Sábado, 1 de Outubro de 2011
Locke no realismo crítico anticromático e antisonoro

John Locke  considerou a forma como o fim da extensão e da solidez. Escreveu:

 

«A solidez e a extensão e o seu fim, a forma, juntamente com o movimento e o repouso, dos quais possuímos ideias, continuariam a existir no mundo tal como são agora se não existisse nenhuma criatura sensível para as apreender; estamos por isso certos quando as olhamos como as verdadeiras modificações da matéria, assim como são as causas de todas as variadas sensações que temos dos corpos.»
(John Locke, Ensaio sobre o Entendimento Humano, volume I, pag 498, Fundação Calouste Gulbenkian).

 

A solidez é a característica distintiva da matéria mais densa. Portanto, parece não haver dúvida que o mundo dos corpos sólidos existiu antes de haver humanidade, mentes humanas, ainda que as ideias de cor, som, cheiro, sabor, calor, frio, sejam subjectivas ou intersubjectivas, isto é, existentes unicamente nas mentes humanas. Designa-se isto por realismo crítico anticromático e antisonoro. Há realismos críticos de outras espécies, como por exemplo, a teoria física cromática de que apenas existem na natureza três cores primordiais, azul, vermelho e verde, sendo as outras formadas no interior do nosso cérebro por combinação das primárias.

 

LOCKE E AS IDEIAS COMPLEXAS DE SUBSTÂNCIA

 

As ideias de cavalo, de homem ou de cobre são ideias complexas de substância, segundo Locke, porque o cavalo se compõe da combinação das ideias simples de pata, crinas, galope, trote, etc, a ideia de homem se compõe das ideias simples de cabeça, de tronco humano, de fala, de pensar, etc, combinadas de certa maneira, a ideia de cobre se compõe de solidez metálica, cor avermelhada, alaranjada ou acastanhada, etc.

 

Escreve Locke:

 

«As ideias que constituem as ideias complexas das substâncias corpóreas são de três tipos. Em primeiro lugar, as ideias das qualidades primárias das coisas que são observáveis pelo uso dos sentidos e que, mesmo quando delas não nos apercebemos, se encontram nas coisas; assim são: o volume, a forma, o número, a situação e o movimento, que realmente existem nos corpos, mesmo que deles não nos apercebamos. Em segundo lugar, as qualidades sensíveis secundárias que dependem destas e que não são mais do que os poderes que essas substâncias possuem para produzir várias ideias em nós através dos sentidos; estas ideias não se encontram nas coisas em si, a não ser que algo as tenha causado. Em terceiro lugar, a capacidade que consideramos existir em qualquer substância, para realizar ou receber essas alterações das qualidades primárias, de maneira que essa substância, assim modificada, produz em nós ideias diferentes das que possuíamos anteriormente acerca do mesmo.» (Locke, ibid, páginas 393-394; o negrito é colocado por mim)

 

«Porque para falar com precisão, a cor amarela não existe verdadeiramente no ouro, mas é um poder que o ouro possui para nos causar essa ideia através dos olhos, quando colocado sob uma luz adequada. E o calor, que não podemos dissociar das nossas ideias de sol, também não está propriamente no sol, tal como a cor branca que faz aparecer na cera.» (Locke, ibid, pag 394)

 

Não considero absolutamente claro este texto de Locke. Que significa a frase «em terceiro, lugar a capacidade que consideramos existir em qualquer substância para realizar ou receber essas alterações das qualidades primárias»? Não deveria estar incluída na própria definição de qualidades primárias, feita em primeiro lugar? Afinal, a transformação da forma ou do movimento - qualidades primárias - de um objecto exterior, como por exemplo, o rebentar de um balão, que da forma esférica cheia de ar passa subitamente à forma retraída de um figo ou de uma lasca de madeira, constitui uma ideia complexa aparte que se deva pôr no mesmo plano que as qualidades primárias e as qualidades secundárias? Não me parece.

 

 

 

 

 

www.filosofar.blogs.sapo.pt
f.limpo.queiroz@sapo.pt

 

© (Direitos de autor para Francisco Limpo de Faria Queiroz)



publicado por Francisco Limpo Queiroz às 16:11
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Erros na tradução portugu...

O sublime moral para Scho...

Seísmos en México en Astr...

Área 9º-10º do signo de T...

Neocátaros versus budismo...

Teologia neocátara: sem j...

Herbert Marcuse: o caráct...

Breves reflexões de Agost...

Area 15º-20º de Cancer y ...

Posições de Júpiter em Ma...

arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Teste de filosofia do 11º...

Pequenas reflexões de Ab...

Suicídios de pilotos de a...

David Icke: a sexualidade...

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds