Terça-feira, 7 de Abril de 2020
Papa Ratzinger e Lenine: o paralelismo

 

Há um paralelismo entre Joseph Ratzinger (papa Bento XVI ) e Vladimir Ilich Lenine:


1)- Ambos nascem na segunda quinzena de Abril : Ratzinger nasceu a 16 de Abril de 1927, Lenine nasceu a 22 de Abril de 1870.


2)- Ambos foram guardiães da ortodoxia de uma doutrina escatológica que visa a salvação da humanidade: Ratzinger foi o Perfeito da Congregação para a Doutrina da Fé , na igreja romana, de 1981 a 2005, Lenine foi o guardião de uma ortodoxia marxista aplicada à situação da Rússia, o marxismo-leninismo.

 

3) Ambos se vincularam especialmente com a data de 16 de Abril: Lenine, vindo do exílio prolongado, chegou de comboio à estação da Finlândia em São Petesburgo (Petrogrado), sendo aclamado por milhares de operários, soldados e marinheiros e discursou apelando à revolução socialista, na noite de 16 de Abril de 1917, dez anos exactos antes do nascimento de Joseph Aloisius Ratzinger.

 

4)- Ambos sucederam como chefes supremos de uma instituição multinacional a um chefe máximo nascido em 18 de Maio de um dado ano:


A) Lenine sucedeu como presidente do Conselho de Comissários do Povo da República Socialista Federativa Soviética da Rússia ao czar Nicolau II, nascido em 18 de Maio de 1868.

 

B) Joseph Ratzinger sucedeu como papa da igreja católica romana a João Paulo II, nascido como Karol Wojtila em 18 de Maio de 1920.

 

Ambos renunciam ao cargo por doença, ou velhice e/ou pressão política adversa no inverno de um dado ano:

 

A) Vladimir Lenine fica paralítico e sem voz, em 9 de Março de 1923, com o Sol em 17º-18º do signo de Peixes.

 

B) Bento XVI renuncia por «cansaço», na realidade por pressão da maçonaria e dos jesuítas, em 28 de Fevereiro de 2013, com o Sol em 9º-10º do signo de Peixes.

 

Ambos são substituídos nas suas funções de líderes máximos por homens nascidos em 17 ou 18 de Dezembro de anos distintos:

 

A) Lenine é sucedido por Estaline, nascido em 18 de Dezembro de 1878.

 

B) Bento XVI é sucedido por Jorge Bergoglio (papa Francisco), nascido em 17 de Dezembro de 1936.

 

Estas coincidências não são fortuitas, obedecem à lei geral planetário-fonética das estruturas.

 

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:40
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Abril de 2020
Francisco Franco e João Paulo II: o paralelismo.
 
Há uma certa correspondência numerológico-onomástico-histórica entre as vidas de Francisco Franco Bahamonde (4 de Dezembro de 1892-19 de Novembro de 1975) e Karol Wojtila ou papa João Paulo II (18 de Maio de 1920-2 de Abril de 2005):
 
 1) Ambos se vinculam de modo especial à DATA DE 18 MAIO:
 
 A) João Paulo II nasce em 18 DE MAIO de 1920, em Wadowice.
 B) O generalíssimo Francisco Franco preside ao Desfile da Vitória do exército nacional, da contra-revolução católico-fascista, vitorioso na guerra civil de 1936-1939, desfile que tem lugar em Madrid em 18 DE MAIO de 1939, dia de aniversário de Karol Wojtila, então estudante na universidade Jaguelónica.
 
 2) Ambos vinculam suas vidas à onomástica POLO:
 
 A) João Paulo II nasce na POLÓNIA.
 B) Francisco Franco Bahamonde casou com Carmen POLO, uma asturiana de Oviedo, em 1923.
 
3) Ambos se vinculam de modo especial às datas 22,23 e 24 de OUTUBRO:
 
A) Em 22 DE OUTUBRO de 1923, Franco e Carmen Polo casam catolicamente na igreja de San Juan, de Oviedo.
B) Em 22 DE OUTUBRO de 1978, João Paulo II inicia o seu pontificado como papa romano.
C) Em 24 DE OUTUBRO de 2019, os restos mortais de Francisco Franco são transferidos de helicóptero desde a basílica de Vale dos Caídos, em Cuelgamuros, para o cemitério de Mingorrubio, em El Pardo, Madrid.
 
4) Ambos se ligam de modo especial às DATAS DE 1 e 2 de ABRIL:
 
 A) Em 1 DE ABRIL de 1939, termina a guerra civil de Espanha com a vitória do generalíssimo Franco que, nesse dia, cai doente com febre.
 B) Em 2 DE ABRIL de 2005, o papa João Paulo II, enfermo de Parkinson, morre aos 84 anos de idade.
 
 5) Ambos INFLIGIRAM PESADAS DERROTAS ao COMUNISMO SOVIÉTICO:
 
 A) Francisco Franco que em 18 de Julho se sublevou no norte de África contra a II República Espanhola DERROTOU MILITAR E POLÍTICAMENTE AS CORRENTES COMUNISTAS, em particular o PCE apoiado por Estaline e Brejnev, na guerra civil espanhola de 1936-1939 e no período de ditadura de 36 anos que se lhe seguiu.
B) O papa João Paulo II influenciou a revolução anticomunista que desde 1980 o Sindicato operário Solidariedade, presidido por Lech Walesa, impulsionou na POLÓNIA, país que detonou A QUEDA DO  COMUNISMO NO BLOCO SOVIÉTICO, em 1989-1991, fazendo do papa polaco o VENCEDOR DO COMUNISMO RUSSO.
 
6) Ambos registarem vitórias importantes na sua ascensão político-social na DATA DE 28 DE SETEMBRO:
 
A) Em 28 DE SETEMBRO de 1936, os altos mandos militares do Exército contra-revolucionário reunidos em Salamanca aprovam, após dissensões, o decreto de nomeação do generalíssimo FRANCISCO FRANCO Bahamonde como CHEFE DE ESTADO ESPANHOL enquanto dure a guerra civil.
 B) Em 28 DE SETEMBRO de 1978, o PAPA João Paulo I (Albino Luciani) MORRE presumivelmente envenenado quando se preparava para destituir o arcebispo Marcinkus, membro da Loja Maçónica P-2, de presidente do Instituto das Obras Religiosas. Fica assim ABERTO O CAMINHO À ELEIÇÃO DO CARDEAL POLACO KAROL WOJTILA  à cátedra do papado romano.
 
7) AMBOS FORAM ATINGIDOS, SIMBOLICA OU REALMENTE, POR UM ATENTADO A TIRO NO ANO DE 1981:
 
 A) Em 23 de Fevereiro de 1981, o tenente-coronel da Antonio Tejero Molina, em nome da memória do generalíssimo FRANCO, invade o parlamento espanhol com 175 guardas civis, DISPARA rajadas de metralhadora e sequestra os deputados. O GOLPE FRANQUISTA, que parece ter sido urdido pelo próprio rei Juan Carlos FRACASSA na madrugada seguinte.
B) Em 13 de Maio de 1981, o PAPA JOÃO PAULO II é GRAVEMENTE FERIDO A TIRO no peito em um atentado cometido pelo turco Ali Agca, encomendado pelos serviços secretos búlgaros.
 
 8) AMBOS FORAM EXALTADOS EM 1978 E ECLIPSADOS EM 2005:
 A) Em 24 de Setembro de 1978, FRANCISCO FRANCO Bahamonde é CANONIZADO na igreja católica tradicionalista de El Palmar de Troya (Sevilha) pelo jovem papa cego de esta, Clemente Domínguez entronizado como Papa Gregorio XVII em 15 de Agosto de 1978.
E semanas depois, em 16 de Outubro de 1978, o cardeal KAROL WOJTILA É ELEITO PAPA no conclave do Vaticano e toma o nome de João Paulo II.
 B) Em 21 de Março de 2005, FALECE, ao celebrar missa, o PAPA PALMARIANO GREGÓRIO XVII (Clemente Domínguez, de 58 anos) da Igreja Cristã de Palmar de Troya que canonizou Francisco Franco em 1978.
Doze dias depois, em 2 de Abril de 2005, FALECE O PAPA ROMANO JOÃO PAULO II.
 
 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

         © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 


publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:15
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Abril de 2020
Beber água do mar imuniza contra o covid 19

 

Diariamente bebo meio copo de água salgada do mar que, segundo o fisiologista e cientista experimentalista René Quinton (15 de Dezembro de 1866, Chaumes-en-Brie, França; 9 de Julho de 1925, Paris) remineraliza maravilhosamente o organismo humano. Mas com o confinamento vigente em Portugal não posso ir ao Algarve encher de novo o garrafão que vou esvaziando. Seguramente, a ingestão de água do mar pela população extinguiria a epidemia do Covid-19 mas os governos e as autoridades de saúde da OMS, agentes das grandes indústrias químico-farmacêuticas, ocultam essa via barata e segura no intento de preservarem os  lucros milionários destas. E as universidades, supostas fontes de um saber universal e superior, ensinam isto? Nada. Presas como estão de inteligências que flutuam entre a mediocridade e a mediania - Feyerabend diria: dominadas por homens maus e gananciosos - ocultam a verdade.

 

Do blog saisquantico.com.br. extraio o seguinte texto:

 

«Há mais de 100 anos o iluminado francês René Quinton (1866-1925) descobriu que nosso plasma sanguíneo tem a mesma composição dos oceanos. Quinton formulou a hipótese de que “a vida animal, que começou como uma célula no mar, manteve através de toda a evolução zoológica as células que compõem cada organismo num ambiente marinho”. Esse meio vital é externo nas primeiras espécies (o mar) e interno nas que vieram depois (sangue e linfa).»

 

«Através de vários experimentos (como injetar glóbulos brancos numa solução isotônica e eles sobreviverem), Quinton concluiu que a água do mar isotônica (com o teor de salinidade adequado para a espécie) pode substituir o meio vital de um organismo. Essa hipótese é confirmada de maneira espetacular por Quinton, que substituiu publicamente o sangue de um cachorro que estava apático e em péssimas condições de saúde pela solução apropriada de água do mar. No dia seguinte, o cachorro já andava e, oito dias depois, estava completamente regenerado pela solução injetada. Esse cachorro só morreu cinco anos mais tarde, em um acidente.»

 

«A partir disso, ele percebeu que é possível estimular as forças vitais de qualquer organismo, regenerando seu meio vital enfraquecido por meio da água do mar pura, de composição equilibrada e completa, chamada de plasma de Quinton. Diante da mortalidade infantil muito elevada (cólera, tifo, diarreia etc.), Quinton criou dispensários marinhos para tratar de lactentes e crianças pequenas. O plasma de Quinton (água do mar isotônica) em injeções era o único tratamento (acompanhado de uma dieta natural). Os resultados eram imediatos e espetaculares: crianças à beira da morte, recusando qualquer alimentação, comiam em pouco tempo após a primeira injeção do plasma de Quinton e começavam a ganhar peso.» ( doartigo "O plasma de Quinton", de 5 de Julho de 2017, do blog saisquantico).

 

E que pensar dos partidos políticos? Desde o «Chega» até ao Bloco de Esquerda e ao PCP, passando por IL, CDS, PSD, PS, PAN, PEV, são lacaios da indústria químico-farmacêutica: nenhum deles denuncia a vacinação como uma pseudo imunização nociva ao corpo humano, nenhum deles preconiza uma dieta de frutos e legumes que inclua a ingestão diária de água do mar por toda a população para curar todas as doenças gastro intestinais e impedir o coronavírus de se instalar. São todos de direita reacionária no plano da saúde mesmo os que se posicionam à esquerda no plano dos direitos laborais. 

 

https://www.saisquantico.com.br/index.php?spsr=blog/post&post_id=6

http://www.portalholus.com/2012/02/cura-pela-agua-do-mar-impressionante.html



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:53
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 2 de Abril de 2020
Espanha e Itália devastadas pelo Covid-19: castigo divino pelas leis da eutanásia?
 
Serão a Espanha e a Itália mortalmente  feridas pela pandemia do Covid-19 por estarem a aprovar ou terem aprovado leis da eutanásia? Castigo divino? 
 
A morte atrai a morte. Em 14 de Dezembro de 2017, o Senado da Itália aprovou por 180 votos a favor, 71 contra e 6 abstenções a lei conhecida como o “testamento vital”, que abre o caminho para a eutanásia no país, e que foi rejeitada por diversos bispos.Permitirá aos enfermos dispor de um testamento prévio e vinculante para o médico e os familiares.A decisão do paciente sobre a interrupção ou não recepção de hidratação e alimentação artificiais em caso de incapacidade ficará agora, estabelecida no documento “Disposições antecipadas de terapia” (DAT).
 
Em 11 de Fevereiro de 2020, o Congresso de Deputados espanhol aprovou com 201 votos a favor, 140 contra (PP, UPN, Foro Asturias e Vox) e duas abstenções. uma proposta de lei do PSOE para reconhecer a eutanásia a pessoas maiores de idade que padeçam de um sofrimento físico e psíquico insuportável e sem esperanças de cura, à semelhança do que acontece na Holanda.
 
A morte atrai a morte. Podemos interpretar como vingança divina a tragédia de mortes pelo Covid 19 que assolam Itália (mais de 13 000 mortes) e Espanha (10 003 mortes)? Claro que podemos, se admitirmos a tese de que há dois Deuses ou duas faces de Deus, o Deus da Justiça (Iavé, Allah, por exemplo) e o Deus do Amor incapaz de castigar (o Pai do Puro Amor dos cátaros, o Deus do padre Pio, o Pai de Jesus). Os políticos do main stream, quase todos filiados em lojas maçónicas,  não levam em conta a harmonia divina que exige não praticar aborto, homossexualidade física, manipulação genética transumanista, inseminação artificial, eutanásia, cirurgia de «mudança de sexo» e são os causadores espirituais desta situação - aliás o causador é Satã que opera através deles.
 
Há que rezar incessantemente ao Deus da Misericórdia e a Nossa Senhora e revogar essas leis iníquas, recristianizar a Europa e o mundo. A apostasia da igreja católica romana que transige com o mundo do pecado, da ilusão (Maya, no Hinduísmo) e rejeita o jejum eucarístico, a mística da antiga missa é também co-responsável desta peste e decadência nesta era designada kali yuga pelos hindus. As leis espirituais, contrariadas ou não pelas leis planetárias, funcionam.
 
 
 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

        © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:12
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30 de Março de 2020
Não existe o livre-arbítrio mas sim o livre-arbítrio retroactivo

 

Não creio no livre-arbítrio.  As forças planetárias que moldam o nosso destino a cada momento são tão poderosas que não permitem a deliberação, a escolha meditada e racional (livre-arbítrio). Assim perfilho a heresia dos cátaros do século XIII segundo a qual o pecador peca por necessidade - o ladrão ou o assassino rouba ou mata em tal dia ou tal hora porque Marte e Saturno o forçam a isso - e o justo, a pessoa bondosa faz o bem por necessidade (obrigatoriedade fatalista, lei da natureza) - o filantropo que dá a sua fortuna aos sem abrigo não é livre de o fazer, é compelido por Júpiter ou Vénus ou Marte a fazê-lo. Deus não condena ninguém porque é Amor puro mas só pode abrir as portas do Paraíso, do Pleroma, às almas que se purificaram da matéria regida por Satã.

 

Quanto a mim, não existe o livre-arbítrio mas sim o "livre-arbítrio retroactivo": posso reflectir no acto que pratiquei por instinto/determinação planetária há dois dias e aceitar ou não racionalmente, mas não o posso apagar, posso pedir perdão a Deus e orar ou ser indiferente por aceitar o mal que fiz cuja responsabilidade descarto de mim por ser obra de Satã. Este livre-arbítrio é impotente, operacionalmente falando, porque os actos estão no passado, no tempo pretérito, mas é uma reflexão livre, predispõe ou não o espírito a ascender ao Mundo da Luz Eterna, que não é obviamente o Mundo de Lúcifer.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

         © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 11:09
link do post | comentar | favorito

Domingo, 29 de Março de 2020
Durão Barroso, a Loja Maçónica Trilateral e a presidência da UE

 

Encontro, casualmente, um amigo bem informado. Conversamos à sombra de uma tília, na rua, frente a uma vivenda construída segundo as sólidas regras da arquitectura do Estado Novo.

Ele diz: «Durão Barroso é membro da Loja Trilateral, integrada no Grande Oriente Lusitano, uma loja maçónica que inclui o chefe da comunidade muçulmana em Portugal e o líder da comunidade judaica em Portugal. Isso pesou quando, sendo Primeiro-Ministro de Portugal de 2002 a 2004, foi chamado em Julho de 2004 a ser o 11.º Presidente da Comissão Europeia, cargo que exerceu de 2004 a 2014.»

 

«E há-de reparar que, quando Durão Barroso sai da presidência da UE, as guerras no Médio Oriente rebentam com mais intensidade. Claro que o facto de ele estar ligado ao grupo Goldman Sachs que controla os bancos e ao clube de Bilderberg que promove a União Europeia, pesou na sua ascensão a grande figura internacional.»

 

Nesse momento da conversa, eu penso em datas capitais do abalo do mundo árabe, com Barack Obama na presidência dos EUA desde 2009 e Durão Barroso na presidência da comissão europeia: a Guerra Civil na Líbia, iniciada pelos protestos em Bengazi em 13 de Fevereiro de 2011; a Guerra na Síria iniciada em 15 de Março de 2011, no  contexto da Primavera Árabe quando houve uma série de protestos contra o governo de Bashar al-Assad (1965); a Guerra na Tunísia, iniciada em  14 de setembro de 2012, com a invasão de mil manifestantes da embaixada estadunidense em Túnis, incendiando dois de seus edifícios e hasteando a bandeira negra dos salafistas jihadistas. do Ansar al-Sharia, a Al-Qaeda no Magrebe Islâmico.

 

E o meu amigo prossegue:

«Em Portugal, como sabe, é imenso o poderio das lojas maçónicas que formam uma tarântula que domina o parlamento, as câmaras municipais, os grandes escritórios de advogados, as televisões e jornais, as direções centralistas dos partidos políticos, todos cúmplices entre si. Os políticos não são livres nem intérpretes dos interesses populares, são agentes dos grandes empresários da banca, das indústrias química, farmacêutica, metalúrgica, da construção civil e auto-estradas,etc. É um país sem planeamento regional em que cada município age por si sem se coordenar regionalmente com os vizinhos, e isso facilita a corrupção, o mau uso de fundos públicos. A Inglaterra há 20 anos que pratica o planeamento regional, cada região possui a sua universidade, os custos de transportes públicos são definidos cosendo o mapa dos interesses e investimentos de cada município e por isso estava prepatada para sair da UE. Nós ainda não começamos a fazer isso.»

 

«A França e a Alemanha são mais sérias e decidiram reduzir as ajudas dos Fundos de Coesão a países como Portugal que não investem nos concelhos do interior. Foi por isso e contra isso que António Costa promoveu a Cimeira dos Amigos da Coesão em Beja, em 1 de Fevereiro de 2020, com governantes de 17 países da UE. Em 46 anos de regime democrático, os sucessivos governos do PS, do PSD e do CDS fizeram só 40 quilómetros de via férrea, de Évora a Badajoz, desprezando o comboio que é o meio de transporte mais ecológico e barato para servir as populações».

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

         © (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 

 


publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:17
link do post | comentar | favorito

Sábado, 28 de Março de 2020
Confusões de Domingos Faria sobre Determinismo, Indeterminismo e Livre-Arbítrio

 

Domingos Faria, autor de manuais de filosofia, vende cursos de lógica erróneos a professores de filosofia do ensino secundário. Encontra-se no mesmo patamar de inteligência mediana em que estão os autores dos exames nacionais de filosofia do 11º ano do  ensino secundário sendo que cada um destes exames contem 10 questões de escolha múltipla, um terço das quais mal elaboradas. Domingos escreveu a seguinte cadeia de raciocínios falaciosos (falácia do determinismo versus livre-arbítrio):

 

«1. Ou o universo é determinista ou é indeterminista.

2. Por um lado, se o universo é determinista, não podemos agir de outra forma.

3. Se nunca podemos agir de outra forma, então não temos livre-arbítrio.

4. Logo, se o universo é determinista, nunca temos livre-arbítrio.

5. Por outro lado, se o universo é indeterminista, então as nossas ações resultam do acaso.

6. Se as nossas ações resultam do acaso, então não temos livre-arbítrio.

7.Logo se o universo é indeterminista, nao temos livre-arbítrio.

8. Logo, quer o universo seja determinista, quer seja indeterminista, não temos livre-arbítrio.»

 

Domingos Faria não tem uma noção clara do que é determinismo. Confunde este com fatalismo, doutrina segundo a qual tudo está predestinado e não temos livre-arbítrio. O determinismo é a teoria das leis constantes da natureza, isto é as mesmas causas, nas mesmas circustâncias, geram sempre os mesmos efeitos. Não é contrário do livre-arbítrio, é colateral (compatível com) deste. O livre-arbítrio não se opõe a todo e qualquer determinismo: escolhe a cada momento uma cadeia de ações deterministas. Exemplo: hoje posso deliberar jantar - se o fizer desencadeio o mecanismo determinista da digestão - ou posso deliberar jejuar ficando 15 ou 24 horas sem comer - se o fizer desencadeio o mecanismo determinista da autólise ou auto limpeza interna automática do organismo.

 

Portanto, está errado o raciocínio: «Por um lado, se o universo é determinista, não podemos agir de outra forma então não temos livre-arbítrio».

 

Está igualmente errado o raciocínio «se o universo é indeterminista, então as nossas ações resultam do acaso, então não temos livre-arbítrio». O que é um universo indeterminista? É aquele que não se rege por leis fixas de causa-efeito. Mas o indeterminismo biofísico não impede o livre-arbítrio nem impõe que as ações resultem do acaso. Exemplo: em um universo indeterminista, uma mulher pode dar à luz um gato mas pode usar o livre-arbítrio e deliberar acolher ou rejeitar o gato emanado do seu útero.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 19:33
link do post | comentar | favorito

Gregoire Jauvais: Feijão, Soja, Ervilhas fazem porosidade no intestino

 

Grégoire Jauvais, conceituado professor de dietética e medicina natural, nascido em 1932 no País Vasco, não recomenda comer leguminosas( feijão em grão, fava, lentilha, soja, ervilhas, ervilhas esmagadas, etc.) porque, segundo ele, geram doença gastro-intestinal, hepática, pancreática. Escreveu:

 

«Como mostrou FAUVEL, as leguminosas ( a pele, sobretudo, é muito tóxica) são muito ricas em purinas (metilxantina) e, por conseguinte, são muito tóxicas

 

«Além disso, não podendo ser comidos crus (durante a guerra de 1940, alguns prisioneiros evadidos morreram depois de terem consumido feijões crús) estes horríveis vegetais necessitam da ação destruidora do lume.Assim, transformadas em magma químico indigesto, esgotam (inutilmente) os orgãos digestivos do homem (fígado, pâncreas)., acidificam o intestino que perde o seu "metal" protector e se torna poroso, permeável a todos os microorganismos que nascem espontâneamente em todos os meios em vias de decomposição, de que resultam tantas desordens de consequências graves.»

 

(Grégoire JAUVAIS,  A alimentação biológica humana,  Nova Editorial Natura, Lisboa, 1970? , Pág. 256; o destaque a negro é posto por nós ).

 

Para alguns leitores deste blog, nasce aqui um desamor às feijoadas e ao consumo de soja, favas, ervilhas.

 

NOTA: COMPRA O NOSSO «DICIONÁRIO DE FILOSOFIA E ONTOLOGIA», 520 páginas, 20 euros (portes de correio para Portugal incluídos), CONTACTA-NOS. Apoia a produção filosófica independente. Se neste blog absorves ideias novas e raciocínios luminosos podes retribuir comprando o dicionário.

 

       www.filosofar.blogs.sapo.pt

          f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 00:19
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 27 de Março de 2020
Alcázares de Sevilha, 28 de Fevereiro de 2020

A imagem pode conter: Francisco Limpo Queiroz, a sorrir, em pé e ar livre



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:39
link do post | comentar | favorito

Manuel Joaquim Gandra: a China gerou o Coronavírus pela astrologia e a tecnociência

 

Manuel Joaquim Gandra (27 de Outubro de 1953), esoterista português de renome, fundador do Museu Hermético Português, revela como a China, utilizando astuciosamente a astrologia chinesa, escolheu o Ano do Rato, o animal disseminador de pestes, ano iniciado em 25 de Janeiro de 2020, para criar e difundir um vírus que contamina os povos do ocidente industrializado de modo a destruir a economia mundial e tornar-se hegemónica na reconstrução desta. Com a devida vénia, transcrevemos o artigo de Manuel Joaquim Gandra, fruto de um pensamento holístico  que os colunistas da imprensa oficial e os académicos, «racionalistas» estreitos,  são incapazes de produzir: 

 
Nenhuma descrição de foto disponível.
Manuel J. Gandra

O MOMENTO ACTUAL

Caríssimos, proponho-vos que entremos em “modo chinês”, i. e., que adoptemos as categorias da mundividência chinesa, para recolocar tudo no contexto adequado de onde brota o sentido para o que está a acontecer hoje no mundo.
Dispensarei a lenga-lenga habitual, martelada pela comunicação social, pelo que nem sequer serei “correcto” na minha análise.
Em suma, estou convicto que a pandemia actual é o corolário de uma golpada chinesa e à chinesa, na sequência das resoluções emanadas do último congresso do Partido Comunista da China, as quais preconizaram, aliás, como o próprio Presidente Xi propôs, que o próximo passo a dar pela China visaria o controlo da economia mundial.
A China não inventou as condições adequadas, apenas esperou paciente e manhosamente a Ocasião propícia (também astrológica) para desencadear a acção.
E ela finalmente surgiu, após testado o comportamento ocidental face às duas anteriores pandemias que disseminou.
Esta será, portanto, a terceira o que bate certo, consoante o Lema da Tripeça segundo o qual toda e qualquer profecia (genuína) tem três realizações distintas em três tempos diferentes.
A pandemia foi profetizada? Quem a profetizou?
Não foi Nostradamus, como demonstrei recentemente, mas o caso ganha contornos relevantes se tivermos à vista o Corpo V das Trovas do Bandarra, onde o “perigo amarelo” é iniludivelmente apontado.
Com efeito, na quadra 42, depois da referência à Tripeça e à circunstância, que Bandarra expressamente sublinha, de ela possuir três pés (tempos), lê-se:

 

Lá donde o Sol vem nascendo
Um dragão vejo vir vindo,
A seu cabo vêm correndo
Mais bichos que o vêm seguindo.

 

Dirão alguns de vós que isto são patranhas urdidas por gente supersticiosa e néscia, não realizando que as tradições uma vez transformadas em factos culturais se tornam verdadeiras, sem embargo de poderem não ser verdade.
A cegueira engendrada pelo positivismo e pelo cientismo e suas visões unilaterais e exclusivistas da realidade distorcem-na e impedem de ver para além do estritamente literal.
Esclareço:
A pandemia tornou-se evidente concomitantemente com o início do Ano Chinês do Rato (cujo advento ocorreu oficialmente no dia 25 de Janeiro). Será necessário recordar que o rato é, por excelência, o animal disseminador de pestes?
Ora na cosmovisão tradicional chinesa, o Rato é o primeiro signo do zodíaco.
E como chegou ele a ocupar esse lugar?
De forma ardilosa!
Segunda a lenda, todos os animais ansiavam ser o primeiro na ordenação zodiacal. Colocando-se lado a lado para conhecerem o veredicto, eis que, sem nenhum se dar conta, o rato subiu para o dorso do boi e saltando daí, ficou à frente deles, tornando-se o primeiro.
Para quem está desatento aos detalhes esta lenda é apenas um episódio pitoresco.
Seria, com efeito, se o Rato chinês não fosse a personificação da maldade, da mesquinhez e da baixeza, tal como é associado ao dinheiro, à indústria e à prosperidade em consequência da sua habilidade para localizar e reunir grande quantidade de alimentos.
Sintomaticamente, um ditado chinês diz que quando se ouve um Rato a foçar por comida, ele está “a contar dinheiro”.
Asseveram ainda as tradições chinesas que:
1. o Rato se metamorfoseia em demónios masculinos (tal como a raposa em femininos);
2. durante a Primavera, o Rato se transforma em codorniz, consensualmente associada à coragem e à combatividade, mas igualmente à prostituta (que vende o seu corpo) vendendo até as penas para se livrar de algum adversário;
3. Quando um rato surge, logo imediatamente aparecerá um gato e com este chegará a pobreza.
O Rato e a codorniz já adivinhastes quem são, mas quem será o Gato?
Abraço.» 

MANUEL JOAQUIM GANDRA©

(Direitos de autor para Manuel J.Gandra; o destaque a negro é colocado por nós)

 

A China fez o mal e a caramunha. Com a pandemia que criou em expansão, vende por dezenas de milhões de euros máscaras, testes, ventiladores e outro material aos países do ocidente que infectou e está a levar à miséria. O capitalismo de Estado chinês baptizado de comunismo quer dominar o mundo segundo uma concepção imperial antiga. É um inimigo das sociedades abertas, das liberdades democráticas e do proletariado mundial. 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Papa Ratzinger e Lenine: ...

Francisco Franco e João P...

Beber água do mar imuniza...

Espanha e Itália devastad...

Não existe o livre-arbítr...

Durão Barroso, a Loja Maç...

Confusões de Domingos Far...

Gregoire Jauvais: Feijão,...

Alcázares de Sevilha, 28 ...

Manuel Joaquim Gandra: a ...

arquivos

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
blogs SAPO
subscrever feeds