Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
Áreas 21º-24º de Caranguejo e 9º-11º de Capricórnio: o inferno da teologia católica

As áreas 21º-24º do signo de Caranguejo e 9º-11º do signo de Capricórnio exprimem, entre outros, o inferno de que fala a teologia católica com as almas a arder torturadas por demónios horríveis.

 

Em 13 de Julho de 1917, com Mercúrio em 20º 22´/ 22º 31´de Caranguejo, Nodo Norte da Lua em 10º 43´/ 10º 44´ de Capricórnio, a Virgem Maria mostra aos três pastorinhos a visão do inferno «para onde vão as almas dos pecadores» em 16 de Setembro de 1954, com Júpiter em 24º 19´/ 24º 29´ de Caranguejo, Marte em 9º 21´/ 9º 51´ de Capricórnio, Nodo Norte da Lua em 11º 56´/ 11º 50´ de Capricórnio, a Virgem, em aparição, declara ao vidente Carlos Alberto, em Asseiceira, que o inferno não existe e não são precisos os sacramentos da confissão e da comunhão e que «as almas vão para o planeta»; em 14 e 16 de Fevereiro de 1982, com Nodo Norte da Lua em 21º 56´/ 21º 53´ de Caranguejo, a Virgem Maria assegura, em aparições aos jovens videntes de Bósnia-Herzegovina, a existência de Satanás e do inferno; em 7 de Outubro de 2000, com Nodo Norte  da Lua em 20º 53´ / 20º 51´ de Caranguejo, a mimha amiga C. sonha que eu a levava a assistir a uma missa satânica onde estava o retrato da Virgem de Palmar, ela entrava, olhava para trás e via um rapaz vestido de negro, que era o diabo.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 18:35
link do post | comentar | favorito
|

Ponto 27º 37´/ 27º 44´ de qualquer signo: atentado nos Campos Elíseos, em Paris

 

A passagem de um planeta, Sol ou Nodo da Lua no ponto 27º 37´/ 27º 44´de qualquer signo do Zodíaco é condição necessária mas não suficiente para desencadear um atentado nos Campos Elíseos em Paris.

 

Em 20 de Abril de 2017, com Saturno em 27º 38´/ 27º 37´ de Sagitário, cerca das 20 horas TMG; um atirador, do Estado Islâmico, dispara contra um veículo da polícia francesa, com uma espingarda Kalashnikov (AK47), nos Campos Elíseos, em Paris, matando um polícia e ferindo outros dois, sendo o terrorista abatido a tiro; em 19 de Junho de 2017, com Úrano em 27º 43´/ 27º 45´ de Carneiro, ao volante de uma viatura com vários explosivos, um homem de 31 anos, terrorista islâmico, choca contra uma carrinha da polícia, sem provocar feridos nos campos Elisios em Paris, perto do palácio presidencial, e é abatido a tiro pela polícia.

 

Algumas das próximas datas em que ocorrerá a passagem de um planeta, Sol ou Nodo da Lua no ponto 27º 37´/ 27º 44´de qualquer signo do Zodíaco são: em 16 e 17 de Julho de 2017 (Marte em 27º de Caranguejo); em 1 de Setembro de 2017 (Marte em 27º de Leão); de 17 a 21 de Setembro de 2017 ( Úrano em 27º de Carneiro); em 29 e 30 de Setembro de 2017 (Júpiter em 27º de Balança); em 17 e 18 de Outubro de 2017 (Marte em 27º de Virgem); em 29 e 30 de Novembro de 2017 (Saturno em 27º de Sagitário) em 7 de Dezembro de 2017 (Mercúrio em 27º de Sagitário).

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:00
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Junho de 2017
Equívocos no Exame Nacional de Filosofia 714 de 19 de Junho de 2017

 

 Eis mais um exame nacional de filosofia no ensino secundário em Portugal, a prova 714 de 19 de Junho de 2017,  mal concebido por partidários da filosofia analítica, corrente que possui um forte lobby académico junto do Ministério da Educação. Um traço comum aos autores do exame é a sua incapacidade em pensar e hierarquizar dialeticamente os temas, as questões e as respostas - dialética implica as noções de contrário, semi contrário e colateral, noções estranhas a estes senhores, mestres ou doutorados.Vejamos as questões equívocas que retiram, injustamente, 10, 20, 30, 40, 50 ou mais pontos a alunos que pensam bem e responderam bem.

 

Comecemos pelas questões de escolha múltipla em cada uma das quais há quatro hipóteses de resposta sendo apenas considerada certa uma das hipóteses.

 

GRUPO I

2. Leia o texto seguinte.

Tal como os estudos experimentais mostraram, [...] fazemos o que fazemos por causa do que aconteceu [...]. Infelizmente, o que aconteceu deixa poucas pistas observáveis, e os motivos para fazermos o que fazemos [...] ultrapassam, assim, largamente o alcance da autoanálise. Talvez seja por isso […] que o comportamento tem sido tão frequentemente atribuído a um ato de vontade que o desencadeia, produz ou cria.

B. F. Skinner, Recent Issues in the Analysis of Behavior, Columbus,

Merrill Publishing Company, 1989, p. 15 (adaptado)

 

De acordo com o texto,

(A) temos livre-arbítrio, porque o nosso comportamento tem origem num ato criativo da vontade.

(B) podemos inferir que temos livre-arbítrio, ainda que as pistas observáveis sejam poucas.

(C) pensamos ter livre-arbítrio, porque a nossa capacidade de autoanálise é limitada.

(D) os estudos experimentais permitem concluir que o livre-arbítrio molda o nosso comportamento.»

 

CRÍTICA NOSSA: em primeiro lugar o texto de Skinner não fala em livre-arbítrio, faculdade que inclui discernimento racional e deliberação, mas em vontade, que é uma coisa diferente. Um cão tem vontade de comer um osso mas não usa livre-arbítrio para esse acto. Logo, as quatro hipóteses estão erradas ao abordarem o livre-arbítrio.

Mas admitindo que Skinner se referisse ao acto de vontade como um acto de livre-arbítrio haveria duas respostas certas a B e a C: são praticamente indistinguíveis uma da outra.

 

4. Considere o argumento seguinte.

Todos os homens são imortais.

Sócrates é homem.

Logo, Sócrates é imortal.

Este argumento não é sólido porque

(A) a conclusão não se segue das premissas.

(B) é reconhecidamente falso.

(C) uma das premissas é falsa.

(D) o número de premissas é insuficiente.

 

CRÍTICA NOSSA: há duas respostas correctas, a B e a C. De facto é um raciocínio reconhecidamente falso , no qual a permissa maior é falsa.

 

5. Kuhn considera que, nos períodos de ciência normal,

(A) o progresso científico é inexistente.

(B) os cientistas aderem a diferentes paradigmas.

(C) as anomalias do paradigma são resolvidas.

(D) o progresso da ciência é cumulativo.

 

CRÍTICA NOSSA: Há duas respostas certas, a C e a D. As anomalias do paradigma normal, isto é, oficialmente instituído, vão sendo resolvidas e o progresso da ciência, cumulativo, dá-se dentro de certos limites sem que o paradigma mude. .

 

7. Em Uma Teoria da Justiça, Rawls defende que

(A) a justiça é independente da distribuição da riqueza, mas não da liberdade.

(B) a justiça consiste apenas em todos terem idênticas oportunidades e expectativas.

(C) as distribuições desiguais da riqueza são proibidas pelo princípio da diferença.

(D) o princípio da liberdade tem prioridade sobre os outros princípios da justiça.

 

CRÍTICA NOSSA: Há duas respostas certas, a B e a D. Rawls escreveu sobre os dois princípios da justiça escolhidos na posição original:

«Primeiro Princípio

«Cada pessoa deve ter um direito igual ao mais extenso sistema de liberdades básicas iguais que seja compatível com um sistema semelhante de liberdade para todos.»

(John Rawls, Uma teoria da justiça, Editorial Presença, pag 239).

Sem dúvida, a liberdade tem prioridade sobre a igualdade na distribuição da riqueza, de outro modo Rawls seria comunista, anarquista colectivista ou socialista radical, ora Rawls defendeu o capitalismo social. A hipótese D está certa. Mas a hipótese B também está correcta pois para Rawls a justiça consistia não no igualitarismo de salários e bens materiais mas na igualdade de oportunidades e expectativas: por exemplo, o filho do capitalista e o filho do operário pobre devem dispor de iguais oportunidades de acesso à universidade - o que implica atribuir bolsas de estudo ao filho do operário e não ao do capitalista.

 GRUPO IV

3. Atente no problema apresentado no caso seguinte.

Circulam já alguns automóveis autónomos, ou seja, capazes de se conduzirem a si próprios.As empresas envolvidas na produção de automóveis autónomos têm feito grandes progressos,e os problemas tecnológicos levantados pela exigência de autonomia estão quase resolvidos.Subsiste, todavia, um problema ético: os automóveis autónomos podem ser programados para, em caso de acidente iminente, darem prioridade à segurança dos seus passageiros ou, em alternativa, darem prioridade à minimização do número total de vítimas.

Qual das duas programações referidas seria adotada por um defensor da ética de Mill?»

Justifique.

 

CRÍTICA NOSSA: A questão está mal elaborada pois não coloca alternativa nenhuma: «em caso de acidente iminente, darem prioridade à segurança dos seus passageiros ou, em alternativa, darem prioridade à minimização do número total de vítimas» é exactamente o mesmo, dito de duas maneiras gramaticalmente distintas. A ética de Mill aplica-se indistintamente «às duas» situações porque o princípio da maximização do prazer implica dar a felicidade à maioria - o que parece traduzir-se na «minimização do total de vítimas» - mas também dar a felicidade a todos quando tal é possível - neste caso dar segurança a todos os passageiros.

 

Esta questão revela o pensamento confuso de quem já não deveria estar na equipa de elaboração de exames de filosofia mas está por inércia do sistema.

 

 

(CONTINUA)

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 08:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 18 de Junho de 2017
25 a 30 de Junho de 2017: Júpiter determina atentado em Copenhaga?

 

 

 

Haverá um atentado em Copenhaga, Dinamarca, de 25 a 30 de Junho de 2017, quando Júpiter circulará entre o ponto 13º 37´ e o ponto 13º 51´do signo de Balança? Não sabemos. Mas o ponto 13º 37´/ 13º 51´de qualquer signo zodiacal liga-se, quando transitado por um planeta ou nôdo da Lua, a atentados em Copenhaga.

 

Em 22 de Julho de 1985, com Júpiter em 13º 45´/ 13º 37´de Aquário, uma bomba destrói em Copenhaga a única estação aérea dos EUA na Dinamarca sendo também atingida uma sinagoga na acção terrorista.

 

Em 14 de Fevereiro de 2015, com Úrano em 13º 46´/ 13º 49´ de Carneiro, o jovem dinamarquês, de ascendência árabe, Omar Al Hussein, de 22 anos, dispara vários tiros junto ao café «Barril de Pólvora» em Copenhaga matando um civil e ferindo três polícias perto de um centro cultural onde havia um debate sobre liberdade de expressão com o embaixador francês e o artista sueco Lars Vilks, possível alvo do atentado, conhecido pelos seus cartoons controversos alusivos a Maomé, um deles representando o profeta com corpo de cão.

 

Em 15 de Fevereiro de 2015, com Úrano em 13º 49´/ 13º 51 ´ de Carneiro,um homem dispara, na madrugada, às portas de uma sinagoga de Krystalgade, no centro de Copenhaga quando decorria uma  cerimónia religiosa, matando um judeu, que fazia de segurança, ferindo dois polícias, horas depois Omar Al Hussein, de 22 anos, é morto a tiro na rua pela polícia, dado como autor destes atentados em Copenhaga.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:25
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 16 de Junho de 2017
28 de Junho a 1 de Julho de 2017: um novo atentado em Londres?

De 28 a 30 de Junho e 1 de Julho de 2017, Marte estará em 23º, 24º e 25º do signo de Touro - em concreto: de 22º 23´a 26º 43´ do signo de Touro - uma área vinculada a atentados em Londres.

 

Em 9 Junho de 1990 com Mercúrio em  25º 31´/26º 57´ de Touro,  uma explosão em Honourable Artillery HQ, City Road, London EC1 fere 19 pessoas.

 

Em 22 de Maio de 2013, com Marte em 23º 13´/ 23º 56´ de Touro, dois londrinos de origem nigeriana atropelam e matam o soldado Lee Rigby, de 25 anos, no sudeste de Londres, para esfaqueá-lo e decapitá-lo para vingar "os muçulmanos mortos por soldados britânicos".

 

Em 3 de Junho de 2017, com Mercúrio em 23º 4´/ 24º 47´ de Touro, por volta das 21:58h BST (UTC+1), uma van branca desliza pela Ponte de Londres (pelo norte) sobe o passeio e começa a atropelar vários peões, após o carro bater perto de Barrowboy e do pub Banker na rua Borough, os três homens dentro da van, do Estado Islâmico, saem do veículo utilizando cintos explosivos falsos, e correm até a rua Stoney, próximo ao mercado Borough, onde esfaqueiam quatro pessoas no pub Borough Bistro e atacam pessoas dentro e perto de outros restaurantes locais próximos, resultando 11 mortos, entre eles os 3 terroristas abatidos a tiro pela polícia, e 46 feridos.

 

Haverá novo atentado em Londres em 28-30 de Junho e 1 de Julho de 2017? Aparentemente, não é obrigatório que haja porque há outras leis planetário-zodiacais que terão de funcionar e não estamos a levar em conta.

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

francisco.limpo@gmail,com

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 19:41
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 13 de Junho de 2017
Breves reflexões de Junho de 2017

 Eis algumas despretensiosas reflexões que brotam neste quente mês de Junho de 2017.

 

QUANDO MORRERES NINGUÉM OU QUASE NINGUÉM VAI DAR PELA TUA FALTA. Para que te preocupas, pois, com as críticas dos outros ao teu comportamento, críticas ditadas por inveja, preconceito, necessidade de te controlarem, de te manterem dentro do rebanho social? Vive e sê tu mesma/o. Os outros? Quase todos são apenas barreiras, objectos estranhos à tua liberdade.

 

ESCRAVO DO FACEBOOK. Sou um escravo voluntário da escrita no Facebook. Venho aí diariamente, leio e escrevo. Antes de mais, faço-o por necessidade do Intelecto Universal, o chamado Intelecto Agente que, como dizia Aristóteles, sobrevive à morte do indivíduo: há ideias que gero ou capto da Região Inefável que devem ser difundidas e ficar na platibanda do pensamento académico, modéstia áparte. Mas também o faço por amor erótico: há sempre uma mulher bela do lado de lá da web a quem se pode dirigir um galanteio, uma declaração de amor. Em terceiro lugar, faço-o por necessidade de explicar a minha postura pessoal, a ação no meio em que vivo: Baixo Alentejo, Portugal.

 

SINCRONISMOS FONÉTICOS . Em 11 e 12 de Junho de 2017, a ideia de MÁRIO está em foco: no dia 11, deflagra um incêndio num autocarro no túnel do MARÃO (evoca: MÁRIO), noticia-se que os estados norte-americanos de MARYland (evoca: MÁRIO) e Columbia vão processar o presidente Trump por receber indevidamente milhões de dólares através de empresas suas; no dia 12, de madrugada, na Nora de Serpa, MAIRA (evoca: MÁRIO) Baldaia e a sua banda brasileira dão um concerto musical, falece em Santarém MÁRIO Brito, de 76 anos de idade, engenheiro de telecomunicações, portuense.

 

COM A ALTA VELOCIDADE DE ROTAÇÃO DAS TROCAS DE PARCEIRO NO AMOR, A VISÃO ECONOMICISTA E INDIVIDUALISTA DA VIDA IMPERA. Elas já não gostam de nós, em regra: medem a marca do automóvel que temos, o tamanho do nosso pénis em repouso, o saldo da nossa conta bancária, as vezes que lhes pagamos o jantar ou o lanche ou as levamos à discoteca, o nosso status social (empregado bancário, médico, professor, agricultor rico, etc) . Mas o inverso também é verdade: olhamos para elas como objectos sexuais , como «gajas a levar para a cama e largar logo que estejamos saciados». É um mundo pragmático de usar os outros enquanto nos são úteis: é como o aluguer de quartos em Lisboa, dá dinheiro, aluga-se já a turistas por uns dias, nada de alugueres por anos e anos à mesma pessoa ou família. O amor romântico acabou, ninguém ama ninguém de forma continuada. David Hume tinha razão: não temos um eu fixo, somos um fluxo de imagens a correr algures. Salvam-se alguns honrosos casamentos e uniões de facto onde o amor paixão unido ao amor romântico prevalecem.

 

OS FESTIVAIS MUSICAIS DE VERÃO COMO O MEO SUDOESTE, que se inicia a 1 de Agosto de 2017 em Zambujeira do Mar, costa alentejana, não passam de modos de alienação da juventude e dos trabalhadores em geral. Os artistas, vendidos ao grande capital, não denunciam a Nova Ordem Mundial do governo único, da precariedade de emprego, do lançamento de guerras imperialistas onde quer que as chefias dos EUA e da Rússia ou da UE achem necessário. Muita música, droga, sexo promíscuo sem preservativos, alcool - eis a falsa ou superficial amizade que se forja nesses aglomerados de dezenas de milhar de pessoas. No resto do ano, o capitalismo aumenta o ritmo de trabalho dos assalariados, oferece bares e copos e muito stress a quem vive só do seu salário (proletariado).

 

PORQUE VAMOS A SERPA OUVIR ANTÓNIO ZAMBUJO? Não é, essencialmente, para ouvir o artista alentejano. É para ver as mulheres belas que se aglomeram na Praça da República. E para saudar um ou outro amigo que vive em Serpa com quem temos colóquios culturais. E para desfrutar da noite de Lua em Capricórnio - a Lua Cheia foi ontem, 10 de Junho, às 21 h 44, com a Lua em 18º do signo de Sagitário - que as noites de luar no Alentejo são lindas e sensuais. E para orar ao Grande Arquitecto do Universo.

 

BEJA AUTO-DESTRUTIVA POR FORÇA DA ELITE POLÍTICO-ECONÓMICA LOCAL . 11 de Junho de 2017. Estou a visitar a exposição de gravuras de Banda Desenhada expostas no Teatro Pax Julia, no centro de Beja e encontro Jorge, artista conceituado. Comenta-se: «Como é possível que tendo morrido (em 13 de Maio de 2017) Leonel Borrela, pintor e arqueólogo do património e funcionário do Museu Regional de Beja, que tanto deu a esta cidade investigando, pintando e teorizando sobre a sua arquitectura e história, não haja uma reprodução em grande de um quadro seu numa destas salas com os dizeres «Homenagem a Leonel Borrela, 1955-2017»? Beja é auto-destrutiva. A elite política e económica que domina a cidade quer apagar da memória os criadores, artísticos, literários, etc, que, bejenses de nascimento ou não, fazem obras de valor. Vê só o caso da taberna outrora atelier de pintura de Carlos Montes na Rua da Branca: aí aprenderam a pintar artistas bejenses e a câmara deveria preservar isso como espaço museológico. Eles querem é que sejamos esquecidos: morremos e ninguem homenageia os que prestigiamos a cidade com o nosso trabalho artístico e cultural. Beja é autofágica. Ingrata, madrasta.»

 

ALÉM DO PRAZER DAS FESTAS DE FIM DE SEMANA E DO SEXO TRANSBORDANTE HÁ ... O PARAÍSO. A vida moderna carece de sentido para os existencialismos ateu e agnóstico, filosofias dominantes nos dias de hoje na Europa do século XXI: «temos de gozar a vida, que bom aproveitar as noites de sexta e sábado nas discotecas e bares e às duas e meia da manhã conseguir levar uma mulher ( ou um homem) semi ébria para o automóvel ou para a cama e... fazer sexo! »Tantos homens e mulheres insatisfeitas a fumar e a beber alcool, a noite inteira, nos bares! Já fizemos muita coisa em termos de sexo - menos homossexualidade e certo tipo de perversões; o Diabo dotou-me de uma imaginação que vai até ao travestismo mas o Senhor Deus guarda-me na fronteira com o ilícito - e concluimos que tem que haver algo imóvel, superior à união sexual física: o Paraíso, que é a união íntima, «sexual» entre nós, espíritos, e Deus-Deusa (a Trindade , a Virgem Santa Maria).

Por isso, se estás insatisfeita/o, reza, persiste na oração - em especial o rosário à Virgem Maria - e virão as respostas adequadas. O sentido da vida é o Paraíso, o reino da beatitude, o Pleroma dos gnósticos. As nossas desventuras, aflições, doenças estão escritas nos astros, no Zodíaco (foi o Deus inferior, o demiurgo, que fabricou os astros, não Jesus nem os Eons do Pleroma). Nem Osho, com a sua técnica filosófica de meditação, consegue atingir os cumes da beatitude cristã. A meditação relaxa mas é preciso ver os deuses e os anjos. Eu amava uma mulher muito linda, há anos, e ela sofreu uma doença grave - foi uma provação que Deus enviou, com o ensinamento «Não ames apenas a beleza corporal, penetra no mistério do espírito, é uma mulher como as outras, frágil, um invólucro de carne perecível».

 

O meu pai, muito católico toda a vida, nos últimos anos de vida perdeu a esperança de salvar-se: dizia «estou condenado, atropelei de bicicleta uma velhinha quando tinha 15 anos de idade», tinha remorsos excessivos, o Demónio rondava-o. Qualquer que seja o teu passado, não tenhas remorsos: já passou. Se há desculpas a pedir a alguém, uma dívida a pagar fá-lo. Reza incessantemente, com descontração, sem ansiedade, e verás mudanças boas na tua vida, serenidade, paz.

 

AS ESCOLAS DE ASTROLOGIA QUE MARCAM PASSO. Sou autodidata em astrologia. Desprezo as escolas de astrologia, de um modo geral dominadas por dogmáticos estéreis: sem provas experimentais, dizem que «Vénus rege o signo de Balança» e que «há doze casas no horóscopo pessoal», etc. Eis títulos de alguns livros meus: «Ciclos astrológicos na História de Portugal» (ed autor 1985), «Leis planetárias em eleições gerais» (Estampa, 1996), «Sincronismos Cabala e Graus do Zodíaco» (Estampa,2001), «Astrología y guerra civil de España de 1936-1939» (ed. autor, 2006), «Acidentes em Lisboa na Astronomia-Astrologia» (Ed. Autor, 2008), «Álvaro Cunhal e Antifascismo na Astrologia Histórica» (Ed. Autor, 2013), « Astrologia Histórica» (Esfera do Caos, 2015). Oito livros ao todo. Os mais «prestigiados» astrólogos comerciais portugueses, como Paulo Cardoso, Luís Resina, Helena Avelar, Luís Ribeiro, Cristina Candeias, Vera Xavier ou Flávia Monsaraz, guardam rigoroso silêncio sobre as minhas obras porque não têm arcaboiço intelectual ou moral para as enfrentar e analisar criticamente nem possuem suficiente saber feito de investigação empírica. Calam, ignoram para silenciar a dissidência, a «heresia». Portugal, país de invejas: astrólogos que só procuram o enriquecimento pessoal financeiro, a imagem televisiva, não a verdade da ciência astrológica.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 4 de Junho de 2017
Areas 14º-18º of Aries, 24º-25º of Taurus and 28º-29º of Gemini and 0º Cancer: attacks in England

 

 

The pass of a planet, Sun or Moon´s Node in the areas 14º-18º of Aries sign (degreees 14, 15, 16, 17, 18 of the ecliptic in longitude) 24º-25º of Taurus sign and in the area  28º-29º of Gemini  sign and 0º of Cancer´s sign (degrees 88, 89 and 90 in ecliptical longitud) are necessary but not enough conditions to provoke a terrorist attack in England.

 

On 7 July 2005, with Mars in 16º 51´/ 17º 29´ of Aries sign,  a  series of four coordinated suicide attacks made by four British Islamist suicide bombers in central London, in which three bombs explode on Underground trains between Aldgate  and Liverpool Street  stations, Russell Square and King´s Cross St. Pancras stations and Edgware Road and Paddington stations, and a bomb destroys a double-decker  bus at Tavistock,  kill 52 people and causes over 700 injuries.

 

On 22 March 2017, with Mercury in 15º 38´/ 17º 25´ of Aries,  in a terrorist attack in Westminster,  at around 2:40pm GMT, specifically on Westminter Bridge and at the Palace of Westminster, Khalid Masood, wearing black, drives a vehicle into several pedestrians on Westminster Bridge, crashing the car into the Palace's perimeter fenceand then proceeds to stab a police officer who was outside of the Palace, killing him, about 40 people were injured and there are six deaths (including one police officer and the perpetrator).

 

On May 22, 2017, with Venus in 15º 54' / 16º 45' of Aries, Mercury in 5º 56' / 7º 8'of Taurus, Salman Abedi, 22 years old, one of the four children of a couple of Libyan refugees who fled for the United Kingdom to escape to the regime of Kaddafi, born in Manchester, makes himself to explode around the 22:30 places (same time in Lisbon), next to one of the outputs of the stadium Manchester Arena, at the end of a concert of the singer ' Pop 'Ariana Grande which was attended by many children and young people, killing 22 people and wounding 59, an assault claimed by the Islamic state.

 

On 9 June 1990, with Mercury in 25º 31´/26º 57´of Taurus,  an explosion at Honourable Artillery HQ, City Road, London EC1 injures 19 people.

 

On 5 January 1974, with Saturn in 0º 13´/ 0º 9´ of Cancer´s sign,  two bombs of IRA explode within three minutes of each other in London, the first at Madame Tussauds , the second during the Boat Show  at Earls Court Exhibition Court Exhibition Center,  a telephone warning had been given shortly before both explosions allowing evacuations at both sites and there are no fatalities or injuries reported.

 

On 3  August 1989, with Jupiter in 0º 37´/ 0º 49´of Cancer,  a man using the alias Mustafa Mahmoud Mazeh accidentally blows himself up along with two floors of a central London hotel  while preparing a bomb intended to kill Salman Rushdie.

 

On 21 June 1990, with Sun from 29º 22´of Gemini sign untill 0º 20´of Cancer ´s sign,  a device explodes at RAF Stanmore Park,  Uxbridge, having no injuries.

 

On 3 June 2017, with Mercury em 23º 5´/ 24º 47´ of Taurus, Mars in 28º 54´/ 29º 33´ of Gemini ´s sign,  starting at 21:58 British Summer Time, three people carry out a terrorist attack  in two locations in central  London, when a white van trampling pedestrians on London Bridge, arriving a halt south of the bridge, three men leave the van and run to Borough Market, where they produce stabbing attacks against customers , claiming for Allah, in restaurants, ten people (including three attackers) are killed and 48 injured in the attack.

 

Some of next dates in which the Sun or a planet will pass in the area 24º-25º of Taurus sign are: 29-30 June and 1 July 2017 (Venus); 19-21 April 2018 (Venus); on 14-16 May 2017 (Sun).

 

 Some of next dates in which the Sun or a planet will pass inthe area 28º-29º of Gemini and 0º of Cancer are: 5-6 June 2017 (Mars); 19-22 June 2017 (Sun); 20-21 June 2017 (Mercury); 29-31  July 2017 (Venus); 17-20 May 2018 (Venus).

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Rights of author to Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:51
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 1 de Junho de 2017
Identidade de género, uma expressão ambígua

O termo identidade de género tão usado para distinguir pessoas com orientação sexual diferente daquela que fisiologicamente lhes corresponde, segundo a tradiçao, é um termo ambíguo. Identidade de género não pode aplicar-se com clareza à heterossexualidade de fronteira: homens que gostam de vestir roupas femininas e usar maquilhagem e fazer gestos femininos mas recusam, por instinto biológico, quaisquer contactos homossexuais e não entram, sequer, na categoria de «bissexuais» práticos. Continuam a amar as mulheres, exclusivamente. Que são estes homens? Em que género se encaixam?

 

Há uma insuficiência da distinção em voga entre identidade de sexo e género/identidade de género: um crossdresser heterossexual homem é de sexo masculino, aparência feminina ou andrógina (isto é género?) e orientação sexual hétero (ou isto é que é o género?). Não pode classificar-se como sendo «sexo masculino e género feminino» como alguns o fazem, reduzindo a dois os três níveis apontados: é feminino na aparência e masculino na essência. O que é, pois, o género? 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 04:29
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Teologia cátaro-bogomila:...

Ponto 23º 7´/23º 15´de qu...

Erros na tradução portugu...

O sublime moral para Scho...

Seísmos en México en Astr...

Área 9º-10º do signo de T...

Neocátaros versus budismo...

Teologia neocátara: sem j...

Herbert Marcuse: o caráct...

Breves reflexões de Agost...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds