reeencarnações.»

(David Icke, Y la Verdad os hará Libres, Ediciones Obelisco., Barcelona, Setembro de 2013, pp. 257-258; o destaque a bold é colocado por nós).

 

Sabe-se que o Clube de Bilderberg é um grupo de pensadores, políticos, milionários, directores de cadeias de televisão e de grupos multinacionais que conspira contra a liberdade dos povos, promove a União Europeia e constrói a Nova Ordem Mundial.   

 

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:42
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
Breves reflexões de Setembro e Outubro de 2019

 

A UNIVERSIDADE PORTUGUESA NÃO É NEUTRA, ESTÁ AO SERVIÇO DA ALTA BURGUESIA E DO PRESTÍGIO IMERECIDO DE ALGUNS CATEDRÁTICOS. Nas universidades portuguesas e europeias não se põe em causa a vacinação, que o professor Tissot, investigador francês  classificou de inoculação da fase crónica da doença. Também não é permitido investigar história social por parâmetros astronómicos (astrologia histórica). No entanto os factos histórico-astronómicos gritam contra o dogmatismo erróneo dos catedráticos: em 25 de Abril de 1983, com Júpiter em 9º do signo de Sagitário, o PS de Mário Soares vence as eleições legislativas em Portugal; em 1 de Outubro de 1995, com Júpiter em 10º do signo de Sagitário, o PS de António Guterres  vence as eleições legislativas em Portugal; em 6 de Outubro de 2019, com Júpiter em 18º-19º do signo de Sagitário, o PS de António Costa vence as eleições legislativas em Portugal.

 

Ignorando estes factos, a universidade e a sociedade em geral vivem sob  um subreptício fascismo epistémico. Os catedráticos e mestres de filosofia, história, sociologia, medicina? Um bando de «aristocratas» arrogantes, que temem ser postos em causa e censuram as teorias e teóricos que se lhes opõem! Os colunistas da televisão e dos jornais como Miguel Sousa Tavares, José Pacheco Pereira, José Manuel Fernandes, José Miguel Júdice, Paulo Portas, João Miguel Tavares, José António Saraiva, Boaventura Sousa Santos e os astrólogos de presença televisiva como Paulo Cardoso, Luís Resina, Cristina Candeias, Helena Avelar? Ignorantes de história astronómica e social e cúmplices do fascismo epistémico! 

 

UMA MAIORIA DE IMIGRANTES NO CONCELHO DE ODEMIRA (MAIS DE 50% DA POPULAÇÃO JÁ ) RETIRA IDENTIDADE AO ALENTEJO? Segundo um amigo meu, do Bloco de Esquerda, sim, retira. Há israelitas, franceses, alemães e outros que compram casa em Odemira e aí se instalam vivendo das suas reformas ou de investimentos. Depois há os outros, os proletários. Os imigrantes da Tailândia são muito pacíficos, trabalham nas estufas de framboesas, mirtilos, morangos, explorados pelos angariadores que podem meter ao bolso 3 euros de cada 6 euros que o imigrante ganharia, supostamente à hora. «O problema é com os indianos. Vieram trabalhar sem trazer as mulheres, estão longos meses em Odemira e juntam-se à noite em grandes grupos que vão observar e incomodar as mulheres que saem a fazer compras em supermercados.»

 

O governo socialista de António Costa, o PAN, o PEV, o PCP , o BE, o Livre, o MAS, o PCTP-MRPP e outros e os partidos da direita PSD e CDS atacam a classe operária portuguesa com a política de portas abertas à imigração. Esta é, no essencial, a invasão da Europa pelo islamismo. Do CDS ao Bloco de Esquerda e ao PCP todos estes partidos, em especial o PS e o PSD são diferentes rostos da Élite Mundial dos Illuminati, a alta Maçonaria que promove a destruição dos Estados nacionais através da emigração, da ideologia de género, do federalismo, da dívida pública ao FMI ou a consórcios de bancos internacionais. Resta um partido não controlado, de momento, pelos Illuminati: o Chega, de André Ventura que diz umas verdades que todos silenciam. Portugal está em risco de afundamento: a luta é entre os patriotas e os partidos de direita, centro e esquerda agentes do imperialismo estrangeiro, de George Soros e do Clube de Bilderberg.

 

OSCILO ENTRE O EROTISMO E O OROTISMO. Viver só é uma fonte de erotismo alimentado pela imaginação. Então peco e, logo a seguir, oro a Deus, em penitência e louvor. Do erotismo ( de Eros, o deus do Amor, da Atração Sexual) transito ao «orotismo» ( De orar, oração, que é um erotismo espiritualizado, sublimado). Há o erótico e o orótico...e ambos parecem ter a ver com a visão: óptica.

 

SINCRONISMO ONTOFONÉTICO. De 11 a 13 de Outubro de 2019, as ideias de ALEX, ASAS, ANJO, PEDRA e BAFOMET estão em destaque: no dia 11, a banda «ANJOS» (evoca: ASAS) dá um concerto no festival Patrimónios do Sul, na cidade de Beja, um incêndio florestal arrasa 3000 hectares junto a Los ANGELES (em português: ANJOS) e causa 2 mortos, morre o primeiro cosmonauta russo, ALEXEI Leonov (30 de Maio de 1934); no dia 12, passam 144 anos sobre o nascimento na Inglaterra do aristocrata ALEISTER (evoca: ALEX) CROWLEY ( CROW significa CORVO e evoca ASAS), um adorador de Lúcifer sob várias formas entre elas a do Bode com seios de mulher e ASAS NEGRAS chamado BAFOMET, o cantor João PEDRO Pais (evoca: PEDRA) dá um concerto na cidade de Beja; no dia 13, a SAUDADE, Associação de Salvaguarda do Património Imaterial da Portuguesia, com sede em Vila Nova da Barquinha, junto ao Rio Tejo, realiza a consagração da PEDRA Fundamental e formaliza a Escritura Notarial de Fundação, evocando, subliminarmente ou não,a data de 13 de Outubro de 1307, em que os templários franceses, adoradores do BAFOMET, o demónio andrógino de ASAS NEGRAS, e banqueiros da Europa medieval, foram presos à ordem dos senescais do rei Filipe o Belo de França.

 

SANTA RITA DE CÁSSIA E ATENTADOS EM MANCHESTER. As entidades espirituais não podem alterar as conexões da Ordem Cósmica estabelecidas nos astros, creio. Em 22 de Maio de 2017, dia de Santa Rita de Cássia no calendário da igreja católica, em Manchester, um terrorista suicida detona uma bomba no pavilhão Manchester Arena depois de um concerto da cantora Ariana Grande, provocando a morte de 22 pessoas, entre elas várias crianças. Em 11 de Outubro de 2019, digo a Rita «Supostamente, serias protegida por Santa Rita de Cássia» e no Centro Comercial Arndale, em Manchester, um homem apunhala 4 pessoas e é neutralizado por um disparo de pistola eléctrica da polícia. Santa Rita de Cássia é adversa a Manchester?

 

O ABORTO VOLUNTÁRIO É UM SACRIFÍCIO OFERECIDO AO SANGUINÁRIO DEUS MOLOCH, CUJA ESTÁTUA TINHA UMA CAVIDADE ONDE UMA FOGUEIRA ARDIA E SE LANÇAVAM VIVAS CRIANÇAS. Por isso, combatamos a reclamação feminino-fascista de liberdade para abortar.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. É o melhor dicionário nesta área, existente no mercado, segundo muitas opiniões de docentes de filosofia.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Que influência tem Júpiter em 18º-29º de Sagitário na produção de factos sociais?

 

Eis uma via de pesquisa sobre a suposta influência de Júpiter no modelar dos factos histórico-sociais: verificar se quando Júpiter repetir a sua passagem em um dado grau da circunferência zodiacal se repetem acontecimentos já verificados. O leitor pode fazê-lo. Em alguns casos a posição de Júpiter é a causa directa dos sucessos, em outros não. O campo de investigação é imenso.

 

18º DE SAGITÁRIO:

ATENTADO ISLAMISTA EM PARIS, MINA DE ALJUSTREL, ROUBO DE BEBÉ EM HOSPITAL

 

Em 2 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 17º 56´/ 18º 7´ de Sagitário, uma mulher é detida ao roubar um bebé no Hospital de São João no Porto. 

 

Em 30 de Setembro de 2019, com Júpiter em 18º 3´/ 18º 11´ de Sagitário, um jovem de 22 anos a trabalhar na mina Almina, em Aljustrel, fica gravemente ferido quando um tubo de sondagens lhe cai em cima da mão, cortando-lhe os dedos indicador, médio e anelar.

 

Em 3 de Outubro de 2019, com Júpiter em 18º 28´/ 18º 36´ de Sagitário, um funcionário do serviço de informática do Departamento dos Serviços Secretos da Polícia, de 45 anos de idade, surdo-mudo, convertido ao islamismo, mata uma mulher e três homens com uma faca ao início da tarde na sede da polícia em Paris, no centro histórico da cidade, na Île de la Cité, perto da catedral de Notre-Dame, onde estão integradas as principais Delegações e Direções da polícia, e é abatido a tiro. .

 

Júpiter transita o grau 18º de Sagitário de 29 de Setembro a 6 de Outubro de 2019.

 

JÚPITER EM 19º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

ATROPELAMENTO MORTAL NO TERREIRO DO PAÇO, CHOQUE DE COMBOIOS PERTO DE BARCELONA, AUTOMÓVEL CAI À ÁGUA, INCÊNDIO NO FLAMENGO, 

 

Em 1 de Novembro de 2007, com Júpiter em 19º 36´/ 19º 48´ de Sagitário, de madrugada um automóvel cai na albufeira do Azigo, em Macedo de Cavaleiros, morrendo as 4 pessoas que transportava, de madrugada, Manuel Real, segurança de um parque de estacionamento em Matosinhos é assassinado por um ex colega, um incêndio em Faro causa a morte por asfixia de uma menina de 5 anos, em um quarto do sotão da casa. 

 

Em 2 de Novembro de 2007, com Júpiter em 19º 48´/ 20º 0´  de Sagitário, uma condutora de automóvel, de 35 anos em excesso de velocidade despista-se no Terreiro do Paço, em Lisboa, e atropela três pessoas, duas delas mortalmente, uma mãe de 57 anos e a filha de 20 anos quando cruzavam a passadeira, cortando depois o trânsito na Avenida Infante Dom Henrique. 

 

Em 8 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em  18º 56´/ 19º 6´ de Sagitário, o choque frontal de dois comboios na linha R4, nos arredores de Barcelona, causa um morto e mais de 100 feridos, um incêndio de madrugada mata 10 jovens e fere outros três que dormiam no Centro de Treinos do Flamengo, no Rio de Janeiro, a TAP baptiza de "Zé Pedro" um Airbus A321 em honra dos Xutos e Pontapés e do falecido músico.

 

Em 9 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 19º 6´/ 19º 15´ de Sagitário, arranca, no Arena, em Évora o I Congresso do Partido Aliança, presidido por Pedro Santana Lopes, que aprova os estatutos e os regulamentos.

 

Em 10 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 19º 15´ / 19º 25´ de Sagitário, uma grua desaba na rua da Torrinha, Porto, sobre o telhado de vários armazéns, casas e sobre carros, causando 3 feridos ligeiros.

 

Em 11 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 19º 25´/ 19º 34´ de Sagitário, um helicóptero cai ao quilómetro 7 da rodovia Anhanguera, na Grande São Paulo e choca com um camião, morrendo os tripulantes da aeronave, o jornalista Ricardo Boechat de 66 anos e  o piloto, Ronaldo Quattrucci, um dos proprietários da empresa pela qual a aeronave estava registrada.

 

Em 13 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 19º 43´/ 19º 52´  de Sagitário, um avião particular de matrícula PT-JIC, modelo Cessna Aircraft 210L, cai em Belém (Pará), Brasil, causando um morto e dois feridos.

 

Júpiter transita o grau 19º de Sagitário de  6 a 13 de Outubro de 2019.

 

JÚPITER EM 20º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

ATROPELAMENTOS MORTAIS EM TIRES E NO PATACÃO , MULHER ASSASSINADA NA GOLEGÃ, TRIUNFO DO LIVERPOOL,

 

Em 5 de Novembro de 2007, com Júpiter em  20º 24´/ 20º 36´ de Sagitário, às 9.10 horas, uma avó e duas netas são atropeladas em Tires, vindo uma das netas, de 6 anos, a morrer horas depois. 

 

Em 17 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 20º 18´/ 20º 27´de Sagitário, Ana Maria Silva, de 53 anos, é assassinada pelo ex companheiro, Eduardo Pinto, no parque de estacionamento de uma danceteria na Golegã, Santarém, e um homem morre ao chocar o seu carro contra um poste eléctrico na aldeia de Vau, Óbidos. 

 

Em 1 de Junho de 2019, com Júpiter em 20º 42´/ 20º 34´ de Sagitário, um automóvel Opel Corsa despista-se e mata dois idosos sentados em um banco em Patacão, a dois quilómetros de Faro, o Liverpool conquista a Liga de Campeões ao derrotar por 2-0 o Tottenham.

 

Júpiter transitará o grau 19º de Sagitário de   13 a 19 de Outubro de 2019.

 

JÚPITER EM 21º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

AGENTE DA PJ MORTO,  QUEDA DE HELICÓPTERO EM MELGAÇO,  AGRESSÃO NA DISCOTECA URBAN BEACH 

 

Em 8 de Novembro de 2007, com Júpiter em 21º 1´/ 21º 13´ de Sagitário, Amílcar Santos, inspector  da PJ, é encontrado morto no seu automóvel, no Hospital Amadora Sintra.

 

Em 10 de Novembro de 2007, com Júpiter em 21º 25´/ 21º 38´ de Sagitário, um helicóptero Ecureille modelo B-3 cai ao combater o fogo florestal em Parada do Monte, Melgaço, morrendo o piloto.

 

Em 23 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 21º 8´/ 21º 16´ de Sagitário, as 6.30 horas, dois jovens de 17-19 anos agridem tres outros na discoteca Urban Beach em Lisboa. 

 

Em 25 de Fevereiro de 2019, com Júpiter em 21º 23´/ 21º 31´ de Sagitário, de Sagitário, as 5.30 horas da manhã duas viaturas de assistencia, uma de limpeza e outra de transportes de bagagens, chocam violentamente na pista do aeroporto da Portela, havendo um ferido grave.

 

Em 24 de Maio de 2019, com Júpiter em 21º 39´/ 21º 32´ de Sagitário, a explosão de um saco com parafusos e bolas de metal feita numa zona pedonal de Lyon, França, provocada por um homem que foge de bicicleta, causa 13 feridos. 

 

Em 25 de Maio de 2019, com Júpiter em 21º 32´/ 21º 25´ de Sagitário, de madrugada, dois automóveis são incendiados em Évora, 13 trabalhadores sofrem irritação de pele e dificuldades respiratórias por um produto tóxico disseminado na central fruteira do Cercal do Bombarral. 

 

Em 27 de Maio de 2019, com Júpiter em 21º 18´ / 21º 11´ de Sagitário,  cai uma avioneta de quatro lugares em Porto do Mato, em Sergipe, no Brasil morrendo entre os passageiros o  cantor Gabriel Diniz, que canta a música “Jenifer”.

 

Júpiter transita o grau 21º de Sagitário de  19 a 24 de Outubro de 2019.

 

JÚPITER EM 22º DE SAGITÁRIO:

ASSASSÍNIO EM VIEIRA DO MINHO, QUEDA DE AVIÃO ETÍOPE

 

Em 6 de Março de 2019, com Júpiter em  22º 25´/ 22º 32´ de Sagitário, António Fidalgo, de 40 anos, dono de um restaurante em Salamonde, Vieira do Minho, estrangula a esposa Ana Paula, por desconfiar de adultério desta.

 

Em 10 de Março de 2019, um avião Boeing 737 Max 8 em viagem de Adis Abeba a Nairobi despenha-se na Etiópia, morrendo 157 pessoas.

 

Em 14 de Maio de 2019, com Júpiter em 22º 42´/ 22º 36´ de Sagitário, ocorre a queda de quatro blocos de betão, na ponte da Arrábida, que liga Porto a Gaia, às 20.30 horas, na freguesia de Quatro Ribeiras, na ilha Terceira, Açores, um condutor encadeado supostamente pelo sol atropela uma procissão religiosa, matando duas mulheres e ferindo dez outras pessoas.

 

em 15 de Maio de 2019, com Júpiter em 22º 36´/ 22º 30´  de Sagitário, às 17 horas, Pedro Santana Lopes, presidente do partido Aliança, é ferido ao capotar o automóvel que guiava na A1, perto de Caranguejeira, Leiria, e Paulo Sande, candidato do partido às eleições europeias que o acompanha sofre ligeiras contusões, o Ajax sagra-se campeão de futebol da Holanda. 

 

Júpiter transita o grau 22º de Sagitário de   24  a 30 de Outubro de 2019.

 

 

JÚPITER EM 23º DE SAGITÁRIO:

INCÊNDIO NA AMADORA,  MASSACRE ANTI ISLÂMICO NA NOVA ZELÂNDIA, ACIDENTES DE AVIÃO EM BRAGANÇA E MOSCOVO

 

Em 11 de Março de 2019, com Júpiter em 22º 55´/ 23º 0´ um incêndio no rés-do-chão de  um prédio de três andares, na Estrada Salvador Allende, na Venteira, Amadora, mata uma menina de um ano e faz 6 feridos, três deles graves.

 

Em 15 de Março de 2019, com Brenton Tarrant, um australiano supremacista branco de 28 anos, fortemente armado, ataca a Mesquita Al Noor  em Deans Ave, Riccarton, na área da cidade de Christchurch, Nova Zelândia, por volta das 13.40, hora local, matando 42 das cerca de 300 pessoas que estavam na mesquita e  transmitindo durante  16 minutos pelo Facebook o ataque ao vivo, outro atirador islamofóbico assassina a tiro 7 pessoas no Centro Islâmico de Linwood e outra pessoa é abatida no Hospital Christchurch, gerando mais de 50 feridos.

 

Em 16 de Março de 2019, próximo da aldeia de Varge, Bragança, cerca das 18 horas explode e cai um avião de dois lugares em voo de recreio, morrendo os dois tripulantes, um empresário de 60 anos, e um jovem piloto da TAP, de 26 anos, ambos de Bragança e membros do Aeroclube de Bragança, proprietário da aeronave acidentada.

 

Em 5 de Maio de 2019, com Júpiter em  23º 27´/ 23º 22´de Sagitário, o avião  Superjet-100 que fazia o trajeto entre Moscovo e Murmansk é atingido por um raio em voo e incendeia-se ao aterrar de emergência  no aeroporto de Sheremetievo, em Moscovo, morrendo 41 das 78 pessoas a bordo.

 

Júpiter transita o grau 23º de Sagitário de    30 de Outubro a  4 de Novembro de 2019.

 

24º DO SIGNO DE SAGITÁRIO:

DESASTRE DE AUTOCARRO NA MADEIRA, QUEDA DE GRUA NO PORTO

Em 17 de Abril de 2019, um autocarro cai por uma ribanceira, às 18.15 horas, no Caniço Baixo, concelho de Santa Cruz, Madeira, matando 28 turistas alemães e ferindo outras 28 pessoas.

 

Em 20 de Abril de 2019, uma grua de 30 metros cai na rua das Corticeiras, Fontaínhas, Porto, afectando 9 casas, incluindo a destruição de um apartamento. 

 

Em 21 de abril de 2019, com Júpiter em 24º 11´/ 24º 9´ de Sagitário, domingo de Páscoa, uma série de pelo menos 8 explosões em três igrejas cristãs durante a missa de Páscoa em Negombo, Batticaloa e Colombo,e três hotéis em várias cidades do Sri Lanka, como Kochchikade e Katuwapitiyae Colombo, mata 258 pessoas e faz mais de 500 feridos, ocorrendo mais atentados do grupo islâmico National Thowheeth Jama'ath, nos hotéis Shangri-La, Cinnamon Grand e Kingsbury em Colombo, morrendo em este último o português Rui Lucas.

Júpiter transita o grau 24º de Sagitário de   4 a  9 de Novembro de 2019.

 

JÚPITER EM 25º DE SAGITÁRIO:

INCÊNDIO EM LISBOA

 

Em 28 de Novembro de 2007, com Júpiter em 25º 17´/ 25º 31´ de Sagitário, das 18.30 às 20.00 horas, lavra um novo incêndio, que destrói uma churrasqueira e um café vizinho, na zona do Beato em Lisboa.

Júpiter transita o grau 25º de Sagitário de   9 a  14 de Novembro de 2019.

 

JÚPITER EM 26º DE SAGITÁRIO:

ASSASSÍNIO DE GUARDAS CIVIS ESPANHÓIS

 

Em 1 de Dezembro de 2007, com Júpiter em 25º 57´/ 26º 11 de Sagitário, na  cafetería Les Ecureuilles, em Capbreton, na costa sudoeste de França  dois homens e uma mulher membros da ETA assassinam a tiro dois guardas civis madrilenos, Raúl Centeno Bayón e Fernando Trapero Blázquez de 23 anos, que se encontravam à paisana.

 

Júpiter transita o grau 26º de Sagitário de   14 a  18  de Novembro de 2019.

 

JÚPITER EM 27º DE SAGITÁRIO:

ASSASSÍNIO DE UM SEGURANÇA NO PORTO

 

Em 9 de Dezembro de 2007, com Júpiter em 27º 45´/ 27º 59´ de Sagitário, às 23.35 horas, o segurança Alberto Carvalho, que havia morto um cliente em 2001, é assassinado no seu prédio, na cidade do Porto, um homem mata duas pessoas em um centro religioso de missionários, em Denver, Colorado, EUA.

 

Júpiter transita o grau 27º de Sagitário de   18 a  23 de Novembro de 2019.

 

JÚPITER EM 28º DE SAGITÁRIO:

EXPLOSÃO EM PIROTECNIA

Em 10 de Dezembro de 2007, com Júpiter em 27º 59´/ 28º  13´ de Sagitário, uma exposão na pedreira Las Salinillas em San José del Valle, Cádiz, Espanha, fere 3 trabalhadores, destroçando a perna de um deles e arrancando-lhe três dedos de uma mão. 

 

Em 13 de Dezembro de 2007, com Júpiter em 28º 40´/ 28º 54´ de Sagitário, os líderes de 27 países da União Europeia assinam em Lisboa um tratado que institui a duração de 5 anos para o presidente do conselho europeu, acentuando a unificação.

Júpiter transita o grau 28º de Sagitário de   23 a  28 de Novembro de 2019.

 

JÚPITER EM 29º DE SAGITÁRIO:

OPERAÇÃO POLICIAL NO PORTO

Em 16 de Dezembro de 2007, com Júpiter em 29º 21´/ 29º 35´ de Sagitário, a Polícia Judiciária, mobilizando 200 agentes, realiza 58 buscas domiciliárias e prende 14 suspeitos dos homicídios da noite no Porto, entre eles Bruno Pidá.

 

Júpiter transita o grau 29º de Sagitário de   28 de Novembro a 2 de Dezembro de 2019.

 

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:44
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


posts recentes

Áreas 16º-19º de Sagitári...

Dicionário de Filosofia e...

Sincronismo de Franco com...

Daniel Estulin: o clube d...

¿Predestinó el grado 6 de...

Área 26º-28º del signo de...

Área 25º-29º del signo de...

São Tomás de Aquino: a al...

¿ Abdicará Felipe VI del ...

Divergências de Schopenha...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds