Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014
Temporais em Portugal e áreas 17º-20º e 26º-27º de Balança

 

Milhares de leis planetário-zodiacais esculpem em cada dia o diamante polifacetado dos factos históricos e sociais. Os que não intuem nem percebem nada disto proclamam-se «indeterministas» e levantam a bandeira de «o futuro está em aberto, nada nem ninguém o presdestinou». É o caso dos broncos Karl Popper, Thomas Kuhn, Bertrand Russel, Jean Paul Sartre, Saul Kripke, Zizeck  e de todos os que os seguem como discípulos. O estudo pormenorizado de factos históricos concretos, que transcende em muito o trabalho dos semiastrólogos portugueses Paulo Cardoso, Luís Resina, Cristina Candeias, Flávia Monsaraz, Luis Ribeiro, Helena Avelar, leva-nos à convicção de que tudo está rigorosamente predestinado pela matemática das posições planetárias no Zodíaco.

 

ÁREA 17º-20º DE BALANÇA:

TEMPORAL DE CHUVA, VENTO OU MAR EM PORTUGAL  

 

A passagem do Sol, de um Nodo da Lua, de um planeta ou do planetóide Quirón na área 17º-20º do signo de Balança  é condição necessária mas insuficiente para gerar um temporal de chuva e vento ou mar algures em Portugal continental ou insular.

 

Em 25 e 26 de Novembro de 1967, com Vénus em 16º 9´/ 17º 14´ de Balança,  chuvas diluvianas em Lisboa e áreas limítrofes como Algés, Colares, Loures, Loures, Barcarena, Pontinha, entre outras, produzem grandes inundações, desabamentos de casas e mais de 700 mortos; em 20 de Setembro de 1987, com Mercúrio em 18º 44´/ 20º 7´ de Balança, um tornado arranca árvores e telhados em Cabeça Gorda, Beja; em 3 de Outubro de 1987, com Vénus em 20º 13´/ 21º 27´ de Balança, um tornado atinge Vila da Feira; em 24 de Outubro de 1989, com Mercúrio em 18º 58´/ 20º 38´ de Balança, um tornado assola Montemor-o-Novo, Évora; em 31 de Dezembro de 1998, com Marte em 17º 53´/ 18º 23´ de Balança,  um temporal na costa do  Algarve afunda embarcações ao largo de Olhão, derruba árvores, parte vidros, cortando a estrada de acesso ao aeródromo da Penina;de 6 para 7 de Dezembro de 2000, com Marte em 19º 29´/ 20º 41´ de Balança, um temporal de vento e chuva flagela grande parte de Portugal, subindo de cota os rios Douro, que alaga a marginal da cidade do Porto, Mondego , Tejo, Alviela e outros , deixando em risco de inundação localidades como Peso da Régua, Águeda e Tomar, onde a água atinge 1,5 metro na altura em certas ruas, havendo casas inundadas em Castelo Branco e Guarda, estradas intransitáveis no distrito de Santarém, uma fábrica de curtumes inundada em Alcanena, caindo várias árvores em Lisboa, entre elas, pelas 7 horas e 20, um pinheiro na linha de Cascais em Paço de Arcos, interrompendo a circulação ferroviária por duas horas; em 13 de Outubro de 2014, com Vénus em 16º 24´/ 17º 39´ de Balança,  um temporal de chuva causa 139 inundações na zona da Grande Lisboa", uma pessoa é arrastada pelas águas na zona de Xabregas, tendo ficado com algumas escoriações, na rua das Pretas dois condutores são resgatados da violência da corrente, a baixa, em especial o Rossio, Benfica, São Domingos de Benfica, Olivais e Misericórdia são zonas onde se verificam inundações, tal como no Parque das Nações, Estrela, Alvalade, Santa Clara, Campolide, Ajuda e Santo António, às 16h00, na estação de Metro do Jardim Zoológico (Linha Azul), em Lisboa, a água está a inundar, a plataforma estação de São Sebastião também não escapa a uma inundação, algumas estações são afetadas pela entrada de água e lama, estando um dos acessos à estação do Rossio encerrada para limpezas, assim como metade do átrio norte da Estação do Jardim Zoológico, a Calçada de Carriche é cortada ao trânsito nos dois sentidos, às 16h00, devido à acumulação de água provocada pela chuva intensa, os túneis do Campo Grande, em Lisboa, são cortados ao trânsito devido à acumulação de água, tal como o túnel da Avenida João XXI e a Calçada de Carriche. a avenida Dr. Augusto Castro, na zona de Chelas, é  também cortada ao trânsito, nos dois sentidos, com a água acumulada na via a entrar para a estação do Metropolitano de Chelas.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem do Sol, de um Nodo da Lua, de um planeta ou do planetóide Quirón na área 17º-20º do signo de Balança elevando a probabilidade de ocorrer um temporal de chuva e vento algures em Portugal continental ou insular.são: de 10 a 14 de Outubro de 2015 (Sol); de 25 a 27 de Outubro de 2015 (Mercúrio); de 23 a 27 de Novembro de 2015 (Vénus) ;de 11 a 18 de Dezembro de 2015 (Marte).

 

ÁREA 26º-27º DE BALANÇA:

INUNDAÇÕES EM LISBOA

 

A passagem do Sol, de um Nodo da Lua, de um planeta ou do planetóide Quirón na área 26º-27º do signo de Balança  é condição necessária mas insuficiente para gerar um temporal de chuva e vento ou mar em Lisboa.

 

Em 22 de Setembro de 2014, com Mercúrio em 25º 11´/ 26º 8´ de Balança, vastas inundações se dão em Lisboa devido a chuva, entre a Calçada da Palma de Baixo e a Estrada das Laranjeiras, na zona de São Domingos de Benfica, a água alcança cerca de meio metro de altura., inundações verificam-se na Rua República da Bolívia e na Rua Carolina de Michaelis de Vasconcelos, em Benfica, na Calçada de Carriche (Santa Clara), na Rua Prof. Pulido Valente (Lumiar), na Rua de Alcântara (Alcântara) e na Calçada de Palma de Baixo e na Rua Tomás da Fonseca (São Domingos de Benfica) e na Rua Visconde de Seabra (Alvalade), na Avenida de Berna, a chuva intensa obriga ao desvio do trânsito na Praça dos Restauradores, em Lisboa, devido às inundações registadas na zona da baixa, principalmente no Rossio, a circulação é feita com dificuldade no Largo das Fontainhas, em Alcântara, Praça de Espanha e Calçada de Carriche devido a "lençóis de água"; em 13 de Outubro de 2014, com Mercúrio em 27º 55´/ 26º 50´ de Balança, um temporal de chuva causa 139 inundações na zona da Grande Lisboa", uma pessoa é arrastada pelas águas na zona de Xabregas, tendo ficado com algumas escoriações, na rua das Pretas dois condutores são resgatados da violência da corrente, a baixa, em especial o Rossio, Benfica, São Domingos de Benfica, Olivais e Misericórdia são zonas onde se verificam inundações, tal como no Parque das Nações, Estrela, Alvalade, Santa Clara, Campolide, Ajuda e Santo António, às 16h00, na estação de Metro do Jardim Zoológico (Linha Azul), em Lisboa, a água está a inundar a plataforma,a estação de São Sebastião também não escapa a uma inundação, algumas estações são afetadas pela entrada de água e lama, ainda que os comboios circulem,estando um dos acessos à estação do Rossio encerrada para limpezas, assim como metade do átrio norte da Estação do Jardim Zoológico, a Calçada de Carriche é cortada ao trânsito nos dois sentidos, às 16h00, devido à acumulação de água provocada pela chuva intensa, os túneis do Campo Grande, em Lisboa, são cortados ao trânsito devido à acumulação de água, tal como o túnel da Avenida João XXI e a Calçada de Carriche. a avenida Dr. Augusto Castro, na zona de Chelas, é  também cortada ao trânsito, nos dois sentidos, com a água acumulada na via a entrar para a estação do Metropolitano de Chelas.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem do Sol, de um Nodo da Lua, de um planeta ou do planetóide Quirón na área 26º-27º do signo de Balança elevando a probabilidade de ocorrer um temporal de chuva e vento em Lisboa são: de 19 a 21 de Outubro de 2015 (Sol); 30, 31 de Outubro e 1 de Novembro de 2015 (Mercúrio); 1 a 3 de Dezembro de 2015 (Vénus); de 27 a 30 de Dezembro de 2015 (Marte).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:14
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Teologia cátaro-bogomila:...

Teologia cátaro-bogomila:...

Ponto 23º 7´/23º 15´de qu...

Erros na tradução portugu...

O sublime moral para Scho...

Seísmos en México en Astr...

Área 9º-10º do signo de T...

Neocátaros versus budismo...

Teologia neocátara: sem j...

Herbert Marcuse: o caráct...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds