Segunda-feira, 17 de Abril de 2017
Breves reflexões de Abril de 2017

 

 

Eis alguns simples pensamentos que flutuam ao sabor dos dias, sem pretensões, nesta primavera de 2017.

 

TODA A GENTE «TRAI» TODA A GENTE NO AMOR, AO MENOS EM PENSAMENTO. E não há modo de dar a volta a isto. Namoros e casamentos são contratos de parceria sexual ou económica. Deus é comunista ou anarquista: põe todos a ligar com todos.

 

AMAR É CUIDAR DE. É por isso que o amor prescinde, em muitos casos, da união sexual física. Vai além disso, é o amor do rosto, do sorriso, das ideias, do carácter.

 

O OBJECTIVO DA VIDA É DIVERTIR-SE SAUDAVELMENTE, AMAR, FAZER ARTE, VIAJAR, LER, FAZER POESIA, PARTILHAR ALEGRIA E MEIOS ECONÓMICOS COM OS OUTROS. Não é trabalhar. O trabalho, o automóvel próprio ou a casa de campo e o casamento são apenas meios, instrumentos, ao serviço da diversão, do sexo criativo, da manutenção da saúde física e mental, da paz na vizinhança, e da difusão da verdadeira ciência de viver (alimentação vegetariana ou quase, fitoterapia, helioterapia, astrologia científica, teurgia, etc.).

 

NESTE DOMINGO DE PÁSCOA, 16 DE ABRIL DE 2017, PROCISSÃO EM HONRA DA VIRGEM DE GUADALUPE DE SÃO JORGE E DE SÃO LUÍS, NO ALTINHO DE SERPA. Em 2016, participei nesta procissão no Domingo de Páscoa com objectivos/ pedidos específicos: conquistar uma rapariga de olhos de fogo, linda(são as piores porque não lhes faltam pretendentes) e editar um determinado livro. Creio que não consegui nenhum destes pedidos. Somos, os crentes, uns «pedinchas», uns interesseiros.

 

OS PROFESSORES DE FILOSOFIA E OS FILÓSOFOS SÃO CARENTES DE PENSAMENTO HOLÍSTICO. O facto de negarem e ignorarem os movimentos dos planetas no Zodíaco enquanto causas de todos os acontecimentos no planeta Terra ilustra bem o papel mistificador da filosofia no presente século XXI e nos séculos transactos. Para os ignorantes filósofos não tem qualquer significado o facto de Júpiter ocupando graus do signo de Carneiro (arco do céu de 0º a 30º em longitude eclíptica) gerar, pelo menos aparentemente, viragens à direita em Portugal, como por exemplo: em 27 de Abril de 1928, com Júpiter em 21º do signo de Carneiro, ascensão do católico direitista Oliveira Salazar a ministro das Finanças do 4º governo da Ditadura Militar em Portugal; em 25 de Abril de 1975, com Júpiter em 8º-9º do signo de Carneiro, eleição da Assembleia Constituinte com maioria de deputados de partidos da direita e do centro-esquerda (PS 116 deputados, PPD 81 deputados, CDS 16 deputados) colocando em minoria a esquerda comunista (PCP 30 deputados, MDP 5 deputados) e revolucionária (UDP, 1 deputado);  em 19 de Julho de 1987, com Júpiter em 28º do signo de Carneiro, vitória esmagadora da direita incarnada no PSD do primeiro ministro Cavaco Silva com maioria absoluta de deputados em eleições legislativas em Portugal; em 23 de Janeiro de 2011, com Júpiter em 0º do signo de Carneiro, reeleição de Cavaco Silva, do centro-direita, presidente da República Portuguesa.

 

SUÉCIA E ATENTADOS COM MERCÚRIO OU VÉNUS EM 28º DE PEIXES. Tudo está escrito nos astros e graus do Zodíaco mas a nossa inteligência é pequena para prever de forma exacta a data de atentados e acidentes na Suécia, país do meu coração além de Portugal e Espanha.

Em 28 de Fevereiro de 1986, com Mercúrio em 27º 10´/ 28º 11´ de Peixes, Olof Palme, primeiro-ministro social-democrata da Suécia, é assassinado a tiro por um desconhecido, presumivelmente um polícia chileno fascista, numa rua de Estocolmo após sair de um cinema; em 7 de Abril de 2017, com Vénus em 28º do signo de Peixes, um camião avança ao princípio da tarde sobre várias pessoas e embate na montra de uma loja da rua Drottninggatan (Rua da Rainha), uma via pedonal no centro de Estocolmo, fazendo pelo menos cinco mortos e oito feridos, em ataque terrorista.

 

FRANCISCO GEORGE ESTÁ PREOCUPADO COM O MOVIMENTO DOS PAIS QUE RECUSAM VACINAR /ENVENENAR OS SEUS FILHOS. Frente à «grande epidemia» do sarampo (23 casos em Portugal!) o Director Geral de Saúde, o médico Francisco George, fanático defensor da absurda doutrina da vacinação que suja o sangue com vírus atenuados e toxinas para «ensinar o organismo a defender-se» (ah,ah,ah), aparece nos telejornais a queixar-se dos pais mais intelectuais que recusam vacinar os filhos. Mas grave no plano jurídico e filosófico, é o facto de como agente do fascismo médico no seio da medicina alopática, exigir punição para os pais que não vacinem os filhos. Já somos milhares a recusar as vacinas/ venenos das multinacionais e seremos muitos mais...

 

A TELEVISÃO SÓ DÁ VOZ AOS DEFENSORES DA VACINAÇÃO, MANIPULANDO AS PESSOAS. O sarampo foi erradicado devido ao consumo de frutos e vegetais em larga escala, ao desporto de massas, aos banhos de sol na praia, aos banhos e cuidados diários de higiene e não às vacinas.Os vírus não são as causas essenciais das doenças mas sim o terreno orgânico sujo pelo tabaco, cadaverinas e maus alimentos. A vacina introduz a fase crónica, silenciosa da doença, como provou o professor Tissot, sábio francês.

 

SINCRONISMO ONTOFONÉTICO- Em 16 e 17 de Abril de 2017, a ideia de SIM está em destaque: no dia 16, o SIM no referendo pedido pelo presidente Erdogan às suas reformas anti.parlamentares na Turquia triunfa; no dia 17, um avião Piper PA-31T Cheyenne II, pertença da empresa SYMbios (evoca: SIM) Orthopédie, que fabrica e distribui próteses ortopédicas com sede na Suíça, sai do aeródromo de Tires rumo a Marselha, cai e choca com a galera de um camião junto ao hipermercado Lidl em Tires e incendeia-se, fazendo explodir o camião, às 12 horas e 5 minutos, morrendo as quatro pessoas que iam a bordo do avião, vejo na loja Kilim em Beja uma senhora tocar um SINO (evoca: SIM) tibetano, o Director Geral de Saúde, o médico Francisco George, aparece nos telejornais a queixar-se dos pais mais intelectuais que recusam submeter os filhos à prática da VACINA (evoca: SIM).

 

OSHO E A FRAGILIDADE DE DEUS. Diz o filósofo indiano Osho (1931-1990): «Só uma mente poética pode compreender a possibilidade de Deus, porque Deus é o mais fraco e mais sensível dos seres. É por isso que é o altíssimo; é a flor suprema. Floresce, mas floresce apenas numa fração de segundo. Essa fração de segundo é conhecida como "o presente". (...) Está sempre em flor - floresce em cada momento; mas não o pode ver, a sua mente está atravancada com o passado e o futuro»(Osho, Intimidades, pp 121-122).

É fácil perceber que Deus, segundo Osho, não é o ente dos castigos e dos mandamentos do Velho e Novo Testamento, do Alcorão, do Bhagavad-Gita, etc. Nem expulsou Adão e Eva do Paraíso nem criou o Inferno porque senão seria maldoso.É um Deus alegria, que desfaz os casamentos, as relações aborrecidas e põe a liberdade acima do amor.

 

QUINTA FEIRA SANTA E A MÃE DE TODAS AS BOMBAS. 13 de Abril de 2017. Quinta Feira Santa para o catolicismo e o protestantismo. Os EUA lançam uma poderosa bomba que destrói grutas e túneis do Estado Islâmico no Afeganistão. É assim a naureza humana: um lado religioso, que fala de paz e, ao mesmo tempo, um lado bélico patente no instinto de defesa e ataque violento que exige abater o inimigo, Quem protege mais o Ocidente democrático burguês da barbárie islâmica: Donald Trump e as suas bombas ou o papa Francisco e as suas orações?

Nesta Quinta Feira, consegui manter um jejum de 20 horas até ao jantar às 20.10 horas. Jantara pizza no dia anterior, 12 de Abril, e estive sem comer nem beber até às 20 horas e 10 minutos de 13 de Abril. Para quê? Auto limpeza do organismo? Ou motivação mística, religiosa?

 

EM BEJA HÁ MAIS QUALIDADE DE VIDA DO QUE EM LISBOA E PORTO. Ar puro. Paisagem alentejana. Casario branco em Beja mais limpo que milhares de prédios sujos e degradados em Lisboa e Porto. É certo que os jovens precisam de sair de Beja para serem mais livres e poder voltar a amar a cidade capital do Baixo Alentejo e as planícies de oliveiras, sobreiros e azinheiras. O que há é menos oferta de emprego em Beja do que em Lisboa e Porto.

 

 

CRISTINA ELOGIA BEJA .«No Algarve, há praias lindas, sol, mas a confusão de tráfego e a agitação dão-lhe pior qualidade de vida do que em Beja» - diz Cristina, professora - «Beja está muito bem situada, com saídas apetecíveis para Évora, Sevilha, Lisboa. Em uma hora e meia, ponho-me em Lisboa e posso ir assistir a um espectáculo de teatro ou música. Se estivesse no Algarve era mais complicado chegar a Lisboa e não conseguia ir assistir a tais espectáculos no mesmo dia. Diz-se que há o lado conservador, da «má língua» de Beja, mas no Algarve é igual. Anonimato, sair para a rua e não nos vigiarem ou identificarem, só em Lisboa.»

 

MATÉRIA É MATRIX. A matéria é real e temos que viver usando as suas leis: não fumar porque fumar suja os pulmões e o organismo, beber água pura, não carregar pesos excessivos, etc. Mas, ao mesmo tempo, a matéria é a fonte da ilusão: é por causa dela que o ladrão assalta pessoas ou a caixa ATM, a pessoa X se mata a trabalhar, etc. Por isso ela é matrix criadora da realidade irreal, aparente, e há que admitir uma realidade oposta a ela.

 

O NOSSO AMOR É EXTREMAMENTE FORTE. Uma das razões: sou décadas mais velho que ela. Como posso deixar a vida a qualquer momento - e ela também pode, por outras razões - amamo-nos intensamente. Mesmo se estivermos em cidades diferentes. «Como se fuera esta noche la última vez...» Não ligamos à opinião pública que condena o abismo entre gerações. A paixão correspondida - eis o supremo prazer. Não depende só da nossa vontade - os astros lá estão a mandar.

 

PORQUÊ PORTUGAL LIVRE ATÉ AGORA DE ATENTADOS ISLAMISTAS? João diz-me: «Há milhares de islâmicos fundamentalistas em Portugal. E são recrutados mais e mais. Mas a Jihad e o Isis precisam de uma base onde possam estar à vontade e não sofrer constantes rusgas policiais, prisões de militantes. Outro factor é que os portugueses não fazem manifestações anti islâmicas à porta da mesquita.»

 

COZINHEIRA GOURMET, 60 HORAS DE TRABALHO SEMANAL, 575 EUROS DE SALÁRIO - Durante um almoço num monte alentejano (sou um fã da teoria de Beja ser o centro esotérico do mundo...o cume da beleza horizontal), uma amiga diz-me: «Valorizem as cozinheiras. A minha filha de 20 anos é assistente de cozinha num restaurante gourmet de Lisboa e trabalha 60 horas por semana: 15 horas por dia. E ganha o salário mínimo nacional: 575 euros.»

É assim em muitas empresas privadas capitalistas em Lisboa e não só. Desapareceu nos anos 90, o bloco soviético, das burocracias comunistas que protegiam em aspectos laborais a classe operária e a ganância do capitalismo hiperindividualista triunfou no Ocidente, como no Leste como na China formalmente «comunista».

 

PENSA-SE, EM PORTUGAL? Os ídolos que a TV ou o governo ou a presidência da república nos oferecem são criaturas superficiais, como o Cristiano Ronaldo (nome de aeroporto!) que prendem o público por certa magia estética que irradia do corpo em movimento. Mas a estética, arte do belo e do feio, desvia-nos muitas vezes da profundidade do pensamento, da verdade, que é ontológica e não ôntica . O fado? Embriaga-nos. O cante alentejano? Comove-nos mas não evita o arranque de oliveiras centenárias em Serpa, Mértola, Beja para serem levadas para os países árabes ricos ou para sedes de mega empresas capitalistas europeias. Pensa-se pouco em Portugal, as massas estão alienadas.

 

LISBOA SÓ QUER FACTURAR. Lisboa está uma capital deliciosa para o turismo de massas. O Manuel contesta: «Lisboa só quer facturar; no turismo, artesanato, etc. É uma cidade de gente fútil, em especial os políticos, os galeristas, os que ocupam cargos importantes, gente que finge o que não é. Lisboa só é grande quando se torna atlântica na sua relação com negros, latino-americanos, asiáticos. Virada para a Europa, Lisboa é pequena, provinciana, imita pretensiosamente o europeísmo de sucesso. O melhor de Lisboa é a ponte sobre o Tejo: tem saída para o Alentejo.»

 

A CABRA E O CORVO, OS ANIMAIS MAIS INTELIGENTES. 8 de Abril de 2017. Somos nove pessoas a almoçar ao ar livre sob um toldo de plástico num monte alentejano onde se faz agricultura biológica. O Manuel, de um saber enciclopédico, diz: «As pessoas enganam-se se pensam que o cão e o cavalo são os animais mais inteligentes do habitat do homem. Não são. O mais inteligente é a cabra que convive com o homem há 60 000 anos ao passo que a vaca só se ligou ao humano há 6000 anos. Enquanto que o leite de vaca cria intolerância à lactose, o leite de cabra não cria e pode alimentar ovelhas, humanos, cães, gatos, etc. Não é por acaso que o Diabo, considerado o rei da astúcia, das artimanhas, é representado em forma de bode, o macho da cabra. Eu já tive um corvo e a GNR veio retirar-mo porque uma vizinha supersticiosa se queixou de que a ave podia servir a «magia negra». Sei que os corvos comunicam uns com os outros e de semanas a semanas fazem congressos em regiões campestres: vêm corvos de todo o lado e reunem-se a gasnar. Eliminam os doentes e têm outras regras. Ninguém sabe onde são os ninhos dos corvos. Preservam o anonimato e podem chegar a durar 120 anos, o que só se consegue sendo muito inteligente».

 

NINGUÉM ME AMA. AMAM A MINHA PROSA, AS INTUIÇÕES, AS CORRELAÇÕES QUE ESTABELEÇO NESTES TEXTOS. Sou um treinador da mente, a minha equipa joga contra a falta de sentido da vida, descobrindo estratégias, graus do Zodíaco. E nem mesmo ela, a amada por quem tudo faria, me ama. Só Santa Rita de Cássia, a Virgem Maria, a deusa Vénus, o Deus dos cátaros, a natureza vegetal e o Sol e a planície alentejana me amam. Mais ninguém.

 

NO MEIO DE TANTAS FESTAS EM BARES E DISCOTECAS, DE TANTAS VISITAS NO FACEBOOK, COM MILHARES DE ««AMIGAS/AMIGOS», lembra-te que só duas, três ou quatro pessoas gostam a sério de ti e são capazes de te acompanhar na doença, no desemprego ou na solidão. Os outros são estranhos no essencial ainda que possam pedir ajuda para ti se te virem desmaiada/o no chão.

 

MARÇO E ABRIL, A MEIA ESTAÇÃO. 3 de Abril de 2017. Encontro Ferro. Pergunto: «Então não foi ao Congresso das Açordas em Portel ouvir o Quim Barreiros, no domingo?» Ele: «Não. Fiz uma coisa melhor. Uma caminhada de 12 quilómetros em torno de Mértola que reuniu mais de 100 funcionários das repartições de Beja, Évora, Setúbal, Lisboa, Algarve. Agora é o tempo para as fazer. Depois em Maio vem o muito calor».

É assim, no Alentejo. A nossa primavera moderada é curta: passa-se do frio invernal ao calor tórrido do verão, do domínio do latifúndio por uns poucos à reforma agrária dos muitos trabalhadores ocupantes de terras. Se a vida é curta, fazemos caminhadas para a dilatar, pelos campos ainda verdes do querido Alentejo, nossa mãe-pai telúrica.

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 05:43
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 9 de Março de 2016
Notas pessoais, filosóficas ou não, de Março de 2016

 

 

Eis algumas notas de vida pessoal com reflexões avulsas que só interessarão a uma parte dos leitores deste blog.

 

NÃO HÁ O «FAZER AMOR»-O amor não se faz: sente-se, como contemplação estética de outrém ou como comunhão espiritual com outrém. Aquilo que se «faz» com uma parceira ou um parceiro é troca física de carícias, manipulação do corpo da/o outra/o de modo a atingir o orgasmo e isso não é fazer amor, mas fazer actos sexuais que são, sobretudo,amor-próprio

 

O AMOR É, DE CERTO MODO, UMA EXPLORAÇÃO DE ALGUÉM. Não «exploração» no sentido de descobrir ou percorrer o corpo ou a alma do ser amado. Exploração no sentido de apropriação do que não é nosso, da beleza, do corpo, da personalidade da outra pessoa, no sentido de extração de mais valia: amo-te mas quero que me sejas fiel, que me beijes e acaricies e ajudes na lida da casa, no prestígio social (estar casado dá estatuto) ou no aumento da conta bancária. Estou a desfrutar-te e a explorar-te subtilmente.

 

O VERDADEIRO AMOR É NÃO GOSTARES DE MIM MAS VIVERES COMIGO E EU TER DESEJO SEXUAL DE TI. E assim continuarmos pelos anos fora, deitando fora essas baboseiras do «amo-te muito». Eu amo o teu corpo - a ti não sei se amo porque és invisível. Onde está a tua alma? Mas sou-te leal e apoio-te sempre.

 

O QUE MAIS ME ATRAI NA MULHER? O rosto e os seios.

 

AMO-TE TANTO QUE O AMOR DESAPARECEU. O ser e o nada remetem um para o outro.

 

O DUPLO CARÁCTER DO CASAMENTO. Para as feministas, defensoras da mais radical liberdade individual, o casamento é uma capitulação da mulher face ao homem que, assim, a aprisiona e submete ao seu capricho (os homens são porcos, só pensam em sexo físico). Para os noivos apaixonados, o casamento é o alicerce de uma relação de «amor eterno» e não carece de ser alvo de ironia ou desmontagem - mas Saturno ou Cronos, senhor do tempo, acaba por enrugar a relação entre os cônjugues e introduzi-la no deserto da monotonia.

 

AS MULHERES BELAS SÃO COMO OS CASTELOS ALTANEIROS. Inconquistáveis. Podes conquistar-lhes o corpo mas nunca a alma, a não ser temporariamente, no momento do riso, do beijo ou do orgasmo. Elas são superiores a nós, homens, em engenho e arte de sedução. O Don Juan, o mais feminino dos homens, é capaz de conquistar muitas mas no final sai derrotado. As mulheres só se deixam conquistar por homens com algo de feminino na alma - e um orgão sexual masculino, claro.

 

QUANDO FORES VELHA E FEIA DEIXAREI DE AMAR-TE. Mas isso nunca acontecerá porque te escolhi, mulher, dezenas de anos mais nova que eu. Assim o amor não falhará porque o amor é sempre o amor da forma bela e da harmonia de carácter

 

É TÃO BOM TER UM CORPO JOVEM DE MULHER NA NOSSA CAMA. E quando não se tem? Há uma sensação de privação estética e orgástica. Mas isso não significa que valha a pena arrastar qualquer mulher para a cama. Afinal o acto sexual é anti higiénico e só pode levar-se a cabo mediante uma alta emoção estética, um encantamento. É por isso que rejeito sexo com mulheres da minha idade ou até 10-15 anos mais novas. A carne deve ser o mais espiritual possível e para isso o adequado é uma jovem de 25 a 30 anos de idade. Rejeito também comer carne: é um caldo de purinas e cadaverinas. Rejeito, na minha vida pessoal, qualquer acto homossexual entre homens, é repulsivo biologicamente - mas defendo os gays e as lésbicas, o direito a serem como são, felizes ou em busca da felicidade. Só gosto da mulher que me habita interiormente. E de algumas mulheres exteriores fisicamente. E hoje, às 7 horas da manhã, havia uma circunferência luminosa projectada na parede do meu quarto pela luz solar vinda da janela de um outro quarto..sinal de quê?

 

DOIS DIAS E MEIO NO PORTO POR CAUSA DO MEU FILME NO FANTASPORTO. À 1.40 da madrugada, de sexta feira, 4 de Março de 2016, chego ao Porto, após 8 horas de viagem desde Beja por autoestrada - eu guio a 80-90 km por hora, poupo o carro antigo e paro em locais diversos para comer algo, tomar café e descontrair. Na sexta de tarde, pelas 16 horas e pico entro no cineteatro Rivoli onde decorre, desde 26 de Fevereiro, o Festival Internacional de Cinema do Porto denominado Fantasporto. Um grande festival com mais de uma centena de filmes a ser exibidos ora no grande auditório ora no pequeno auditório.

 

A minha curta-metragem de 11 minutos «Adão Andrógino no Alentejo» feita com a magnífica equipa da Videoplanos ( Frederico e Nelson) é exibida cerca das 18 horas em competição com outras 10 curtas metragens portuguesas selecionadas: «O que é feito dos dias na cave», de Rafael Almeida ; «Quarto em Lisboa» de Francisco Carvalho ( vencedor; inclui a actriz conhecida Custódia Galego); «Cinestesias» de Luís Miranda; «A peça» de Bruno Canas; «Nature experiences» de Martin Dale; «São João» de Maria Nery; «Motorphobia», de Isabel Pina e Ricardo Figueira; «Senhor Jaime» de Cláudio Sá; «Esta noite vi dois marcianos de smoking» de Filipe Canêdo e «Palhaços» de Pedro Crispim. Fui chamado ao palco, frisei que nasci no Porto e sou mais de Beja onde vivo e trabalho há 28 anos. Ser selecionado já é uma vitória, um reconhecimento de qualidade.

 

No final da exibição, Josep C, fotógrafo do festival, intelectual catalão, do bairro de Graciá em Barcelona vem ter comigo e diz-me: «O teu filme encantou-me quando começas a cantar uma canção a Buenaventura Durruti, o grande líder anarquista espanhol, morto em 19 de Novembro de 1936, em Madrid. Durruti é venerado na Catalunha pelas esquerdas revolucionárias. Em Portugal ninguém o conhece». E falamos do Partido Obrero de Unificación Marxista (POUM), de que fui simpatizante, esmagado em Junho-Agosto de 1937 pelos estalinistas que assassinaram Andreu Nin, o líder poumista. Josep narra que na comemoração dos 60 anos da fundação do POUM, portanto em 1995, na sede do Parti Socialista de Catalunya, em Barcelona, um velho militante do POUM octogenário emocionou-se ao evocar um camarada e morreu de ataque cardíaco. Enfim, se há vidas anteriores eu creio que posso ter combatido nas fileiras da 83ª Brigada Mista do Exército Popular da República Espanhola , criada no sector Este da frente de Teruel, em 1937, com base nos batalhões anarquistas da antiga Coluna de Ferro saída de Valencia...

 

Janto em casa de um irmão, no Porto, e, já na madrugada de domingo, saio com o irmão e um primo e respetivas consortes para a zona dos Clérigos, na baixa do Porto, onde há centenas de bares abertos e milhares de pessoas a divertir-se, apesar do frio da noite. Entramos na «Galeria de Paris» e depois no grande bar «Destilaria», na Rua Cândido Reis, com dois grandes espelhos em duas paredes uma em frente da outra. Muito agradável estar ali. Ao fim de semana, o Porto supera Beja para quem precisa de música entre a multidão. Mas tudo é relativo. Ser jovem, audaz e optimista é que é bom. Os jovens é que beijam bem, não usam placas dentárias...Almoço com a filha, neste domingo, uma querida que põe reticências às incursões cinematográficas do pai, e volto a Beja às 16,30 horas, guiando, orando e cantando fados. Só nesta madrugada de 7 de Março entro em casa. Para levantar às 7.30 horas da manhã e voltar às aulas. Tudo correu bem 

 

OS MACHOS LATINOS- Há pouco eu disse a uma amiga: os machos latinos sao apenas mulheres musculadas viradas do avesso. Mantenho esta tese.

 

GOSTAVA DE VIVER MARITALMENTE COM DUAS MULHERES JOVENS E BELAS (20-25 ANOS) NA MESMA CASA.  Seria amor a três. Assim, o ciúme diminuiria. Seria possível um diálogo não asfixiante, a constituição de alianças táticas no plano afectivo. Seria a Trindade: a Mãe, a Filha e o Santo Espírito. E Deus proibe isto? Afinal amar duas mulheres ao mesmo tempo, uma em presença da outra, não é trair, nem cometer adultério. É sinceridade, generosidade no amor. A fidelidade exclusiva a uma parece ser demasiado egoísta. Somos gnósticos, não católicos romanos. Não cremos no papa Francisco mas sim nos Eóns do Pleroma, no Deus da Luz. A única lei divina é a Lei do Amor: ama como quiseres desde que não oprimas os seres a quem amas e lhes permitas devolver-te livremente o amor e ser feliz.

 

VIVER COM UMA «MIÚDA» DE 20 A 27 ANOS DE IDADE FAZ BEM. Porque ela está no auge da beleza física e esta corresponde, muitas vezes, a maior beleza espiritual. Porque não tem «pneus» nem teve muitos homens a conhecer-lhe o corpo. Porque não tem filhos. Porque acredita, moderadamente, no amor romântico, o amor de toda a vida. Porque ainda tem os pulmões pouco poluídos do fumo do tabaco. Porque é gentil e ardente a fazer amor. Porque usa sutiã que lhe realça os seios firmes. Porque a mãe dela critica; «Ai filha foste juntar te com um homem que podia ser teu pai, pela idade»

 

DEUS AMA MAIS AS PROSTITUTAS E OS TRAVESTIS DO QUE AS MULHERES CASADAS E OS HOMENS NÃO TRAVESTIS. Porque as prostitutas e os travestis correm riscos e são perseguidos por grupos violentos e homófobos ao passo que as mulheres casadas e os homens vestidos no masculino, como eu, estamos tranquilos no redil da normalidade dos costumes sociais felizes.

 

O PROBLEMA É O CORPO. Estive sentado na esplanada do «Luís da Rocha». Uma senhora de uns 70 anos, magra, muito enrugada senta-se na mesa ao lado. Era certamente bela, aos 20 ou 22 anos, as idades da B., da K., da M., etc. E penso: «O problema é o corpo, no amor conjugal. Um corpo de mulher jovem é sempre preferível ao de uma mulher velha. Isto é incontornável. Coitada ou coitado de quem transporta as marcas do envelhecimento visível e real. Já não pode amar como os jovens. Não me venham dizer que a idade não conta.»

 

NÓS, OS VIVOS, SOMOS UM BANDO DE REFUGIADOS que atravessamos o continente da existência para escapar à morte.

 

PARA QUE EXISTE A BELEZA? Para suportar a dureza, a crueldade sem limites da existência. A beleza é o véu de Maya, a deusa da ilusão das formas, como diria Nietzsche. A beleza do bebé e da criança dão alento e recompensa a quem cuida deles. A beleza da mulher jovem atrai os homens, leva-os a lutar por conquistá-la com um comportamento adequado, automóveis, jantares, bailes, idas ao cinema - onde a vida flui e palpita. A beleza é aliada da vida mas a desigualdade existe: há mulheres muito belas e há mulheres feias (as muito velhas em especial). As mulheres maquilham-se porque sabem que isso acrescenta beleza ao seu ser exterior.

 

UMA SIMPLES FOTO PODE DISSIPAR UMA PAIXÃO. Gostamos das mulheres por causa da sua beleza física, revestida de simpatia e graciosidade. Mas uma simples foto delas, desfavorável - sobretudo quando não conhecemos ao vivo essa mulher por quem nos apaixonamos idealmente - pode destruir a paixão. Porque esta obedece a estritos cânones de beleza

 

BEJA VERSUS LISBOA- Em Beja, há uma calma e uma qualidade ecológica superior a Lisboa. Encontro na rua a S. que me diz: «Agora trabalho em Lisboa. Não tem nada a ver com Beja. Nunca acontece nada em Beja, há um controlo social grande, as pessoas olham-nos como se estivessem a cobrar-nos algo. Em Lisboa, somos livres, ninguém nos conhece. Podemos ir aqui e ali, ter aventuras amorosas, ninguém nos vai pedir satisfações.» E não será verdade?

 

SUICÍDIO - 15 de Março de 2015. Em final de período, os alunos do 11º pedem-me um tema livre para discutir na aula inteira. Escolhem: o suicídio. O Miguel acha que suicidar-se é uma cobardia. Pergunto: e os samurais japoneses que, por se sentirem desonrados, espetam uma espada no seu próprio ventre, são cobardes? Falamos do suicídio por amor: «é uma estupidez» dizem os alunos, significa que «a pessoa se fechou obsessivamente no afeto a uma só pessoa». A Claire diz: «Bom é não estar preso amorosamente a ninguém e viver a adrenalina de se interessar, no momento, por esta ou por aquela pessoa»....Fora da escola, alguém me diz que num estabelecimento de ensino X, um aluno fala em suicidar-se por ter tido notas baixas e não se sentir bem tratado por alguém docente. Preocupante. Os adolescentes escolares são a nossa razão de ser enquanto professores. Temos de falar, sem culpar ninguém.

 

NICOLAU BREYNER E O AZAR DE CORAÇÃO EM SERPA-Em 13 de Março de 2016, discuti com uma mulher que amo, originária do concelho de SERPA, e ficamos um pouco «azedados» de CORAÇÂO (eu não, porque tenho sentimentos firmes de amor terno e eterno, já não sou adolescente). Em 14 de Março de 2016, o célebre ator Nicolau Breyner, originário de SERPA, morreu de ataque de CORAÇÂO. Fui eu ou ela quem matou telepaticamente Nicolau Breyner? Ou fomos ambos? Se não tivessemos discutido - ela uma SERPENSE - teria Nicolau (SERPENSE) morrido no dia seguinte?.

 

BEBER ALHO FERVIDO EM LEITE CURA. Uma amiga enviou-me a seguinte mensagem: «Venho informa-lo de um argumento para a sua tese de que os medicamentos não prestam. Como sabe, tenho estado doente e receitaram-me um xarope e um spray, que apenas me fizeram ficar pior. No entanto, soube de uma receita que é ferver alho em leite e beber tudo, incluindo o alho. Apenas bebi 3 vezes e melhorei quase que instantaneamente. O que acha?».

 

O que acho? Penso, de acordo com Ivan Ilich e outros, que a medicina oficial alopática é uma indústria do lucro, que mantém artificialmente a multiplicidade de doenças em toda a humanidade ao não proibir o consumo de carne, alcool, tabaco, açúcar refinado, fármacos iatrogénicos, vacinas, pão branco e cereais refinados.

 

ACREDITAR QUE UM VÍRUS ATENUADO OU UMA TOXINA INJECTADA NO CORPO ATRAVÉS DA VACINA ENSINA O CORPO A DEFENDER-SE CONTRA UMA DOENÇA É UMA ENORME INGENUIDADE... OU UMA ENORME ESTUPIDEZ. Um tóxico (vacina) introduzido no corpo só acrescenta mais toxicidade ao sangue e envenenamento lento aos orgãos internos. Mas a medicina oficial que temos, herdeira das «poções mágicas» de feiticeiros, acredita na imbecil doutrina da vacinação. Não vacines os teus filhos. Muita gente nos EUA se está a revoltar contra a vacinação que o Estado quer tornar obrigatória ou semi obrigatória.. Luta! O corpo é teu! Ninguém tem direito de o infectar com a picada mórbida da linfa de animais doentes.

 

SINCRONISMO CAVACO SILVA-PERDA DE RELÓGIO. Em 9 de Novembro de 1995, o candidato presidencial Aníbal CAVACO SILVA visitou a sua sede de candidatura na cidade de Beja. Eu passei no local com minha filha mais nova e peguei nela ao colo para ver, de entre a multidão, o político em causa. Ao chegar a casa, notei que PERDERA O RELÓGIO que tinha no pulso. Voltei ao local de onde a pequena multidão se evaporara e, perguntando, consegui que alguém me devolvesse o RELÓGIO.  

Em  9 de Março de 2016, CAVACO SILVA foi substituído por Marcelo Rebelo de Sousa como presidente da República Portuguesa. Horas depois fui à pastelaria O RELÓGIO, na vila da Vidigueira, ver na TV o jogo de futebol Zenit-Benfica e a PULSEIRA METÀLICA DO MEU RELÓGIO DE PULSO quebrou.

 

Que significa este sincronismo entre destaques de CAVACO SILVA e PERDA OU DANO DO RELÓGIO que levo no pulso esquerdo? Que Cavaco Silva «é» um relógio, um autómato? Que acelera ou atrasa a marcha do tempo?

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito (1)
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Breves reflexões de Abril...

Notas pessoais, filosófic...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds