Segunda-feira, 30 de Novembro de 2015
A lei da atração opõe-se a ideologias de esquerda e ao catolicismo tradicionalista?

 A lei da atração, teorizada por vários pensadores da psicologia de massas e do controlo mental, sustenta que atraímos a nós as coisas e qualidades em que pensamos frequentemente: se pensarmos que é mau ser rico atrairemos a pobreza ou um grau de conforto muito moderado, se pensarmos em vinganças ou em prejuízos para pessoas abater-se-ão sobre nós vinganças de outrém, se pensarmos em ser ricos e agirmos em conformidade a riqueza material virá ter connosco. Mas isto não dispensa a acção que temos de desenvolver para materializar as ideias. Esta lei parece opor-se às ideologias de esquerda revolucionária centradas na pobreza e na sua denúncia sistemática.  Escreve Camilo Cruz sobre a necessidade de nos mantermos de mente saudável e optimista, gratos sobre tudo o que de bom nos sucede:

 

«No campo da informática, é sabido que se programar o seu computador com lixo, a única coisa que vai de lá tirar é o lixo»-

«A lei da atração diz-nos que o mesmo acontece com a mente: se puser nela lixo, só obterá dela lixo.»(...)

«Não basta querer mudar ou estar consciente da necessidade de fazê-lo. A vontade ou o desejo de mudar não bastam. A única opção é fazê-lo. Se pretende ver alterações no seu comportamento, e na sua vida, talvez precise de rever os programas que até hoje orientaram a sua mente.»

«Orison Swett Marden recorda-nos de que o pensamento recto é um íman poderoso, pelo que quando quiser ser ou ter algo, só o obterá programando a sua mente com a informação correcta. Afirme com fé o que quer ser ou ter. Se anseia ter saúde e vigor, se quiser abundância e não miséria, repita constantemente: «Estou são, sou forte, vivo em abundância, não pode haver penúria, nem pobreza, nem necessidade na minha vida. Sou rico porque obedeço às leis e princípios do êxito.»

(Dr. Camilo Cruz, A verdade sobre a lei da atração, Pergaminho, pág 75; o destaque a bold é de nossa autoria).

 

«Depois de identificar as suas metas, crie imagens claras delas. Apoie-se em fotografias, postais, vídeos ou no que achar que pode ajudar a visualizá-las mais claramente. »

«Não existe nenhuma força mágica ou sobrenatural, a operar, trata-se apenas das funções fisiológicas do cérebro. Na medida em que se concentre em qualquer sonho, por mais impossível que possa parecer, pense nele, o visualize, o envolva em emoções fortes e desenvolva um profundo desejo de obtê-lo, activará a sua formação reticular, agudizando assim todos os sentidos para que consigam captar com maior facilidade toda a informação sensorial proveniente do meio ambiente que possa estar relacionado com essa meta». (Dr. Camilo Cruz, A verdade sobre a lei da atração, Pergaminho, pág 75; o destaque a bold é de nossa autoria).

 

«A gratidão mantém a sua mente numa harmonia mais próximas das energias criativas do universo. Se analisar com atenção verá que é verdade. As coisas boas que tem chegaram-lhe obedecendo a certas leis. A gratidão levará a sua mente àquilo que origina a riqueza, mantê-lo-á em harmonia próxima do pensamento criativo e avisá-lo-á quando estiver próximo de cair no pensamento errado.»(...)

«Se permite que a sua mente mergulhe no desespero das angústias da vida quotidiana, começa a duvidar e a perder a firmeza. Quando fixa a sua atenção, no pobre, no fraco e no mau, a sua mente toma a forma destes elementos negativos. Como resultado disso, o pobre, o fraco e o mau sentir-se-ão atraídos para si. Se permite que a a sua mente se afunde no inferior, tornar-se-á inferior e ficará rodeado de coisas inferiores. Mas se se fixar no melhor, irá rodear-se do melhor e ser o melhor» 

«Também a fé cresce com a gratidão. A mente agradecida espera sempre coisas boas e esta esperança gera fé. A atitude de gratidão produz uma maior fé e cada vez que agradecemos aumentamo-la.»

(Dr. Camilo Cruz, A verdade sobre a lei da atração, Pergaminho, pág 128; o destaque a bold é de nossa autoria).

 

Este modo de pensar positivo, que lembra o de Cristiano Ronaldo, desprezando a concentração na atenção na pobreza e na debilidade física, opõe-se às ideologias de esquerda que mostram sistemáticamente, as condições de vida degradantes em que cerca de 20% da população vive e levam a cabo estudos sobre isso. E opõe-se também ao catolicismo tradicional baseado no temor a Deus, ao Inferno e ao Diabo e na mortificação do corpo. Há objeções a colocar a esta lei do pensamento positivo, negando~lhe um poder absoluto::

 

1º Os planetas determinam o nosso comportamento e tudo o que nos sucede. Se Saturno ao passar sobre o nosso Marte de nascimento causa em dado dia um acidente no automóvel em que viajamos, como pode o pensamento luminoso evitar isso?

 

2º De que serve o pensamento optimista aos passageiros de um avião em queda livre de uma altura de 10 000 metros? Quando muito, ajuda a encarar a morte com serenidade...

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 20:12
link do post | comentar | favorito (2)
|

Domingo, 15 de Novembro de 2015
Atentados em Paris: causados por áreas do Zodíaco (2º-5º de Balança, 3º-5º de Sagitário)

 

 

Os ataques terroristas de 13 de Novembro 2015 em Paris estavam predestinados pelos astros. Responsáveis destes atentados são as áreas 2º-5º do signo de Balança, 4º-5º do signo de Sagitário e o ponto  5º 24 '/ 5º 51'  de qualquer signo do Zodíaco. Este último, o Zodíaco, isto é, a circunferência celeste dividida em 12 partes de 30 graus cada,  é a chave, o motor celeste dessas ações terroristas em Paris. Estas são previsíveis pela nossa astronomia-astrologia histórica, embora não possamos superar a teoria das probabilidades.

 

ÁREA 2º-5º DO SIGNO DE BALANÇA:

ATENTADOS EM PARIS

 

.A passagem do Sol, um planeta do sistema solar, Nodo da Lua ou planetóide Quiron em 2º-5º do signo de Balança (isto é nos graus 182º a 185º da eclíptica já que os 30º de arco do céu que é o signo de Balança vão de 180º a 210º do círculo celeste) é condição necessária mas não suficiente para a irrupção de atentados terroristas.

 

Em 17 de Setembro de 1986, com Mercúrio em 3º 16´/ 4º 58´ de BalançaSaturno em 4º 23´/ 4º 26´ de Sagitário,  um atentado bombista em frente aos armazéns 'Tati', em Paris, faz sete mortos e 55 feridos. sendo esta acção um dos 15 ataques (incluindo três fracassados) perpetrados pela rede terrorista pró-iraniana de Fouad Ali Saleh, em 1985 e 1986.

 

Em 25 de julho de 1995, com Marte em 2º 8´/ 2º 44´ de Balança, Júpiter em 5º 39´/ 5º 37´ de Sagitário, uma bomba explode numa linha da Rede Expresso Regional (RER), na estação de Saint-Michel, em pleno coração de Paris, e causa oito mortos e 119 feridos.

 

Em 3 de dezembro de 1996, com Nodo Norte da Lua em 5º 34´ de Balança,  Plutão em 3º 19´/ 3º 21´ de Sagitário, um atentado na estação de Port-Royal, no sul de Paris, causa quatro mortos e 91 feridos.

 

Em 13 de Novembro de 2015, com Vénus em 4º 45´/ 5º 51´ de Balança, Saturno em 5º 27´/ 5º 34´ de Sagitário, seis atentados cometidos, em vários pontos de Paris, em especial no X e XI bairros, por partidários do Estado Islâmico matam indiscriminadamente, à bomba ou a rajadas de metralhadora, 132 pessoas e fazem 350 feridos, ressaltando o massacre no teatro Bataclan onde 82 pessoas, incluindo 4 assaltantes suicidas, são chacinadas enquanto assistiam a um concerto de um grupo rock norte-americano,  fogo de metralhadora contra restaurantes na rue de Charonne ( 19 mortos) e rua Alibert (pelo menos 12 pessoas mortas), Boulevard Voltaire, rebentamento de duas bombas perto de Stade de France (.três homens-bomba mortos).

 

Próximas datas em que um planeta ou o Sol passará em 2º-5º de Balança elevando a probabilidade de novo atentado em Paris: 1 a 3 de Outubro de 2017 (Mercúrio); 15 a 17 de Outubro de 2017 (Vénus); 24 a 29 de Outubro de 2017 (Marte).

 

ÁREA 3º-5º DE SAGITÁRIO:

ATENTADOS EM PARIS

 

.A passagem do Sol, um planeta do sistema solar, Nodo da Lua ou planetóide Quiron em 2º-5º do signo de Sagitário  (isto é nos graus 243º a 245º da eclíptica já que os 30º de arco do céu que é o signo de Sagitário vão de 240º a 270º do círculo celeste) é condição necessária mas não suficiente para a irrupção de atentados terroristas.

 

Em 17 de Setembro de 1986, com Saturno em 4º 23´/ 4º 26´ de Sagitário, Mercúrio em 3º 16´/ 4º 58´ de Balança,   um atentado bombista em frente aos armazéns 'Tati', em Paris, faz sete mortos e 55 feridos. sendo esta acção um dos 15 ataques (incluindo três fracassados) perpetrados pela rede terrorista pró-iraniana de Fouad Ali Saleh, em 1985 e 1986.

 

Em 25 de Julho de 1995, com Júpiter em 5º 39´/ 5º 37´ de Sagitário, Marte em 2º 8´/ 2º 44´ de Balança, uma bomba explode numa linha da Rede Expresso Regional (RER), na estação de Saint-Michel, em pleno coração de Paris, e causa oito mortos e 119 feridos.

 

Em 3 de Dezembro de 1996, com Plutão em 3º 19´/ 3º 21´ de Sagitário, Nodo Norte da Lua em 5º 34´ de Balança,  um atentado na estação de Port-Royal, no sul de Paris, causa quatro mortos e 91 feridos.

 

Em 13 de Novembro de 2015, com Saturno em 5º 27´/ 5º 34´ de Sagitário,Vénus em 4º 45´/ 5º 51´ de Balança,  seis atentados cometidos, em vários pontos de Paris, em especial no X e XI bairros, por partidários do Estado Islâmico matam indiscriminadamente, à bomba ou a rajadas de metralhadora, 132 pessoas e fazem 350 feridos, ressaltando o massacre no teatro Bataclan onde 82 pessoas, incluindo 4 assaltantes suicidas, são chacinadas enquanto assistiam a um concerto de um grupo rock norte-americano,  fogo de metralhadora contra restaurantes na rue de Charonne ( 19 mortos) e rua Alibert (pelo menos 12 pessoas mortas), um atacante morto no Boulevard Voltaire, rebentamento de duas bombas perto de Stade de France (.três homens-bomba mortos).

 

Próximas datas em que um planeta ou o Sol passará em 3º-5º de Sagitário elevando a probabilidade de novo atentado em Paris: de 7 a 9 de Novembro de 2017 (Mercúrio); de 2 a 6 de Dezembro de 2017 (Vénus); de 29 de Janeiro a 5 de Fevereiro de 2018 (Marte). .

 

Como é possível, ante estes dados, que centenas de milhar de professores, de filósofos, historiadores, sociólogos, astrónomos, matemáticos, cientistas de diversas áreas, jornalistas, comentadores da televisão do mundo inteiro sejam tão estúpidos a ponto de  troçarem da determinismo planetário na vida social e política com uma falácia do tipo «é irracional acreditar que os planetas, tão distantes da Terra, moldem o destino das pessoas e anulem o livre-arbítrio»? Como é possível que pseudo intelectuais doutorados espalhem aos quatro ventos  que «é impossível demonstrar que os movimentos dos planetas no Zodíaco determinam os atentados, os resultados das eleições legislativas e presidenciais, os acidentes de aviação e de comboio»?

 

Somos governados por uma cultura democrática iluminista que faz do homem o valor supremo e o decisor supremo da história, cultura essa obscurantista porque incapaz de contemplar atentamente o céu, as posições planetárias e detectar as correlações objectivas destas com os acontecimentos na Terra. 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 22:43
link do post | comentar | favorito (1)
|

Sábado, 14 de Novembro de 2015
Le point 5º 33´/5º 51´de toute signe explique les attentats à Paris le 7 janvier et le 13 de novembre 2015

 

 Les attentats terroristes â Paris du 13 de novembre 2015  étaient prédestinés par les astres.L´activation du point 5º 33´ / 5º 51´ de toute signe du Zodiaque est la clé, le moteur céleste de ces actions terroristes à Paris. Elles sont prévisibles par notre astronomie-astrologie historique, quoique nous ne pouvons pas surpasser la theorie des probabilités.

 

 

POINT 5º 38´/ 5º 51´DE QUELQUE SIGNE DU ZODIAQUE:
ATTENTATS A PARIS EN 1995 ET EN  2015

 

Le passage du soleil, une planète du système solaire, le nœud de la Lune ou planétoïde Chiron dans le point 5º 38´ / 5º 51´ de quelque signe (Bélier, Taureaux, Gemeaux, Cancer, Lion, etc.)  est condition nécessaire mais non suffisante pour le déclenchement d'attaques terroristes.

 

Le 25 juillet 1995  avec Júpiter en 5º 39´/ 5º 37´ de Sagittaire, à 17h30,une bouteille de gaz bourrée d’écrous explose dans le RER parisien à la gare Saint-Michel - Notre-Dame. Le bilan final est de 8 morts et 117 blessés. C’est le début des attentats meurtrie.


Le 17 août 1995, avec Júpiter en 5º 50´/ 5º 53´ de Sagittaire, une bombonne de gaz avec des clouscachée dans une poubelle fait 16 blessés à Paris près de la place Charles-de-Gaulle.

 

Le 7 janvier 2015, avec Neptune en 5º 33´/ 5º 34´ de Poissons, 2 militants de la Jihad,  prennent une personne en otage, envahissent la siège du journal satirique «Charlie Hebdo», bien renseignés (par les services secrets français?), puisqu’ils connaissaient les prénoms de personnes qui étaient présentes dans le hall du tout nouveau local de Charlie Hebdo, au 10 rue Nicolas Appert, à Paris,  et tirent des coups de feu, faisant 12 morts, parmi eux 10 journalistes, et 5 blessés, ensuite, ils prennent la fuite à bord d’un premier véhicule qu’ils vont rapidement abandonner à la porte de pantin, pour en prendre un deuxième afin de brouiller leur piste et ne pas être repérés.

 

Le 13 novembre 2015, avec Saturne en 5º 27´ /5º 34´du Sagittaire, six attaques terroristes des jihadistes à Paris, quasi simultanées dans autant de sites, principalement dans les Xe et XIe arrondissements, font au moins 128 morts et 250 blessés –dont 99 en "urgence absolue"–, avec pour la première fois en France des actions kamikazes,dans lequels les assassins  ont balayé avec des mitraillettes plusieurs terrasses de café,   et huit assaillants sont morts, dont sept en se faisant exploser, le plus sanglant attentat dans la salle de concerts du Bataclan (82 morts, 4 assaillants morts dont trois en actionnant une ceinture d'explosifs, le dernier étant tué lors de l'assaut des forces de l'ordre), feu de mitrailleuse dans rue de Charonne (19 morts) et rue Alibert (au moins 12 morts), un  assailllant tué au boulevard Voltaire, deux bombes près du Stade de France (.trois kamikazes sont morts). .

 

Quelques dates à venir dans lequelles une planète ou nœud de la Lune va glisser dans le point 5º 33´/ 5º 51´ de quelque signe en inclinant a  la flambée d'attaques terroristes en France sont: le 22 novembre 2015 (Mars en 5º-6º de Libra), les 13-14 janvier 2016 (Mars en 5º Scorpion); du 23 au 25 mars 2016 (Mars en 5º du Sagittaire); les 9-11 mai 2016 (Mars em 5º du Sagittaire); les 15.16 aout 2016 (Mars em 5º du Sagittaire);du 4 au 6 octobre 2016 (Jupiter en 5º de Libra).

  

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:04
link do post | comentar | favorito
|

Pluton dans 13º du Capricorne est une des causes des attentats à Paris le 7 janvier et le 13 de novembre 2015

 

 Le passage de Pluton au point  13º 22´/ 13º 35´ du signe de Capricorne (degré 283 de l'écliptique puisque les 30 degrées d´arc que constituent le signe de Capricorne se prolongent de 270º à 300º du cercle céleste) est condition nécessaire mais non suffisante pour le déclenchement d'attaques terroristes à Paris.

 

Le 7 janvier 2015, avec Pluton en  13º  22´/ 13º 24´  de Capricorne, 2 militants de la Jihad,  prennent une personne en otage, envahissent la siège du journal satirique «Charlie Hebdo», bien renseignés (par les services secrets français?), puisqu’ils connaissaient les prénoms de personnes qui étaient présentes dans le hall du tout nouveau local de Charlie Hebdo, au 10 rue Nicolas Appert, à Paris,  et tirent des coups de feu, faisant 12 morts, parmi eux 10 journalistes, et 5 blessés, ensuite, ils prennent la fuite à bord d’un premier véhicule qu’ils vont rapidement abandonner à la porte de pantin, pour en prendre un deuxième afin de brouiller leur piste et ne pas être repérés.

 

Le 13 novembre 2015, avec Pluton en 13º 33´/ 13º 35´ du signe de Capricorne, six attaques terroristes des jihadistes à Paris, quasi simultanées dans autant de sites, principalement dans les Xe et XIe arrondissements, font au moins 128 morts et 250 blessés –dont 99 en "urgence absolue"–, avec pour la première fois en France des actions kamikazes,dans lequels les assassins  ont balayé avec des mitraillettes plusieurs terrasses de café,   et huit assaillants sont morts, dont sept en se faisant exploser, le plus sanglant attentat dans la salle de concerts du Bataclan (82 morts, 4 assaillants morts dont trois en actionnant une ceinture d'explosifs, le dernier étant tué lors de l'assaut des forces de l'ordre), feu de mitrailleuse dans rue de Charonne (19 morts) et rue Alibert (au moins 12 morts), un  assailllant tué au boulevard Voltaire, deux bombes près du Stade de France (.trois kamikazes sont morts).

 

D´autres dates de passage d´un planéte ou du soleil en 13º du Capricorne seront: de 15 à 29 novembre 2015 (Pluton); le 18 ou 19 decembre 2015 (Mercure); le 3 et 4 janvier 2016 (Soleil).

 

Il y´a d'autres zones du Zodiaque liés à l'éclosion des attentats à Paris et d'autres endroits France.

 

ZONE 14º-16º DE VERSEAU:
ATTENTAT À ORLY

 

Le passage du soleil, une planète du système solaire, du nœud de la Lune ou du planétoïde Chiron en 14º-16º degrés du signe de Verseau (degrées 314-316  de l'écliptique puisque les 30 degrées d´arc que constituent le signe de Verseau se prolongent de 300º à 330º du cercle céleste) est condition nécessaire mais non suffisante pour le déclenchement d'attaques terroristes.

Le 19 janvier 1975, avec Mercure en 15º 47´/ 17º 10´ de Verseau, l´attaque d'un commando palestinien à l'aéroport d'Orly contre un avion israélien produit 20 blessés.

 

Le 5 février 1975, avec Soleil en 15º 33´/ 16º 33´ de Verseau,  éclate un attentat au journal Minute.


Le 2 mars 1975, avec Mercure en 13º 48´/ 14º 47´de Verseau, un double attentat à l'explosif survient contre les bureaux de Toulouse et Lyon de la compagnie Air Algérie, revendiqué par le groupe Charles Martel.


Quelques dates à venir dans lequelles une planète ou nœud de la Lune iront glisser dans la zone 14º-16º   degrées  du signe de Verseau, propiciant d'attaques terroristes en France sont: 3-6 février 2016 (Soleil); 24-26 février 2016 (Mercure); 28-29 février er 1 mars 2016 (Venus)

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:31
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 10 de Novembro de 2015
Breves reflexões de Outubro e Novembro de 2015

 

 

Eis algumas breves reflexões, mais ou menos banais, que afloram à nossa consciência em  Outubro e Novembro de 2015.

 

COMO PODEMOS CONFIAR NO AMOR E NA AMADA se todos os dias o tempo, o velho e maldito deus Cronos, nos vai devorando imperceptivelmente, fazer ganhar mais uma ruga,uma variz, flacidez neste ou naquele músculo, etc? Os deuses são os culpados da destruição lenta dos amores e da irrupção da indiferença e dos ódios, da velhice e da doença. Abaixo os deuses? Abaixo alguns dos deuses, não todos!

 

OS CASAMENTOS PERFEITOS TAMBÉM SE DESFAZEM. O senso comum costuma dizer: «Tal casamento desfez-se. Ela fugiu com outro ou ele fugiu com outra e isso é sinal que o casamento não ia bem, não era perfeito. O que foi abandonado ou aquela que foi abandonada teve culpas...» Ora isto é verdade em muitos casos, mas não em todos. Há casamentos perfeitos em que o marido se deixa seduzir, de repente, por uma moradora nova no prédio ou em que a a esposa se deixa seduzir por um colega de trabalho. No casamento perfeito surge, por instinto, a necessidade de trair o outro, a adrenalina de fazer sexo com alguém «proibido» e.. o casamento desfaz-se. Portanto, não há imunidade matrimonial: os beijos não imunizam contra as traições, tal como as vacinas não imunizam contra doença nenhuma. Os sistemas são instáveis. Só uma vontade racional férrea de cada cônjugue, remando contra o instinto, pode manter a fidelidade no casal.

 

O MEU AMOR POR ELA É ABSOLUTAMENTE PERVERSO. Amo-a de forma holística, total: como homem e como mulher, como travesti e como anjo de luz. Como cavalo. Como dinossauro. E até como protozoário das milhões de vidas que tive.

 

MAS EU AMEI AQUELA MULHER OU AMEI APENAS OS SEIOS, O ROSTO E OS BEIJOS DELA? - Este problema metafísico perseguir.me-á toda a vida..

 

AMO AQUELA MULHER só por questão de estética. Porque é a mais bela mulher do mundo. Se fosse loira e burra amá-la-ia na mesma mas não é...

 

AO DESEJAR AQUELA MULHER O QUE QUERIA EU DELA? O rosto, que eu considero o grande factor de atração? Os seios? O sutiã e os seios? O corpo, com as suas enseadas de prazer onde o meu barco se poderia afundar? A alma? Ou ela não enquanto ela mas enquanto individuação da deusa Vénus? Não sei. Metafísica...

 

PARA AMAR NÃO PODES PARAR PARA PENSAR. Porque se pensas o amor desaparece já que não passa de um fantasma luminoso ou de uma aparição da Virgem Maria. E fica só corpo, a pele debaixo da qual os ossos rangem e a máquina hormonal do desejo opera...

 

O MEU AMOR POR TI ATINGIU O PONTO MAIS ALTO: AGORA NÃO ME INTERESSAS, POSSO DESLIGAR-ME POR COMPLETO DE TI. Descansa: como tudo o que sobe desce, daqui a semanas telefonar-te-ei demonstrando interesse em ti.

 

EU AMAVA O ROSTO DELA, SEXY E DE GRANDE BELEZA, E AMAVA-A A ELA MAS QUANDO ELA SE DESMAQUILHOU SENTI QUE NÃO AMAVA O ROSTO DELA. Então, o meu amor por ela cessou...

 

NÃO AMAMOS AS MULHERES. AMAMOS O PRAZER E O CARINHO QUE ELAS NOS DÃO.

 

TU NÃO O AMAS. EMBRIAGAS-TE COM OS BEIJOS E AS CARÍCIAS DELE. O que ele tem não é amor, é técnica de sedução da mulher. É luxúria, puro desejo sexual. Leva-te para a cama ou para o banco traseiro do automóvel...

 

A LUTA DE CLASSES NA SEXUALIDADE. Se compras os serviços de uma acompanhante estás a entrar no mercado capitalista. Se conquistas uma mulher por teres um belo automóvel ou uma recheada conta bancária estás a participar, do lado da burguesia, no negócio do sexo...O sexo que a burguesia te oferece é um escape, eles temem que te consciencializes e te tornes um Buda, um iluminado.

 

O INTERESSANTE NAS MULHERES É ELAS NÃO SEREM EXCLUSIVAMENTE MULHERES mas também anjos, demónios, gatas felinas com botas de couro negro (as Gatas das Botas), deusas, mães e esposas capazes de uma incalculável fidelidade, dragões de oiro que habitam o interior da Terra ou dos lençóis de uma cama limpa

 

CONCORDO COM FREUD. A sexualidade é polimorfa, a amizade entre pessoas do mesmo sexo não é mais que homossexualidade sublimada, todos os homens são, no seu íntimo, bissexuais, ainda que não em actos físicos práticos (80 por cento são objetivamente heterossexuais).

 

A UNIÃO SEXUAL ENTRE DOIS SERES é a base do amor a Deus. A igreja católica lida mal com a sexualidade porque não consegue integrar o culto a Afrodite-Vénus, a deusa do Amor carnal, com o culto à Virgem Maria, a deusa do Amor ascético-espiritual.

 

CRISTIANISMO E VAMPIRISMO ESPIRITUAL - No Evangelho de São João, capítulo VI, 53-56 lê-se:

«Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tendes vida em vós mesmos.; 54 Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.55 Pois a minha carne é verdadeira comida, e o meu sangue é verdadeira bebida.56 Quem comer a minha carne e beber o meu sangue permanece em mim, e eu, nele.»

Esta passagem controversa do evangelho, que sugere o carnivorismo, merece de teólogos islâmicos a acusação de que «o cristianismo é um canibalismo» porque se come a carne de Cristo. Isto remete igualmente para vampirismo: os vampiros humanos alimentam-se, supostamente, de sangue bebido no pescoço das vítimas para «terem a vida eterna».
Não conheço no budismo, religião ou filosofia assente no vegetarianismo, qualquer alusão à santificação pela ingestão de carne e sangue do profeta ou de uma divindade. Vale mais ser vegetariano!

 

A BRUTALIDADE DO CARNIVORISMO. Vais comer um bife ou ensopado de borrego, mais um? Por tua causa, uma vaca, um porco, um borrego foram mortos. E vais comer a sua carne, rica em proteínas,,... e em cadaverinas, toxinas de cadáver. Porque não substituis por feijão ou grão de bico, por tofu ou hamburguer de soja? O carnivorismo é uma brutalidade, uma falta de delicadeza para com os animais. O homem é um ser imundo - nem todos, claro. Não participes no morticínio geral das espécies. E a igreja católica porque se cala ante esta brutalidade?


A igreja invoca esta discutível tese do Evangelho de Marcos 7,18-19: E ele (Jesus) disse-lhes: “Então, nem vós tendes inteligência? Não entendeis que tudo o que vem de fora, entrando no homem, não pode torná-lo impuro, porque nada disso entra no coração, mas no ventre, e sai para a fossa?” (Assim, ele declarava puros todos os alimentos.).»

 

Creio ser impossível que Jesus tenha santificado o carnivorismo, e advogado um regime alimentar sem cuidados higiénicos.
Faz te vegetariana antes que seja tarde. Escapa à corrupção do mundo, tanto quanto possível.

 

PARTICIPAR NA MISSA CATÓLICA SEM SER CATÓLICO.É como uma espécie de frente popular, unidade das esquerdas em que os anarquistas votam, por tática, no candidato socialista mais votado na primeira volta da eleição: somos gnósticos, dualistas, herdeiros do mazdaísmo de Zoroastro (há dois deuses: o da Luz e o das Trevas), do maniqueísmo, dos cátaros trucidados pela igreja feudal, dos templários (dois cavaleiros no mesmo cavalo), dos alquimistas (o mercúrio feminino e o enxofre masculino), da franco-maçonaria (sem sermos maçons: as duas colunas, Joaquin e Boaz), rejeitamos a filosofia católica do deus único criador do universo, uma confusa filosofia, mas aceitamos o carácter sacro da missa católica enquanto homenagem ao Deus da Luz, não ao demiurgo Iavé, mas aos deuses do Pleroma ou mundo divino.

 

AMAMOS OS NOSSOS PAIS QUANDO JÁ MUITO VELHOS E DOENTES? Creio que não. O amor radica numa carência de quem ama, um completar-se no ser ou objeto amado. Ora a generalidade dos filhos olhando um pai de 85-92 anos muito fraco, envelhecido, já destituído de faculdades de memória e outras sente pena e sente responsabilidade por lhe proporcionar um fim digno. Alguns até desejam, em segredo, que «o velho morra depressa, porque já não está cá a fazer nada». Mas a esse cuidado com o pai idoso não pode chamar-se amor mas compaixão...

 

TOMA SUMO DE LIMÃO E CURARÁS QUALQUER DOENÇA. EVITA A VACINAÇÃO. A questão está em descobrires a dose exacta de limão de que necessitas. Toma dois a três limões por dia e o sumo de cada um deles dissolvido num copo cheio de água. «O limão começa por actuar como um excelente DISSOLVENTE; e depois como um RECONSTITUINTE de primeira ordem» - diz o professor Romolo Mantovani em «A arte de se curar a si próprio». Destrói os sais de ácido úrico, causa do reumatismo, dores na coluna, dores de cabeça, artroses, etc. Destrói as células cancerosas, vence a bronquite, a anemia, a arterioesclerose, etc.

 

Se nas escolas não se ensina o valor das curas pelo limão é porque os programas de ensino estão enfeudados à burguesia capitalista dos laboratórios e farmácias, que não está interessada em que a classe operária saiba os métodos de cura natural. Em troca, a burguesia e os seus catedráticos e jornalistas vendem a ideia pseudocientífica da vacinação - uma inoculação de vírus e toxinas não pode nunca garantir imunidade, a vacina é uma colossal mentira! A saúde reside em formar sangue puro o que se consegue ingerindo muitos frutos e saladas - o homem é um frugívoro - gemas de ovo cruas, algum queijo fresco, feijãio e grão de bico, arroz integral, etc.

 

O GOVERNO DE DIREITA CAI NO ANIVERSÁRIO DE ÁLVARO CUNHAL. Se Cunhal, o histórico secretário-geral do PCP falecido em 13 de Junho de 2005, fosse vivo, faria hoje, 10 de Novembro de 2015, 102 anos de idade. Ora não deixa de ser curioso que hoje mesmo os votos dos deputados do PS, PCP, BE e PEV (123) derrubem no parlamento o governo das direitas PSD-CDS, antagónico aos ideais de Cunhal...E dentro de 2 dias, a 12 de Novembro, Francisco Louçã, fundador do BE, completará 59 anos de idade...

 

PORTO E FRANÇA, O AZUL E BRANCO QUE OS LIGA- Em 11 de Novembro de 2015, Paulo Cunha e Silva, de 53 anos, vereador da câmara municipal do PORTO, cidade ligada às cores AZUL e BRANCO da bandeira de D.Pedro IV e da camisola do Futebol Clube do Porto, morre subitamente, espalhando a consternação na cidade. Em 13 de Novembro de 2015, seis atentados à bomba e de rajadas de metralhadora, quase simultâneos, cometidos por militantes suicidas do Estado Islâmico, no teatro Bataclan, na rua de Charonne e em outros locais de Paris, FRANÇA, país cuja bandeira possui uma faixa AZUL e outra BRANCA, como o FC Porto, matam, no mínimo, 128 pessoas e ferem mais de 200, 99 das quais em estado grave.
 Parece, pois, haver um sincronismo entre o Porto e Paris e a França: na mesma altura, o desaire atinge um e o outro,,,
 

 

ESCREVO LIVROS DE ASTROLOGIA HISTÓRICO-SOCIAL porque não há mais nada para fazer na vida além de trabalhar no ensino, namorar, fazer a revolução proletária, internacional situacionista, escrever poesia, ir ao campo alentejano, conviver com amigas e amigas, escrever no facebook e ir às compras. A vida é tudo isto e é tão pouco. Mas não te queixes... A propósito o livro que escrevi intitulado «Astrologia Histórica», edição da Esfera do Caos, desvenda mais de um milhar de leis astronómico-sociais e, neste sentido, é superior à teoria de Einstein e à física quântica mas só tu, eu e muito poucos nos apercebemos disso. A multidão, obtusa, só olha para os ídolos que vão à televisão e são lançados pelos grandes grupos económicos e pelos corruptos lobbies universitários...

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito (1)
|

Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015
Teste de filosofia do 10º ano turma A ( Novembro de 2015)

 

Eis um teste de filosofia produzido no Alentejo, palavra que evoca aletheia ou desocultação da verdade, filosofia.

 

Agrupamento de Escolas nº1 de Beja
Escola Secundária Diogo de Gouveia, Beja
TESTE DE FILOSOFIA, 10º ANO TURMA A
5 de Novembro de 2015.
Professor: Francisco Queiroz

 

“As doutrinas dos arquês de Anaxágoras, de Tales e de Empédocles implicam racionalidade, metafísica, são pura filosofia. Os dois tipos de movimentos dos corpos nos dois mundos do cosmos aristotélico são teleológicos e Deus, para Aristóteles, não é a causa formal nem a causa eficiente do cosmos mas apenas a causa final de certas entidades celestes. A dialética do Belo, em Platão, eleva das múltiplas aparências à essência.”

1)Explique, concretamente, este texto. 

 

2) Relacione, justificando:

A) Ontologia monista do cristianismo e do judaísmo e ontologia dualista de Platão.

B) Mundo do Mesmo e Mundo do Semelhante, por um lado, filósofos-reis e guerreiros, por outro lado, em Platão.

C) Unidade e multiplicidade na teoria da participação, em Platão.

D) Essência (eidos), acidente, proté ousía, tó tí e tó on em Aristóteles.

 

 

 

CORREÇÃO DO TESTE COTADO PARA 20 VALORES

 

 

1)  O arquê é a substância ou matéria primordial que originou o universo: para Tales era a água, que estava no caos, e foi modelada por Deus convertendo-se em cosmos com os seus múltiplos objectos (árvores, montanhas, estrelas, etc), para Anaxágoras o arquê eram os princípios homeoméricos, o infimitamente pequeno que se amplia à escala macrocóspica ( exemplo: uma cenoura é composta por milhares de cenouras invisíveis muito pequenas e por milhares de olhos humanos muito pequenos porque fortalece a vista) e para Empédocles os arquês eram quatro, fogo, ar, terra e água. Estas doutrinas são pura filosofia, isto é, interpretação livre e especulativa do universo e do homem pois comportam racionalidade, isto é, ordem lógica no pensamento, e metafísica, isto é, temas que vão para além do mundo físico visível e palpável como deuses, energias invisíveis, etc. (VALE TRÊS VALORES). No cosmos de Aristóteles há dois mundos, o mundo sublunar, composto de quatro esferas concêntricas, a Terra (imóvel no centro) e as esferas de água,ar e fogo, no qual o movimento dos corpos não é circular e é teleológico, obedece a finalidades inteligentes, isto é, os corpos desejam voltar à origem do seu constituinte principal (exemplo: a pedra largada no ar cai porque o seu télos, finalidade, é voltar à «mãe», a Terra); o mundo celeste, composto de 54 esferas de cristal incorruptíveis com astros incrustados, 7 delas de planetas (Lua, Mercúrio, etc) e 47 de estrelas, que giram circularmente de modo teleológico, finalista,  já que estrelas e planetas, seres inteligentes, desejam alcançar, fora do cosmos, Deus, o pensamento puro, que se pensa a si mesmo e não se importa com o cosmos. Deus não é a causa formal (o modelo) do cosmos nem a causa eficiente (o construtor) do cosmos, mas apenas a causa final, o télos, do movimento dos astros inteligentes e das respectivas esferas. Ele nada faz mas suscita e atrai o movimento das estrelas.  (VALE TRÊS VALORES). A dialética do Belo em Platão é a progressiva elevação da alma desde as formas físicas do mundo Sensível à forma do Belo em si, como Arquétipo: primeiro, amar um só corpo belo, depois amar vários corpos, em seguida descobrir a beleza das almas, depois ver o belo das leis e costumes da cidade, mais tarde apreender o belo das ciências e da filosofia e por último captar o Arquétipo de Belo, no mundo Inteligível. Das múltiplas aparências empíricas - muitos corpos . passamos a amar a essência, o Belo puro e abstracto, no Inteligível. (TRÊS VALORES).

 

2) A) A ontologia monista do cristianismo e do judaísmo sustenta que um único Deus criou o mundo, a matéria, a vida e o espírito dos homens a partir do nada. A ontologia dualista de Platão diz que sempre houve 2 princípios eternos, os arquétipos no Mundo Inteligível e a chorá ou espaço material obscuro no caos inferior, surgiu um deus arquitecto, o Demiurgo, que, ajudado por Zeus, Ares e outros deuses do Olimpo, deu formas à matéria obscura imitando nesta os arquétipos (VALE TRÊS VALORES).

 

2) B) O Mundo do Mesmo é o Mundo Inteligível, acima do céu visível. A parte mais alta da alma humana é o Nous ou razão intuitiva que apreende os arquétipos de Bem, Belo, Justo, etc, nesse Mundo do Mesmo. Equivale na pólis aos filósofos-reis, os pensadores incorruptíveis, que fazem as leis, vivem em uma casa do Estado, não podem ter ouro nem prata, e trocam de companheiras sexuais de modo a não saber de quem são os filhos e não se corromperem com favoritismos. O Mundo do Semelhante é o mundo celeste visível, do sol, da lua, das estrelas, etc, astros incorruptíveis à semelhança dos arquétipos mas que, diferente destes, se movem. Este é o mundo do tempo e dos números que medem as rotações celestes e pode comparar-se na alma ao tumus e, na pólis aos guerreiros que servem os filósofos.reis. A parte média da alma é o Tumus ou Tymus ou coragem e honra e brio militar. Equivale aos guerreiros ou arcontes auxiliares que policiam a cidade, cobram os impostos, punem os malfeitores vivem em uma casa do Estado, não podem ter ouro nem prata, e trocam de companheiras sexuais de modo a não saber de quem são os filhos.( VALE TRÊS VALORES).

 

2) C) A teoria da participação, em Platão, refere que os entes de uma mesma espécie do mundo físico da matéria ou mundo do Outro são cópias imperfeitas do respectivo arquétipo ou essência que se encontra no Mundo Inteligível acima do céu visível. Assim, por exemplo, os milhões de cavalos existentes no mundo terrestre (multiplicidade) imitam a forma única de cavalo eterno (unidade) que está no Mundo do Mesmo. (VALE DOIS VALORES)

 

2) D) Aristóteles sustentou que o composto, a proté ousía ( por exemplo: esta árvore) resulta da união de dois princípios universais, a hylé ou matéria-prima  universal, indeterminada ( não é água, nem ar, nem fogo, nem terra, etc.) que não existe, com as formas das espécies (eidos), neste caso, com a forma comum de árvore. A essência (eidos), segundo Aristóteles, é a forma comum de uma dada espécie de entes. Todos os homens possuem a mesma essência, homem. A essência árvore tem um tó tí: os ramos, as folhas, o tronco, etc. O tó tí é o quê-é ou seja a forma, essencial ou acidental, de algo. Exemplo: o tó tí da espiga de trigo é a forma desta e distingue-se do tó tí da espiga de milha e do tó tí do rosto humano. Se Joana se distingue de Mariana e de Francisca isso deve-se aos acidentes, isto é, as particularidades singulares que as distinguem entre si e que são tó tís: o naiz arrebitado de uma e o nariz aquilino de outras, O tó ón é o ente, o que é, o existente, qualidade que é comum aos diferentes tó tís. O Mundo do Mesmo ou mundo dos arquétipos ou Ideias ou Modelos perfeitos, acima do céu visível, possui tó on e tó tí no que respeita a cada arquétipo: o tó tí do Triângulo é diferente do tó tí do Círculo e do tó tí do Belo. (VALE TRÊS VALORES).

  

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 21:44
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 3 de Novembro de 2015
Teste de filosofia do 10º B ( Outubro de 2015)

 

Eis um teste de filosofia produzido no Alentejo, palavra que evoca aletheia ou desocultação da verdade, filosofia.

 

Agrupamento de Escolas nº1 de Beja
Escola Secundária Diogo de Gouveia, Beja
TESTE DE FILOSOFIA, 10º ANO TURMA B
29 de Outubro de 2015.
Professor: Francisco Queiroz
I

 

"A filosofia combina, de um modo particular, metafísica com empiricidade e racionalidade. A doutrina dos arquês de Anaxágoras, de Tales e de Empédocles são subjetivas ou intersubjetivas. Aristóteles defendeu que há dois princípios fundamentais anteriores ao composto (synolon) que produzem este, sendo isto o hilemorfismo.”

1) Explique, concretamente este texto.

 

2) Relacione, justificando:

A) As três partes da alma e as três partes da pólis na doutrina de Platão.
B)  Mundo do Mesmo e reminiscência, em Platão.
C) Unidade e multiplicidade na teoria da participação, em Platão.
D) Essência (eidos), acidente e tó tí em Aristóteles..

 

CORREÇÃO DO TESTE COTADO PARA 20 VALORES

 

 

1) A filosofia, interpretação livre e especulativa da vida, do universo e do homem, implica metafísica, isto é, mergulhar no reino do que transcende a natureza física ( deus ou deuses, suposta vida após a morte, reencarnação, partículas subatómicas, origem do universo e da vida, etc) e também empiricidade ( ver, tocar, saborear com os orgãos sensoriais que captam o mundo empírico ou da experiêmcia) e ainda racionalidade, ou ordem lógica no pensamento (VALE TRÊS VALORES). O arquê é a substância ou matéria primordial que originou o universo: para Tales era a água, que estava no caos, e foi modelada por Deus convertendo-se em cosmos, para Anaxágoras o arquê eram os princípios homeoméricos, o infimitamente pequeno que se amplia à escala macrocóspica ( exemplo: uma cenoura é composta por milhares de cenouras invisíveis muito pequenas e por milhares de olhos humanos muito pequenos porque fortalece a vista) e para Empédocles os arquês eram quatro, fogo, ar, terra e água, sendo isto doutrinas subjectivas, isto é, convições íntimas de uma só consciência humana ou intersubjectivas, isto é, crenças não universais mas partilhadas por um grupo de pessoas (VALE TRÊS VALORES). Aristóteles sustentou que o composto, a proté ousía ( por exemplo: esta árvore) resulta da união de dois princípios universais, a hylé ou matéria-prima universal, indeterminada ( não é água, nem ar, nem fogo, nem terra, etc.) que não existe, com as formas das espécies (eidos), neste caso, com a forma comum de árvore. O hilemorfismo é o nome desta teoria que sustenta que as coisas nascem da união da matéria (hylé, matéria indeterminada e abstracta; hylé eskaté, matéria última, determinada, como ferro, madeira, terra, etc) e da forma (morfos).(VALE TRÊS VALORES).

 

2) A) A alma humana divide-se em três partes: o Nous, o Tumus e a Epithymia. A cidade estado ou pólis divide-se em três estratos. A parte mais alta da alma humana é o Nous ou razão intuitiva que apreende os arquétipos de Bem, Belo, Justo, etc. Equivale na pólis aos filósofos-reis que fazem as leis, vivem em uma casa do Estado, não podem ter ouro nem prata, e trocam de companheiras sexuais de modo a não saber de quem são os filhos e não se corromperem com favoritismos. A parte média da alma é o Tumus ou Tymus ou coragem e honra e brio militar. Equivale aos guerreiros ou arcontes auxiliares que policiam a cidade, cobram os impostos, punem os malfeitores vivem em uma casa do Estado, não podem ter ouro nem prata, e trocam de companheiras sexuais de modo a não saber de quem são os filhos. A parte inferior da alma é a Epithymia ou Concupiscência, isto é, o desejo imoderado de comer, beber, possuir ouro e prata e propriedades fundiárias, entregar-se a orgias, etc. Equivale aos diferentes estratos da população desde os proprietários agrários de escravos até aos escravos, passando pelos comerciantes e artesãos. De um modo geral, podem enriquecer mas não podem eleger os filósofos-reis e os guerreiros para que estes governem de forma exemplar, incorruptível. ( VALE QUATRO VALORES).

 

2) B) Em Platão, o Mundo do Mesmo é o Inteligível composto pelos arquétipos de Bem, Belo, Justo, Número Um, Número Dois, Triângulo, Homem, etc. Os arquétipos estão acima do céu visível, por isso são transcendentes, estão além (trans) do universo físico e foram observados pela alma humana, Nous, quando esta esteve no Inteligível. A alma desceu em direção ao Mundo Sensível, banhou-se no rio Letes e aí esqueceu tudo o que vira, à excepção de vagas lembranças chamadas reminiscências. A alma entra no corpo de um bebé e quando o menino vai à escola e aprende que seis mais seis é igual a doze não está a aprender nada de novo mas sim a recordar, pela reminiscência, os arquétipos de Seis e Doze que contemplou no Mundo Inteligível (VALE TRÊS VALORES).

 

2) C) A teoria da participação, em Platão, refere que os entes de uma mesma espécie do mundo físico da matéria ou mundo do Outro são cópias imperfeitas do respectivo arquétipo ou essência que se encontra no Mundo Inteligível acima do céu visível. Assim, por exemplo, os milhões de cavalos existentes no mundo terrestre (multiplicidade) imitam a forma única de cavalo eterno (unidade) que está no Mundo do Mesmo. (VALE DOIS VALORES)

 

2) D) A essência (eidos), segundo Aristóteles, é a forma comum de uma dada espécie de entes. Todos os homens possuem a mesma essência, homem. A essência árvore tem um tó tí: os ramos, as folhas, o tronco, etc. O tó tí é o quê-é ou seja a forma, essencial ou acidental, de algo. Exemplo: o tó tí da espiga de trigo é a forma desta e distingue-se do tó tí da espiga de milho e do tó tí do rosto humano. Se Joana se distingue de Mariana e de Francisca isso deve-se aos acidentes, isto é, as particularidades singulares que as distinguem entre si e que são tó tís: o naiz arrebitado de uma e o nariz aquilino de outras, os olhos azuis de uma e os olhos verdes de outra, etc. O tó ón é o ente, o que é, o existente, qualidade que é comum às coisas ou seres com diferentes tó tís. O Mundo do Mesmo ou mundo dos arquétipos ou Ideias ou Modelos perfeitos, acima do céu visível, possui tó on e tó tí no que respeita a cada arquétipo: o tó tí do Triângulo é diferente do tó tí do Círculo e do tó tí do Belo. (VALE DOIS VALORES)

  

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)

 



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 15:30
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

18
20
22

24
28
29

30


posts recentes

Francisco George, ao serv...

Área 5º-9º de Gémeos: Pin...

Área 4º-6º de Gémeos: Ame...

Área 17º-18º de Gémeos: P...

Área 17º-18º de Gémeos: q...

Áreas 16º-17º de Gémeos ...

Área 4º-6º do signo de Gé...

Áreas 29º de Touro e 0º-1...

Área 9º-13º de Gémeos: go...

Área 11º-14º do signo de...

arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds