Domingo, 17 de Janeiro de 2016
Errors of Routledge Dictionary of Philosophy on Subjectivism

 

About subjectivism writes the «Routledge Dictionary of Philosophy».

 

'Subjectivism viewpoint or viewpoints that states that what appears as objective truths or rules in certain spheres, namely ethics, are really disguised orders or expressions of attitude, etc., eg, "Lying is wrong" should be regarded as stating a fact not objective, but as really the order "Never lie!" or an expression of hostility against the speaker's lying, like "Lying! Grrr!" (See Naturalism). An alternate version of subjectivism says that the statements in question express objective truths, but only on human minds, desires, beliefs, experiences, etc., whether the speaker or the general public. "Lying is wrong" would then mean "I, or perhaps people generally disapprove of lying" (Michael Proudfoot and AR Lacey, The Routledge Dictionary of Philosophy, 4th edition, page 390, the letter in bold is placed by me).

 

Proudfoot and Lacey confuse the definition of subjectivism with the generating mechanism of subjectivism, ie, they confuse the 'formal cause' in Aristotelian language, with "efficient cause." Subjectivism has a dual definition, epistemic and sociological: doctrine that  truth is intimate and unique to each person this, the truth varies from person to person, there is not a single general truth . " It is the most radical gnosiologic individualism .

 

Saying that subjectivism is just an order or set of orders disguised, as above asserts  the Routledge Dictionary, is to confuse subjectivism with prescriptivism and emotivism (note that there is a subjective emotionalism and an objective emotivism) and it is set aside the intellectual content representative of a particular consciousness. Saying that subjectivism is an attitude of hostility towards the speaker is to confuse the final product (the idea, the subjectivist statement) with the agent that produced it (the emotion of the subject) - we come back, again, to the confusion between efficient cause and  formal cause. Subjectivism in the sociological sense (one person, one mind alone) opposes objectivism in the sociological sense (many minds sharing the same objective truth) but is not opposed to objectivism in epistemic order (truth itself).

Example: we are a minority of thinkers isolates (sociological subjectivism ) affirming that the conclusions of French doctor J.Tissot and American doctor Herbert Shelton, that vaccination is a deaf poisoning of the human organism by viruses and toxins and vaccines are always harmful but we epistemic grasp the truth (epistemic objectivism) while the overwhelming majority of the population (sociological objectivism) believes, wrongly, that the vaccines 'immunize' prevent and eradicate diseases (epistemic subjectivism, one might say). The imposition of the theory of vaccination as "official truth" is not the result of any rational discussion public, enlarged, on fair terms. It is a pure act that the fascist elite semi thinking of physicians and researchers and politicians laboratory carries out with the agreement of the party and uncultured majority of the population of each count

www.filosofar.blogs.sapo.pt

 

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Rights of author to Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

18
20
22

24
28
29

30


posts recentes

Francisco George, ao serv...

Área 5º-9º de Gémeos: Pin...

Área 4º-6º de Gémeos: Ame...

Área 17º-18º de Gémeos: P...

Área 17º-18º de Gémeos: q...

Áreas 16º-17º de Gémeos ...

Área 4º-6º do signo de Gé...

Áreas 29º de Touro e 0º-1...

Área 9º-13º de Gémeos: go...

Área 11º-14º do signo de...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds