Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2017
O sinarquismo

 

Sinarquismo é um movimento político-económico e uma filosofia desenvolvida pelo mestre ocultista Saint-Yves d´ Alveydre (1842-1909) e mais remotamente pela Ordem do Templo, a Maçonaria e outras organizações iniciáticas antigas, que defende o estabelecimento de um governo mundial único, uma economia única, uma religião sincrética única e um padrão geral de direitos humanos tendo em vista o bem-estar da humanidade e a eliminação das guerras. Saint-Yves teorizou a existência de uma cidade subterrânea, Aghartha, que seria o centro do poder mundial onde viveria aquele que René Guenon, outro esoterista, descreveu como o «rei do mundo»:

 

«Convém todavia lembrar, quanto à organização geral do mundo, por Saint-Yves descrita com um luxo de detalhes fantásticos, o centro iniciático mundial da Missão da Índia; chama-lhe ele «Paradesa» ou Agartha.»

«Governada por uma trindade sinárquica, o Brahatma, “suporte de almas no espírito de Deus” e seus dois assessores, o Mahatma, “representando a Alma universal” e o Mahanga, “símbolo de toda a organização material do cosmos”, esta Cidade Santa, invisível a quem anda na terra, é o protótipo dos centros espirituais secundários que conhecem as diferentes tradições: Ishdankkaïr, Salem, Tebah. Sucedendo a um centro ainda mais antigo, Ayodhia, ela é sede dum soberano pontificado e de uma espécie de universidade reguladora da evolução da humanidade, da qual, a julgar por René Guénon (em o Rei do Mundo) seria proveniente, de forma caricatural, a Ideia dessa Grande Loja Branca cara aos teosofistas.»

«Esta Cidade Santa, ainda segundo Saint-Yves, existiria materialmente, embora de forma subterrânea, nos confins do Himalaia ou talvez nos altos vales do Chitral…»

(Jean Saunier, A sinarquia ou o velho sonho de uma sociedade nova, Edições 70, Lisboa, 1979, pág. 81).

 

O sinarquismo tem críticos acérrimos. como Daniel Estulín, que tem radiografado o percurso do clube sinarquista de Bilderberg, um grupo de homens dos mais poderosos do mundo, que reuniu pela primeira vez em 1954, sob o impulso da família real holandesa e da família Rockefeller no Hotel Bilderberg, em Oosterbeck, para analisar e influenciar a política mundial. Estulin escreveu:

 

«A Revolução francesa, e o posterior período de Terror Jacobino (1789-1794) criou-se para evitar a qualquer preço que a França se convertesse no segundo país a adotar uma constituição, seguindo o exemplo da Revolução norte-americana. Foi dirigida a partir de Londres por Lord Shelburne e contou entre os seus principais defensores com o conde Joseph de Maistre, o principal teórico da revolução francesa e um importante teórico da Iluminação.»

«Por que razão Londres, inimigo tão declarado de Napoleão, desempenharia um papel tão relevante na criação do primeiro fascista moderno da história? Porque as guerras napoleónicas destruíram o continente europeu, deixando a Grã Bretanha como a única superpotência. As guerras napoleónicas também acabaram com as intenções dos líderes europeus que apoiavam a Revolução norte-americana e com a esperança de que na Europa surgisse um eficaz sistema de Estados-nação (…) O resultado de este processo de destruição foi um chefe de estado nietzschiano, Napoleão Bonaparte, o primeiro fascista moderno, a imagem da destruição pelo puro prazer de destruir». (…)

«No fim de contas, o sinarquismo não é mais do que a continuação da tradição de Napoleão Bonaparte. Hitler e Bush são dois exemplos actuais dessa loucura histórica.» (Daniel Estulin, Los secretos del Club de Bilderberg, Editorial Planeta, Barcelona, 2006, pp 217-218; o bold é posto por nós).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 00:12
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 28 de Janeiro de 2017
Área 26º-28º do signo de Touro: incêndios em Lisboa

 

Diversos graus e áreas do Zodíaco quando transitados por um planeta, Sol ou Nodo da Lua desencadeiam incêndios na cidade de Lisboa. É assim e nada há a fazer que possa impedir isso. O férreo determinismo astro-zodiacal impera.

 

ÁREA 26º-28º DE TOURO:

INCÊNDIOS NA RUA DA PALMA, NA RUA SOL AO RATO E NA ANTÓNIO AUGUSTO DE AGUIAR

 

A passagem do Sol ou de um planeta ou Nodo da Lua na área 26º-28º  do signo de Touro  é condição necessária mas não suficiente para desencadear um incêndio em Lisboa.

 

Em 2 de Janeiro de 1991, com Marte em 27º 45´ / 27º 46´ de Touro, um incêndio na Rua Jardim do Tabaco em Lisboa destrói parcialmente o arquivo da Alfândega de Lisboa; em 9 de Abril de 1999, com Vénus em 25º 49´/ 27º 0´ de Touro, às 19.50 horas, deflagra um incêndio em ambiente cheio de cortinas de veludo e cenários de madeira do ex cinema Alvalade, agora abandonado e à mercê de vadios e toxicodependentes; em 7 de Junho de 2010, com Mercúrio em 24º 48´ / 26º 21´ de Touro, um incêndio deflagra à tarde, no telhado de uma pensão de Lisboa, na Rua da Palma, junto ao Martim Moniz, desalojando mais de meia centena de pessoas;  em 25 de Maio de 2012, com Júpiter em 25º 53´/ 26º 7´ de Touro, de manhã, deflagra um incêndio na pensão “Noite Cristalina” na Rua da Palma, junto à Praça do Martim Moniz, e as chamas alastram a um prédio contíguo na Calçada do Desterro e obrigam ao corte da circulação;  em 17 de Maio de 2013, com Sol em 26º 15´ / 27º 13´ de Touro, um incêndio deflagra às 04:00 da madrugada na marquise da habitação de um prédio da Rua Sol ao Rato e uma pessoa ficou ferida com queimaduras; em 28 de Maio de 2013, com Marte em 27º 32´ / 28º 15´ de Touro, um incêndio deflagra na madrugada num prédio de oito andares na Avenida António Augusto Aguiar, em Lisboa, sendo dado como extinto, às 06h19.  

 

Algumas das próximas datas em que um planeta, o Nodo da Lua, Quirón ou o Sol estarão na área 26º-28º de Touro, elevando a probabilidade de ocorrência de incêndios, em Lisboa são: de 15 a 19 de Abril de 2017 (Marte); de 4 a 6 de Junho de 2017 (Mercúrio); de 1 a 4 de Julho de 2017 (Vénus).   

 

presente e do futuro.

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:49
link do post | comentar | favorito
|

Áreas 17º-18º de Gémeos e 5º-7º de Aquário: acidente aéreo na Grande Lisboa

As áreas 17º-18º do signo de Gémeos e  5º-8º do signo de Aquário conexionam-se com quatro acidentes aéreos na Grande Lisboa, Portugal . Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 9 de Janeiro de 1943, com Mercúrio em 6º 58´/ 7º 56´ de Aquário, um avião Short S.26 da British Overseas Airways Corporation, batizada de Golden Horn, cai no Rio Tejo após uma tentativa de aterragem forçada devido a um incêndio a bordo, morrendo 13 dos 15 ocupantes da aeronave; em 22 de Fevereiro de 1943, com Mercúrio em 6º 21´/ 7º 31´ de Aquário, um avião Boeing 314 Yankee Clipper da Pan Am, prefixo NC18603, cai na região de Lisboa, morrendo 24 das 39 pessoas a bordo, e entre os feridos, a atriz e cantora Jane Froman; em 1 de Fevereiro de 1947, com Úrano em 18º 0´/ 17º 59´ de Gémeos, Marte em 5º 5´/ 5º 52´ de Aquário, um Douglas C-47 da Air France bate na Serra de Sintra por conta do mau tempo, matando todos os seus 16 ocupantes; em 2 de Junho de 2012, com Vénus em 18º 15´/ 17º 39´ de Gémeos, um ultraleve descola da pista da Tojeira  com destino a Lagos, no Algarve, pouco depois das 16h00 horas, com nuvens baixas e visibilidade reduzida e, sem plano de voo, despenha-se na zona da Azóia, em Sintra morrendo o piloto e um passageiro, de 67 e 45 anos respectivamente.

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 17º-18º do signo de Gémeos são: de 16 a 19 de Maio de 2017 (Marte); de 7 a 9 de Junho de 2017 (Sol); em 15 e 16 de Junho de 2017 (Mercúrio); de 20 a 22 de Julho de 2017 (Vénus)-

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 5º-7º do signo de Aquário são: de 10 a 12 de Fevereiro de 2017 (Mercúrio); de 22 a 24 de Janeiro de 2018 (Vénus); de 3 a 5 de Fevereiro de 2018 (Mercúrio) de 27 de Maio a 12 de Setembro de 2018 (Nodo Sul da Lua); de 30 de Maio a 12 de Junho de 2018 (Marte).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:25
link do post | comentar | favorito
|

Áreas 23º-26º de Gémeos e 28º-29º de Caranguejo e 0º de Leão: acidentes aéreos em Évora

 

As áreas 23º-26º do signo de Gémeos e 28º-29º do signo de Caranguejo e 0º de Leão  conexionam-se com três acidentes aéreos na cidade e concelho de Évora, Portugal. Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 29 de Maio de 1996, com Vénus em 26º 46´/ 26º 24´ de Gémeos, ,um avião CESSNA cai no Monte das Flores, perto da estrada Évora- Alcáçovas , morrendo o piloto; em 14 Agosto de 2009, com Marte em 22º 25´/ 23º 4´ de Gémeos, Nodo Sul da Lua em 0º 2´do signo de Leão, uma aeronave, um bimotor Beech 99 conduzido pelo dono do avião e proprietário da empresa de pára-quedismo SkyDive, cai no Bairro de Almeirim, Évora causando a morte dos dois ocupantes, causando danos no edifício em que raspou quando caiu;em 5 de Setembro de 2012, com Vénus em 28º 16´/ 29º 20´ de Caranguejo, uma aeronave Socata T-20 Tobago, da Academia Aeronáutico de Évora, cai no Monte da Pereira, morrendo o piloto, o aluno Pedro Veríssimo de 34 anos.

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 23º-26º do signo de Gémeos são: de 25 a 31 de Maio de 2017 (Marte); de 13 a 18 de Junho de 2017 (Sol): de 18 a 20 de Junho de 2017 (Mercúrio); de 25 a 29 de Julho de 2017 (Vénus).

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 28º-29º do signo de Caranguejo e 0º do signo de Leão são: de 4 a 6 de Julho de 2017 (Mercúrio); de 17 a 22 de Julho de 2017 (Marte); de 24 a 27 de Agosto de 2017 (Vénus).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 14:12
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2017
Áreas 8º-9º de Leão e 22º-23º de Sagitário: acidente aéreo em Munique

 

 As áreas 8º-9º do signo de Leão e  22º-23º do signo de Sagitário conexionam-se com dois  acidentes aéreos em Munique, Alemanha. Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 6 de Fevereiro de 1958, com Úrano em 9º 19´ /9º16´ de Leão, Saturno em 23º 5´/ 23º 10´ de Sagitário,  um avião da empresa Britânica British European Airways, voo BE609 que levava jogadores e dirigentes do Manchester United, mais jornalistas e alguns adeptos, se despenha-se no aeroporto de Munique por uma camada de neve derretida na pista, causar a desaceleração da aeronave, não dando assim capacidade da mesma levantar voo à terceira tentativa, resultando 23 mortos, entre eles 6 jogadores do Manchester United e 19 feridos; em 11 de Agosto de 1987, com Mercúrio em 7º 57´/9º 58´ de Leão, Úrano em 22º 55´/ 22º 54´ de Sagitário, um avião cai sobre um restaurante de hamburguers em Munique, causando 3 mortos e vários feridos.

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 8º-9º do signo de Leão são: em 10 e 11 de Julho de 2017 (Mercúrio); de 31 de Julho a 2 de Agosto de 2017 (Sol); de 1 a 5 de Agosto de 2017 (Marte); de 1 a 3 de Setembro de 2017 (Vénus).

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 22º-23º do signo de Sagitário são: de 22 de Junho a 25 de Julho de 2017 (Saturno); de 26 de Setembro a 25 de Outubro de 2017 (Saturno); de 22 a 24 de Novembro de 2017 (Mercúrio); em 11 e 12 de Dezembro de 2017 (Mercurio) de 18 a 20 de Dezembro de 2017 (Vénus).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:34
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2017
13º-16º de Leão e 19º-22º de Escorpião: acidentes aéreos no México

 

 As áreas 13º- 16º do signo de Leão e  21º-22º do signo de Escorpião conexionam-se com quatro  acidentes aéreos no México. Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 1 de Novembro de 1994, com Marte em 14º 24´/ 14º 53´ de Leão, Júpiter em 21º 32´/ 21º 45´ de Escorpião, um helicóptero despenha-se ao iniciar a aterragem no aeroporto de Cozumel, no mar das Caraíbas, no México, morrendo 11 passageiros; em 5 de Novembro de 2008, com Nodo Sul da Lua em 13º 52´ de Leão, Marte em 21º 57´/ 22º 39´ de Escorpião, o ministro do Interior do México, Juan Camilo Mourino, morre, com pelo menos treze pessoas, ao cair a aeronave em que viajavam no centro da Cidade do México, resultando ainda 40 feridos e o incêndio de vários automóveis;em 11 de Janeiro de 2010, com Marte em 16º 37´/ 16º 39´ de Leão, um helicóptero cai em Cuajimalpa, México, matando 5 pessoas, entre as quais o empresário de telecomunicações Moisés Saba;em 14 de Abril de 2010, com Saturno em 21º 54´/ 21º 54´ de Escorpião, um avião de carga Airbus 300 descola do Aeroporto Internacional de Monterrey, no México, e cai sobre uma avenida da cidade morrendo cinco tripulantes e o condutor de um carro. 

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 13º-16º do signo de Leão são: de 13 a 16 de Julho de 2017 (Mercúrio); de 5 a 9 de Agosto de 2017 (Sol); de 9 a 15 de Agosto de 2017 (Marte); de 6 a 9 de Setembro de 2017 (Vénus).

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 21º-22º do signo de Escorpião são: em 30 e 31 de Outubro e 1 de Novembro de 2017 (Mercúrio); em 24 e 25 de Novembro de 2017 (Vénus); de 29 de Janeiro a 25 de  Novembro de 2017 (Júpiter).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:45
link do post | comentar | favorito
|

17º-18º de Gémeos e 23º-25º de Sagirário: acidentes aéreos em Sintra

 As áreas 17º-18º do signo de Gémeos e  23º-25º do signo de Sagitário conexionam-se com três  acidentes aéreos na região de Sintra, grande Lisboa. Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 2 de Fevereiro de 1947, com ,Úrano em 17º 59´/ 17º 57´ de Gémeos,   Vénus em 25º 32´/ 26º 35´ de Sagitário, um avião “ Dakota”, da carreira Paris-Lisboa, embate na serra de Sintra, provocando a morte de 17 pessoas; em 15 de Dezembro de 2010, com Sol em 22º 53´/ 23º 54´ de Sagitário, um ultra leve Tecnam P-96 Golf do Aero Club de Portugal  cai na tentativa de aterragem, no areal da praia da Aguda, no litoral de Sintra, morrendo Tiago Centieiro, de 22 anos, que possuía licença de piloto particular de avião, e ficando ferido com gravidade o outro tripulante Diogo Cantinho, de 20 anos, solteiro e natural de Lisboa; em 2 de Junho de 2012, com Vénus em 18º 15´/ 17º 39´ de Gémeos, um ultraleve descola da pista da Tojeira  com destino a Lagos, no Algarve, pouco depois das 16h00 horas, « com nuvens baixas e visibilidade reduzida e, sem plano de voo, despenha-se em Sintra morrendo o piloto e um passageiro, de 67 e 45 anos. 

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 17º-18º do signo de Gémeos são: de 16 a 19 de Maio de 2017 (Marte); em 15 e 16 de Junho de 2017 (Mercúrio)

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área  23º-25º do signo de Sagitário são: de 27 de Janeiro a 17 de Fevereiro de 2017 (Saturno); de 25 de Maio a 6 de Julho de 2017 (Saturno).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:08
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2017
21º-22º de Balança e 22º-24º de Peixes: acidentes de catamarã no rio Tejo

As áreas 21º-22º do signo de Balança e  22º-24º do signo de Peixes conexionam-se com quatro  acidentes fluviais de catamarã ou cacilheiro no estuário do Tejo, Lisboa. Isto parece indiciar duas leis astronómico-históricas.

 

Em 17 de Setembro de 2005, com Júpiter em 21º 39´/ 21º 51´de Balança, um cacilheiro choca contra a muralha do cais do Sodré, em Lisboa; em 26 de Outubro de 2006, com Nodo Norte da Lua em 24º 43´/ 24º 38´ de Peixes, irrompe um incêndio no catamarã «Fernando Pessoa» da Soflusa, no Barreiro, sem causar vítimas;em 5 de Janeiro de 2016, com Nodo Sul da Lua em 24º 46´/ 24º 39´ de Peixes, cerca das 17.30 horas, o catamarã se preparava para atracar no cais do Montijo tendo a bordo 91 pessoas encalha, fica preso no fundo do rio e os passageiros, sem feridos, são calmamente evacuados;em 25 de Janeiro de 2017, com Júpiter em 22º 54´/22º 56´ de Balança, Quíron em 21º 59´/ 22º 2´ de Peixes, cerca das 8h30, na chegada a Lisboa o catamarã «Antero de Quental» que faz a ligação entre as duas margens do Tejo falha as manobras de aproximação ao cais, devido ao nevoeiro, no Terreiro do Paço, e embate com força na plataforma, resultando 34 feridos ligeiros (32 mulheres e dois homens).

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 21º-22º do signo de Balança são: de 15 de Fevereiro a 16 de Março de 2017 (Júpiter); de 26 de Agosto a 6 de Setembro de 2017 (Júpiter); de 11 a 13 de Outubro de 2017 (Mercúrio); de 14 a 16 de Outubro de 2017 (Sol); em 31 de Outubro e 1 de Novembro de 2017 (Vénus); de 25 a 28 de Novembro de 2017 (Marte).

 

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 22º-24º do signo de Peixes são: de 25 de Janeiro a 19 de Março de 2017 (Quíron); de 27 de Novembro de 2017 a 13 de Janeiro de 2018 (Quíron)

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 23:00
link do post | comentar | favorito
|

Ontologia de Espinoza: fatalismo, Deus como a necessidade imanente à natureza biofísica

Baruch de Espinoza (24 de Novembro de 1632, Amsterdão — 21 de Fevereiro de 1677, Haia) foi um dos grandes pensadores do racionalismo do século XVII , originário uma família judaica portuguesa que fugiu de Portugal por causa da perseguição da Inquisição. Excluiu o livre-arbítrio da existência humana considerando esta determinada pelo desejo, pela necessidade de conservar o bem-estar de cada um.Em 27 de julho de 1656, a Sinagoga Portuguesa de Amsterdão excomungou Espinoza com o chérem, por este sustentar que «nem o entendimento nem a vontade pertencem à natureza de Deus» e que Deus é a lei infalível da natureza, a causa imanente de todas as coisas (panteísmo).

 

PROVIDENCIALISMO E FATALISMO

 

 Espinoza professou o Providencialismo, a doutrina de que a Divina Providência guia o destino de cada homem no sentido do bem espiritual mesmo através das dificuldades e fracasos que lhe envia:

 

 «O ódio há-de ser vencido pelo seu contrário, o amor, e todo aquele que se guia pela razão deseja também para os demais o bem que apetece para si mesmo (...) o varão de ânimo forte considera antes de tudo que todas as coisas se seguem da necessidade da natureza divina, e, portanto, sabe que tudo quanto pensa ser molesto e mau, e quanto lhe parece imoral, horrendo, injusto e desonroso, obedece a que a sua concepção das coisas é indistinta, mutilada e confusa; e, por esta causa, esforça-se sobretudo por conceber as coisas como são em si, e por apartar os obstáculos que se opõem ao verdadeiro conhecimento, tais como o ódio, a ira, a inveja, a irrisão, a soberba e os demais de este estilo, que comentámos anteriormente; e deste modo esforça-se quanto possível, como temos dito, por agir bem e estar alegre.»

(Spinoza, Ética, Alianza Editorial, Madrid, 2006, pp 366-367).

 

Espinoza elimina o livre-arbítrio e o acaso de tal modo que tudo o que sucede, acontece por necessidade, isto é, não poderia ser de outro modo. E como tudo está em Deus, este é a própria necessidade. Aqui Espinoza antecipa o hegelianismo que aprisiona Deus ao círculo do ser em si/ ser fora de si/ ser para si.

 

PROPOSIÇÃO XXIX

«Na natureza não há nada contingente mas em virtude da necessidade da natureza divina, tudo está destinado a existir e a agir de certa maneira

(Spinoza, Ética, Alianza Editorial, Madrid, 2006, pag 83).

 

 

O LIVRE-ARBÍTRIO NÃO EXISTE

Espinoza excluiu o livre-arbítrio da existência humama considerando esta determinada pelo desejo e pela necessidade da natureza. A afirmação de que a soma dos três ângulos internos de um triângulo perfaz 180º não é um acto de livre-arbítrio é uma imposição à alma da ideia de triângulo que o entendimento concebe. Volição é um acto de querer isto ou aquilo mas a volição não implica que haja livre-arbítrio. Escreveu:

                                                          

PROPOSIÇÃO XLVIII

«Não há na alma nenhuma vontade absoluta ou livre, mas a alma é determinada a querer isto ou aquilo por uma causa, que também é determinada por outra, e esta por sua vez por outra, e assim até ao infinito

(Spinoza, Ética, Alianza Editorial, Madrid, 2006, pág 176).

 

PROPOSIÇÃO XLVIII

«Na alma não se dá nenhuma volição, no sentido de afirmação ou negação, aparte aquela que está implícita na ideia enquanto é ideia

Demonstração: na alma (pela Proposição anterior) não há nenhuma faculdade absoluta de querer ou não querer, mas tão somente volições singulares, a saber: tal e qual afirmação, tal e qual negação. Sendo assim, concebamos uma volição singular, por exemplo um modo de pensar pelo que a alma afirme que os três ângulos de um triângulo valem dois rectos. Esta afirma implica o conceito, ou seja, a ideia de triângulo(...) Deste modo, esta afirmação pertence à essência da ideia de triângulo e não é outra coisa que ela mesma (...)

 

«Corolário: A vontade e o entendimento são um e o mesmo.

«Demonstração: A vontade e o entendimento não são senão as mesmas volições singulares (...) Ora bem: uma volição singular e uma ideia singular são um e o mesmo (pela Proposição anterior). Logo, a vontade e o entendimento são um e o mesmo.»

(Spinoza, Ética, Alianza Editorial, Madrid, 2006, pp 177-179; o negrito é posto por nós).

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:53
link do post | comentar | favorito (1)
|

19º-20º de Peixes: aterragens de emergência em Porto Santo

A área 19º-20º do signo de Peixes conexiona-se  com duas aterragens de emergência de avião em Porto Santo, Madeira.  Aparentemente, isto revela uma lei astronómico-histórica.

 

Em 3 de Maio de 1998, com Júpiter em 19º 55´/ 20º 6´ de Peixes, ao fim de 15 minutos de voo, um avião da SATa aterra de emergência no aeroporto de Porto Santo por ruptura de um tubo de óleo; em 23 de Janeiro de 2017, às 16:52, com Vénus em 19º 53´/ 20º 49´ de Peixes, um avião Airbus A 320 da companhia britânica Monarch, que tinha partido do aeroporto de Gatwick, em Londres com destino ao Funchal, aterra de emergência no aeroporto de Porto Santo, Madeira após uma avaria nos 'flaps'.

 

Algumas das próximas datas em que o Sol ou um planeta passam na área 19º-20º do signo de Peixes são: em 8 e 9 de Março de 2017 ( Mercúrio); em 10 e 11 de Março de 2017 (Sol); em 26 e 27 de Fevereiro de 2018 ( Vénus); em 28 de Fevereiro e 1 de Março de 2018 (Mercúrio); de 9 a 11 de Março de 2018 (Sol).

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt

f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 10:33
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Teologia cátaro-bogomila:...

Ponto 23º 7´/23º 15´de qu...

Erros na tradução portugu...

O sublime moral para Scho...

Seísmos en México en Astr...

Área 9º-10º do signo de T...

Neocátaros versus budismo...

Teologia neocátara: sem j...

Herbert Marcuse: o caráct...

Breves reflexões de Agost...

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds